15/11/2017

Feira: Municipio ganha novas salas de cinema

 

Feira de Santana ganha novo complexo de cinema, o Cinesercla, que será inaugurado nesta quarta-feira (15), no América Outlet. O equipamento dispõe de cinco salas de última geração, sendo duas com tecnologia 3D, além de uma sala VIP, a primeira do segmento cinematográfico do interior do Estado.

A nova operação do grupo mineiro Cinesercla, detentor também do cinema do Shopping Cajazeiras, em Salvador, contou com o investimento financeiro de cerca de R$10 milhões, gerando 25 empregos diretos.

A expectativa é de que um público de 400 mil pessoas por ano frequente o novo cinema do município. Localizado na BR-324, s/n - Subaé, no acesso da Noide Cerqueira, o América Outlet é aberto de segunda a sábado, das 10h às 22h, e, aos domingos, das 12h às 20h.

Vereador diz que “Proprietário de empresa de transporte  escolar é usado para levar defunto”

Em pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, na sessão ordinária desta terça-feira (14), o vereador Zé Filé (PROS) afirmou que o proprietário da empresa CG Transportes confirmou a denuncia de que o ônibus que deveria ser utilizado para o serviço de transporte para velórios e sepultamentos no município, é também utilizado para realização de transporte escolar, causando transtornos aos familiares e amigos dos falecidos.

“Após fazer a denuncia na tribuna desta Casa na sessão de ontem (13), recebi uma ligação do dono da empresa confirmando que o problema realmente existe. Mas, ele se comprometeu a não permitir que isso continue acontecendo. Agradeço a atenção do empresário, que se manifestou para prestar esclarecimento e garantiu que não haverá mais pressa para o transporte dos cidadãos que vão ao sepultamento de seus entes queridos”, informou.

Em aparte, o vereador Marcos Lima (PRP) informou que, ao contrário que o vereador Zé Filé afirmou em seu discurso na sessão de segunda-feira (13), o valor de R$ 236 mil é o limite estabelecido na licitação para execução do serviço no período de 12 meses. “Esse é o valor máximo estabelecido na licitação. A Prefeitura não é obrigada a pagar esse valor todo. Paga-se apenas pelo que é utilizado”, explicou.

O vereador Lulinha (DEM) voltou a negar que haja mal uso do dinheiro público no serviço de transporte de passageiros para velórios e sepultamentos oferecido pelo Governo Municipal. “A Prefeitura paga apenas pelas viagens que são realizadas. São cobrados R$ 249,00 por cada viagem e o ônibus faz de duas a três viagens por dia”, informou.

O edil criticou o número insuficiente de veículos para atender a demanda da população e discordou da justificativa apresentada pelo líder governista, Lulinha (DEM), referente ao pagamento realizado pelo Município dos valores referentes ao serviço prestado pela CG Transportes, vencedora da licitação para disponibilização de ônibus para o transporte para cemitérios.

“Muitas vezes nós solicitamos o ônibus para levar as pessoas para os sepultamentos e somos informados de que não tem veículo disponível para fazer o transporte e que só são autorizados transportes para dois sepultamos por dia. Com relação às justificativas do vereador Lulinha, acho que a Prefeitura deveria gastar o que está previsto e não deixar a população desassistida”, concluiu.

Líder tentou explicar os pagamentos efetuado pelo município à empresa, sem convencer

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão desta terça-feira (14), o líder governista Luiz Augusto de Jesus- Lulinha (DEM), explicou como são efetuados os pagamentos do Município para a empresa CG Transporte, vencedora da licitação para disponibilização de ônibus para o serviço de transporte para velórios e sepultamentos no município.

De acordo com o edil, ao contrário do que fora denunciado pelo vereador Zé Filé (PROS) na sessão do último dia 13 de novembro, o Município paga mensalmente apenas o valor referente às corridas realizadas e não o valor na ordem de R$ 19.722,00 por mês, como afirmou o vereador do PROS.

“No mês de outubro, o Município pagou à empresa pouco mais de R$ 7 mil, em agosto foram pagos R$ 4.535,04 e no mês de setembro o valor pago pelo serviço foi de R$ 6.519,12. Só é pago o que é utilizado, ou seja, o Governo paga o total gasto por cada viagem realizada durante o mês”, informou Lulinha.

O líder governista afirmou que para ampliação do serviço é preciso averiguar a verba disponível no orçamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, responsável pela oferta do transporte para funeral.

BLITZ

Ainda no uso da tribuna, o vereador Lulinha parabenizou o vereador Marcos Lima pela luta em defesa da redução das taxas cobradas pelo Detran/BA pelo serviço de guincho e diária de pátio para liberação de veículos apreendidos em blitz realizadas pela Polícia Militar no município de Feira de Santana. O edil criticou as declarações do Governador do Estado em entrevistas concedida aos veículos de comunicação, afirmando não ter conhecimento dos valores cobrados.

“As denuncias do colega têm surtido efeito. O governador afirma que as blitz devem continuar e que as taxas serão revistas. Mas, o governador não soube informar dados referentes as essas operações. Apenas afirma que são ações importantes para combater a violência, mas em Feira de Santana já são mais de 300 homicídio contabilizados só este ano. Triste saber que o Governo do Estado não sabe quais são os valores cobrados à população”, declarou.

O vereador Marcos Lima (PRP) fez coro ao discurso do colega líder governista e declarou que irá manter a cobrança de providências no sentido de revisão das taxas. Evaldo Lima (PP) afirmou que as operações realizadas no trânsito da cidade têm o fim exclusivo de arrecadar dinheiro da população para os cofres do Estado.

Para Lulinha, os fatos só comprometem a imagem do atual governador perante à sociedade. “A repercussão está negativa para o governo em todo o Estado e a população baiana não comunga com a cobrança dessas taxas. Dizem que a blitz é para coibir a violência, mas a violência está aí com índices crescentes”, finalizou.

Feira de Santana terá três novas creches municipais

A Prefeitura de Feira de Santana vai promover licitações, em dezembro, que escolherão empresas para construir, no próximo ano, mais três creches proinfância tipo 1.

No dia 19 do próximo mês está marcada a licitação para a construção da creche no Asa Branca, no dia 20, será para a do Aviário e no dia 21 vai acontecer a definição da empresa que vai fazer a do Sítio Matias.

As unidades que serão construídas, todas em bairros periféricos, terão capacidade para matricular mais de mil crianças, em dois turnos, e quase 600, caso a Secretaria de Educação opte pelo tempo integral.

A construção destes equipamentos garante o acesso a creches e escolas a crianças na faixa etária de três a cinco anos, recebendo atenção adequada ainda na primeira infância – educação e merenda de qualidade.

Para os pais, estes espaços significam tranquilidade por saberem que seus filhos estão em um espaço de qualidade e recebendo educação específica e de qualidade.

Edital no site: www.feiradesantana.ba.gov.br. Informações no Departamento de Licitação e Contratos, à avenida Sampaio, 344, nos dias úteis, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Telefones: 75 3602 8345/8333.

 

Fonte: A Tarde/Ascom CMFS/Secom PMFSMunicipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!