17/11/2017

Salvador: Feira da Cidade terá festival de rock para crianças

 

O verão ainda não chegou, mas a Feira da Cidade já está no clima. Para esquentar ainda mais a estação, o evento que reúne música, gastronomia, manufaturas, moda e programação infantil aporta em Stella Mares, neste final de semana (18 e 19) e convidando o BigBands Kids – Festival de Rock Infantil, que vai propiciar crianças e adolescentes terem o primeiro contato com o mundo do rock. No sábado (18), A Feira inicia às 11h e segue até às 20h. Já no domingo (19), a diversão começa às 10h, recheada de atividades para toda a família, e encerra às 20h.

De acordo com a produtora e criadora da Feira, a inovação também é um dos principais legados da Feira, que a cada lugar que passa leva novas experiências para os seus seguidores. “Este final de semana, em parceria com o Dj Bigbross, vamos levar para Stella Mares o BigBands Kids, que vai apresentar o mundo do rock para crianças e adolescentes”, destacou. 

A programação do BigBands Kids acontece no domingo das 10h às 13h, com contação de histórias com o grupo Estória de Cabeça, a apresentação da orquestrinha rock, oficina rock de desenho, tatuagem infantil e uma playlist com versões dos clássicos do rock’n roll para crianças.  Além da programação do festival, a criançada vai poder curtir um parque infantil e um banho de mangueira com Papai Noel.

E como já é uma tradição do principal evento de rua da cidade, a Feira terá barraquinhas de cervejas e chops artesanais e as mais variadas opções da gastronomia que vão desde pratos nordestinos até os deliciosos hambúrgueres artesanais, sem falar de uma vasta opção de manufaturas valorizando a economia criativa, empreendedora e artesanal. A discotecagem fica por conta dos Djs mais badalados da cidade, Dj Índio e Mauro Telefunksoul.

Histórico

Durante esses três anos, A Feira da Cidade contabiliza mais de 100 mil seguidores nas redes e um público total de mais de um milhão de pessoas, apresentando mais de 1.000 novas marcas que despontaram para o mercado e presença em mais 20 praças em diversos pontos da cidade. A Feira nasceu em setembro de 2014, juntamente com a primeira edição oficial no Festival da Primavera, que aconteceu no Rio Vermelho. Ela é a pioneira como iniciativa continua no setor nas ruas de Salvador.

  •  Serviço:

O que é: A Feira da Cidade

Onde: Stella Mares

Quando: 18 e 19 de novembro

Quabales faz show no Domingo no TCA

Depois de ter se destacado nos palcos do Rock in Rio no último mês de setembro, com um show próprio ao lado da cantora Margareth Menezes e ainda numa participação especial na apresentação do cantor norte-americano CeeLo Green, o coletivo percussivo e vocal Quabales será atração de novembro do projeto Domingo no TCA. Oriundo do bairro do Nordeste de Amaralina, nascido das mãos de Marivaldo dos Santos – integrante do show percussivo Stomp, sucesso na Broadway, em Nova Iorque, há mais de 20 anos –, o grupo mistura música, performance, percussão baiana, hip hop, canto, som eletrônico e percussão corporal com influências de música contemporânea. Com participação especial de integrantes do próprio Stomp, o espetáculo acontecerá na Sala Principal do Teatro Castro Alves, no dia 19 de novembro, às 11h. Os ingressos custam R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia), e são vendidos apenas no dia do evento, a partir das 9h, com acesso imediato ao teatro.

O Quabales é um projeto sociocultural que tem como objetivo a inclusão de adolescentes e jovens, usando a música e a arte como ferramentas para o combate às drogas e à violência. O nome teve como inspiração um instrumento de mesmo nome criado por Marivaldo dos Santos: “Qua”, por ter quatro bocas, e “bales”, por ter o formato de um timbales. Multi-instrumentista, compositor, produtor e performer, Marivaldo, sem desviar o olhar de suas origens, quis compartilhar suas experiências de vida com a juventude do seu bairro. Sua trajetória inclui trabalhos e parcerias com artistas como Sting, Lauryn Hill, Paul Simon, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Carlinhos Brown, entre outros.

No repertório, estão músicas originais e releituras de clássicos da música popular brasileira, de autores como João Gilberto, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Olodum, Gerônimo, Maria Gadú, Vanessa da Mata e O Rappa.

  • SERVIÇO

Domingo no TCA apresenta: Quabales

Participação especial de integrantes do grupo Stomp

Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Quando: 19 de novembro (domingo), 11h

Quanto*: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

Ilê Aiyê é a próxima atração do Concha Negra no TCA

Depois dos Filhos de Ghandy e do Muzenza, é a vez de o ‘mais belo dos belos’ encantar a Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador, o novo espaço para expressão da música afro baiana. Neste sábado (18), às 18h, o bloco Ilê Aiyê comanda a festa do projeto Concha Negra, do Governo do Estado, que tem como propósito a promoção e apoio a entidades que representam as tradições artísticas e culturais da Bahia. Daniela Mercury e Criolo são convidados especiais da noite.

O primeiro bloco afro da Bahia promete levar toda magia e a beleza para celebrar o Dia da Consciência Negra (20 de Novembro). “Esse projeto é maravilhoso e uma ferramenta importante de valorização da cultura baiana e da tradição dos blocos afro. Vamos fazer um espetáculo muito bonito no sábado, apresentando, sem dúvida, nossas músicas em homenagem ao dia da Consciência Negra e a Zumbi. O Bando de Teatro Olodum fará a abertura do espetáculo. Vamos lá curtir, vibrar e fortalecer esse projeto”, afirma o presidente do Ilê Aiyê, João Carlos ‘Vovô’.

Além da visibilidade, também é garantida uma maneira de levantar fundos para as entidades culturais. Os blocos afro vão receber cachê fixo e terão direito ao valor arrecadado com a venda de ingressos, a preços de R$ 30 inteira e R$ 15 (meia entrada). “O Concha Negra é bastante inovador à medida que conclama atores sociais distintos para cumprir essa missão de visibilizar a cultura negra. O Estado fornece a estrutura, o palco para as apresentações. Os artistas e o bloco afro, chegam com todo o conteúdo, e a sociedade civil, por meio da compra do ingressos, participa e aprecia. Um envolvimento de toda a sociedade em prol da preservação de nossa cultura”, explica a diretora geral da Fundação Cultural do Estado (Funceb), Renata Dias.

A primeira temporada do Concha Negra vai até fevereiro de 2018, um domingo por mês, sempre a partir das 18h. Já se Apresentaram os Filhos de Ghandy e Muzenza. Os próximos shows ficam por conta do Cortejo Afro (17 de dezembro), Olodum (7 de janeiro) e Malê Debalê (4). Além das apresentações principais, cada espetáculo terá a participação de, pelo menos, um convidado especial e também uma abertura com o Janela Baiana – ação continuada da Secretaria de Cultura do Estado (Secult) que dá espaço para artistas ou grupos emergentes da Bahia nos eventos da Concha.

Voluntárias Sociais e Bell Marques apresentam novo show beneficente em prol do Hospital Aristides Maltez

Uma nova parceria entre as Voluntárias Sociais da Bahia e o cantor Bell Marques vai resultar em mais um show com arrecadação voltada para as obras de ampliação do Hospital Aristides Maltez (HAM). O show em homenagem aos 40 anos do Bloco Camaleão acontecerá no dia 18 de janeiro, no palco principal do Teatro Castro Alves, e será apresentado nesta segunda-feira (20), em entrevista coletiva, realizada, às 9h, no HAM, em Brotas, com a presença da presidente da VSBA, Aline Peixoto, de Bell e do presidente da Liga Bahiana contra o Câncer, Aristides Maltez Filho.

No show, Bell vai relembrar histórias e sucessos à frente do Bloco Camaleão. O valor arrecadado com os ingressos será revertido integralmente para obras do hospital. "A história do Aristides e a dedicação de todos os envolvidos nesse lindo projeto me cativaram, por isso, decidi que queria novas oportunidades de ajudá-lo. Deixei isso bem claro para a primeira-dama, Aline Peixoto, depois do Forró Solidário”, afirmou o cantor.

O Forró Solidário foi promovido em maio deste ano pelas Voluntárias, também com o objetivo de arrecadar recursos para o HAM, maior referência do Norte/Nordeste na área de oncologia. O evento realizado no Cerimonial da Pupileira contou com as apresentações de Bell Marques e do forrozeiro Flávio José. Todo dinheiro resultante da venda dos ingressos foi aplicado na construção de uma nova UTI de dez leitos e a ampliação do centro cirúrgico do hospital.

Feira de Artesanato da Bahia movimenta Palacete das Artes

Após o grande sucesso nas edições de setembro e outubro, a Feira de Artesanato da Bahia continuará na área externa do Palacete das Artes nos próximos dias 24, 25 e 26 de novembro, com novos horários: na sexta feira, das 14 às 20 h; e no sábado e domingo, das 13 às 20 h.

Nesta edição, a Feira vai apresentar uma riquíssima mostra da diversidade da produção artesanal da Bahia, contemplando as vertentes que dialogam com as matrizes africanas, integrando dessa maneira, as comemorações do mês da Consciência Negra. Na oportunidade o público poderá dialogar com representantes de comunidades quilombolas e povos de terreiro promovendo uma interação histórica e cultural.

O público vai encontrar uma variedade criativa que inclui a cerâmica de Maragogipinho, as bonecas negras de Guanambi, a palha do Quilombo Jatimane, os instrumentos musicais de Salvador, além de tecelagem, biojoias, rendas e esculturas em ferro e madeira.

Em sua edição especial do Novembro Negro, a Feira de Artesanato da Bahia traz ainda apresentações musicais de Graça Onasilê e Cilene Tunaut, oficinas de percussão e desfile de moda étnica.

Para a secretária do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Olívia Santana, a feira ajuda a suprir uma das principais dificuldades dos artesãos, que é o escoamento da produção. “Além da comercialização direta entre o artesão e o cliente, o que resulta num preço mais em conta do produto, existe a possibilidade de encomendas por parte do empresariado que visita a feira”, destaca.

Realizada pela Setre, por meio da Coordenação de Fomento ao Artesanato, o evento acontece, mensalmente, até março de 2018.

  • Serviço

O quê: Feira de Artesanato da Bahia

Onde: Palacete das Artes

Endereço: Rua da Graça, nº 289 - Graça

Quando: 24, 25 e 26 de novembro (sexta-feira, sábado e domingo)

Horário: sexta das 14 às 20 h; sábado e domingo das 13 às 20 h

 

Fonte: Bahia Já/SecultBa/Ascom Setre/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!