21/11/2017

Feira: Inscrição para seleção do programa Criança Feliz até dia 23

 

A Secretaria de Desenvolvimento Social de Feira de Santana abre na próxima segunda-feira, dia 20, inscrições para seleção pública simplificada visando contratação de pessoal para atuar, em regime de Direito Administrativo, no programa Criança Feliz. O prazo vai até o dia 23.

Serão oferecidas 13 vagas para contratação imediata para o cargo de visitador educador social, com salário bruto de R$ 1.025 – exige-se nível médio completo. As inscrições poderão ser feitas na Sedeso, à rua Leolinda Bacelar, 484, Kalilândia, no horário das 9h às 12h e das 14h às 17h.

De acordo com a Lei, 5% das vagas serão destinadas às pessoas com deficiência, desde que as atribuições sejam compatíveis com o problema apresentado. O cadastro reserva vai ser formado por 50 nomes.

A seleção será realizada em duas etapas: análise de currículum vitae e entrevista. A taxa de inscrição será de R$ 30. Possíveis inscrições de candidatos selecionados no Edital 01/2017 - Criança Feliz ficarão isentas da cobrança da taxa de inscrição.

A lista dos candidatos habilitados para a segunda etapa estará disponível no Diário Oficial (www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br) até o dia 28 de novembro – no site os candidatos poderão obter mais informações sobre a seleção simplificada.

As entrevistas acontecerão de 30 de novembro 1º de dezembro, no Avivamento Bíblico, à avenida Senhor dos Passos, 26, Centro, obedecendo ao cronograma publicado no site do Município. A lista dos classificados e desclassificados na etapa final estará disponível no Diário Oficial Eletrônico até 6 de dezembro.

Uefs sedia curso de Atualização em Urgências e Emergências

A turma do curso de Enfermagem 2018.1 da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), com o apoio do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas e Estudos em Saúde (NIPES), coordenado pela professora doutora Kátia Santana Freitas, vai realizar o 1º. Curso de Atualização em Urgências e Emergências, no dia 24 de novembro (sexta- feira). O evento tem como objetivo atualizar estudantes e profissionais de saúde no tocante aos diversos aspectos, desde a área neonatal, obstétrica, neurológica, psicológica e cardíaca.

As inscrições podem ser efetivadas no Site do Evento, com taxa de 20 reais para estudantes e 30 para profissionais. As atividades serão desenvolvidas no auditório 5, localizado no módulo 7 do campus universitário.

  • Programação

8h30: Emergências Neonatais – Reanimação Neonatal

Expositora: Enfa. Esp. Juliana Bahia Rigaud

9h30: Emergências Obstétricas

Expositora: Dra. Rhafaelly Neves Bissiguini

10h45: Emergências Psiquiátricas – Atenção a Crise na Saúde Mental

Expositora: Profº Ma. Aline Cecília Lima de Oliveira

14h: Emergências Neurológicas – Abordagem do Acidente Vascular

Cerebral Isquêmico

Expositor: Drº Tarsis Leonardo Almeida Farias

15h10: Emergências Cardíacas- Atualização em Infarto Agudo do

Miocárdio

Expositor: Drº Edvaldo dos Santos Gomes

16h10: Diretrizes de Reanimação – Suporte Básico de Vida e Suporte

Avançado de Vida

Expositora: Enfa. Esp. Juliana dos Santos Lobo

Milhares de ciclistas participaram do 5º Cicloturismo de Feira de Santana

Mais de seis mil ciclistas e suas bikes incrementadas, segundo os organizadores, participaram, na manhã deste domingo, 19, da quinta edição do Cicloturismo de Feira de Santana. O prefeito José Ronaldo de Carvalho esteve presente na largada, à rua Felinto Marques de Cerqueira, nos Capuchinhos.

“O ciclismo é um dos esportes mais interessantes que existem e quando é associado ao turismo, a sua importância é aumentada exponencialmente”, afirmou o prefeito, que também elogiou o número de participantes no evento, que teve o apoio da Prefeitura de Feira de Santana.

Grupos de ciclistas de várias cidades próximas, como Serrinha e Conceição do Jacuípe, e outras nem tanto, como Alagoinhas e Valença, participaram do evento. As restrições físicas não impedem que Mário Augusto pratique o esporte favorito. Para tanto, usa um hand bike – os pedais são movidos pelas mãos. “Sempre é uma aventura e tanto andar pelas ruas assim. É divertido”.

Para o ciclista Mauro de Castro, de Serrinha, o esporte que pratica há mais de 20 anos cresceu muito nos últimos anos e ainda está em franca expansão. “Este contato com a natureza e o gasto de energia são fatores importantes para que mais e mais pessoas passem a pratica-lo”.

Agentes da SMT (Superintendência Municipal de Trânsito) deram apoio ao longo do passeio, nos principais pontos turísticos da cidade. O deputado Carlos Geilson esteve presente ao evento.

Agências bancárias vão funcionar em novo horário, a partir do dia 13 de dezembro, em Feira

Uma reunião entre o prefeito José Ronaldo de Carvalho, superintendentes e gerentes de agências bancárias que operam no município selou o acordo que viabiliza a abertura destes estabelecimentos, das 11h às 16h, a partir do dia 13 de dezembro.

O encontro correu na manhã desta segunda-feira, 20, no Hotel Atmosfera, e contou com as presenças do secretário Antônio Carlos Borges Júnior, da Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, e dirigentes dos bancos do Brasil, José Soares; Caixa Econômica, Gilberto Reis; Nordeste, Marcos Silvestre; Itaú, Luís Medrado; Santander, Alexandre Marinho; Bradesco, Diego Cerqueira.

Também estiveram presentes os presidentes da CDL, Luís Mercedes, e Marcelo Alexandrino, da Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana.

Ficou acertado que caberá às instituições bancárias fazer o comunicado do novo horário de funcionamento das agências aos seus usuários.

Parceria entre Seprev e PM potencializa ações de vídeomonitoramento

Parceria entre a Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev) e a Polícia Militar (PM), através do Comando Leste, vai potencializar as ações de vídeomonitoramento em Feira de Santana. Com a iniciativa, as imagens das câmeras de monitoramento serão disponibilizadas para o Centro Integrado de Comunicação (190) em tempo real visando resposta mais imediata das forças de segurança no município.

A medida foi firmada nesta sexta-feira, 17, através do secretário da Seprev, Pablo Roberto Gonçalves, atendendo a convite do comandante da Regional Leste, coronel PM Luziel Andrade. Também esteve presente o coordenador do Cicom, capitão Rosuilson dos Santos.

A partir de agora, a parceria vai possibilitar à Seprev compartilhar as imagens de cerca de 190 câmeras de vídeomonitoramento espalhadas por pontos estratégicos em vias públicas da cidade, tanto no centro comercial quanto em bairros, além do Anel de Contorno e mais dois distritos. Com isso, o Cicom terá acesso às imagens e identificação das ocorrências em tempo real.

O secretário Pablo Roberto ressalta a importância da iniciativa visando potencializar as ações de segurança pública no município. “Quem ganha com a parceria é o cidadão, que terá respostas mais ágeis nas ações de segurança pública na cidade”, frisou.

A medida será possível, conforme o secretário Pablo Roberto, em função da Prefeitura disponibilizar de uma moderna Central de Vídeomonitoramento instalada na Seprev, que tem sido amplamente utilizada como importante instrumento para reforço da segurança pública, auxiliando na identificação de ações de marginais e possibilitando a elucidação de crimes diversos.

Já para o coronel PM Luziel, a parceria vem reforçar a segurança pública com o acompanhamento das câmeras, auxiliando nas ações das viaturas nas rondas pela cidade, desenvolvidas pelas Companhias Independentes.

Os ganhos com adoção do sistema de vídeomonitoramento serão sentidos já a partir dos próximos dias, quando a parceria já entra em funcionamento. E, conforme o capitão PM Rosuilson, “o Cicom vai prestar melhor serviço à comunidade e a PM com imagens, o que facilitará a ação.

Parto prematuro e suas causas são temas de programação no Hospital da Mulher

Gestação na adolescência, falta de cuidados pré-natais, tabagismo e a desinformação são alguns dos desencadeadores da prematuridade no Brasil, segundo aponta estudo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). A cada 30 segundos um bebê morre em consequência do nascimento antecipado. A gravidez completa dura entre 37 e 42 semanas. Os bebês que nascem com menos de 37 semanas de gestação são considerados prematuros.

Durante esta semana, o Hospital Inácia Pinto dos Santos (Hospital da Mulher), pertencente a Prefeitura de Feira de Santana, promove uma programação especial para marcar o 17 de novembro, Dia Internacional da Sensibilização para a Prematuridade. A data foi criada em 2009 e é adotada em mais de 50 países, dentre os quais Canadá, EUA, Austrália, Portugal e Brasil.

Na ampla programação, oficinas de sensibilização ao uso do método Canguru (Baby Sling), de produção de sentidos, executados por estudantes estagiários do hospital, oficinas de confecção da flor de “luz” e de massagem Shantala, com profissional de fisioterapia, no Método Canguru.

Uma minipalestra com o tema “olhar sobre a prematuridade”, realizado na Casa da Puérpera, e roda de conversa com relato de mães de prematuros preenchem o leque de atividades na Semana da Prematuridade HIPS 2017 ou Novembro Roxo.

Em todos esses eventos, o objetivo de mostrar a importância da assistência médica adequada aos bebês, e a prevenção do parto prematuro quando possível, a partir de um pré-natal completo. A programação contribui ainda para aumentar a visibilidade sobre o assunto e desmistificar o fato de que prematuros tenham qualquer tipo de complicação durante seu desenvolvimento e crescimento.

Unidade registrou mais de 450 nascimentos prematuros de janeiro a agosto

Mais de 450 bebês nasceram de parto prematuro (normal ou cesáreo), no Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, de janeiro a agosto deste ano. Este número corresponde a aproximadamente 11 por cento dos 4.472 nascimentos na unidade de saúde, neste período. A estatística da Fundação Hospitalar de Feira de Santana revela quantitavivos equivalentes à média nacional.

Segundo inquérito nacional sobre partos e nascimento elaborado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), anualmente nascem no mundo mais de 15 milhões de bebês prematuros e, no Brasil, estes perfazem o percentual de 12,4% dos recém-nascidos - quase duas vezes superior à observada nos países europeus - o que faz do país o 10º no ranking de nascimentos prematuros.

Este ano, o número de recém-nascidos naturalmente no Hospital da Mulher superou o quantitativo por cesariana, totalizando 2.387 bebês. Em todos os meses, a média (300 partos) da quantidade de mães que foram submetidas ao parto normal é superior à terapêutica cesariana anteparto.

Ainda, segundo a pesquisa da Fiocruz, a prematuridade espontânea corresponde a 58% dos casos e a terapêutica (provocada por intervenção médica) é de 41%. Quase todos (90%) ocorreram por cesariana sem trabalho de parto. Nos países desenvolvidos, a taxa é de 30%.

Prematuridade tem maior incidência nas regiões mais desenvolvidas

Paradoxalmente, as regiões mais desenvolvidas (Sul e Sudeste) são as que apresentam os maiores percentuais de prematuridade (12% e 12,5%, respectivamente), seguidos pela Região Centro-Oeste (11,5%), Nordeste (10,9%) e Norte (10,8%).

Um fator que chama atenção no estudo da UNICEF Brasil é como a cor de pele e a etnia influenciam na prevalência da prematuridade. As mulheres indígenas apresentam o maior percentual, de 8,1%. As mulheres de pele branca respondem pelo percentual de 7,8%, seguida pelas mulheres de pele negra (7,7%), parda (7,1%) e amarela (6,3%).

Outro fator que também pode influenciar nos partos prematuros é a idade da mãe. A maior prevalência nesse quesito foi encontrada entre as gestantes abaixo dos 15 anos de idade, respondendo com uma prevalência de 10,8% contra a menor taxa encontrada, 6,7%, entre as mulheres na faixa dos 20 aos 34 anos.

Mães fazem relatos de suas experiências com prematuros

Jucélia de Souza Machado, lavradora no município de Santo Estevão, relata emocionada o dia em que deu entrada na unidade [31 de outubro] e pariu dois meninos e uma menina, trigêmeos prematuros. Ela, durante o processo de gestação, apresentou quadro hipertensivo ainda no 30º mês. “Fiz todo o pré-natal e optei pelo parto cesáreo, pois apenas um deles [bebês] tinha condição de nascer [parto] normal”, explica. Ela acrescenta que o tratamento e acolhida na unidade, após constatar pressão alta, um dos indicadores para a prematuridade, foram importantes no momento de fragilidade enquanto genitora.

Outra paciente, Geane da Silva Lima Santos, dona de casa, teve filho no último domingo, 12, e acredita que a ansiedade foi o fator desencadeador para o parto prematuro. “Recebi uma informação, em uma avaliação médica, que estava com cistos na região da cabeça. Um dia após comecei a sentir fortes e percebi sangramento. Quando cheguei ao hospital [HIPS] a bolsa [amniótica] já estava rompida”, explica.

Elieide Brito, dona de casa, natural do município de Monte Santo, que encontra-se na Casa da Puérpera do Hospital da Mulher, atribui a prematuridade do bebê ao fato de ter presenciado outra filha, de dois anos, receber uma descarga elétrica. “Fiquei tão abalada com a situação que fui parar no hospital. Não deu outra, tive que parir imediatamente”, relata.

 

Fonte: Secom PMFS/Ascom UEFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!