22/11/2017

Dez fatos bizarros sobre a Coreia do Norte

 

Um dos últimos regimes totalitários, a República Popular da Coreia do Norte é considerada um dos países mais fechados do mundo.

Diferente de sua vizinha Coreia do Sul, que é aberta ao capitalismo, o sistema socialista de Kim Jong-un tem regras rígidas sobre tudo o que possa influenciar a cultura de seu país.

A menos que você seja um norte-coreano, pouco você deve saber. Normalmente o que vemos nos noticiários são reportagens falando sobre um novo teste de armas de destruição em massa.

Confira a seguir 10 fatos bizarros sobre a Coreia do Norte que provavelmente você não sabia:

1 – Uma nação de militares

A Coreia do Norte tem de longe o maior exército do mundo, incluindo ativos, reservados e paramilitares. Ao todo são 7,7 milhões de militares, incluindo mulheres.

Esse número representa cerca de 30% da população. Um número relativamente alto se levarmos em conta que os EUA possuem 1,5 milhões de militares ativos para uma população de pouco mais de 300 milhões de habitantes.

2 – Maconha legalizada

Ao contrário de países como o Brasil, onde o uso da manha só está liberado para fins medicinais e com autorização judicial, no país asiático a erva é vendida livremente em mercados.

Da mesma forma, a distribuição, o porte e o consumo são totalmente legais no país.

3 – Não há tempo livre

Na maioria dos lugares as pessoas trabalham cinco ou seis dias por semana. Já os norte-coreanos, trabalham seis dias por semana e ainda tem por obrigação prestar serviços comunitários no sétimo dia.

Isso significa que as pessoas nunca têm um tempo livre por lá.

4 – Calendário recente

Alguns países contam os dias com um calendário diferente do gregoriano, o qual é utilizado na maior parte do mundo. Um exemplo é a China, que está atualmente no ano 4714.

Já na Coreia do Norte, a contagem atual é bem mais recente. Ela se baseia na data de nascimento de Kim Il-sung: 15 de abril de 1912. Ou seja, lá o ano atual é 104, e não 2016.

5 – Professores obrigados a tocar acordeão

Durante a década de 1990, todos os cidadãos que desejassem se tornar professores eram obrigado a aprender como tocar o acordeão.

Do contrário, não conseguiriam tirar a certificação para exercer a profissão.

6 – Internet restrita

Em um mundo globalizado é difícil passar um único dia sem olhar a caixa de e-mail ou conferir as mensagens recebidas nas redes sociais.

Porém, na Coreia do Norte a restrição do acesso a internet é tamanha, que apenas 605 usuários do país, ou seja menos de 0,01% da população, tem esse privilégio.

São apenas três hosts na internet, contra 439 milhões dos Estados Unidos.

7 – Criança prodígio

Embora não haja uma idade exata para uma criança dar os primeiros passos, o mais comum é que isso ocorra entre 10 e 18 meses de idade.

Mas, de acordo com sua biografia oficial, Kim Jong-il teria aprendido a andar com apenas três semanas de vida! Além disso, o ex-líder norte-coreano teria aprendido a falar com apenas oito semanas.

8 – Apenas três canais de TV

A TV aberta por vezes apresenta um conteúdo de baixo nível e pouco atrativo. Quando isso ocorre a solução mais comum é mudar de canal ou partir para a TV à cabo.

Infelizmente, na Coreia do Norte isso não se aplica. São apenas três os canais de televisão disponíveis para a população; dois reservados para os fins de semana e outro que só pode ser visto à noite.

9 – Eleições com candidato único

Viver em uma democracia garante que tenhamos direito ao voto e que possamos escolher os nossos representantes políticos.

Já na Coreia do Norte, as eleições ocorrem a cada cinco anos e trazem apenas um candidato nas cédulas…

10 – Estilos de cabelo pré-definidos

A maneira como as pessoas cortam e penteiam seus cabelos diz respeito ao estilo e preferência de cada um.

Mas no caso da Coreia do Norte a liberdade de expressão parece estar fora de cogitação. Lá os penteados são todos pré-selecionados, sendo no total 18 opções para mulheres e apenas 10 para homens.

Conheça 10 fatos bizarros e curiosos sobre o ditador Kim Jong-um

10 - Fez cirurgia plástica para ficar parecido com o avô que era político

De acordo com especulações da mídia chinesa, que têm fontes dentro da Coreia do Norte, Kim Jong-un fez uma cirurgia plástica para ficar parecido com o avô Kim Il-Sung. A Agência de notícias Korean Central News ficou em silêncio sobre o episódio, levantando mais suspeitas a respeito do caso. Apenas recentemente comentou a ideia como "inimaginável", no entanto confirmando a cirurgia.

9 - China acreditou que ele era o homem mais sexy vivo

A revista satírica Onion's divulgou que Jong-un havia sido eleito o mais sexy do mundo em 2012 e o People's Daily, site da China, não entendeu a brincadeira e levou a notícia a sério. Ocorre que o site é do Partido Comunista e provavelmente quis divulgar mais uma conquista, não é? Não deu e a gafe foi divulgada mundo afora.

8 - Coleciona tênis Nike

Os Estados Unidos são imperialistas e o mal do mundo, mas os tênis da Nike não têm nada com isso, não é mesmo? Jong-un possui uma coleção de trainers. Ele se apaixonou pelo calçado quando estudou na Suiça durante a adolescência.

7 - Universitários têm que ter seu corte de cabelo

Cortar o cabelo na Coreia do Norte já não era uma grande aventura...O governo permitia que as mulheres escolhessem entre 18 cortes e os homens 10. Mas aí Kim Jong-un resolveu facilitar a vida de alguns e diminuir essas opções, especialmente os estudantes: Todos os universitários do país devem manter o mesmo corte e estilo de cabelo que o dele, decidiu o líder em março de 2014. "Bad hair day?", chegou a brincar uma barbearia britânica, que acabou criando polêmica com o consulado norte-coreano no país.

6 - Não se pode ser seu 'xará'

Foi divulgado recentemente que um ano antes de morrer Kim Jong-il determinou que ninguém poderia ter o mesmo nome que seu herdeiro. "Todos os órgãos do partido e autoridades de segurança pública devem fazer uma lista de moradores chamados Kim Jong-un e orientá-los a voluntariamente mudar de nome", diz a ordem administrativa, de janeiro de 2011, divulgada pela rede de TV sul-coreana KBS. Tudo voluntariamente...

5 - Sumiu por 40 dias

O líder desapareceu por 40 dias provocando especulações na mídia do mundo inteiro. Após o desaparecimento, Jong-un ressurgiu sorridente e apoiado sobre uma bengala. A reaparição do "líder supremo" encerrou boatos, mas confirmou que ele dofre de algum problema de saúde, que poderia ser um cisto no tornozelo.

4 - O amigo das crianças

Ninguém imagina Kim Jong-un cercado por crianças e brincando com elas, mas foi exatamente isso que ele fez. Um prédio havia acabado de desabar no país e pouco tempo antes seu tio havia sido executado por ordens suas, mas é sempre tempo de visitar as crianças, o futuro da nação. Comovente...

3 - Obcecado por Michael Jordan

O líder supremo da Coreia do Norte é fã de basquete e tem uma obsessão por Michael Jordan. Ele já contou que passou a adolescência fazendo desenhos do ex-jogador da NBA.

2 - Tem uma girl band

Sim, você leu certo. Kim Jong-un criou um grupo de garotas. A Moranbong Band se apresentou no país, mas o presidente infelizmente não pôde comparecer pois estava ocupado protegendo seu povo do "imperialismo irresponsável e hostil dos Estados Unidos". As cantoras usam roupas inspiradas em trajes militares, mas não seriam um pouco curtas para os padrões de Jong-un? (risos)

1 - Execuções 'especiais', inclusive de parentes

Para fazer de seu país um lugar melhor para se viver, Jong-un promove sempre execuções que garantem a segurança das ruas. Nem mesmo seus parentes ficam de fora: Em 2013, ele mandou executar o tio por suspeita de traição. Alguns são executados com métodos especiais, como o Ministro da Defesa Hyon Yong Chol, nesta quarta-feira, morto com uma arma antiaérea em um campo de tiro. Ele foi executado por desobedecer e dormir em um evento no qual o ditador estava presente.

 

Fonte: Acredite ou não.com/O Dia/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!