29/11/2017

Salvador: Ciclo de cinema discute inquietações contemporâneas

 

Uma sessão de cinema e conversa. Essa é a proposta do projeto “CinePapo – Inquietações Contemporâneas”, que acontece gratuitamente a partir do dia 30 de novembro, às 19 horas, na Saladearte Cinema do Museu, em Salvador. No total, serão realizados cinco encontros, um por mês, sempre numa quinta-feira, até abril de 2018.

A cada encontro, o público poderá conferir um filme seguido de um bate-papo. Após a sessão de cinema, dois convidados vão puxar a conversa sobre as diferentes inquietações apresentadas em cada filme. O primeiro encontro do projeto vai discutir “Loucuras discretas, famílias normais”, inquietação a partir do longa-metragem “É apenas o Fim do Mundo”, do premiado cineasta canadense Xavier Dolan. Também serão discutidos os temas “Questões de gênero” (em dezembro), “Disrupturas” (em janeiro), “Fantasias de amor e sexo” (em março) e “Saudade” (em abril).

O projeto tem a curadoria de Marcelo Sá, diretor de projetos do Circuito Saladearte, e conta com a participação de convidados renomados no cenário brasileiro, como os psicanalistas Marcelo Veras, autor do livro “A loucura entre nós”, que inspirou o documentário de mesmo nome (dirigido pela cineasta Fernanda Vareille), e Marcela Antelo, que atualmente co-coordena o Núcleo de Psicanálise e Audiovisual do Instituto de Psicanálise da Bahia, que estarão presentes no primeiro encontro.

De acordo com Marcelo Sá, a seleção dos filmes e temas se deu a partir de conversas com os convidados, mas também da necessidade de abordar questões atuais que são compartilhadas socialmente. “Partimos da necessidade de falar destas inquietações considerando sua importância. Dificilmente saímos de um filme sem questões. O cinema é um grande canal, nos provoca e estimula, e pode ajudar a decifrar as nossas inquietudes”, completa.

Os ingressos das sessões serão distribuídos no dia de cada evento, a partir das 14h, na Saladearte Cinema do Museu.

Primeiro encontro

O filme “É apenas o Fim do Mundo”, de Xavier Dolan, que será exibido no dia 30 de novembro, no primeiro encontro do projeto, trata das tensões cotidianas que acontecem em certas cenas familiares e ocultam problemas existenciais. No longa, o cineasta Xavier Dolan explora os pontos de separação nas tramas familiares contemporâneas, a partir da história de um escritor que, depois de 12 anos, retorna à casa para contar que sua morte está próxima. Após a exibição do filme, os psicanalistas Marcelo Veras e Marcela Antelo vão discutir como público o tema “Loucuras discretas, famílias normais”.

O projeto é realizado pelo Circuito Saladearte, com o patrocínio do CentroSul e Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. A produção é da Giro Planejamento Cultural.

Programação

Local: Saladearte Cinema do Museu

Avenida 7 de Setembro, 2195, Corredor da Vitória. Museu Geológico.

Encontro 01

Data: 30 de novembro de 2017, às 19h

Inquietação: Loucuras discretas, famílias normais

Filme: “É apenas o Fim do Mundo”, de Xavier Dolan

Com Marcelo Veras (psiquiatra e psicanalista) e Marcela Antelo (psicanalista)

Encontro 02

Data: 14 de dezembro de 2017, às 19h

Inquietação:  Questões de gênero

Filme: “Eu, Mamãe e os Meninos”, de Guillaume Gallienne

Com Andrea Hortélio Fernandes (professora e psicanalista) e Célia Fiamenghi (psicanalista)

Encontro 03

Data: 25 de janeiro de 2018, às 19h

Inquietação:  Disrupturas

Filme: “Relatos Selvagens”, de Damián Szifron

Com Cibele Prado Barbiere (psicanalista) e Martín Mezza (psicanalista)

Encontro 04

Data: 29 de março de 2018, às 19h

Inquietação:  Fantasias de amor e sexo

Filme: “Kiki – Os segredos do desejo”, de Paco León

Com Alfredo Jerusalinsky (professor e psicanalista) e Claudio Carvalho (psicanalista e escritor)

Encontro 05

Data: 26 de abril de 2018, às 19h

Inquietação:  Saudade

Filme: “Central do Brasil”, de Walter Salles

Com Victor Palomo (psiquiatra e escritor) e José Antonio Saja (professor).

Produtoras audiovisuais selecionam cinco projetos do Programa de Formação de Roteiristas

Após seis meses de curso, o Usina do Drama encerra as suas atividades de 2017 promovendo um pitching público no dia 02 de dezembro, às 9h, na Faculdade de Comunicação da UFBA. O evento oferece um espaço para que cinco dos cinquenta alunos do curso apresentem seus Projetos de Série para uma banca formada por representantes de quatro produtoras baianas: Ailton Pinheiro (Mandacaru Filmes), Ducca Rios (Origem), João Guerra (Griot Filmes) e Vânia Lima (TemDendê).

O Usina do Drama é um programa de formação de roteiristas para desenvolver séries televisivas ficcionais, factuais e de animação, e que promoveu três ciclos de formação para roteiristas em Salvador. Financiado pela Secretaria de Cultura da Bahia, o projeto contemplou artistas com e sem experiência, e ofereceu cursos relativos a esta área criativa do audiovisual.

O terceiro ciclo orientou e preparou os cinco projetos com maior potencial comercial para o pitching com produtoras audiovisuais baianas, que acontece neste sábado. Os projetos de série selecionados foram a série documental “Agbara Dudu: Visionários Negros”, de Silvana Moura, e as ficcionais: “Em Campanha”, de Maira Cristina, “Em Trânsito”, de Di Yu, “S S/A”, de Luciana Xavier e “Várzea”, de Matheus Vianna.

  • SERVIÇO

O que: Usina do Drama – pitching público

Quando: Dia 02 de dezembro de 2017 (sábado), às 9h

Onde: No Auditório da Faculdade de Comunicação da UFBA

Endereço: Rua Barão de Jeremoabo, S/N, Campus de Ondina

Entrada livre

Arte Urbana e Literatura Baiana chegam ao México

O artista Samuca Santos, o escritor Evanilton Gonçalves e a produtora cultural Ana Carolina Rosário realizarão o projeto “Circuito Arte Educativo Sarau da Cor”, entre 29 de novembro e 12 de dezembro, nas cidades de Oaxaca e Cidade do México, Distrito Federal. O projeto Sarau da Cor promoverá uma série de oficinas, bate-papo e pintura mural com o intuito de promover um diálogo artístico- cultural entre os dois países, a partir da difusão da arte e da cultura baiana na América Latina e na interação entre as linguagens artísticas das artes visuais e da literatura.

O Sarau da Cor tem a missão de valorizar e destacar os trabalhos artísticos desenvolvidos por jovens baianos, expondo-os em espaços que tradicionalmente já tratam de arte, seja produzindo ou divulgando. O projeto desde 2014 atua em escolas e espaços culturais da cidade de Salvador-BA.

O projeto tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia: Edital de Mobilidade Artística e Cultural 2017 e parceria com o programa Flotar. Após a realização das ações no México, o projeto acontecerá na capital baiana com oficinas destinada a jovens e adolescentes.

Governo do Estado anuncia a retomada das obras do MAM-BA

O Governador do Estado, Rui Costa, anunciou na transmissão do Papo Correria desta terça-feira (28), nas suas páginas oficiais do Facebook e Twitter, a retomada das obras do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), a partir de 1º de dezembro de 2017. Os investimentos são da ordem de R$ 7,5 milhões e a previsão de entrega total é final de maio/início de junho de 2018.

Na relação das entregas previstas, constam: Galpão do Cine-teatro, Capela, Subestação, Galpão das oficinas, Galerias e arcos, Passarela e Iluminação

Desde que assumiu a pasta da cultura, a secretária Arany Santana não tem medido esforços para que essa retomada acontecesse ainda neste ano. “Foi muito importante contar com o apoio do governador do Estado, Rui Costa, que entendeu a importância da retomada das obras e da entrega de um equipamento da magnitude do MAM-BA. Também a sensibilidade do secretário da Fazenda, Manoel Vitório, que analisou com a SecultBA a viabilidade e garantiu financeiramente a o cronograma para tal realização. Em 2018 teremos um novo MAM!”, afirma a secretária Arany Santana.

 

Fonte: enviado por Maria Clara/SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!