05/12/2017

Feira: Secretaria debate Reforma do Ensino Médio

 

A cidade de Feira de Santana (centro norte) sedia nesta segunda-feira (4) o Seminário Territorial ‘Ensino Médio em Debate’, promovido pela Secretaria da Educação do Estado. A atividade, realizada no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, reúne educadores, gestores, estudantes, lideranças comunitárias e representantes de instituições da área de Educação, dos 18 municípios ligados ao NTE 19, do Território de Identidade Portal do Sertão. Os participantes avaliam as novas arquiteturas curriculares para o Ensino Médio e o desafio de sua implementação, considerando as especificidades dos Territórios de Identidade da Bahia.

Segundo a diretora de Ensino Médio da secretaria, Tereza Farias, o debate possibilita o fortalecimento da Política Educacional do Ensino Médio, por meio do processo de escuta dos diferentes atores envolvidos. “A ideia de territorializar as discussões sobre o novo Ensino Médio é oportunizar a comunidade educacional de cada NTE, desde os estudantes, passando pelos professores, gestores, até os integrantes dos conselhos municipais e estaduais de Educação. Precisamos entender as singularidades e especificidades do território, a fim de começar a levantar as possibilidades do que eles irão escolher para adotar na parte flexível do currículo”.

O diretor do NTE 19, Ivamberg dos Santos Lima, diz que o debate promove uma construção coletiva do currículo. “Esta é uma ação muito positiva, uma vez que temos que abrir o debate para toda a sociedade. A arquitetura do Ensino Médio que temos hoje já não contempla o que o aluno quer e abrindo este debate, a Secretaria da Educação do Estado proporciona o conhecimento da proposta e vai junto com todos os atores, escolher o melhor caminho a ser seguido”.

A coordenadora do Conselho Municipal de Educação de Feira de Santana, Andréa Carvalho, enfatiza que o seminário tem um efeito multiplicador. “Esse encontro serve como ponta pé inicial de extrema importância para a comunidade escolar, porque questiona sobre o Ensino Médio que temos e o Ensino Médio que queremos, onde está o currículo, em uma reflexão que envolve alunos, pais e egressos da escola pública. Estaremos levando essa discussão para outros setores, para que a escola possa compreender e se situar dentro desta reforma”. Os seminários prosseguem até o dia 19 deste mes pelo interior da Bahia.

Calendário de atividades

Dia 4 -  NTE 19 (Feira de Santana)

Dia 5 -  NTE 03 (Seabra)

Dia 6 –  NTE 12 (Macaúbas), NTE 18 (Alagoinhas)

Dia 7-   NTE 16 (Jacobina), NTE 13 (Caetité), NTE 11 (Barreiras), NTE 05 (Itabuna), e NTE 15 (Ipirá)

Dia 11 - NTE 09

Dia 12 - NTE 25 (Bonfim), NTE 07 (Teixeira de Freitas), NTE 04 (Serrinha)

Dia 13 - NTE 14 (Itaberaba)

Dia 14 - NTE 10 (Juazeiro) e NTE 01 (Irecê)

Dia 19 - NTE 26 (RMS)

Aprovado PL que propõe criação do Núcleo Transformando Caminhos

Foi aprovado na sessão legislativa desta segunda-feira (04), em segunda discussão e por unanimidades dos presentes, o Projeto de Lei de nº 191/2017, de autoria da vereadora Gerusa Sampaio (DEM), que dispõe sobre a criação do Núcleo Transformando Caminhos com o escopo da sensibilização dos homens autores de violência contra a mulher no município de Feira de Santana.

O intuito deste Núcleo é a diminuição da incidência da violência contra a mulher, a partir da conscientização dos homens, autores de violência, através de acompanhamentos voltados a mudança de comportamento frente ao posicionamento da mulher na sociedade contemporânea.

O Núcleo será gerenciado por uma equipe de profissionais já existente na rede municipal composta por: “I – assistentes sociais, psicólogos, psiquiatras, pedagogos e enfermeiros; II – em caso de assistência judiciária, um advogado estará à disposição para dúvidas sobre os casos mais graves”.

A Secretaria de Prevenção a Violência e Promoção dos Direitos Humanos, em parceria com a Secretaria de Saúde, Secretaria de Desenvolvimento Social e a Secretaria de Educação, ficará responsável pela implantação do Núcleo, bem como disponibilização dos profissionais e local para atuação do referido Núcleo.

São objetivos desta lei: traçar um movimento lógico no que tange à realidade psíquica perpetrada pela convivência com a violência e os parâmetros da sociedade vigente; promover grupos operativos e reflexivos sobre os motivos e intencionalidades da violência, com o escopo de reduzir danos e sensibilizar sobre o ato e suas consequências; fazer acompanhamento individual, de acordo a demanda original, no intuito de ouvir e reprogramar o comportamento agressivo, com vistas à instalação da sensibilização ao papel da mulher e dos danos sociais/familiares, no que tange esta violência.

 Esta Lei tem também como objetivos: promover um conjunto de ações que venham a favorecer a ressocialização deste homem agressor, tendo em conjunto a sociedade organizada, voltadas às questões que vão para além da violência como: desemprego, escolaridade, pobreza, entre outros; promover a ressocialização, de modo a melhorar os relacionamentos familiares, para uma reconciliação ou uma separação saudável; em consonância com a Prefeitura Municipal, Ministério Público, Poder Judiciário e sociedade organizada, promover discussões sobre o tema, bem como promover ações em conjunto em vistas ao esclarecimento a sociedade sobre o papel de colaboração a esta Lei.

É vedada a participação de homens, autores de violência, se estes estiverem envolvidos em crimes hediondos, estupro de vulnerável, homicídio culposo e ou doloso, tenham problemas psiquiátricos graves e estejam em cárcere privado.

Obediência às leis fiscais é a receita para ter as contas do município aprovadas, afirma prefeito

Seguindo a agenda anual de fazer um balanço das suas gestões com um giro de entrevistas pelas emissoras de rádio de Feira de Santana, o prefeito José Ronaldo de Carvalho visitou, na manhã desta segunda-feira, 4, o programa Primeira Página, da Rádio  Povo.

No programa jornalístico ancorado pelos radialistas Wilson Passos, Itajay Pedra Branca e o analista político Humberto Cedraz, José Ronaldo falou sobre as dificuldades econômicas vividas pelo país, e a retomada do emprego com o reaquecimento da Economia.

Com suas contas aprovadas por unanimidade pelo Tribunal de Contas dos Municípios, Ronaldo atribuiu o feito, considerado raro entre prefeituras de grande porte, à obediência rigorosa aos parâmetros legais estabelecidos na Lei de Responsabilidade Fiscal, e ao trabalho atento e minucioso de técnicos e assessores da área de Finanças da Prefeitura Municipal.

“Tivemos que ter mais cautela com a aplicação do dinheiro público, buscando economizar, pagar despesas, o funcionalismo, e cumprir os compromissos firmados pela Prefeitura”.

Apesar da crise econômica, o prefeito pontuou avanços que considera importantes da sua gestão, a exemplo da construção de novas escolas e creches, que chegam a superar o que foi investido na totalidade dos municípios baianos; implantação de novos postos de saúde e a construção de uma UPA, no bairro Queimadinha, prestes a ser inaugurada.

José Ronaldo também realçou o enfoque que foi dado na sua gestão para o Meio Ambiente, cuja pasta criou, pioneiramente no Norte e Nordeste, a Universidade Aberta do Meio Ambiente, voltada à conscientização da sociedade com o trato com a natureza, e o fomento de políticas públicas aplicáveis no Município.

Vencedor de prêmio nacional, poeta feirense vai ao RJ, com apoio da Fundação Egberto Costa

Feira de Santana estará representada na premiação do 4º Concurso Literário Nacional Julio Salusse, promovido pela Academia Friburguense de Letras, no Rio de Janeiro. O feirense Solidade Lima foi o vencedor do prêmio na modalidade poesia. A Prefeitura Municipal, através da Fundação Egberto Costa, Funtitec, vai custear a ida do poeta para o evento, que acontece no dia 8 de dezembro, na Câmara Municipal de Nova Friburgo.

Solidade Lima participou do concurso junto com outros 240 candidatos, de 22 Estados brasileiros. O soneto é intitulado “Constelação de Sygnus” e foi escrito especialmente para essa disputa, produzido com base no poema “Cisne”, de Júlio Salusse. Para o poeta, o prêmio é uma constatação da primazia da produção literária de Feira.

“A Fundação Egberto Costa está sempre junto tentando auxiliando os artistas da terra.  E esse prêmio, é uma boa oportunidade tanto para minha carreira como também para a visibilidade da produção de Feira de Santana, já que este concurso é um evento de notabilidade nacional”, comemorou.

Começou a fazer poesia aos oito anos de idade

Feirense, egresso de escolas públicas de Feira de Santana, o poeta Solidade Lima começou a escrever poesias aos oito anos de idade depois que conheceu, na escola, a obra de Castro Alves. Aos 15 anos, com a chegada da puberdade, o artista explica que seus escritos tornou-se publicados já que “a rebeldia é uma máquina de fazer versos.

O artista publicou pela primeira vez no extinto Jornal Folha do Norte. Suas criações faz abordagens existencialistas “buscando o entendimento das grandes temáticas da vida” como a morte, por exemplo.

Para Solidade “o poeta é fundador de mundos” pois criar é refundar uma nova perspectiva de vida. Autor de quatro livros de poesias, o poeta está em processo de produção do seu primeiro livro de prosa, previsto para ser publicado ainda este ano.

Apoio “valoriza quem faz a cultura acontecer”, diz presidente da Fundação

“É uma forma de valorizar as pessoas que fazem a cultura acontecer”, diz o diretor-presidente da Fundação Egberto Costa, Antonio Carlos Coelho. Assim, assinala, o órgão vinculado a Prefeitura Municipal cumpre, “cada vez mais, nosso papel, que é fomentar a cultura feirense”.

Conforme o presidente, o prefeito José Ronaldo autorizou que a Fundação custeasse a ida de Solidade ao Rio de Janeiro tão logo foi comunicado do feito do poeta e da necessidade. “De pronto tomamos as providências”.

Coelho observa que é com recursos próprios, oriundos das atividades realizadas nos teatros que administramos, que a Funtitec tem conseguido levar artistas de Feira de Santana para diversos lugares do Brasil e até para fora do país para representar o município.

 

 

Fonte: Ascom Educação/Ascom CMFS/Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!