07/12/2017

Codevasf e Cerb promovem revitalização no médio São Francisco baiano

 

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em parceria com o Governo do Estado da Bahia, por meio da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), realizará ações que irão beneficiar a população do Médio São Francisco baiano. Convênios foram firmados entre as instituições atendendo municípios localizados na área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa (BA).

O investimento é de aproximadamente R$ 26 milhões em recursos do Orçamento Geral da União, destinados à Codevasf por emendas parlamentares. "Esse é um dos maiores investimentos diretos na revitalização de bacias no Brasil neste ano. Isso demonstra a seriedade e atenção com que a Codevasf está tratando o rio da unidade nacional", diz o superintendente regional da Codevasf em Bom Jesus da Lapa, Harley Nascimento.

"Revitalizar o rio São Francisco é um dos principais objetivos da Codevasf. Esses três convênios demonstram a responsabilidade da Companhia com o rio e fazem parte de uma continuidade de ações de preservação e recuperação, que utiliza conhecimentos já adquiridos, testados e melhorados pela empresa. São ações que contemplam a sustentabilidade do rio e a convivência de municípios ribeirinhos", completa osuperintendente regional.

"Essas ações com a Codevasf são muito significativas para revitalização hidroambiental do Médio São Francisco baiano. Serão executadas em consonância com a Política Nacional de Meio Ambiente e têm como objetivo maior proteger as nascentes, recuperar as matas ciliares mediante a recomposição da vegetação por meio de plantio de mudas de espécies nativas, acompanhada da implantação de práticas de conservação de solo e da água, preservando zonas de recargas hídricas", afirma o presidente da Cerb, Marcus Vinicius Bulhões.

Convênios

O primeiro convênio assinado diz respeito à elaboração do projeto básico e execução dos serviços de contenção de processos erosivos das margens do rio São Francisco nas localidades de Curralinho e Itacoatiara, no município de Barra (BA).

A Codevasf já atua no município em outro trecho de Itacoatiara, na localidade Vila Porto Novo, em parceria com o Exército Brasileiro por meio do 4º Batalhão de Engenharia de Construção. Na ação são realizados serviços para contenção de processos erosivos em um trecho de 2,8 quilômetros às margens do rio. O investimento nessa ação, que será reforçada pelo novo convênio assinado com a Cerb, é de cerca de R$ 9 milhões, viabilizados por meio de termo de execução descentralizada firmado entre a Companhia e o Exército.

"Na primeira parte da obra na zona rural, que tem cerca de um quilômetro, já foi executado o talude na margem, a trincheira, alguns acessos de moradores e animais ao rio e drenagens pluviais em solo-cimento. E estão sendo implantadas cercas para proteção da Área de Proteção Permanente, a biomanta nos taludes e a irrigação. Também estão sendo realizados plantio de mudas de espécies nativas e coleta de sementes", explica Luiz Geraldo Bastos, técnico da Codevasf em Bom Jesus da Lapa e fiscal da obra.

O segundo convênio assinado pela Codevasf com a Cerb foi para a realização do levantamento batimétrico e dragagem em áreas de influência de pontos de captação de projetos públicos de irrigação e de abastecimento humano em diversos trechos do rio São Francisco nos municípios de Carinhanha, Paratinga, Serra do Ramalho, Sítio do Mato e Xique-Xique, além do município de Juazeiro, sede da 6ª Superintendência Regional da Companhia.

Já o terceiro convênio tem como objetivo identificação, proteção, preservação e recuperação de nascentes nas bacias dos rios Grande, Carinhanha e Corrente. "As nascentes são áreas de extrema importância para manutenção da bacia hidrográfica. A revitalização deve ser vista como um processo que promove o aumento da vazão dos rios, e isso só é obtido por meio da recuperação e preservação de nascentes e suas áreas de recarga hídrica. Portanto, o trabalho que será realizado em três importantes sub-bacias do São Francisco é primordial para que se consiga sustentar e, até mesmo, aumentar o volume de água do rio", explica Maurício Nascimento, técnico da Unidade de Meio Ambiente da Codevasf em Bom Jesus da Lapa.

"É um trabalho que beneficiará pelo menos 180 mil pessoas, pois a promoção do aumento de vazão em uma nascente não beneficia somente o proprietário da mesma, mas sim toda a população que está inserida na bacia e que de alguma forma acaba se beneficiando daquela água", complementa Nascimento.

Barreiras: Programação natalina terá 12 dias de atrações

Com suas ruas, praças e avenidas coloridas e iluminadas decoradas na temática do Natal, o município de Barreiras terá uma programação cultural de mais de uma semana, começando no dia 12.

Música, teatro, dança e manifestações culturais estão entre as atividades, que estarão divididas em dois locais: no Parque de Exposições Engenheiro Geraldo Rocha, onde está montada a Vila do Natal, e o Centro Cultural Rivelino de Carvalho, que receberá diversas peças teatrais.

No Parque de Exposições, a programação se inicia no dia 12, com eventos sempre a partir das 19h. Destaque para o dia 22, reservado para a chegada de Papai Noel. Para o dia seguinte, está programada uma missa campal, às 18h, reunindo todas as paróquias de Barreiras. Em seguida, haverá uma apresentação musical de MPB, Rock, Pop e canções natalinas, encerrando a programação. Já no Centro Cultural, nos dias 13, 14 e 15, pela manhã e à tarde, haverá uma mostra teatral com peças adaptadas de textos de autores como Willian Shakespeare, Ruth Guimarães e Lia Luft. A programação completa pode ser conferida no site da Prefeitura de Barreiras.

Atualização dos custos de produção do algodão é debatido em Barreiras

Produtores e representantes de sindicatos ligados ao setor da Agropecuária, da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA), da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (ABAPA) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA Algodão), além de agentes financeiros, se reuniram com técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), em Barreiras, para a atualização do pacote tecnológico levantado em 2013, que envolve os principais custos da lavoura de algodão. Durante o encontro, o pesquisador da EMBRAPA, José Rodrigues Pereira, expôs os resultados dos Estudos de Zoneamento Agrícola de Risco Climático da cultura do Algodão (ZARC) para a Bahia.

A planilha da CONAB recebeu ajustes e adequações, levando-se em conta os custos de produção que envolvem as práticas agrícolas como correção e preparo de solo, plantio, colheita, beneficiamento e pacotes tecnológicos, entre outros praticados nas lavouras de algodão da região. Com o fechamento e consolidações desses dados, a expectativa é que o Governo Federal os tenha como parâmetro para definir os preços mínimos do produto.

O pesquisador da EMBRAPA explicou que o ZARC, pelo fato de ser um condicionante para que o agricultor obtenha financiamentos, constitui-se em um instrumento público de seguro do crédito rural. O zoneamento, explicou, determina a data de semeadura por região, utilizando softwares de alta performance. “Esses dados são repassados para o Ministério da Agricultura, que orienta os produtores sobre quais as melhores épocas de plantio, considerando as especificidades das diferentes regiões brasileiras”, afirmou, destacando que não se trata de um instrumento engessado.

“Os dados coletados e analisados em nosso centro de tecnologia são apresentados aos interessados, como estamos fazendo aqui e podem receber contribuições a partir das realidades locais. Porém, o ZARC precisa ser cumprido pelos produtores que tenham a intenção de conseguir crédito agrícola pois os agentes financeiros consultam essas informações para a concessão dos financiamentos”, reforçou.

Município de Luís Eduardo Magalhães realiza mutirão de cirurgias

A Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães vem promovendo o projeto Mutirão de Cirurgias. A ação, segundo dados oficiais, já contemplou mais de 150 pacientes, que receberam gratuitamente a equipe médica e toda a estrutura necessária para o procedimento, além do acompanhamento após a intervenção. Até o momento, foram realizadas 54 cirurgias otorrinolaringológicas (ouvido, nariz e garganta), 51 de retirada de nódulos e 27 vasectomias, além de operações de hérnias, laqueaduras, hemorroidas, retirada parcial da mama e de catarata também recebeu atendimento.

O prefeito Oziel Oliveira afirmou que o Mutirão de Cirurgias foi idealizado a partir da constatação do grande número de pessoas que aguardavam há muito tempo por um procedimento cirúrgico e o objetivo foi reestruturar a rede municipal de saúde para garantir um atendimento digno e humanizado à população. “Esta iniciativa foi sonhada e planejada em cada detalhe e seguimos o critério, na seleção, do maior tempo de espera, com prioridade para alguns casos mais graves. Nossa intenção é zerar a fila, um problema comum na maioria das cidades brasileiras”.

De acordo com o balanço da Secretaria Municipal de Saúde, desde o início do ano, 939 pacientes foram atendidos pelo Programa de Tratamento Fora de Domicílio (TFD), acolhidos pela casa de apoio em Salvador, e fornecidas 1.449 passagens para tratamento médico em outras cidades. Os procedimentos cirúrgicos estão sendo realizados no Hospital e Maternidade Dr. Gileno de Sá Oliveira e continuarão até o fim do mês de dezembro. A prefeitura encaminhou, também, 40 pacientes para o mutirão na cidade de Barra, custeando as despesas com hospedagem e transporte. Além disso, o Sistema Vida, desenvolvido em parceria com o Governo do Estado, viabilizou 86 procedimentos de cintilografias, cateterismo e litotripsia.

Projeto de ponte de Xique-Xique ganha urgência na Assembleia

O plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) aprovou nesta terça-feira (05) o regime de urgência para o PL Nº 22.594/2017, que autoriza o Governo do Estado a conceder à iniciativa privada a BA-052 – a famosa Estrada do Feijão – no trecho entre Feira de Santana e Barra, já incluído no projeto a construção da ponte Xique-Xique / Barra. Compromisso do governador Rui Costa e do vice-governador João Leão, a obra é um sonho antigo da população local.

Para o deputado Antonio Henrique Júnior, a construção da ponte e a recuperação da BA-052, importante via do Estado, trarão ainda mais desenvolvimento para os municípios, gerando mais emprego e renda para a população. “Em breve, com a construção da ponte, encurtaremos caminhos e aproximaremos ainda mais as duas margens do Rio São Francisco, beneficiando milhares de pessoas que moram em Barra, Xique-Xique e região. Este é um sonho antigo que se torna realidade”, afirmou o parlamentar.

Após a concessão, além da construção da ponte, a empresa vencedora será responsável também pela operação, manutenção e revitalização de todo o sistema viário da BA-052. No total, serão 546 km de estradas que passarão por recuperação, além da construção da ponte, que facilitará o acesso entre as duas margens do São Francisco, hoje feito por balsa.

 

 

Fonte: Ascom Codevasf/A Tarde/O Expresso/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!