15/12/2017

Feira: Caso do painel Lênio Braga chega ao MP

 

A Promotoria do Patrimônio Artístico e Cultural de Feira de Santana está sendo provocada a adotar providências no sentido de cobrar da Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico Ltda (SINART) a restauração do painel Lênio Braga, obra de arte localizada no Terminal Rodoviário da Princesa do Sertão.

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer (SECEL), Edson Felloni Borges, formalizou a solicitação nesta quarta-feira, 13, junto ao Ministério Público do Estado da Bahia, através do promotor de Justiça Anselmo Lima Pereira.

O secretário entregou documentação relatando que o painel foi danificado pela instalação de um equipamento no interior no terminal. Segundo salienta Edson Borges, a rodoviária é explorada comercialmente pela SINART, sob concessão do Governo do Estado, que tombou o painel como patrimônio cultural da Bahia em 2001.

“Entendemos que a SINART, explorando comercialmente o prédio, é responsável pela conservação e reparos de qualquer dano causado ao painel. Uma vistoria do próprio Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) atesta que houve dano causado pela instalação de uma central de refrigeração no terminal, que está sob a responsabilidade da SINART”, explica o secretário.

Borges destaca, ainda, que as tentativas do Governo Municipal,  pelo menos nos últimos três anos, para resolver a questão dialogando com a SINART não foram bem sucedidas. “Creio que a vistoria técnica do IPAC não deixa nenhuma dúvida sobre a responsabilidade da empresa que explora o terminal rodoviário”, acrescenta.

Feira: Banco de Leite do HM recebe certificado categoria A

O Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, foi premiado, pela quarta vez, com o certificado de credenciamento da Rede Global de Leite Humano (rBLH) na categoria A.

O credenciamento de 2017, de acordo com o monitoramento dos parâmetros, inclui a regularidade na alimentação do Sistema de Informação da rBLH-BR e aptidão do quadro funcional para os processos de trabalho em BLH.

Desde 2014 até o ano passado, o Banco de Leite do Hospital da Mulher esteve classificado na Categoria Ouro, certificação de referência em Aleitamento Materno no país atestada pelo Ministério da Saúde em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Com as mudanças das nomenclaturas, os certificados que antes estavam categorizados como ouro, prata e bronze passam a ser classificados como A, B e C.

Para conquistar o padrão A é preciso atender os principais requisitos solicitados pela rede BLH, como: quantidade mínima de equipamentos essenciais, fazer alimentação dos dados na rede até determinado período, desenvolver todos os processos que são requisitados para ser qualificado enquanto banco de leite.

Outra novidade para o banco de leite do HIPS é que a unidade recebeu um Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES) que visa ser a base para operacionalizar os Sistemas de Informações em Saúde, sendo estes imprescindíveis a um gerenciamento eficaz e eficiente do SUS.

Em 2018, segundo a responsável técnica pelo Banco de Leite do Hospital da Mulher, a bióloga Camilla Martins, cada banco de leite que estiver credenciado na rede BLH e apto às suas funções renovará o credenciamento.

“O padrão que mantivemos desde 2014 reforça o trabalho constante de atualização em serviço dos profissionais com foco no preenchimento dos formulários, sem contar os esforços da diretoria do hospital e da Fundação Hospitalar em atualizar o parque tecnológico do banco de leite”, afirma Camilla Martins.

Este ano, o Governo Municipal renovou equipamentos específicos do BLH do Hospital da Mulher, obrigatórios para o processo de controle de qualidade do leite humano ordenhado e na limpeza do material. Foram adquiridos, conforme explica Gilberte Lucas, presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS), “um total de nove equipamentos, sendo: um banho-maria, um resfriador, dois agitadores de soluções (vortex), dois deionizadores, dois lavadores de pipeta e uma estufa digital”, além de novas poltronas que oferecem suporte e conforto para as mães doadoras.

Renovação

A partir de 2018, o processo de credenciamento será realizado em duas etapas; o que antes era anualmente, a partir do próximo ano será feito mensalmente. Essa primeira etapa consistirá em alimentar a rede com relação à produtividade até o dia 10 de cada mês.

Após esse procedimento, explica Camilla Martins, o banco de leite estará apto para realizar a segunda parte que será através do preenchimento de banco de dados via aplicativo de smartphone. A partir do preenchimento e da resposta desse aplicativo, o BLH receberá ou não o certificado.

Dia de luta contra o aedes aegypti, nesta sexta-feira

Alertar a comunidade sobre os riscos e meios de prevenção ao mosquito Aedes Aegypti são alguns dos objetivos do Dia D de Mobilização Nacional, que vai ocorrer nesta sexta-feira, 15.

A campanha tem como tema “Um mosquito pode prejudicar uma vida. E o combate começa por você – Sexta sem Mosquito”.  Em Feira de Santana, a iniciativa será coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica.

No dia de mobilização, informa a coordenadora da Viep, Francisca Lúcia Oliveira, serão realizadas ações educativas nas unidades de saúde e os agentes de endemias estarão concentrados nos bairros que apresentaram maior número de infestação do mosquito.

“Somente com a colaboração de todos e mudanças de hábitos nas residências, locais de trabalho e lazer podemos prevenir a proliferação do mosquito”, afirmou. A orientação é não jogar lixo nas ruas, a tampar tanques e caixas d’água e não deixar água acumulada.

Feira está em estágio avançado no conceito cidade inteligente, diz gerente da Prefeitura de Salvador

O uso da tecnologia coloca Feira de Santana em estágio adiantado no conceito de cidade inteligente. A opinião é de Ricardo Machado Seixas, gerente de Tecnologia da Informação da Secretaria de Gestão, de Salvador, que visitou órgão municipais e esteve com autoridades nesta quinta-feira, 14.

O programa Feira Digital, desenvolvido pela Prefeitura local e que oferece internet gratuita em diversos bairros, também foi elogiado por Ivan Paiva, diretor de Inovações da Secretaria de Cidade Sustentável e Inovação da prefeitura soteropolitana.

“É um programa excelente”, afirmou. A visita teve como objetivo, segundo ele, observar os avanços nas áreas de tecnologia e startup – que são empresas iniciantes. Eles estavam acompanhados por Rafaela Rodrigues, também da Secretaria de Cidade Sustentável e Inovação.

Eles estiveram no Parque do Saber Dival Pitombo, onde foram recebidos pelo presidente da Fundação Cultural Egberto Costa, Antônio Carlos Coelho. “Esta é uma importante referência para o que a gente vem desenvolvendo na cidade neste setor”.

Ricardo Machado Seixas disse que o grupo veio conhecer as tecnologias aplicadas em Feira de Santana e que podem ser aplicadas em Salvador, que está em busca de experiências exitosas. Depois, visitaram o Planetário – disseram admirados com a estrutura.

Eles ouviram uma longa explanação realizada pelo diretor da WiMaxx, Ulisses Bezerra, empresa que instalou e faz a manutenção do Feira Digital. O diretor de Atividades Culturais da Fundação Cultural Egberto Costa, Luiz Augusto Oliveira, mostrou as iniciativas culturais desenvolvidas pela autarquia.

Apresentou as oficinas realizadas pelo projeto Arte de Viver, os festivais de música, os CEUs (Centros de Artes e Esportes Unificados). “São iniciativas que podem ser definidas como ousadas e que atendem a milhares de pessoas todos os anos”, afirmou Antônio Carlos Coelho. O diretor de Difusão Científica da Fundação, Basílio Fernandez, também participou da reunião.

Feira oferece adesão à regionalização da Casa Abrigo até sexta

Municípios interessados em aderir à regionalização da Casa Abrigo para mulheres vítimas de violência em risco de morte, que possuem uma unidade pólo também em Feira de Santana, têm até a próxima sexta-feira, 15, para assinar o termo de aceite para pactuação. O encerramento do prazo foi alertado durante reunião da Comissão Intergestora Bipartite (CIB), realizada em Salvador.

A reunião da CIB foi a última do exercício 2017 para aprovação da Regionalização da Casa Abrigo. E a comissão também aprovou o calendário de reuniões para 2018 e a sugestão de repasse para 2018.

Integrante da comissão, o secretário de Desenvolvimento Social de Feira de Santana, Ildes Ferreira, informa também sobre outras decisões tomadas pelos integrantes da entidade durante o encontro. “A CIB avaliou e suspendeu as reuniões descentralizadas que realizava nos municípios. Os gestores preferiram manter em Salvador as reuniões porque aproveitam as viagens para resolver demandas junto ao Governo do Estado”, explica.

A CIB é responsável por aprovar todas as medidas do Governo no âmbito do SUAS, com representantes do Estado e dos Municípios. Ao nível nacional tem a (Comissão Intergestora Tripartite (CIT) porque entra a União, Estados e Municípios.

 

Fonte: Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!