03/01/2018

Feira: Obras de esgotamento superam Fortaleza, Recife e Manaus

 

Mais de 180 mil ligações de água e mais de 100 mil ligações de esgoto possibilitaram a cidade de Feira de Santana, no Centro Norte do Estado, ostentar uma cobertura no que se refere ao abastecimento de água de mais de 98% e de captação e tratamento de esgoto de 61% dos imóveis . De 2007 até este ano, os investimentos totalizaram R$ 300 milhões, destacando a cidade como uma das que mais receberam investimentos do Governo do Estado nos últimos dez anos em abastecimento de água e esgotamento sanitário.

O governo baiano, por meio da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (EMBASA), prevê investimento da ordem de R$ 251 milhões para ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Feira de Santana. A construção do Centro de Reservação do Tomba, um conjunto de reservatórios para a ampliação da oferta de água tratada, por exemplo, já se encontra em fase de licitação, com investimento previsto de R$ 49,2 milhões.

Paralelamente, o sistema de esgotamento sanitário implantado pela EMBASA posicionou Feira, em 2017, na 55ª posição no Ranking de Saneamento das Cem Maiores Cidades do país, segundo levantamento do Instituto Trata Brasil. Neste patamar, a cidade encontra-se à frente de capitais como Fortaleza (70º lugar), que tem 49,04% de cobertura; Recife (75º lugar), com 39,95% de cobertura; e Manaus (95º lugar), com menos de 25% de esgotamento.

“Obras de esgotamento sanitário são caras e não aparecem, mas entendemos que melhorar a qualidade de vida das pessoas é essencial para levar mais saúde à população. Além disso, o tratamento do esgoto é fundamental para preservar a saúde das pessoas e garantir a preservação ambiental”, diz o governador Rui Costa. Segundo ele, o governo continuará investindo nas obras de infraestrutura sanitária.

Nos últimos três anos, entre 2015 e 2017, mais investimentos foram aplicados e novas obras estão sendo realizadas para ampliar o saneamento básico em Feira de Santana e levar mais qualidade de vida à população. Uma das obras em execução é a segunda etapa de ampliação do sistema de esgoto na área da Bacia do Subaé, cujo sistema contempla os bairros Panorama, Sítio Matias, Feira VII, Luciano Barreto, Francisco Pinto, Fraternidade, Aviário e 35º Batalhão de infantaria, com um investimento de mais de R$ 36 milhões.

Em 2016, o governo entregou a segunda etapa de ampliação do sistema de esgotamento sanitário na área da Bacia do Jacuípe, promovendo a coleta, tratamento e destinação correta do esgoto doméstico. Foram implantados mais de 18 mil metros de redes e ramais prediais no bairro Tomba. O investimento foi de aproximadamente R$ 17 milhões, beneficiando 20 mil habitantes.

Ainda na área de esgotamento, um dos mais recentes investimentos da Embasa no município, da ordem de R$ 7 milhões, foi o adensamento das bacias, com a complementação da rede de esgoto em bairros onde a rede de coleta já existia, mas não em sua totalidade. Entre os bairros beneficiados estão o George Américo, Rua Nova, Campo Limpo, Fraternidade e Conjunto Sérgio Carneiro.

Abastecimento

O Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Feira de Santana atende 800 mil pessoas de seis municípios – Feira de Santana, Conceição da Feira, São Gonçalo, Santa Bárbara, Tanquinho e Santanópolis. Possui duas adutoras, com 28 quilômetros de extensão, que levam a água da Estação de Tratamento em Conceição da Feira para a sede do município.

Entre os novos investimentos na sede municipal, a EMBASA está implantando o Centro de Reservação Leste, que terá dois reservatórios com capacidade para armazenar mais de quatro milhões de litros de água, terá 45 quilômetros de rede de distribuição e uma estação de bombeamento de água.

Prevista para ser concluída em 2018 e orçada em R$ 32 milhões, a obra vai beneficiar cerca de 70 mil moradores da região, incluindo o bairro SIM, a Avenida Nóide Cerqueira, a Avenida Artêmia Pires e a Lagoa Grande, além de fábricas localizadas nas mediações da BR-324.

Em 2016, o Governo do Estado já havia entregue o Centro de Reservação Norte, complexo formado por três grandes reservatórios com capacidade para armazenar até 24 milhões de litros de água. Orçada em R$ 54 milhões, a obra possibilitou maior regularidade no abastecimento da parte norte da cidade, beneficiando 280 mil moradores dos bairros de Campo Limpo, Gabriela, Pampalona, Feira VI, George Américo, entre outros.

Mais oferta

Na zona rural, a EMBASA realiza duas importantes ações para ampliar a oferta de água tratada. Ao custo de R$ 4,7 milhões, está sendo implantada uma nova adutora, de 16 quilômetros, que irá duplicar a captação de água para a zona rural feirense de Tiquaruçu, Matinha e Maria Quitéria, além de beneficiar moradores de Santa Bárbara, Tanquinho e Santanópolis.

Com recursos de R$ 1,9 milhão oriundos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), a Embasa também trabalha na extensão de rede para localidades rurais. A primeira etapa, já concluída, contemplou as localidades do Jardim do Eden e Cajueiro I e II, beneficiando cerca de 2,7 mil pessoas. Nas segunda e terceira etapas, serão atendidas as localidades de Caldeirão, Água Grande, Malhador e Venda Nova.

Em 2015, o Governo do Estado entregou o Sistema de Ipuaçu, construído com recursos próprios, da ordem de R$ 6,8 milhões. Foi implantada uma nova estrutura de captação de água na barragem de Pedra do Cavalo, com capacidade para tratar 19 litros de água por segundo. Todos os moradores do distrito de Ipuaçu passaram a ter acesso à água, assim como 16 povoados do município de Feira de Santana.

Feira: Obras do BRT e do Centro Comercial Popular deverão ser inauguradas em agosto de 2018

"Feira de Santana, Salvador e Recife são exemplos de cidades grandes que têm um orçamento pequeno para sua grandeza. Se não houver um zelo austero na condução da administração pública, as finanças vão para o buraco". A assertiva é do prefeito José Ronaldo de Carvalho, ao ser questionado sobre "como administrar Feira de Santana com um orçamento de apenas R$ 1, 2 bilhão", conforme previsão de recursos disponíveis para o próximo ano.

A entrevista foi ao ar nesta sexta-feira, 29, em transmissão simultânea de uma plataforma multimídia, nos estúdios da  Rádio Geral (WEB), tendo como entrevistadores o articulista político Humberto Cedraz, diretor do Jornal Folha do Estado, e Jair Onofre, diretor do site Bahia na Política.

Em desdobramentos da resposta, José Ronaldo deu um demonstrativo do rigor com que o governo municipal trata dos seus compromissos financeiros, sublinhando que " todos os processos (faturas) que deram entrada na Tesouraria da Prefeitura, até sexta-feira passada, foram pagos nessa quinta-feira, 28".

BRT/Centro Comercial Popular

De acordo com o prefeito, as obras do BRT, cuja complexidade também envolve a implantação de um túnel on line ( considerada a maior obra de drenagem em execução, no Norte/Nordeste), deverão ficar prontas em agosto do próximo ano.

Como vem afirmando na série de entrevistas que vem concedendo, ao longo do mês de dezembro, às emissoras de rádio locais, numa retrospectiva do seu governo,José Ronaldo reiterou a sua convicção de que o Centro Comercial Popular abrigará os camelôs que atuam no centro da cidade.

"Vamos fazer um novo recadastramento com todos os comerciantes ambulantes que trabalham no centro da cidade, para atualizar o cadastro já existente. Todos caberão no Centro Comercial Popular", disse Ronaldo.

Antes das suas considerações finais, o chefe do Executivo feirense também interagiu  com  internautas que acompanharam o programa através do whatsapp, do Facebook, stagran e pelo site da Rádio Geral.

Divulgadas atrações musicais para o Reisado de São Vicente

A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Feira de Santana divulgou as atrações que animarão os participantes do Reisado de São Vicente, uma das mais tradicionais festas realizadas na zona rural de toda a Bahia, e que vai acontecer nos dias 6 e 7 – sábado e domingo da próxima semana, no distrito de Tiquaruçu.

O palco será ocupado por Raimundo Sodré [na foto acima], Felipe Aladin, Sem Pareia e Quixote é Esse. Os gêneros variam da música de raiz, passando pelo forró típico das vaquejadas e o arrocha. “É uma grade eclética e que vai agradar a quem for ao distrito”, afirmou o diretor do Departamento de Eventos, Naron Vasconcelos.

Tradição secular

O secular Reisado de São Vicente é uma das manifestações culturais mais importantes de Feira de Santana e consta no Calendário de Festejos Populares de Feira de Santana. Atrai pessoas de várias cidades da região e de outros estados. Um dos seus pontos alto é o desfile do Reisado, que neste ano vai contar com a participação do Reisado do Tomba, grupo de longa tradição na cidade.

De acordo com Naron Vasconcelos, a estrutura para a festa, palco e barracas, vai começar a ser montada a partir da próxima terça-feira, 2.

 

Fonte: A Tarde/Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!