13/01/2018

Bahia: Veja a balneabilidade das praias para o fim de semana

 

A Rede Amostral de Monitoramento da balneabilidade no estado atualmente é composta por 133 pontos, distribuídos em toda a costa baiana. As amostras de água para analises da balneabilidade são coletadas sistematicamente semanalmente, no período da manhã em locais com maior concentração de banhista.

De acordo com a resolução Conama a praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas, apresentar resultado superior a 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2500 coliformes termotolerantes ou 2000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 mL de água.

No período em que o tempo estiver chuvoso, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças. Além disso, é desaconselhável, ainda em dias de sol, o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem.

  • Confira os resultados emitidos em 12/01/2018

Salvador

Praias impróprias: Periperi (na saída de acesso à praia após travessia da via férrea), Penha (situada em frente à barraca do Valença), Roma (Rua Prof. Roberto Correia, junto à descida de acesso a praia, fundo do Hospital São Jorge), Marina Contorno (entre a Marina e o Restaurante do Amado da Av.Contorno), Santa Maria (em frente ao Mar Azul hotel, limítrofe ao Hospital Espanhol, em frente a escada de acesso à praia), Farol da Barra (próximo ao Barra Vento e escada de acesso à praia, em frente a Av. Oceânica), Ondina (Próximo a escada de acesso à praia, em frente ao posto BR e Hotel Bahia Sol), Ondina (próximo ao Morro da Sereia em frente ao Ed. Maria José), Pituba (em frente a escada de acesso à praia, em frente a Portinox, na Rua Paraíba), Armação (em frente ao Hotel Alah Mar e a Rua João Mendes da Costa), Boca do Rio (em frente ao posto Salva Vidas), Patamares (em frente ao posto Salva Vidas Patamares, próximo ao Coliseu do Forró e ao Caranguejo de Sergipe) e Itapuã (em frente à Sereia de Itapuã).

Baía de Todos os Santos

Praias impróprias: Cabuçu (em frente às barracas), Mar Grande (em frente à Praça Principal, ao lado do Banco do Brasil).

Costa dos Coqueiros

Praias impróprias: Buraquinho (a cerca de 200 m da foz do rio Joanes) e Jauá (na Orla de Jauá, em frente ao Condomínio Sol do Jauá), Guarajuba (em frente ao restaurante Laguna).

Costa do Dendê

Praias impróprias: Não há irregularidades nas praias.

Costa do Cacau

Praias impróprias: Marciano (próximo ao Bar Litrão), Sul (em frente as barracas, acesso Km 0, em direção ao Aeroporto de Ilhéus) e Opaba (próximo à barraca Brilho do Luau).

Costa do Descobrimento

Praias impróprias: Não há irregularidades nas praias.

Costa da Baleia

Praias impróprias: Não há irregularidades nas praias.

Final de semana de tempo quente e com chuvas fracas em grande parte do Estado

As condições do tempo previstas para os próximos dias na Bahia, que também inclui o final de semana, ainda deverão ser influenciadas pelo Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN). Mesmo perdendo força, este sistema continua favorecendo a formação de nebulosidade e ocorrência de chuvas em algumas áreas do Estado, a exemplo das regiões Oeste, São Francisco e Norte. Além disso, as temperaturas elevadas (com máximas podendo chegar aos 36°C) também deverão contribuir para intensificar essas chuvas em algumas localidades.

Vale lembrar que, o VCAN atua com mais frequência no Nordeste brasileiro durante a estação do verão. Este sistema consiste de um centro de baixa pressão nos altos níveis da atmosfera (em torno de 9 km de altura), onde intensifica os ventos descendentes (mais frios e secos), fluindo dos altos níveis para a superfície, resultando na redução da nebulosidade e das chuvas na sua região central. Por outro lado, em suas bordas, normalmente, se formam nuvens e chuvas, como as que estão previstas para o centro-oeste e norte da Bahia.

Para as regiões mais próximas ao litoral, como o Recôncavo, Nordeste e Sul, onde também há previsão de chuvas, quem deve influenciar com mais intensidade é a umidade vinda do Oceano Atlântico. Mesmo assim, as temperaturas continuam elevadas, com máximas variando de 32°C (na região Sul) a 36°C (no Nordeste), o que aumentam as chances de que essas chuvas ocorram.

Nas demais regiões do Estado, o predomínio será de céu parcialmente nublado a claro, com poucas chances de chuvas.

Para a cidade de Salvador e região metropolitana, onde não são esperadas grandes mudanças, a previsão continua sendo de tempo quente (com máximas de até 33°C) e com poucas chances de chuvas. Mesmo assim, durante a noite e nas primeiras horas da manhã não se descarta a possibilidade de ocorrer chuvas fracas.

Maré

Entre os dias 12/01 (sexta-feira) e 14/01/18 (domingo), a maré deverá atingir sua altura máxima no período entre à 00h30min e às 02h20min e entre às 12h30min e às 14h30min, com valores variando de 1,7 a 2,5 metros. Já as alturas mínimas deverão ser registradas no período entre à 06h30min e às 08h30min e entre às 18h30min e às 20h30min, com valores variando de 0,4 a 0,8 metro. As ondas previstas deverão ter agitação fraca, com altura máxima podendo chegar a 1,5 metro.

Índice de Radiação Ultravioleta (IUVs)

Uma das características do verão é o aumento na incidência de radiação solar e, consequentemente, na elevação dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV) no estado da Bahia. Esta condição pode ser observada no período entre os dias 12/01 (sexta-feira) e 14/01/18 (domingo), quando os IUVs deverão variar de 12 a 13. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), estes Índices estão classificados na categoria “Extrema”, o que requer cuidados quanto à exposição prolongada à radiação solar, a exemplo do uso de protetor/filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e roupas leves, principalmente nos horários entre as 10 e as 16 horas. Esses cuidados são essenciais, pois poderão minimizar danos à saúde, já que nesse intervalo de tempo os efeitos nocivos dos raios solares são maiores.

Oficina de caxixi marcou o encerramento do primeiro encontro de capoeiragem no bairro da Boca do Rio

Começou na última quarta-feira (10), com uma oficina de caxixi, uma série de atividades que marcam o encerramento do primeiro Encontro de Capoeiragem, organizado pelo Centro Cultural e Educacional de Desenvolvimento da Cidadania Mus-e Brasil. Realizada na sede do projeto Mus-e Brasil, na Boca do Rio, a programação de encerramento seguiu até ontem (11), com oficina de berimbaus e palestras sobre a capoeira.

Ao todo, mais de 400 pessoas foram beneficiadas, principalmente crianças e jovens de escolas públicas dos municípios de Candeal, Pojuca, Valente e Ichu, com a prática da capoeira, palestras educativas sobre o esporte, além de oficinas de caxixis e berimbaus.

Segundo o mestre de capoeira Jailson Santos, o objetivo da oficina de caxixi para os adultos é de contribuir para uma formação profissional, revelar novos artesãos, além de dá oportunidade de emprego. “Para as crianças, as oficinas – caxixis e berimbaus –, contribuem para a interação com os pais, além de promover uma maior convivência comunitária. Essa parceria com a Sudesb foi bastante importante onde tivemos a oportunidade de interagir com alguns países da Ásia e da Europa”, disse.

Dona Rose Faleiros, mãe de Amanda Faleiros, de 8 anos, que faz parte do projeto, curtiu bastante a oficina com a filha. Para ela, o projeto tem contribuído bastante no desenvolvimento esportivo e educacional. “Ela adora jogar capoeira e eu a incentivo muito. Sei que o esporte é fundamental na vida das pessoas. Hoje foi um dia diferente e eu estou adorando participar desta oficina”, contou.

O projeto foi selecionado através do Edital 003, lançado, em agosto de 2017, pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), que investiu R$39 mil na realização do evento.

XIII Iê Berimbau Capoeira Festival

Nesta sexta (12), teve início outra ação promovida pela Mus-e Brasil: o XIII Iê Berimbau Capoeira Festival, que terá palestras, aulas de capoeira, roda de música, batizado, troca de corda e a presença de capoeiristas representantes de outros estados da Bahia. Todas as atividades serão realizadas em Salvador e terão seu encerramento no próximo domingo (14).

  • Programação:

Sexta-feira (12)

Local: Faculdade Montessoriano

Vivências: Mestre Dendê e Mestre Samuray - 8h

Palestra: Capoeira e Terceiro Setor (Escritor Jailson Santos) – 18h

Roda Aberta – 20h

Sábado (13)

Local: Faculdade Montessoriano

Vivências: Mestre Bozó e Mestre Museu – 8h

Batizado e troca de cordas – 14h

Musicalidade: Mestre Zé Baixinho e Mestre Museu – 19h

Local: Projeto Mus-e Brasil (Rua do Caxundé, n° 7, Boca do Rio)

Domingo (14)

Local: Praça da antiga sede de praia do Bahia

Aulão: Mestre Zé Baixinho – 8h

 

 

Fonte: Inema/Sudesb/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!