17/01/2018

Bahia: Estado divulga tabela de pagamento do funcionalismo em 2018

 

Após encerrar 2017 no grupo dos estados brasileiros que seguem pagando os salários do funcionalismo rigorosamente em dia e honrando os compromissos com os fornecedores, a Bahia dá mais uma demonstração de equilíbrio fiscal no ano que se inicia. A tabela de pagamento dos servidores ativos, aposentados e pensionistas das administrações direta e indireta em 2018, fixando as datas de desembolso dos vencimentos mês a mês, foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) que circulou neste fim de semana.

A tabela pode ser consultada também no Portal do Servidor. Os funcionários irão receber os vencimentos sempre no último dia útil de cada mês. A primeira parcela do 13º salário será quitada ao longo do ano, já que a maior parte dos servidores estaduais recebe o benefício no mês de aniversário. Já a segunda parcela será paga no dia 20 de dezembro.

De acordo com o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, a publicação da tabela anual e o seu rigoroso cumprimento pelo Estado assegura que os servidores públicos baianos possam organizar a sua vida financeira, o que não tem acontecido com o funcionalismo de outros estados que têm atrasado e mesmo parcelado as suas folhas de pagamento.

“A manutenção do equilíbrio fiscal, sob a liderança do governador Rui Costa, tem promovido as condições necessárias para que a Bahia continue a honrar seus compromissos”, afirma Vitório, ao lembrar que a Bahia segue assegurando a prestação dos serviços públicos e sustentando o ritmo dos investimentos em áreas como infraestrutura, mobilidade, saúde, educação e segurança. Em 2017, o governo baiano investiu um total de R$ 2,65 bilhões em obras e ações que beneficiam diretamente a população em todo o estado.

Desembolso

O governo desembolsa, por mês, de acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), o valor de R$ 1,6 bilhão com o pagamento da folha. São aproximadamente 274 mil servidores, entre ativos, aposentados e pensionistas, informa a Secretaria da Administração (Saeb), que coordena a operação mensal de processamento dos dados da folha, realizada por todas as unidades administrativas do Estado.

TABELA DE PAGAMENTODO FUNCIONALISMO PUBLICO DA BAHIA EM 2018

SERVIDORES PÚBLICOS ATIVOS, INATIVOS E PENSIONISTAS

ADMINISTRAÇÃO DIRETA E INDIRETA

MÊS

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

13º

DEZ

DATA

31

28

29

30

30

29

31

31

28

31

30

20

28

 

Governo publica decreto sobre expedientes compensados em 2018

Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (9) o Decreto 18.141, que trata dos expedientes a serem compensados pelos servidores públicos do Poder Executivo Estadual durante o ano de 2018. De acordo com a publicação, serão suspensos os expedientes dos dias 14 de fevereiro, 30 de abril, 1° e 22 de junho, 16 de novembro, 24 e 31 de dezembro.

A determinação considera o alto custo para o funcionamento das repartições públicas e que as datas serão compensadas com o acréscimo de uma hora na jornada de trabalho em dias úteis, anteriores ou posteriores, de acordo com instruções normativas a serem publicadas oportunamente pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb).

Vale lembrar que os serviços essenciais, que não admitem interrupção, não terão o expediente compensados nas datas citadas. Cabe aos dirigentes de órgãos e entidades, juntamente com as chefias imediatas dos servidores, a responsabilidade pelo cumprimento da compensação. O sistema de transporte que atende ao Centro Administrativo da Bahia (CAB) também terá seu horário adequado para atender ao funcionalismo estadual.

Universidade Corporativa da Saeb realiza cinco cursos em janeiro

Estão com vagas abertas, pela Universidade Corporativa do Serviço Público (UCS/Saeb), cinco cursos ofertados em parceria com a Diretoria de Desenvolvimento e Valorização de Pessoas (DDE), ligada à Secretaria da Administração (Saeb). São capacitações em atendimento, informática e instrutoria, abertos aos servidores do Poder Executivo Estadual baiano. As inscrições podem ser feitas no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br), de acordo com cronograma da DDE.

Das cinco capacitações previstas, duas são presenciais e as outras três são na modalidade EAD, totalizando 230 vagas. Os cursos “Qualidade no Atendimento” e “Básico de Instrutoria Interna” serão ministrados na sede da UCS/Saeb, situada no SAC Servidor, com 25 vagas cada. As inscrições para o primeiro podem ser feitas no Portal do Servidor até a próxima quarta-feira (17) e as aulas serão ministradas a partir do dia 29 de janeiro.

Já o segundo recebe inscrições por meio do gestor de instrutoria do órgão ao qual o candidato pertence. As aulas acontecem a partir do dia 22 de janeiro. Entre os cursos de modalidade EAD estão os de informática e redação: “Excel 2007 Básico”, “Power Point 2007” e “Redação Oficial”. Cada um conta com 60 vagas e iniciaram no dia 15 de janeiro. Mais informações pelo telefone (71) 3115-1620/1654/1590.

Além de Salvador, 74 cidades baianas não receberam verba para a educação em 2017

Ao longo de 2017, 75 municípios baianos não receberam nenhum repasse do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o programa do Ministério da Educação que investe recursos no ensino fundamental.

Além da capital do Estado, que ficou de fora da lista de agraciados por uma suposta “injustiça do PT”, segundo o presidente do órgão, Silvio Pinheiro, cidades como Sobradinho, Madre de Deus, Nazaré e Morro do Chapéu não entraram no grupo das 342 prefeituras que atraíram, juntas, mais de R$ 125,5 milhões para construções de escolas e creches e ainda compra de brinquedos, equipamentos para cozinhas e reformas.

Os recursos podem não ter sido captados pela ausência de projetos apresentados junto ao FNDE ou ainda a não aprovação das propostas encaminhadas para o órgão, que é presidido pelo ex-secretário da prefeitura de Salvador.

Entre os municípios que receberam recursos, 25 administrações atraíram mais de R$ 1 milhão para investir na sua educação. Ribeira do Pombal (R$ 2,3 milhões), Conceição do Coité (R$ 2,1 milhões), Bom Jesus da Lapa (R$ 2 milhões) e Itiuba (R$ 2 milhões) foram os que mais captaram dinheiro, uma quantia maior do que R$ 2 milhões em investimentos que variaram entre compras de ônibus escolares pelo programa Caminho da Escola e a compra de mobiliário.

A construção de estruturas esportivas (R$ 18,7 milhões) e a implementação de escolas de educação infantil (R$ 16,8 milhões) foram os projetos que mais tiveram recursos no Estado enquanto o investimento para educação étnico racial (R$ 1,3 milhões) está entre os menores.

Golpe das notícias falsas (fake news) chegam a Bahia com força

A "Guerra nas Redes Sociais Já começou na disputa Rui x Neto a governador" e e devemos chamar a atenção para as "fakes news" (noticias falsas) que são postadas a cada dia na internet, especialmente nas redes sociais, e o papel do jornalismo ético e responsável.

A Veja fez uma capa de sua revista esta semana sobre o tema e em pesquisa atestou que "83 % dos brasileiros temem compartilhar lorotas na internet". Também atestou que muita gente acredita nas "fakes news" e elas provocam enormes estragos em pessoas, instituições e políticos. E que, as pessoas de renda mais baixa têm dificuldades de identificar o que seja uma "fake" e acredita no que se difunde.

O último caso mais notório deu-se na eleição de Donald Trump x Hillary Clinton, nos EUA, quando difundiu-se que a esposa do ex-presidente Clinton participava de uma rede de pedofilia no porão da pizzaria Ping Pong, em Washington, que causou enorme estrago em sua campanha. E, até hoje, analisa-se e investiga-se a participação da Rússia e seus serviços de espionagem na campanha Trump.

No Brasil, os alvos mais visados com as "fakes" são Lula, Temer, Moro, Gilmar Mendes e Bolsonaro. E. no nosso território, a Bahia, difundiu-se, recentemente três "fakes-news" que precisaram de respostas dos envolvidos. Por coincidência, o nome de ACM Neto no meio.

A primeira delas, chamada "fake" positiva, dava conta de que o vice-governador João Leão estaria abandonando a aliança com Rui Costa e integrando-se a campanha de Neto com o 'new" PP. Precisou Leão vir a público dizer que era uma notícia falsa e ele está muito bem onde se encontra. Em Caém, onde esteve recentemente representando o governador, teceu elogios e mais elogios a Rui.

A outra "fake" alardeada em bloco dava conta de que ACM Neto teria boicotado junto a Temer um empréstimo de R$600 milhões pleiteado pelo governo Rui junto ao BB para a recuperação de estradas. Neto teve que vir a público dizer que não se deve atribuir a ele coisas que não fez. E, num segundo repique, espalhou-se que o empréstimo só saíra por uma decisão judicial. Coube ao deputado Benito Gama explicar que se tratava de uma 'fake'.

E uma terceira também com forte difusão dava conta de que a Prefeitura (Neto) havia boicotado a banda Baiana System no Carnaval. Neto, em coletiva, teve que dar explicações antes mesmo de ser questionado pela imprensa dando conta de que nada disso acontecera.

Há "fakes" de todos os tipos além da Politica. Recentemente, publicou-se a morte do professor Sérgio Sobreira, da Facom UFBA, que recebeu dois tiros numa festa no Ceará e está vivo e se recuperando; e já mataram Temer umas dez vezes. No segmento do Turismo têm "fakes" de toda ordem e eventos com 10.000 pessoas difunde-se 100.000; número de turistas que não cabem nos hotéis; e cachês de artistas milionários.

Saiu uma 'fake' dando conta de que Caetano Veloso escrachou a Policia baiana quando apenas postou que seus equipamentos de trabalho foram furtados.

Então, é preciso estar muito atento a esse tipo de noticias e seguir quem tem responsabilidade com o jornalismo e está estabelecido na praça com seriedade.

 

Fonte: Ascpm Saeb/BN/Bahia Já/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!