23/01/2018

Salvador: Manuela Rodrigues abre Domingo no TCA edição 2018

 

Iniciando seu 11º ano de potencialização do público frequentador da Sala Principal do Teatro Castro Alves (TCA), o Domingo no TCA abre 2018 com o show de comemoração das duas décadas de carreira da cantora e compositora baiana Manuela Rodrigues. O espetáculo fará faz uma viagem musical entre as suas principais influências musicais e canções autorais que fazem parte dos seus três discos. A apresentação vai ser domingo (28), às 11h, e terá participação especial de Rebeca Matta, Dão, Giovani Cidreira e Grupo Vozes Veladas. Os ingressos custam R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia), e serão vendidos apenas no dia do evento, a partir das 9h, com acesso imediato ao teatro.

Com uma longa e significativa experiência artística e musical, destacada pela forte presença de palco em suas apresentações, Manuela vem conquistando espaço e reconhecimento ao longo de sua trajetória, que começou aos nove anos com estudo de flauta, piano erudito, iniciação musical, canto coral, até formar-se em Canto pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Também estudou música em New Orleans (EUA), passando a mergulhar no universo da experimentação musical. Seu trabalho já lhe rendeu indicações e prêmios no Troféu Caymmi de Música, Festival de Música da Rádio Educadora e Prêmio Braskem de Cultura e Arte. Manuela ainda dividiu palco com artistas como João Bosco, Nação Zumbi, Lenine, Saulo Fernandes, além de ter participado de discos de Joatan Nascimento, Tuzé de Abreu e Mou Brasil.

No palco para este show comemorativo, ela estará acompanhada de Jelber Oliveira (teclados e acordeom), Júlio Caldas (guitarra, cavaquinho e banjo), Son Melo (baixo) e Lalo Batera (bateria). Dos seus três álbuns lançados, “Rotas” (2003), “Uma Outra Qualquer Por aí” (2011) e “Se a Canção Mudasse Tudo” (2016), saem canções conhecidas do público que a acompanha, como “Oxe, Oxe, Oxe”, “Barraqueira”, “Neurose” e “Nova História”.

O mais recente disco, produzido e lançado dentro do programa Natura Musical, com apoio do Governo da Bahia através do Fazcultura, foi acalentado por muitas mãos. Os produtores André T, Gustavo di Dalva, João Milet Meirelles, Luciano Bahia e Tadeu Mascarenhas dividiram a produção das faixas. Manuela participou ativamente do processo e é responsável pela direção artística, concepção, coprodução musical, vocais e pianos do álbum. “Se a canção mudasse tudo” também contou com as contribuições dos compositores Rômulo Fróes, Clima e Ronei Jorge e participações de Nicolas Krassik, Silvia Machete e João Cavalcanti (Casuarina). O disco está sendo distribuído pela Tratore e disponível para download gratuito no portal Natura Musical (www.naturamusical.com.br).

Domingo no TCA

O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, equipamento vinculado à Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que se compromete em ampliar e diversificar o seu público frequentador, oferecendo-lhe acesso a espetáculos qualificados, das mais diversas linguagens artísticas. Ao longo de 10 anos e mais de 100 edições, o projeto engloba apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, de variados estilos e proposições estéticas, da Bahia, do Brasil e do mundo.

  • Serviço

Domingo no TCA apresenta: Manuela Rodrigues

Data: Domingo (28)

Local: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Horário: 11h

Vendas: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

* Vendas somente no dia, a partir de 9h, com acesso imediato do público.

Homenagem a George A. Romero celebra os 30 anos de "Instinto Fatal" na Sala Walter

Os fãs do cinema fantástico de Salvador já têm uma nova opção para ver, rever ou descobrir o melhor da produção do gênero. A partir quarta (24), na Sala Walter da Silveira, começa a programação de atividades que antecede o III Cine Horror Bahia. Na largada, às 18h, a exibição de um dos filmes menos conhecidos de George A. Romero, "Instinto Fatal", também batizado no Brasil como "Comando Assassino" (Monkey Shines, EUA, 1988). Até outubro, mês de realização do Festival, outras projeções, mostras e até um seminário sobre os 200 anos de publicação do clássico literário "Frankenstein", de Mary Shelley, vão movimentar, mensalmente, não apenas a Sala Walter, mas ainda outros espaços culturais da cidade.

Para a professora de filosofia Ana Lima, que integra a equipe de curadoria do Cine Horror, a escolha de uma produção de Romero - falecido ano passado - que foge ao universo dos zumbis, é uma excelente oportunidade para ampliar a percepção sobre a obra deste grande cineasta norte-americano. "Este é um exemplar diverso e verdadeiramente original da filmografia de Romero, que não lida com criaturas mortas-vivas", ressalta a curadora.

Ana Lima destaca ainda o equilíbrio alcançado pelo realizador ao combinar a atmosfera "slasher", elementos de horror psicológico e viés cômico. "Na relação aparentemente telepática de um homem tetraplégico com seu ajudante-macaco, Romero vai além do óbvio identificando relações entre sentimentos, emoções, significados e microexpressões. Embora tenha ganhado prêmios em alguns festivais, subestimado, 'Instinto Fatal' não foi acolhido pelo grande público", acrescenta.

Contextualização

Resgatar produções menos badaladas, mas sem menosprezar os sucessos populares e ícones do gênero estão nos planos da equipe do Cine Horror, que não dispensa, antes de cada projeção, oferecer aos espectadores uma contextualização histórica, detalhes sobre a realização das obras e reflexão critica acerca de cada filme selecionado, para as sessões mensais e mostras. A ideia é ampliar o público local com ações formativas e diversificadas.

Nesta perspectiva, alguns eventos já estão confirmados: um ciclo com títulos marcantes do cinema fantástico da década de 1980 em versão dublada, no melhor estilo "Sessão da Tarde"; uma retrospectiva com os principais trabalhos do cineasta capixaba Rodrigo Aragão - talvez o mais constante realizador do cinema de horror brasileiro na atualidade - e um especial dedicado à ficção científica.

Sinopse:

Allan, um rapaz cheio de vida com uma linda namorada, sofre um acidente e fica tetraplégico. Cansado de hipocrisia dos que o rodeiam, só tem como amigo Geoffrey, que lhe dá uma macaca de presente. Ela é um experimento de laboratório que parece ter um cérebro quimicamente humano, o que a faz ter um contato telepático com Allan, passando a ameaçar todos que o cercam. Duração: 115 minutos. Classificação: 16 anos.

  • Serviço

"Instinto Fatal" (Monkey Shines, EUA, 1988), de George Romero, na Sessão Cine Horror

Data: Quarta (24)

Local: Sala Walter da Silveira (Rua General Labatut, n 27 - subsolo da Biblioteca Pública dos Barris, fone: 3116-8124)

Horário: 18h

Ingresso: R$ 5 reais (meia-entrada para todos)

Inscrições abertas para “Diálogos musicais” no Bahia Criativa

Estão abertas as inscrições para o “Diálogos musicais”. O evento acontece na próxima sexta-feira (26), no Escritório Bahia Criativa (Forte do Barbalho), das 14h às 18h30. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo link. O encontro é uma iniciativa de estudantes da UFBA e tem como objetivo discutir estratégias de ação para expandir as possibilidades de atuação na área cultural e musical na capital baiana.

O evento terá oficinas e rodas de conversas com a participação de convidados como Vanessa Avelar – produtora e gestora cultural da Avelar Produções Culturais e Gerry Barbuda – músico e produtor Musical, além do pocket show da Banda Santa Java, que ficará a frente da programação musical. O projeto para realização do “Diálogos musicais” foi viabilizado por meio da plataforma de financiamento colaborativo Logos – Cultura Universitária. O projeto é fruto da disciplina de Planejamento e Elaboração de Projetos Culturais da Facom/UFBA. A Bahia Criativa fica localizada na R. Mal. Gabriel Botafogo – Barbalho.

Escritório Bahia Criativa

O Bahia Criativa é um escritório público de atendimento e suporte a profissionais e empreendedores que atuam nos setores criativos. Fruto de um convênio firmado entre o Ministério da Cultura e o Governo da Bahia, o equipamento é gerido pela Secretaria de Cultura do Estado e tem como objetivo proporcionar qualificação ligada à gestão e sustentabilidade econômica de atividades criativas. O local oferece atendimento e suporte a profissionais e empreendedores que atuam nos setores criativos, por meio de consultorias, assessoria técnica e capacitação profissional – sempre com foco na qualificação da gestão de projetos e negócios criativos. Acompanhe a fanpage: https://goo.gl/1Iky4w

  • Serviço

Inscrições abertas para o “Diálogos musicais”

Data: Sexta (26)

Local: Rua Marechal Gabriel Botafogo, s/n, Forte do Barbalho – Salvador

Horário: das 14h até 18h30

Contato: (71) 98504-3453 | e-mail para dialogosmusicais.ba@gmail.com

 

Fonte: SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!