24/01/2018

Feira: Centro Comercial Popular será inaugurado em setembro

 

Em ritmo acelerado,  as obras do Centro Comercial Popular,  que vêm sendo executadas no Centro de Abastecimento, através de uma Parceria Público-Privada, deverão ser entregues à comunidade em setembro. Orçada em 50 milhões, a iniciativa é resultado de incessantes discussões que envolveram todos os segmentos organizados do Comércio da cidade.

Em visita técnica realizada ao canteiro de obras do equipamento, sexta-feira, 19, os dois últimos comerciantes permissionários dos galpões de artesanato foram transferidos para uma um espaço alugado pela Prefeitura Municipal para acomodá-los, às proximidades da Ceasa.

O ato foi acompanhado pelo secretário do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Júnior, quando recebeu a confirmação  do engenheiro responsável pela execução do projeto do Centro Comercial Popular, Rodrigo Miranda, de que as obras se encontram dentro do cronograma estabelecido, e que o novo entreposto será inaugurado no mês de setembro.

O projeto, denominado de Pacto da Feira, busca organizar e requalificar o comércio ambulante das ruas centrais da cidade e abrigar cerca de 2 mil trabalhadores informais em boxes individualizados, dentro de um complexo arquitetônico dotado de conforto e moderna infraestrutura .

Galpão de Peixes abrigará 19 permissionários

Na oportunidade, Borges Júnior também visitou as obras de construção do galpão que abrigará dezenove permissionários  que comercializam com pescados e mariscos. Divididos em boxes individualizados, o setor será dotado de balcões-frigorífico, pias inox e água corrente.

“Trata-se de uma intervenção indispensável, tanto sobre o aspecto higiênico, quanto à adequação das áreas do Centro de Abastecimento ao projeto arquitetônico do Centro Comercial Popular”, esclareceu Borges Júnior.

A cada quatro horas o SAMU atende a vítima de acidente com moto, em Feira

Todo santo dia, o SAMU de Feira de Santana desloca as suas ambulâncias para socorrer a vítimas de no mínimo cinco acidentes envolvendo motociclistas na cidade. A média diária, de acordo com as estatísticas do órgão, é de 5.7 acidentes – ou seja, quase seis casos. Em 2017, o serviço contabilizou 2.082 ocorrências dessa natureza. Em números ainda mais detalhados, isto representa um atendimento a cada a cada quatro horas e alguns minutos.

Pelo menos neste início de ano, a média dos atendimentos do SAMU a vítimas de acidentes envolvendo motocicletas demonstra uma discreta redução. Os dados apontam que, até o dia 21 de janeiro, foram 91 atendimentos do tipo, média de 4.3 casos diários.

Outra informação que revela o elevado risco com o tráfego de motocicletas em Feira de Santana é que os acidentes com este veículo representam a maior parte das ocorrências traumáticas realizadas pelo SAMU.

A maioria dos acidentes ocorre, sobretudo, em horários considerados de pico no tráfego de veículos da cidade: às 7h, ao meio-dia e às 18h, indica a análise do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

Ultrapassagem indevida e bebida alcoolica, as principais causas

A coordenadora do SAMU, Maiza Macedo, atribui o elevado índice a imprudência dos condutores de duas rodas. "Não temos um estudo específico, mas o que ouvimos dos especialistas é que, entre as principais causas desses acidentes, estão as ultrapassagens indevidas e o uso de bebidas alcoólicas”.

Fraturas, trauma na cabeça e na cervical, as lesões mais frequentes

De acordo com o médico do SAMU, Melquisedec Castro, as vítimas de acidentes com moto sofrem, principalmente, fraturas nos membros superiores e inferiores, traumas na cabeça e na cervical. "Em acidentes com moto não se deve mexer na vítima até a chegada do serviço móvel de saúde, preservando a coluna cervical. Uma manipulação indevida pode agravar o quadro”. Ele observa, com sua experiência na prestação de socorro a esse tipo de ocorrência, a importância do uso do capacete para reduzir o risco de lesões cranianas.

Fiscalização eletrônica em via exclusiva para ônibus na Senhor dos Passos começa a operar dia 31

Uma ampla campanha de divulgação e, também, de conscientização, será realizada a partir desta terça-feira (23), até o dia 30 deste mês, alertando aos motoristas quanto a proibição do uso da faixa exclusiva para ônibus do transporte urbano na avenida Senhor dos Passos. A partir do dia 31, a desobediência resultará em notificação. A infração é considerada gravíssima. Haverá fiscalização eletrônica em todo o trecho.

A avenida, que representa um dos principais corredores de transporte urbano de Feira de Santana, já está a com faixa exclusiva para ônibus. Delimitada por faixa horizontal contínua na cor azul, paralela a de cor branca, a nova faixa exclusiva começa a partir da rua Santos Dumont - sentido Centro - e se estende até a rua Monsenhor Mário Pessoa.

Agentes estarão posicionados em áreas estratégicas da avenida orientando os motoristas sobre a proibição. A campanha se estenderá aos veículos de comunicação e também será feito panfletagem no centro da cidade.

A faixa exclusiva é restrita ao transporte coletivo - exceto nas conversões à direita permitidas apenas em três trechos: antes da entrada da Praça do Nordestino, com acesso pela Rua 10 de junho para a Praça Eduardo Fróes da Mota; nas proximidades do arquivo público para conversão na Avenida Getúlio Vargas, e logo após o centro comercial Poli Moda, com opção de conversão na Rua de Santana e, mais à frente, na Rua Monsenhor Mário Pessoa.

  • Saiba mais:

Avenida Senhor dos Passos terá faixa exclusiva para ônibus a partir de quinta

A partir de quinta-feira, 25, a Avenida Senhor dos Passos, um dos principais corredores de transporte urbano de Feira de Santana, passa a contar com faixa exclusiva para ônibus. Até então, a delimitação existente na via, indica uma faixa preferencial, apenas na cor branca.

Delimitada por faixa horizontal contínua na cor azul, paralela a de cor branca, a nova faixa exclusiva começa a partir da Rua Santos Dumont - sentido Centro - e se estende até a Rua Monsenhor Mário Pessoa.

A faixa exclusiva é restrita ao transporte coletivo - exceto nas conversões à direita permitidas apenas em três trechos: antes da entrada da Praça do Nordestino, com acesso pela Rua 10 de junho para a Praça Eduardo Fróes da Mota; nas proximidades do arquivo público para conversão na Avenida Getúlio Vargas, e logo após o centro comercial Poli Moda, com opção de conversão na Rua de Santana e, mais à frente, na Rua Monsenhor Mário Pessoa.

Sinalização já instalada no local

Segundo Maurício Carvalho [na foto acima], superintendente municipal de Trânsito, toda a extensão da pista exclusiva já está sinalizada com placas de trânsito verticais e aérea. "Instalamos sinalização informando a velocidade média permitida com fiscalização eletrônica de velocidade [neste caso 50 km], de circulação exclusiva para ônibus e indicativa de acesso à direita para demais veículos”, explica o gestor da pasta.

Menor tempo de viagem para os passageiros

Para o secretário municipal de Transportes e Trânsito, Saulo Figueiredo [na foto acima], a iniciativa ajuda na melhoria do fluxo dos ônibus, com menor tempo de viagem para os passageiros.

“É importante salientar que a SMTT prioriza a mobilidade urbana e a melhoria dos horários de chegada de ônibus nos pontos. Assim, diminuiremos sempre o tempo de embarque do passageiro, especialmente nos horários com alta demanda”, salientou o secretário.

Motorista precisa ter atenção para evitar infrações

Segundo o artigo 184, inciso III, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar na faixa ou via de trânsito exclusiva regulamentada para o transporte público coletivo é considerado infração de natureza gravíssima e multa no valor de R$ 293,47. Ainda, rende sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor.

Já artigo 218, inciso I, aponta infração média ao condutor que transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%, somada à multa no valor de R$ 130,16. Também, o mesmo artigo, inciso II, prevê infração grave e multa no valor de R$ 195,23 para quem transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% até 50%, e mais cinco pontos na CNH.

Já o motorista que transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 50% será notificado por infração de natureza gravíssima com multa no valor de R$ 880,41. Este valor final é resultado do fator multiplicador (3) apontado neste tipo de infração para chegar ao valor da multa, ou seja, R$ 293,47 multiplicado por três. "Pedimos aos motoristas atenção às placas para evitar infrações”, adverte Maurício Carvalho.

Entrega de documentos e títulos para Processo Seletivo do Samu até sexta-feira

Os candidatos inscritos para o processo seletivo do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) visando o preenchimento de 40 vagas à função de médico têm até esta sexta-feira, 26, para entregar os documentos e titulações. Devem comparecer à Seção de Capacitação Permanente, na Secretaria Municipal de Saúde, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

A contratação, por tempo determinado de dois anos, será pelo Reda e prorrogável por igual período. O processo seletivo terá duas etapas – ambas classificatórias e eliminatórias. A primeira será a avaliação de títulos e a segunda de capacitação inicial, que será de 40 horas.

As 40 vagas foram assim distribuídas, de acordo com a legislação: 26 para ampla concorrência, 12 para os candidatos que se declararem afrodescendentes e duas para as pessoas com deficiência.

As inscrições foram realizadas no período de 15 a 19 de janeiro, através do site www.feiradesantana.ba.gov.br. O Edital 01-2018, da Secretaria Municipal de Saúde foi publicado na edição do dia 9, do Diário Oficial do Município: www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br.

 

Fonte: Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!