24/01/2018

Canudos: Prefeito não paga a câmara e causa revolta de vereadores

 

Se o ano de 2017 não foi nada bom para a população do município de Canudos, 2018 o ano começou péssimo, inclusive para os vereadores que estão até hoje sem receber salários. Segundo informações da vereadora Lucinha de Zé Raimundo (PP), “o prefeito está cometendo crime de responsabilidade por não cumprir a Lei que o obriga a fazer o repasse do duodécimo até o dia vinte de cada mês. Já estamos com três dias de atraso e não temos perspectiva do repasse”, lamentou.

Enquanto o prefeito Genário Rabelo, o popular Geo (PSD) está sendo criticado por populares sobre as constantes festas que vem sendo realizada no município, e que por outro lado tem  abandonado a prefeitura em pleno horário de expediente para evitar contato com o povo, e ainda deixando de cumprir com suas obrigações por não pagar honrar compromissos obrigatórios com o INSS. “Com isso, as contas da prefeitura estão bloqueadas, o que é vergonhoso para o nosso município ter seu nome na lista de ficha suja”.

A cada mês o prefeito Geo é obrigado a repassar para o legislativo municipal R$ 137 mil, sendo que parte desse recurso é destinado para pagar salário de onze vereadores, assessoria e despesas geral.  Ainda de acordo informações, o prefeito tem atrasado o pagamento de salário dos funcionários da própria prefeitura. “Como vereadora estou indignada com a situação devido a falta de responsabilidade do gestor”, concluiu.

Por outro lado, na eleição de 2016 nunca se elegeu tanto prefeito enrolado e sem palavra na história política da região. Até aqueles que no passado cumpria com os compromissos, hoje estão piores que os novos. Eles sempre usam do argumento que o repasse foi bloqueado, queda nos valores, sequestro de dividas deixadas pelo antecessor, etc., tudo isso para não pagar a quem deve mesmo a pessoa sabendo que o dinheiro caiu na conta da prefeitura. Agora o que não falta são festa, licitações viciadas, argumentos fraudulentos em parceria com parentes dentro do próprio gabinete, etc.,  Os mais penalizados são os funcionários e a população carente.

Uauá: Prefeito se aproxima do PR, inimigo figadal do PCdoB

A arquiteta urbanista  com especializada em sistema de automação predial, Katia Bacelar, é a mais nova pré-candidata a deputada estadual na Bahia. Ela agrega também a sua dedicação à presidência do PR Mulher na Bahia, quando assumiu recentemente.

Irmã do deputado federal João Carlos Bacelar, Katia como uma boa empreendedora vem aumentando o seu espaço na política a procura de apoios. Recentemente ela recebeu as visitas do prefeito de Uauá, Lindomar Dantas (PCdoB) e do Secretário de Planejamento e Finanças do município, Deusdete Ferreira, o popular Gugu, braço direito do deputado federal, José Nunes (PSD). De acordo informações, ela já pode contar com o apoio da administração municipal no pleito de outubro de 2018.

Com mais esta força política, Katia já conta em conseguir mais de 2 mil votos na capital do bode. Agora resta saber se o prefeito vai ter tantos votos para distribuir com seus candidatos, já que a coisa não anda nada boa para seu lado. Ainda assim, Kátia pode está sendo a quinta ou a sexta pessoa a entrar na disputa por votos em Uauá como candidata a deputada estadual.

De acordo o Bahia Notícia, ela é irmã do deputado federal João Carlos Bacelar, fazendo parte do mesmo partido, partido este que votou a favor da reforma trabalhista e que pretende votar a favor da reforma da Previdência. Ainda assim, ale tem um currículo de fazer inveja a muitos políticos do pais. Em 14 de junho de 2016, votou contra a cassação do Deputado Eduardo Cunha no comitê de ética da Câmara dos Deputados. Em 12 de setembro de 2016, João Carlos Bacelar Filho foi o único deputado federal da bancada da Bahia a votar a favor da manutenção do mandato de Eduardo Cunha.

Em abril de 2017 votou a favor da Reforma Trabalhista. Em agosto de 2017 votou contra o processo em que se pedia abertura de investigação do então Presidente Michel Temer, ajudando a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal. Outro fato é que até o momento o PR continua indefinido sobre em qual palanque possa fazer parte em 2018, com esta indefinição, Rui Costa espera não ser a próxima vítima da legenda, já que o PR anda próximo de ACM Neto e investindo pesado contra os candidatos do PCdoB na região do Vale do São Francisco. 

Pelo visto, o prefeito de Uauá, e seu grupo, estão bem acompanhados negociando os votos da população, inclusive de trabalhadores sertanejos que foram prejudicados com esta reforma trabalhista. Quer dizer, o voto do povo pode está servindo de mercadoria de troca.

Vista aérea do lago de Sobradinho (BA) é assustadora

A capacidade de geração de energia do Velho Chico caiu quase 40% desde 2002. O reservatório de Sobradinho (foto acima), norte baiano, responsável por cerca de 70% da energia transmitida para a região Nordeste, estava, até outubro, com apenas 3,6% do seu volume útil, operando com uma vazão de 550m³/s, a menor já registrada. Vale lembrar que um importante polo de fruticultura irrigada do país, localizado em Petrolina – Juazeiro é abastecido com a água de Sobradinho.

A Barragem de Xingó, entre Alagoas e Sergipe, também teve o funcionamento reduzido. Grande produtora de energia, além de colaborar com a irrigação local e com o abastecimento de água para a sergipana Canindé, chegou a operar com apenas uma de suas seis turbinas.

Com 2.683 quilômetros de extensão – percorrendo seis estados e o Distrito Federal, num total de 507 municípios – contemplando 15 milhões de pessoas, pode-se afirmar: a morte do São Francisco representaria a maior tragédia social e ambiental do Brasil. E a solução não vai cair do céu. Segundo o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda, a seca prolongada é apenas uma gota no oceano de problemas. A agonia do Velho Chico é a crônica de uma tragédia anunciada ao longo dos anos: assoreamento, desmate das matas ciliares, erosão, sobreuso das águas, represamentos e poluição.

Para devolver ao rio a água, seria preciso frear ações degradantes e colocar em prática uma gestão mais eficiente – com ou sem chuva. O caminho, para Miranda, é ouvir a população e chamar os diversos órgãos e segmentos da sociedade para debater a questão, num exercício de gestão descentralizada.

“É necessário o comprometimento de todos, incluindo os órgãos públicos, os empreendedores da iniciativa privada e os usuários, que devem juntos se empenharem em cumprir o Plano de Recursos Hídricos da Bacia”, enfatizou o presidente do CBHSF.

Ele argumenta que “há um enorme descompasso entre a legislação dos recursos hídricos e sua aplicação prática. Os órgãos gestores, principalmente no nível estadual, não conseguiram ainda implementar em grande escala os instrumentos necessários para a eficácia da gestão”. Miranda defende também a implantação mais acelerada dos mecanismos prioritários previstos na chamada Lei das Águas (9.433/97), tais como: universalização da cobrança e das outorgas para o uso das águas do São Francisco, enquadramento dos mananciais, execução dos planos de bacias e fortalecimento dos Comitês de Bacias.

E mais: acredita que é preciso melhorar os instrumentos de monitoramento da qualidade e quantidade das águas e enxergar a água subterrânea como ativo estratégico para o País.

Sabe-se, por exemplo, que a maioria dos municípios que fazem parte da Bacia Hidrográfica do São Francisco não possui tratamento de esgotos domésticos e industriais. É tudo lançado diretamente nos cursos d’água. Além disso, várias Sub-Bacias não têm planos diretores, não contam com cadastro de usuários atualizado, nem com um sistema de qualidade das águas. Outra questão é o sistema de cobrança, que ainda precisa evoluir.

Paulo Afonso: Novo projeto para o Lago do Balneário reúne turismo, lazer e esporte

A Prefeitura de Paulo Afonso, no norte da Bahia, está preparando a urbanização do Lago do Balneário e do Monumento ‘o Touro e a Sucuri’. A área ganhará a infraestrutura necessária para receber pessoas de todas as faixas etárias, tornando-se mais uma opção para a comunidade.

De acordo com a prefeitura, o projeto reunirá turismo, lazer e esporte, contando com pista para corrida e caminhada e uma ciclovia com 950 metros, que circulará todo o lago, ofertando uma vista privilegiada durante a prática de exercícios físicos. O balneário terá ainda uma academia para a terceira idade, área para pedalinho, bicicletário, palco multiuso e estacionamentos para 65 carros, 43 motos e três ônibus.

A área abrigará também um letreiro decorativo com o nome da cidade, que servirá como fundo para fotos – uma tendência em locais turísticos. Quanto à alimentação, serão destinadas ilhas para cafés e quiosques para lanches rápidos com estruturas que não interferem na paisagem. A passarela localizada no meio do lago, popularmente chamada de ‘cachimbo’, também será revitalizada, com iluminação especializada.

O paisagismo será com plantas de menos volume e mais gramado, permitindo a ampla visão do balneário em qualquer ponto em que se esteja. A iluminação também será reforçada, deixando o local com claridade necessária para ser utilizado também à noite. Outro ponto importante é a acessibilidade para cadeirantes, com rampas e pisos adequados para a circulação. Todo o projeto arquitetônico foi pensado e idealizado pelo Setor de Projetos da Secretaria de Planejamento e Orçamento, e será executado pela Secretaria de Infraestrutura.

Fim da alta temporada suspende voos da Azul entre Paulo Afonso e Recife

A companhia Azul Linhas Aéreas, suspende os voos ligando Paulo Afonso a Recife no final de fevereiro, como havia previsto.  A empresa iniciou a operação no dia 24 de dezembro do ano passado. A rota, segundo a Azul seráa feita até 4 de fevereiro, como fim da chamada “alta temporada”. Apesar disso, a empresa estimava que dependendo do retorno do público e da demanda o trecho poderia se tornar regular.

O voo tem duração de 1 hora e quinze minutos, e sempre aos domingos. A aeronave sai do Recife às 12h27 e chegada a Paulo Afonso ás 13h42. No sentido contrário decolará às 14h08 e com chegada a Recife às 15h23.

Uma falha cometida pela empresa desde a sua instalação no prédio do Aeroporto, foi a displicência dos seus administradores que não se preocuparam em instalar um telefone fixo par atendimento aos público. Quem precisar marcar uma viagem terá que utilizar o 0800-887-1118 que poucos sabem que existe. A outra opção é ir pessoalmente ao guichê da empresa. 

Estima-se que abaixa demanda tenha proporcionado a inviabilidade das viagens em consequência das condições do mercado". Em contraponto, a Azul mante os voos na Capital da Energia, para Salvador (Segundas e Sextas).

Paulo Afonso: Luiz de Deus prepara aliados para 2018 de olho na sucessão

A eleição municipal ainda está longe, mas movimentos de bastidores sinalizam que 2020 é mais perto do que se imagina. A escolha dos secretários Luiz Humberto e Cíntia Santana de Deus indica a preocupação do prefeito Luiz de Deus (PSD) em testar nomes para sua própria sucessão. Ocupando pastas estratégicas, esses dois nomes têm ganhado autonomia para trabalhar e irem se cacifando gradativamente no dia-a-dia. Dentro da administração, esses dois nomes são vistos até com naturalidade. Luiz de Deus tem feito movimentos “transparentes e cuidadosos”, segundo um colaborador, na aposta mais política do time.

“É normal Luiz de Deus trabalhar Humberto como possibilidade principal. Ele usa uma expressão interessante: ‘O Luiz Humberto se destaca como a extensão do sogro na atividade política’, mas o prefeito não vai colocar todos os ovos na mesma cesta, ele não pode concentrar todas as fichas. Por isso considera outros nomes, como Cynthia, por exemplo, observa uma fonte do Executivo.

No pré-aquecimento, eis que surge o ex-prefeito Anilton Bastos Pereira (sem partido) que ensaia disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados este ano.

No entanto, segundo interlocutores, a aposta do prefeito está concentrada no deputado federal Aleluia (DEM) aliado de longa data. Para apitar o jogo da sucessão e neutralizar adversários hoje “mergulhados”, Luiz de Deus sabe que tem de eleger Anilton para a Assembleia com uma chuva de votos. Se Anilton virar deputado em 2018, ajudaria a engrossar o palanque do sucessor de Luiz de Deus em 2020.

Na Câmara, o governo navega em águas tranquilas. “A Câmara está focada em projetos do dia a dia, ninguém comenta de eleição de 2018. Os vereadores fazem política com P maiúsculo, pensando na cidade”, diz Alexandro Fabiano (Leco), líder do prefeito no Parlamento

 

Fonte: Ação Popular/o Diário da Região/PA24hs/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!