26/01/2018

Monte Santo: Prefeito faz balanço de um ano de gestão

 

O prefeito de Monte Santo fez um balanço de um ano à frente da gestão da cidade e apontou melhorias realizadas para a população. De acordo com Vando, o trabalho está sendo pautado na reconstrução de Monte Santo.

“Nossa cidade estava sucateada. Em todos os povoados o povo se queixava do estado de abando em que o município se encontrava e demonstrava o desejo de ver uma cidade melhor para todos. Proporcionar esta mudança foi e continua sendo o meu compromisso e de toda equipe do Governo da Reconstrução”, afirmou Vando.

E com o propósito de promover esta reconstrução, o prefeito começou a trabalhar a favor do homem do campo beneficiando diretamente os produtores da agricultura familiar e iniciou a recuperação de barragens e açudes do município.

“Grande parte de nossa população trabalha diretamente com a agricultura familiar. Por este mesmo motivo, adquirimos 17 tratores novinhos em menos de um ano de gestão que já estão beneficiando diversas famílias que trabalham com a agricultura. Outra preocupação de nossa gestão que envolve diretamente os moradores dos povoados é o abastecimento de água. Já iniciamos a limpeza e recuperação de algumas barragens e açudes de nossa cidade e, vamos continuar este trabalho para que as mesmas possam servir de reservatórios quando as chuvas vierem”, declarou o prefeito.

As medidas adotadas pela administração também contemplaram as áreas de lazer, assistência social e preservação da memória dos montesantenses e dos sertanejos.

“Entregamos veículos novos para atender os moradores dos povoados, inauguramos a agência do INSS em nosso município, reformamos o centro de lazer e o museu do sertão e, não podemos esquecer que retornamos com a tradição da Festa de Todos os Santos, que não acontecia há alguns anos”, continuou Vando.

Ainda segundo o prefeito, o Governo da Reconstrução está promovendo diversas melhorias, principalmente na saúde do município.

“Fizemos uma grande revolução na saúde de nossa cidade. Adquirimos novas ambulâncias, colocamos veículos novos a disposição dos povoados para transportar pacientes, promovemos diversos mutirões de saúde, implantamos serviços especializados para crianças com deficiência, reestruturamos a UPA 24horas, contratamos novos médicos, implementamos novas especialidades e reformamos e reabrimos todas as unidades básicas de saúde do município”, concluiu Vando.

Obras do projeto Araci Norte serão reiniciadas

O presidente da Companhia de Engenharia Ambiental e de Recursos Hídricos da Bahia – CERB, Marcus Bulhões se reuniu na tarde de quarta-feira, dia 24, com o deputado Alex da Piatã (PSD) e com o prefeito de Araci, Silva Neto (PDT) para informar que as obras do sistema de abastecimento d’água do projeto Araci Norte serão reiniciadas logo após o carnaval. A obra que está paralisada desde 2016 irá atender 64 localidades, sendo 07 em Tucano e 57 em Araci. Além das comunidades situadas no limite territorial do município de Santaluz com Araci também serão beneficiadas.

Com o sistema em operação, a água será levada aos moradores da zona rural através de uma adutora com 224 quilômetros extensão, 56 reservatórios, 15 estações elevatórias, três estações de tratamento, rede de distribuição de 116 quilômetros, e mais de seis mil ligações domiciliares.

Cemafauna retoma projeto 'First Friday' no Museu de Fauna da Caatinga

O Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna Caatinga) retoma seu projeto científico-cultural 'First Friday' e convida a comunidade local e acadêmica para sua primeira sessão de 2018 às 16h no dia 02 de fevereiro, no auditório do Museu de Fauna da Caatinga, com o tema 'Projeto de Soltura Experimental da Arara-azul-de-lear no Boqueirão da Onça' a ser ministrada pelo biólogo Thiago Filadelfo.

Nessa primeira sessão, o público conferirá uma conversa sobre as ações previstas no Plano de Ação Nacional para Conservação da arara-azul-de-lear (PAN/ICMBio): soltura experimental de araras no Boqueirão da Onça buscando um revigoramento desta população funcionalmente extinta, rastrear indivíduos soltos, identificar áreas prioritárias para sua sobrevivência e protegê-los.

First Friday

Uma vez por mês, o Museu de Fauna fica aberto até 18 horas para uma discussão científica emocionante seguida de happy hour e um passeio pelo Museu, onde a pessoa conhecerá o acervo de cerca de 40 peças de animais silvestres taxidermizados, todos do bioma Caatinga. Esse é um programa para um público de todas as idades interessado em discutir de forma dinâmica CIÊNCIA. Com início previsto para as 16 horas, as palestras têm duração mínima de 1 hora. A entrada é limitada em 100 participantes que devem realizar sua inscrição (informando seu nome completo, CPF, telefone e e-mail) no valor de R$ 15,00 até a quinta-feira que antecede o evento na recepção do CETAS Cemafauna.

A coordenação comunica ainda que para receber o certificado é preciso participar do primeiro ciclo das cinco sessões que acontecerão ao longo desse primeiro semestre. Aos participantes também será concedido o transporte para deslocamento do Cemafauna até a Univasf centro após o encerramento da sessão.

Sobre o palestrante

Thiago Filadelfo é biólogo formado na Universidade Federal da Bahia, com mestrado em Ecologia pela Universidade de Brasília. Sua formação acadêmica foi direcionada para a área ornitológica, com foco na biologia reprodutiva das aves. Colabora com o Projeto de Pesquisa e Conservação da Arara-azul-de-lear há 10 anos e, atualmente, está à frente da coordenação do Projeto de Soltura Experimental da Arara-azul-de-lear no Boqueirão da Onça.

  • Serviço

First Friday - 1ª sessão de 2018

Tema - 'Projeto de Soltura Experimental da Arara-azul-de-lear no Boqueirão da Onça'

Data - 02/02/2018

Horário - 16h

Local - Auditório do Museu de Fauna da Caatinga, Campus de Ciências Agrárias da Univasf, BR 407, Km 12, lote 543, Projeto de Irrigação Nilo Coelho - S/N C1 em Petrolina-PE.

Piscicultores de Gavião e Santa Teresinha recebem doações de peixes

A piscicultura na região nordeste da Bahia ganha um novo incentivo a partir desta sexta-feira (26). Cerca de 80 famílias dos municípios de Gavião e de Santa Terezinha serão beneficiadas com a doação de 60 mil alevinos (peixes jovens) de tilápias. Os peixes serão entregues pela Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), na estação de piscicultura da empresa na Barragem Pedra do Cavalo (localizada na Rodovia 101, Km 12), em Cachoeira, a partir das 8h.

Representantes da prefeitura municipal de Santa Teresinha receberão 30 mil alevinos e farão a distribuição para 60 famílias do município. Já as 30 mil tilápias de Gavião serão entregues a representantes da colônia de pescadores e aquicultores z-88, que farão a distribuição entre cerca de 20 famílias associadas.

“São famílias de pequenos produtores que já têm a capacidade técnica para criar os peixes, mas que não tinham recursos suficientes para obter os alevinos. Agora, com a doação, eles podem dar início aos seus processos produtivos e aumentar sua renda ou garantir comida na mesa”, explica o presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Júnior.

CDA vai usar drones para acelerar ações de regularização fundiária

A Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), unidade da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), adotará o uso de Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs), popularmente conhecidos como drones, para dar mais celeridade aos processos de regularização fundiária na Bahia. A aquisição dos drones integra o conjunto de estratégias e medidas que estão sendo adotadas para a modernização dos trabalhos desenvolvidos pela CDA.

O coordenador de Ação Fundiária da CDA, Victor Fernandes, explica que estão sendo realizados testes com dois tipos de drones: Multirotor de Asa Rotativa e de Asa Fixa. “Estamos levantando as especificações de drones que sejam mais adequados para a natureza dos trabalhos realizados pela CDA. Após a definição das especificações, iremos iniciar as aquisições”.

Victor acrescenta que “por um período experimental, realizaremos, com estes equipamentos, o levantamento das áreas de beneficiamento dos imóveis que já estão sendo regularizados. E, além disso, será desenvolvida uma metodologia, que será traduzida em normativo técnico, que permitirá o georreferenciamento de imóveis rurais por meio dos drones”.

Benefícios

Engenheiro agrimensor da CDA e pesquisador da linha de Informações Espaciais da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Alexandre Aquino da Cunha ressalta a importância do uso do VANT no georreferenciamento, principalmente em áreas de difícil acesso, a exemplo de imóveis rurais.

“Estudos sinalizam que o uso do VANT de Asa Fixa será consolidado para fins de mapeamento. De forma imediata, esta tecnologia realizará a varredura da área que será regularizada e, por meio de uma metodologia que amenize possíveis erros de medição das coordenadas, poderemos obter resultados satisfatórios para o georreferenciamento dos imóveis rurais. Este equipamento nos traz confiabilidade nas informações levantadas, além de agilizar a obtenção de dados em áreas de grande porte em um curto espaço de tempo”, destaca o engenheiro.

 

 

Fonte: i9 Comunicação/Calila Noticias/Ascom Cemafauna/Ascom Bahia Pesca/Ascom SDR/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!