03/02/2018

5ª Mostra de Guitarra Baiana é destaque nos espaços culturais

 

O mês de Fevereiro é conhecido como mês da folia, do carnaval e suas brincadeiras, mas também há muito espaço para programação dos espaços culturais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). Antes de cair de vez na folia, separe um lugar na agenda e confira o que vai rolar nessa primeira semana de Fevereiro.

No dia (02), acontece o espetáculo no Centro de cultura ACM, na cidade de Jequié, "Os fuzis da senhora carrar". Vindo de um estudo acerca da cultura e da guerra civil espanhola de 1936, e tendo como base o texto do dramaturgo alemão Bertold Brecht, o espetáculo aborda de forma cênica as entrelinhas da política do nosso país na época da ditadura e em tempos atuais. Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$ 10 (meia) com classificação 16 anos.

No dia 03 (sábado), o palco do Cine Teatro Solar Boa Vista recebe o espetáculo "Miúdos", que conta a história de dois seres aprisionados dentro das suas entranhas, seres que não sabiam lidar com seus problemas pessoais e interpessoais, fazendo com que se isolassem nos seus próprios mundos com suas particularidades. Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) com classificação 16 anos.

Já no dia 05 (segunda-feira), a Casa da Música tem mais uma edição do Sarau de Itapuã que recebe a 5ª Mostra de Guitarra Baiana. Ao lado da banda base formada por Durval Caldas (violão), Ricardo Hardmann (percussão) e Fábio Batanj (baixo), os convidados apresentaram um repertório composto por gêneros típicos desse instrumento, como o frevo e o choro, além de experimentações de estilos diversos, como o rock e a música clássica. A entrada é gratuita com classificação livre.

E no meio da semana, dia 07 (quarta-feira), o Cine Teatro Solar Boa Vista, recebe o primeiro dia de oficina “Pesquisa e Treino de Dança Contemporânea e Urbana”. A proposta é fazer uma residência artística no espaço cultural, desenvolvendo um trabalho de treino, ensaio, laboratório de pesquisa e composição coreográfica. O enfoque está na sistematização da pesquisa de danças urbanas e técnicas contemporâneas. As aulas acontecem durante todo o mês de fevereiro sempre às segundas, quartas e sextas-feiras. A inscrição é gratuita e a classificação é de 16 anos.

Oficinas gratuitas em Salvador promovem intercâmbio entre artistas locais e nacionais

Artistas da cena terão oportunidade de participar gratuitamente de oficinas artísticas com profissionais de reconhecimento nacional, através do ano II do projeto Abrigo e Morada. Os interessados poderão se inscrever a partir do dia (05) na oficina ‘Escuta a Palavra e a Voz’ - A voz do ator/cantor, ministrada pela cantora e professora de técnica vocal Babaya (MG). E dia (15), na oficina ‘Auto Maquiagem para exercício da expressão da subjetividade’ com a atriz Danielle Rosa (BA/SP). As inscrições deverão ser feitas pelo site: http://www.grupofinostrapos.com.br/

Promovendo o intercâmbio entre reconhecidos profissionais no âmbito nacional e artistas locais, as oficinas fazem parte da Ação ‘Ô de Casa, ô de fora’ do Grupo de Teatro Finos Trapos, concebida com o intuito de fortalecer a cadeia produtiva das artes cênicas na cidade de Salvador, criando espaços de formação dos profissionais dessas artes. Ao todo serão disponibilizadas 10 vagas para cada uma das oficinas, e poderão se inscrever artistas e estudantes de artes da cena com experiência na área.

A oficina ‘Escuta a Palavra e a Voz’ será ministrada por Babaya, cantora, professora de canto, preparadora vocal, diretora musical. Em seu currículo possui 184 espetáculos como preparadora e diretora vocal. Preparadora permanente dos grupos Galpão, Ponto de Partida e Maria Cutia, em BH. Com diversas preparações vocais tanto na TV como no cinema, tais como: “Liberdade Liberdade”, “Justiça” “Deus Salve o Rei”.

Danielle Rosa, ministrante da oficina de ‘Auto-maquiagem’ é integrante do Grupo Oficina de Teatro Uzyna Uzona, coordenado pelo diretor José Celso Martinez Corrêa. Possui Licenciatura em Teatro e Bacharelado em Interpretação Teatral pela UFBA. Trabalha também na área de cinema, já tendo participado de inúmeros comerciais e campanhas publicitárias.

O projeto Abrigo e Morada - ano II é uma proposta de manutenção continuada que recebeu apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, contemplado no Edital de Apoio a Grupos e Coletivos Culturais 2016, da SecultBA. As atividades serão resultantes de uma rotina de trabalho e dialogarão diretamente com as ações desenvolvidas pelo Grupo ao longo de seus quase 15 anos. Compõe ainda o projeto, oficinas artísticas, estreia de espetáculos, seminário e lançamento de livros.

  • Serviços:

O que: Oficina ‘Escuta a Palavra e a Voz’ - A voz do ator/cantor, com Babaya

Inscrições: de 05 de fevereiro a 21 de fevereiro

O que: Auto Maquiagem para exercício da expressão da subjetividade, com Danielle Rosa

Inscrições: de 15 de fevereiro a 26 de fevereiro

Onde: CAS - Casa de Artes Sustentáveis (Rua Democrata 21, Dois de Julho)

Maiores informações: www.grupofinostrapos.com.br

Aulas e ensaios abertos do BTCA em fevereiro

Antes e depois da temporada do carnaval, o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) também ativa sua rotina de aulas e ensaios abertos no mês de fevereiro, dando acesso às suas práticas e conhecimentos desenvolvidos como companhia oficial de dança da Bahia. A classe da dança e demais públicos interessados estão convidados para aulas ministradas pelos próprios dançarinos do grupo, para participação de pessoas com experiência intermediária e avançada ou para acompanhamento de ouvintes, além de ensaios que podem conferidos por qualquer pessoa.

Serão três aulas de balé clássico: uma logo no dia 1º, outra no dia 6 e por fim no dia 27. Haverá ainda uma turma de Pilates no dia 26. Cada turma tem sete vagas, com inscrição gratuita na hora e no local: Piso C da Ala A do Teatro Castro Alves (TCA). Os encontros acontecem das 13h15 às 14h30. E para se preparar para a agenda de apresentações, o Balé fará quatro ensaios abertos: no dia 5, das 14h às 15h30, e nos dias 6, 26 e 27, das 15h às 16h30.

Fundado em 1981, o BTCA tem o dançarino, coreógrafo, produtor e professor Antrifo Sanches como diretor artístico. Trata-se de corpo artístico estável mantido pelo TCA, Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

AULAS PÚBLICAS E ABERTAS DO BTCA

Local: Sala de Ensaio do Piso C, Ala A do TCA (Campo Grande)

Participação gratuita | Para nível intermediário/avançado

Aberto a ouvintes

Inscrição no local

Aula de Balé Clássico: 1/2, 6/2 e 27/2, 13h15 às 14h30 (7 vagas)

Aula de Pilates: 26/2, 13h15 às 14h30 (7 vagas)

ENSAIOS PÚBLICOS DO BTCA

Datas e horários:

5/2, das 14h00 às 15h30

6/2, 26/2 e 27/2, das 15h00 às 16h30

Local: Sala de Ensaio do Piso C, Ala A do TCA (Campo Grande)

Participação gratuita

Museu Tempostal inaugura o ‘Tem Cine no Postal’

Dando continuidade ao projeto ‘Circuito de Cinema nos Museus DIMUS’, da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Dimus/Ipac), o  Museu Tempostal  (Pelourinho) apresentará filmes todas às terças-feiras, sempre às 14h, nos meses de fevereiro e março. Os filmes do ‘Tem Cine no Postal’ têm exibição gratuita e aberta para o público em geral, com total de 20 vagas. Mais informações pelo e-mail servicoeducativo.tempostal@gmail.com ou telefone (71) 3117-6383.

Filmes previstos:

O palhaço’, dia 20/02;

‘O auto da compadecida’, dia 27/02;

‘Uma noite no museu’, dia 06/03;

‘Elementos secretos’, 13/03;

‘Malasarte e o duelo com a morte’, dia 20/03 e

‘Extraordinário’, 27/03.

‘O museu exibirá filmes  educativos, relacionados a vários temas, como história, cultura, identitários e referentes a memória cultural”, informa a coordenadora do museu, Luzia Ventura. “Esta ação faz parte do projeto ‘Circuito de Cinema nos Museus Dimus’ que está sendo realizado nos museus Udo Knoff, Tempostal, Centro Cultural Solar Ferrão e LabDimus – todos no Pelourinho. Esta é uma ação conjunta dos museus da Dimus/Ipac, como parte da programação de Verão”, explica.

“O Circuito de Cinema nos Museus DIMUS surge como um projeto experimental que leva a experiência do cinema ao museu.  Os filmes apresentados têm variados estilos e temáticas distintas que agradam a uma diversidade de público, sendo direcionadas a toda e qualquer pessoa que goste de uma boa sessão de cinema.  Ao final da projeção será aberto um diálogo com o público, quando os presentes serão convidados à troca de experiências e debate sobre o que foi visto”, explica Cristina Melo, coordenadora do LabDimus.

O Museu

O acervo do Museu Tempostal é composto por postais, estampas e fotografias, em sua maioria, procedentes da coleção de Antônio Marcelino do Nascimento. As peças, datadas do final do século XIX e meados do século XX, representam imagens de valor histórico, artístico e documental, não só da Bahia e do Brasil, mas também de diversos países do mundo, sobre as mais variadas temáticas. O Museu Tempostal integra os espaços administrados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

Visitação: terça a sábado, das 13 às 17h

Entrada: grátis

Rua Gregório de Mattos, 33, Pelourinho – Salvador (BA)

 

Fonte: SecultBa/Ascom Dimus/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!