09/02/2018

Bahia: Rui Costa aposta em derrota de aliados de Temer

 

O governador Rui Costa (PT) apostou, ontem, que os aliados do presidente Michel Temer (MDB) vão ser derrotados nas eleições deste ano. Isto porque, segundo ele, o eleitorado votará “maciçamente” para mudar a política atual. “A ideia que vai mover as pessoas [na eleição] não é a de manter aliados de Temer [no poder]. Se você perguntar em qualquer estado do Brasil se votaria em aliado de Temer, dificilmente a resposta seria sim. Acho que as pessoas votarão maciçamente para mudar a política econômica, mudar as coisas para melhor”, afirmou o petista.

A declaração do governador, também, é uma cutucada no seu provável adversário na disputa pelo Palácio de Ondina, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). O democrata ajudou Temer a chegar à Presidência e o seu partido tem apoiado o governo do emedebista. Aliados de Rui Costa, no entanto, têm dado, do mesmo modo, suporte ao presidente, entre eles, o deputado federal Cacá Leão (PP) – filho do vice-governador João Leão (PP). Ainda na entrevista, o petista voltou a tecer críticas à parte dos membros da Justiça brasileira. Para ele, magistrados e integrantes do Ministério Público tratam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com “exceção para impedir a candidatura”. “Desde Getúlio Vargas, ninguém foi tão perseguido como Lula. Nenhum brasileiro está acima da lei, agora, todos eles, sem exceção, merecem ser tratados dentro da lei”, disse.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) manteve a decisão do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo processo da Lava Jato na primeira instância, e ampliou a pena de nove anos e seis meses para 12 anos e um mês para Lula. Com a permanência da punição, o ex-chefe do Palácio do Planalto deve ter a candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base na Lei da Ficha Limpa. Rui Costa fez questão de ressaltar que a chapa, que deve ser encabeçada por ele, vai se “alinhar com a posição que quer fazer o Brasil voltar a crescer, superar essa velha política praticada tanto por quem tem cabelo branco, quanto cabelo preto”. Disse, ainda, que, na eleição deste ano, o brasileiro terá que decidir entre “políticos que fazem demagogia, politicagem e pensam no interesse patrimonial” ou “gente séria para resolver o problema do Brasil”.  O governador fez duras críticas ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), que deve disputar o Palácio do Planalto. “Nunca votaria em quem prega uma sociedade de ódio, agressão a jornalistas. Espero que não cresça [nas pesquisas]”, pontuou.

Governador pede leis mais duras para combater crimes

O governador Rui Costa voltou a pedir, ontem, penas mais duras para combater a criminalidade.

Segundo ele, hoje os infratores “saem dando ‘adeusinho’ da delegacia”, antes mesmo do policial, que fica na unidade “preenchendo o requerimento”.

“Sou defensor de mudar a lei de execução penal. Sou contra alguém que tira a vida de outra pessoa ter regressão de pena. Mata o pai, a mãe e com três anos está em liberdade provisória. Prende e solta. Não é possível. O criminoso que foi pego com arma, assaltando, ele sai antes da delegacia que o policial. Sai dando ‘adeusinho’ e o policial fica preenchendo requerimento e o cara sai antes. Isso desestimula a ação policial”, afirmou.

O governador ainda criticou o instituto da audiência de custodia que, segundo ele, na Bahia, tem colocado 62% dos presos em liberdade.

Rui defendeu que o governo federal se empenhe mais na segurança pública. “Não é possível mais o governo federal fingir que não tem nada a ver com segurança dos estados. A força de Segurança Nacional é composta por agentes estaduais, não tem um federal nessa força. Chamam militares dos estados para a Força Nacional, que de Força Nacional não tem nada. É preciso ter uma política nacional de segurança”, salientou.

Lançamento de edital da ponte Salvador-Itaparica é adiado por tempo indeterminado

O lançamento do edital da ponte Salvador-Itaparica foi suspenso por tempo indeterminado.

De acordo com o vice-governador da Bahia e secretário estadual de Planejamento, João Leão, as empresas chinesas CRCC e CR20, que demonstraram interesse no negócio, solicitaram ao governo ampliação do prazo de divulgação do certame, previsto para 15 de abril, para que pudessem estar hábeis a participar do certame.

Ainda segundo Leão, o governo chinês precisa autorizar a construção de obra de grande porte em outro país, o que leva tempo.

No entanto, conforme o jornal A Tarde, a suspensão do edital teve fator político. Os chineses querem estar seguros de que, caso o ex-governador Rui Costa (PT) não seja reeleito, as obras continuarão sendo tocadas pelo substituto.

Leão, entretanto, negou que os empresários tenham condicionado o negócio às eleições.  “Nós não podemos definir data porque, após chegarem à China, terão de ver o tempo que irão gastar com a liberação do projeto pelo governo. Eles são muito exigentes”, justificou o vice-governador.

O recuo dos chineses é  uma prova de que a ponte Salvador-Itaparica é mais um factoide eleitoral do governador Rui Costa", reagiu o deputado federal Paulo Azi (DEM) diante da informação que o edital da ponte que seria lançado na Bovespa, em São Paulo, no dia 15 de abril foi adiada pelo próprio Governo do Estado. 

O deputado federal Paulo Azi (DEM) cutucou o governo por conta da suspensão. "Os chineses não são bobos. Sentiram que não é um projeto com lastro e estão pulando fora. Essa ponte vai ser usada para tentar enganar o eleitor mais uma vez. Mas o povo baiano dará o troco nas urnas em outubro", criticou o parlamentar.

Eunício diz que Haddad 'não agrega' e único plano B do PT é Jaques Wagner

Possível aliado do PT no Ceará, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse nesta quinta-feira (8) que o único plano B dos petistas, caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não seja candidato, é o ex-ministro e ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT-BA).

Na opinião de Eunício, o nome do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad "não agrega". "PT só tem um nome. Haddad não agrega. Pode ser intelectual, mas não agrega", disse em conversa com jornalistas na residência oficial do Senado.

Eunício Oliveira disse também que, caso Lula consiga ser candidato, ele considera votar no petista. Mas explicou que só fará isso se o MDB não tiver candidato à Presidência ou não obrigar os membros do partido a votar em determinado nome de aliança partidária.

"Se meu partido não tiver candidatura própria e minha coligação não me obrigar, eu vou votar no outro candidato. Eu fui ministro do Lula. Ele fez a transposição (do Rio São Francisco) e resolveu o problema da água em quatro estados", disse.

PSD dará preferência a nome com maior viabilidade, diz Kassab

presidente nacional do PSD, ministro Gilberto Kassab, defendeu nesta quinta-feira (08) o lançamento de apenas um candidato de centro à eleição presidencial e disse que o partido apoiará o nome que tiver maior visibilidade.

De acordo com o pessedista, no entanto, não está descartada a possibilidade de o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), viabilizar-se até a campanha, e que o partido tem trabalhado em prol disso.

Justiça Eleitoral quer permitir auditoria nas urnas no dia da votação

Para aumentar a confiança da sociedade na segurança das urnas eletrônicas, a Justiça Eleitoral deve permitir uma nova auditoria nas máquinas, além das que já existem. A ideia é auditar as urnas antes do início da votação, no mesmo dia do pleito.

Representantes de partidos políticos e de integrantes da sociedade civil – que questionam a segurança das urnas – vão escolher zonas eleitorais para, no dia da votação, verificar se as urnas estão íntegras e se não foram violadas.

O secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Superio Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino, ressaltou que a medida vai aumentar a transparência do processo. “Vai ser possível agora, algumas horas antes da eleição, abrir a urna e verificar se os dígitos verificadores estão iguais aos que publicamos na internet. É uma forma de o cidadão normal verificar todos os programas que estão inseridos na urna”, explicou.

Segundo o responsável pela tecnologia da informação do tribunal, a própria urna já verifica sozinha se as informações estão íntegras e, caso não estejam, ela deixa de funcionar automaticamente. A diferença é que agora membros da sociedade e dos partidos poderão verificar pessoalmente a inviolabilidade das urnas. A ideia é que se faça uma verificação por amostragem.

O presidente do TSE, ministro Luiz Fux, informou, nesta quinta-feira, que até o dia 5 de março o tribunal vai publicar a resolução para regulamentar a nova auditoria. O objetivo é reduzir a resistência de grupos críticos ao sistema de votação brasileiro.

Até a última eleição, o TSE realiza uma auditoria paralela, também por amostragem, com simulação do voto para verificar se os candidatos inscritos estão corretos. Nesta auditoria, a urna não é usada para votação e a verificação ocorre fora das seções eleitorais.

Fake news

O ministro Luiz Fux tomou posse na presidência do TSE nesta semana e disse que uma das prioridades será o combate às notícias falsas, as chamadas fake news (notícias falsas). Criado pelo ministro Gilmar Mendes, o conselho consultivo da internet recebeu novos integrantes na gestão de Luiz Fux.

A Polícia Federal e o Ministério Publico passaram a integrar o grupo, que contava com membros do Exército, da Fundação Getúlio Vargas, empresas de mídias sociais e outros órgãos do governo.

Segundo o ministro Luiz Fux, o conselho vai atuar dentro do TSE e a imprensa tradicional ajudará na identificação das notícias falsas. “A imprensa será nossa fonte primária de aferição da verossimilhança daquilo que está sendo noticiado”, frisou o presidente do TSE.

Lei da Ficha Limpa

Luiz Fux ainda defendeu que condenados em 2ª instância não podem participar das eleições, sob pena de se negar a eficácia da Lei da Ficha Limpa. Porém, caso o candidato consiga uma liminar da Justiça para concorrer, Fux acredita que, neste caso, o Plenário do TSE terá que se manifestar sobre a liminar que permitiu a candidatura de determinado político.

 

 

Fonte: Tribuna/BN/BNews/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!