08/03/2018

Salvador: Letra de Mulher reúne escritoras na Caixa Cultural

 

Quatro dias de muita prosa, poesia, pensamento crítico e força feminina. Celebrando o Dia da Mulher, o Festival Literário Letra de Mulher transformará a Caixa Cultural Salvador em um verdadeiro palco da literatura brasileira. O evento, que acontece desta quinta (8) a domingo (11), reunirá mais de 20 escritoras contemporâneas como Alice Ruiz, Estrela Leminski, Clara Averbuck, Cidinha Silva, Lívia Natália, Jout Jout, Mabel Velloso entre outros nomes em uma programação gratuita. Com bate-papos e oficina, o festival terá ainda um sarau com a cantora Zélia Duncan e uma performance coletiva envolvendo Karina Buhr, Roberta Estrela Dalva e Kuma França.

  • “A gente traz escritoras contemporâneas reconhecidas, mesclando a diversidade de gênero e de público. Tudo para dar visibilidade ao trabalho desenvolvido por mulheres. É que, seja na literatura ou em outras artes, esse espaço não é igualitário. Além de mostrar suas produções, elas vão discutir questões atuais e ligadas ao feminismo”, explica a jornalista Dayse Porto, que assina a curadoria do evento literário ao lado de Fernanda Bezerra e Paula Janay.

Entre os temas em debate, o Letra de Mulher também irá destacar as diferentes plataformas usadas para divulgar os trabalhos, como a internet, as publicações do mercado tradicional e independentes, os slams na poesia falada e marginal, bem como uma pluralidade de gêneros literários e estéticos. “As convidadas, artistas e criadoras de diversas linguagens e formatos literários contam suas trajetórias e mostram as diversas facetas das mulheres na literatura”, afirma Fernanda, diretora da Maré Produções Culturais, que idealizou o projeto.

Além de mostrar a diversidade das autoras, o festival trará um conceito mais atual de literatura. “É uma expressão ampla, que não envolve apenas a escrita. A literatura permeia diversas linguagens como a oralidade, entre outras narrativas” complementa Dayse.

Com mais de 1,5 milhões de inscritos em seu canal, a youtuber Jout Jout é um dos destaques do evento. Sábado (11), às 17h, ela comanda a mesa Do YouTube para As Prateleiras.

A escritora Clara Averbuck também estará no Letra de Mulher. Ela e a jornalista baiana Flávia Azevedo serão os nomes da mesa temática Literatura, Feminismo e Produção Independente na Internet, numa conversa que vai explorar temas atuais e de visibilidade em ambiente web, às 17h30 de sexta (9).

“Nunca se leu tanto. Ao contrário do que o senso comum pensa, no meio digital lê-se muito. O fenômeno da literatura contemporânea está atrelado com os novos formatos digitais”, argumenta Dayse.

Nas mesas temáticas, as autoras contarão, em cerca de 1h30, histórias pessoais e compartilharão suas perspectivas de mundo: “Clara, por exemplo, foi uma das primeiras escritoras e cronistas com visibilidade nas redes. Depois foi para os meios tradicionais e hoje faz parte de um movimento de produção independente”.

Além das novas protagonistas da literatura contemporânea, o festival literário terá espaço para as veteranas. A noite de sexta (9), por exemplo, será encerrada com um passeio pelas trajetórias artísticas de Mabel Veloso e Maria Valéria Rezende, na mesa O que Faz Uma Escritora?, um espaço para que as autoras falem sobre a relação entre vida e obra, às 20h.

“Essas escritoras, com carreiras que passaram por diferentes tempos e contextos, têm muitas histórias para contar. Mabel é a nossa pérola, um patrimônio. É uma grande escritora, que tem uma escrita muito carinhosa e que afaga tudo. Foi o primeiro nome que pensamos quando tivemos a ideia de uma mesa sobre a vivência da escrita”, conta Dayse.

Programação

Com a mesa Outras Palavras, o Letra de Mulheres será aberto pela performance que trará a poesia de Alice Ruiz e a música de sua filha, Estrela Leminski, na quinta-feira (8), às 20h.

No dia seguinte, na sexta-feira (9), às 15h, o espaço será aberto para a conversa sobre Os Caminhos das Escritoras: Mercado, Publicação e Reconhecimento, com Luisa Gleiser e Carol Bensimon. Flávia Azevedo e Clara Averbuck serão os nomes da mesa Literatura, Feminismo e Produção Independente na Internet, às 17h30. A noite será encerrada com Mabel Veloso e Maria Valéria Rezende, na mesa O que Faz uma Escritora?, às 20h.

A jornalista e poetisa Kátia Borges ministrará a Oficina A Poesia É Uma Festa, no sábado (10) e domingo (11), das 9h às 12h, promovendo um encontro com a poesia contemporânea, apresentando um rol de escritoras brasileiras e baianas.

O Letra de Mulher também oferecerá espaço para as crianças, com uma sessão de Contação de Histórias, com Daniela Andrade, que fará uma seleção de narrativas divertidas criadas por mulheres para meninas e meninos, sábado (10), às 14h. A Conferência Ser Mulher, Ser Negra, Ser Escritora será conduzida pela intelectual e escritora Cidinha Silva, a partir das 15h. Em seguida, às 17h30, será a vez da youtuber Jout Jout partilhar sua experiência na conversa Do YouTube para As Prateleiras. A mesa Literatura Movimenta: Iniciativas que Estimulam a Formação e Difusão da Produção Literária de Mulheres, com os projetos Leia Mulheres, representado por Juliana Gomes e Mulheril das Letras, com Suzana Ventura, será às 18h30.

A noite de sábado ainda contará com o sarau Outras Palavras: A Relação da Literatura e Outras Linguagens nas Artes, que traz a cantora Zélia Duncan, reconhecida por suas composições e experimentações do teatro à música.

A programação do domingo (11) começará às 16h com a mesa Literatura das Bordas – Todas as Palavras em Evidência, convidando a poetiza Livia Natália e a slammer e escritora Roberta Estrela D’alva. Mais tarde, às 19h, a programação do Letra de Mulher se encerrará com a performance com Roberta Estrela D´Alva, Karina Buhr e Kuma França, onde uma multiplicidade de linguagens que usam a palavra e a literatura como material de trabalho e inspiração. Música, poesia, rap e prosa se encontrarão nessa performance coletiva.

A programação do Letra de Mulher - Festival Literário é inteiramente gratuita e retirada de ingressos é realizada uma hora antes do início de cada atividade da programação, na bilheteria da Caixa Cultural Salvador. É opcional a troca de ingressos por livros não-didáticos.

  • Programação Resumida

Mesas – De quinta (8) a domingo (11):

Quinta (8)

20h – Mesa de abertura: Outras Palavras, com Alice Ruiz e Estrela Lemisnki

Sexta (9)

15h – Mercado, publicação e reconhecimento: os caminhos das escritoras, com Luisa Gleiser e Carol Bensimon

17h30 – Literatura, feminismo e produção independente na internet, com Clara Averbuck e Flávia Azevedo

20h – O que faz uma escritora? Com Mabel Veloso e Maria Valéria Rezende

Sábado (10)

14h – Contação de Histórias, com Daniela Andrade (Atividade infantil)

15h – Ser Mulher, Ser negra, Ser Escritora, com Cidinha da Silva.

17h – Do YouTube para as prateleiras, com JoutJout

18h30 – Literatura Movimenta – Iniciativa que estimulam a formação e difusão da produção literária produzidas por mulheres,  com Juliana Gomes (Leia Mulheres) + Suzana Ventura (Mulheril das Letras)

20h – Outras Palavras – A relação da literatura e outras linguagens nas artes, com Zélia Duncan

Domingo (11)

16h – Literatura das Bordas – Todas as palavras em evidência, com Livia Natália e Roberta Estrela D’alva

19h – Outras Palavras – A relação da literatura e outras linguagens nas artes, com Roberta Estrela D´Alva, Karina Buhr e Ju França

Oficina – sábado (10) e domingo (11), das 9h às 12h:

A oficina A Poesia é Uma Festa, com Kátia Borges, terá duas manhãs para aprender sobre poesia e contemporaneidade, especialmente a partir das vozes femininas que, no Brasil e na Bahia, mantém esta arte sempre em movimento. Serão lidos poemas de autoras como Angélica Freitas, Ana Martins Marques, Simone Teodoro, Adriane Garcia, Norma de Souza Lopes, Karina Rabinovitz, Angela Vilma, Mônica Menezes e muitas outras. Serão feitas experiências de criação, exercitando a percepção poética, verso e ritmo. São 20 vagas, sujeitas à lotação do espaço.

Espaços das Letras, das 14h às 18h:

Livraria e sessão de autógrafos na área do Pátio Externo da Caixa Cultural, de quinta (8) a domingo (11).

Serviço

O quê: Letra de Mulher - Festival Literário

Quando: De quinta (8) a domingo (11)

Onde: Caixa Cultural Salvador (Rua Carlos Gomes, 57, Centro)

Quanto: Grátis

Mais informações: (71) 3421-4200

Classificação indicativa: Livre

 

Fonte: Correio/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!