08/03/2018

14º Festival Internacional de Artistas de Rua chega a Irecê e Jacobina

 

Depois do sucesso em Salvador, a 14a edição do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia segue para o interior do estado ! Irecê é a primeira cidade a receber o evento que será realizado nos dia 07 na Praça da Prefeitura e no Calçadão, a partir das 18h; depois é a vez de Jacobina, nos dias 08, às 19h30 e 09 às 18h, na Praça da Matriz, e por fim em Madre de Deus, dia 10, na Orla, a partir das 17h. Artistas locais se juntarão aos que se apresentaram em Salvador e a festa será ainda maior. Em Irecê Érica Vilela mostra sua Acrobacia Aérea com  tecido acrobático, em Jacobina a Marujada abre o Festival e em Madre de Deus os jovens do Grupo Batalha da Brizza fazem poesia e Rap.

A 14a edição do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia este ano reúne artistas brasileiros da Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará e artistas internacionais da Argentina, Uruguai, Portugal, Espanha, Bélgica, Itália, Reino Unido, Alemanha e Estados Unidos, que ganham as ruas de Irecê, Jacobina e Madre de Deus até 10 de março. Apresentações de música, poesia, acrobacia, malabarismo, teatro, dança  e artes plásticas garantem espetáculos gratuitos, de qualidade, para toda a família.

O Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia começou em fevereiro de 2002 e é um projeto selecionado pelo Edital Eventos Calendarizados com Apoio Financeiro do Fundo de Cultura da Secretaria de Cultura e da Secretaria da Fazenda do Governo do Estado da Bahia. O 14º Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

  • Artistas Confirmados Festival de Rua 2018 :

Baixo e Fêmea – Música, Baixo e Voz – Brasil, BA ( Madre de Deus - dia 10) - Baixo e Fêmea, o Macho e a Fêmea, o Yin e o Yang = Tais Nader e Luciano Calazans, que fazem apresentação especial 14a edição do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia. Num show que brinca com toda a completude e complexidade das relações entre mulher e homem, a cantora premiada e um dos melhores baixistas do país encenam um espetáculo original com música e falas divertidas e inusitadas.

Duo Masawa – Acrobacia – Argentina e Itália (todas as cidades) - Misturando dança contemporânea com acrobacia o Duo Masawa, formado por artistas da Argentina e Itália, é uma das atrações mais delicadas e românticas da 14a edição do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia. O Duo Masawa já participou de festivais internacionais na Colômbia, Itália, Áustria, Suíça, Reino Unido, Espanha e Alemanha, onde, usando todos os sentidos – tato, visão, paladar, olfato e audição – encanta a plateia mostra como o momento presente de cada um é a soma da memória nostálgica impressa na memória humana.

Duo Queindá – Música, Flauta e Vibrafone, Brasil,RJ e BA ( Jacobina e Madre de Deus - 08, 09 e 10) - Uma flautista, um vibrafonista e um grupo de transeuntes. Incorporando a imprevisibilidade das ruas à sua proposta musical, o Duo Queindá valoriza as singularidades de cada experiência e as interações possíveis entre a música e a rua.

Érica Vilela – Acrobacia Aérea – Brasil, BA (Irecê - dias 06 e 07) - Natural de Irecê, Érica se mudou para Salvador para estudar. Na Capital ela se conectou com as artes de forma intensa, estudou tecido acrobático e agora se apresenta em vários espaços e também nas ruas. ATRAÇÃO DE IRECÊ.

Fred Snow – Música e Cabaret – Reino Unido (todas as cidades) - Ator, vocalista, músico, compositor, presidente, diretor, produtor, filantropo, amante, cavalheiro, orador público, anfitrião, comediante, escritor, feiticeiro (semi-iniciado); no Festival de Rua este multi-talento vai apresentar, de maneira bem engraçada, um repertório de autoria própria que também inclui canções clássicas.

Grupo As Nega – Música, vozes e percussão – Brasil, CE (todas as cidades) - O trabalho 'Sangue de Perto' iniciou e se perpetua pelas praças de Fortaleza, onde o grupo desenvolve músicas populares de matriz africana, sobretudo o coco. As duas mulheres cantam e tocam percussão e o público é livre para interagir.

Grupo Batalha da Brizza – Poesia Rap – Brasil, BA (Madre de Deus - dia 10) - Este grupo de jovens, poetas e cantores de rap, é a grande descoberta da cultura popular de Madre de Deus. A Batalha da Brizza vai encerrar o Festival 2018 com sua performance cheia de energia. ATRAÇÃO DE MADRE DE DEUS.

Grupo Barlavento – Música, Samba de Raíz – Brasil, BA (Madre de Deus dia 10) - O samba de roda é a alma musical do Recôncavo Baiano. Davizinho de Mutá e Hamilton Reis são os líderes do grupo, o único que tem participado em todas as edições do Festival de Rua. Com ritmo e alegria, o Grupo Barlavento vai balançar as ruas e praças das cidades do Festival.

Homem Banda, Bernard M. Snyder – Música – Alemanha (todas as cidades) - Um homem sozinho pode tocar bateria, violão, gaita e cantar ao mesmo tempo? Bernard M. Snyder começou tocar nos palcos baianos como homem banda em 1998. Logo depois ele juntou forças com a atriz e produtora Selma Santos na criação do Festival de Rua, que agora está na sua 14a edição.

Leapin'Louie – Performance de Cowboy – EUA (todas as cidades) - Com um grande laço de 75 pés, o americano Leapin' Louie faz ao vivo todas as acrobacias que os público já viu em filmes e até desenhos animados, só que com muito mais humor. O 'Leapin' Louie Wild West Spectacular' é uma comédia falada e física, com muita participação divertida do público. Um show de cowboy original, com jogos com laço de classe mundial, chicote e outras acrobacias. Todos os dias e em todas as cidades na 14a edição do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia.

Marujada – Manifestação Cultural – (Jacobina – dia 08) - A Marujada de Jacobina sai há mais de 200 anos  nas festas de Santo Antônio, padroeiro da cidade, dia 13 de junho, e de São Benedito, santo muito festejado no município, ao qual são feitas e pagas muitas promessas, principalmente no seu dia, festa móvel no calendário cristão, realizada na segunda-feira imediata ao domingo de Pentecostes. A Marujada se apresentará no Festival Internacional de Artistas de Rua em Jacobina, abrindo o evento, a partir das 19h30. Auto popular, a Marujada é documentada também como chegança de marujos, chegança, de mouros, chegança simplesmente, barca, nau Catarineta e fandango, revestindo-se, conforme a região, de características especificas. ATRAÇÃO DE JACOBINA.

Mauro Cosenza – Malabarismo Cômico – Uruguai (todas as cidades) - Um delírio... assim se pode definer a apresentação do uruguaio Mauro Cosenza, “El Gran Enano”, um excêntrico palhaço, que utiliza suas habilidades para realizar um show cheio de um malabarismo que envolve o público em estouros com balões, jogos com bolas de ping-pong, engenhocas malucas e... muita água. As explosões de objetos e risos rompem a barreira entre artista e plateia.

Minha Lua – Música Fado – Espanha e Portugal (todas as cidades) - O Minha Lua oferece uma interpretação renovada do Fado tradicional, linhas melódicas com arranjos e composições próprias.Reconhecida pela crítica e o público da Espanha, Portugal, Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Suíça, Brasil e Cabo Verde, pela qualidade, elegância e força de suas performances ao vivo, a dupla Minha Lua é formado pela cantora Victoria Cruz e o violonista e compositor Gabriel Pancorbo.

Pauline Zoe – Acrobacia, Roda Cyr – Bélgica (Irecê, Jacobina - dias 07 e 08) - Devido a sua paixão pelo circo e suas numerosas viagens a festivais internacionais de arte de rua, Pauline se especializou na performance com a Roda Cyr. Criada na Bélgica e viajando o mundo inteiro, Pauline Zoe estudou Artes Cênicas na UFMG, em Belo Horizonte.

Santa Víscera Teatro – Teatro à la Carte – Brasil, SP (todas as cidades) - No  “Teatro à la Carte” o público escolhe o que quer assistir em Cardápios de Cenas, compostos por 17 opções.  Esta é uma ideia original do Santa Víscera Teatro, uma companhia paulista que realiza em espaços alternativos as suas cenas e que agora chega à Bahia através do Festival Internacional de Artistas de Rua da Bahia. No "menu" encontram-se cenas de escritores consagrados da literatura mundial como: Érico Veríssimo, Saint-Exupéry, Anton Tchékhov, Luis Fernando Veríssimo, Harold Pinter, Dario Fo, Franca Rame, além de criações coletivas do grupo.

Tova Snyder – Artes Plásticas – EUA (todas as cidades) - Com a ajuda de grandes, e sobretudo dos pequenos, Tova cria ao vivo cenas do Festival sobre placas de madeira colocadas no chão. As obras incluem imagens dos artistas participantes do evento. Toda criança é artista, e pode participar!

Vanda Cortez – Bolhas Gigantes de Sabão – Brasil, BA (todas as cidades) - Com formação de palhaça, nesta edição do Festival de Rua Vanda vai encantar grandes e pequenos com as suas mágicas bolhas gigantes de sabão.

Festival Internacional de Artistas de Rua – www.festivalderua.com

Incêndio atinge Parque Nacional da Chapada Diamantina

Dois grandes focos de incêndio atingem o Parque Nacional da Chapada Diamantina, no município de Mucugê, desde o domingo, entre as localidades de Morro do Miguel e o Monte do Zeca.

De acordo com José Antônio Pereira, presidente da Brigada Voluntária Marchas e Combate, que atua na cidade, o fogo foi controlado na noite de ontem, mas as equipes continuam nas localidades para atuar no rescaldo e evitar o reacendimento das chamas.

Segundo ele, o incêndio tem características criminosas e destruiu uma área considerável do parque. "Nos parece que é um incêndio para renovação de pastagem, que tem a ver com a criação de animais. A gente vem cobrando da administração do parque a fiscalização, porque são casos que se repetem. Estamos atuando para enxugar gelo. Não temos ainda a dimensão da área exata da destruição agora, porque acabamos de controlar o fogo", contou

Mucugê: brigadistas voluntários combatem incêndio desde sábado

Desde sábado (3), brigadistas voluntários dedicam parte do seu tempo para combater ao incêndio florestal que acontece em uma área no município de Mucugê, na Chapada Diamantina, na Bahia. O foco é próximo do Morro do Miguel, Monte Azul e Rio Preto, no distrito de Guiné. Na quinta-feira (28), chamas atingiram a trilha Andaraí-Vale do Pati, na margem do Rio Baiano, mas foram debeladas no domingo (4).

Marcela De Marins, chefe substituta do Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD), gerido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), informou que cerca de mil hectares de vegetação foram destruídos.

“A gente só vai saber o valor exato ao final do combate. Os últimos dois dias foram bem produtivos. Estamos trabalhando com brigada voluntária da região. As pessoas vão lá, trabalham um, dois dias, depois têm que ser substituídas. Conseguimos ter um efetivo bom nos últimos dias. Já está tendo resultado. O fogo não está controlado, mas estamos indo bem”, relata.

Pelo menos 50 pessoas estão envolvidas no combate. A ação, segundo a representante do PNCD, conta com o apoio do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia (Inema) na logística dos brigadistas.

Integrantes do MST ocupam prédio da prefeitura de Boa Vista do Tupim

erca de 300 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) ocuparam o prédio da prefeitura da cidade Boa Vista do Tupim, na região da Chapada Diamantina, na manhã desta quarta-feira (7).

De acordo com informações obtidas pelo BNews, os ocupantes impediram a entrada dos funcionários que trabalham no local e exigiram a saída dos servidores que já estavam nas dependências da prefeitura.

TCM volta a rejeitar contas do ex-prefeito de Ruy Barbosa

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quarta-feira (07/03), voltou a rejeitar as contas do ex-prefeito de Ruy Barbosa, José Bonifácio Marques Dourado, desta vez relativas ao exercício de 2015. Além de desviar recursos do Fundeb, no montante de R$1.170.554,35, ele abriu créditos adicionais suplementares sem prévia autorização legislativa e não investiu o percentual mínimo exigido em educação. O conselheiro substituto Antônio Carlos da Silva, relator do processo, determinou que o parecer prévio seja encaminhado ao Ministério Público Federal, à Justiça Federal e à Polícia Federal para auxiliar nas investigações realizadas pela Operação Águia de Haia.

Foi determinada também a formulação de representação ao Ministério Público da Bahia contra o gestor para que seja apurada a eventual prática de ato ilícito ou de improbidade administrativa em razão da realização de gastos expressivos e não comprovados com a contratação da COOPROFISA – Cooperativa de Trabalho de Profissionais e da empresa DAM Construtora e Incorporadora, no total de R$ 4,4 milhões. O ex-prefeito terá que pagar multa de R$50 mil pelas irregularidades encontradas na análise técnica do relatório e uma outra, no valor de R$17.280,00, que corresponde a 12% dos seus subsídios anuais, pela não redução da despesa com pessoal.

José Bonifácio Dourado terá restituir os cofres municipais R$4.458.594,87, com recursos pessoais, referentes aos gastos com COOPROFISA e a empresa DAM Construtora e Incorporadora. Também o que gastou com despesas tidas como ilegítimas, com juros e multas por atraso de pagamentos (R$53.545,93). E ainda em razão do não encaminhamento de processo de pagamento à Inspetoria Regional (R$1.900,00) e a realização de despesas ilegítimas com multas de trânsito sem o reembolso pelo infrator (R$1.354,95).

A equipe técnica do TCM concluiu que, também 2015, as empresas KTECH – Key Technology Gestão e Comércio de Software e Kells Belarmino Mendes, ( que receberam entre 2010 e 2015 do município um total de R$7,8 milhões) mantiveram contratos de forma irregular, vez que realizados com burla ao procedimento licitatório. E foram beneficiadas com pagamentos acima dos valores contratados, por serviços não executados ou executados de forma aquém ao licitado e com superfaturamento/sobrepreço. Em relação aos pagamentos ocorridos em 2015, o valor total líquido pago no período de 03/02 a 08/09 corresponde a um potencial prejuízo na ordem de R$1.170.554,35, valor a ser restituído à conta específica do Fundeb. Estas empresas são investigadas em inquérito instaurado pela Polícia Federal na Operação Águia de Haia.

O parecer também apontou que o gestor promoveu a abertura indevida de créditos suplementares, no montante de R$3.980.500,00, sem autorização legislativa e que investiu na manutenção e desenvolvimento do ensino recursos apenas 23,67% da receita resultante de impostos, compreendida a proveniente de transferências, quando o mínimo constitucionalmente exigido é 25%. Irregularidades que, por si só, já comprometem o mérito das contas.

Em seu pronunciamento, o Ministério Público de Contas também opinou pela rejeição das contas, principalmente em razão do descumprimento dos índices constitucionais de aplicação em Educação, a não recondução da despesa com pessoal ao limite legalmente exigível, a baixíssima arrecadação de dívida ativa e o superfaturamento que resultou em dano ao erário municipal. Recomendou ainda a representação ao Ministério Público Estadual, tendo em vista o cometimento de condutas típicas penais e contra a administração pública, bem como a comunicação ao MPF, à justiça federal, onde já tramita ações penais contra o gestor, e à Polícia Federal.

 

Fonte: Bahia Já/Metro 1/BNews/TCM Bahia/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!