09/03/2018

Sento Sé: Trabalhadores ligados ao MST ocupam empresa

 

Na manhã desta quinta (8), cerca de 200 trabalhadores do Movimento Sem Terra ocuparam no município de Sento-Sé, a área da Frutmag, empresa do Grupo Magnesita. Eles cobram a desapropriação para assentamento. A ação faz parte da Jornada Nacional de Luta das Mulheres Sem Terra e busca denunciar a violência contra as mulheres, o agronegócio e a perca de direitos. A redação deste Blog buscou informações junto ao Incra Bahia, mas até o momento não recebeu nenhuma nota sobre a ação do MST e as reivindicações.

A direção do MST informou que as ocupações ocorrem em outras partes do Brasil. Segundo a coordenação m grupo ocupou o Incra, em Brasilia. A ocupação, que ocorreu nas primeiras horas da manhã, busca também pressionar o órgão para atender as demandas de acampamentos e assentamentos do MST. As mulheres Sem Terra denunciam o descaso da atual presidência do Incra. ocupada pelo superintendente Igor Soares Lélis, com os acampamentos. Atualmente, são 2 mil famílias acampadas que lutam pela terra.

Um das coordenadoras do MST, Bárbara Loureiro, explica que a ação se articula com diversas outras que ocorrem em todo o país. “Em todo o Brasil o MST está realizando ocupações, bloqueios de estrada, marchas e várias outras mobilizações, denunciando a violência contra a mulher, combatendo o agronegócio e todos os seus perigos, além de lutar contra este governo golpista que hoje preside o Brasil”, afirma Loureiro.

Para a dirigente, a Jornada Nacional demonstra o papel central que tem a mulher na luta por uma sociedade melhor. “As mulheres tem um papel protagonista na busca pela transformação social, e neste período de ataque à democracia, precisamos lutar mais ainda para estarmos na política, na economia e em qualquer lugar que desejarmos”.

A Jornada Nacional das Mulheres Sem Terra acontece entre 3 e 20 de março, em todo país. No entanto, o dia 8 é a data que concentra mais ações, devido ao Dia Internacional da Mulher. Historicamente, diversas ações marcaram a Jornada, como a ocupação em Sento Sé, Bahia.

V CONGRESSO BAIANO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL (COBESA) SERÁ REALIZADO EM JULHO NA UNIVASF

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) sediará pela primeira vez o Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental (Cobesa). O evento, que está em sua quinta edição, é organizado pelo Colegiado de Engenharia Agrícola e Ambiental da Univasf juntamente com a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES - Seção Bahia). O Cobesa acontecerá entre os dias 10 e 13 de julho, no Complexo Multieventos, Campus Juazeiro, e tem como público-alvo estudantes universitários, professores, empresários, consultores e representantes de entidades governamentais.

As inscrições já estão abertas pelo site e seguem até o dia do evento. Os valores até o dia 30 de abril são os seguintes: estudantes autores R$ 75,00 e não autores R$ 90,00. Já os profissionais autores pagam R$ 150,00 e não autores R$ 180,00. Para participar dos minicursos a taxa é de R$ 20,00. O prazo de submissão de trabalhos também vai até dia 30 de abril. Os dez melhores trabalhos serão publicados na edição especial da revista eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais (Gesta), da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

O V Cobesa tem o objetivo de discutir o saneamento básico em áreas rurais, através dos aspectos técnicos, políticos e científicos. A programação será composta por palestras, debates, mesas redondas, minicursos, apresentação de trabalhos nas modalidades oral e pôster.

De acordo com a presidente da comissão organizadora do evento, professora Mirian Cleide Cavalcante, discutir o saneamento básico na região é de extrema importância, visto que o assunto está totalmente direcionado a preservação do Rio São Francisco. “Vamos abordar o saneamento básico da nossa região, a destinação correta dos esgotos domésticos, resíduos sólidos e assim contribuir para preservar o São Francisco, bem como, contribuir com a saúde da população, visto que, o objetivo do saneamento básico é a saúde, aspectos sanitários e o meio ambiente”, ressaltou. Segundo ela, a estimativa de público é de 600 pessoas, vindas dos estados da Bahia, Pernambuco, Maranhão, Ceará e outros.

A programação completa e outras informações podem ser conferidas no site do evento, que conta com o apoio da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Universidade Estadual da Bahia (Uneb), Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e do Instituto Federal da Bahia (IFBA).

Depois de quatro anos, Rui Costa volta à Pilão Arcado para assinar ordem de serviço para restaurar asfalto sonrisal

Durante dois períodos eleitorais, o ex-deputado federal e hoje vice-governador, João Leão (PP) – do mesmo partido do prefeito Afonso Mangueira – fez a pavimentação asfáltica tipo gambiarra, pois a obra foi do tipo sonrisal quando se derreteu em menos de cinco meses. Na época, ele era secretário de infraestrutura no governo de Jaques Wagner. A outra ação de Leão aconteceu no final do segundo mandato de Wagner quando fez um tapa buracos  – também eleitoreira com resquícios de gambiarra – que não suportou os pingos de chuvas chegando a se derreter em menos de 3 meses.

Desta vez, em pleno ano eleitoral, o grupo ‘Laranjas do sertão’, deu nó em pingo d’água fazendo a proeza de levar para o município neste sábado (10) o governador Rui Costa, e o velho conhecido de todos, o vice, João Leão, para assinar uma ordem de serviço ‘de fachada’, para a recuperação da mesma estrada, conhecida como BA-235, trecho Pilão Arcado ao Povoado de Lagoa do Padre com 60 km de distância. Na região, o bizarro governador ‘Rui Correria’, nome denominado pelos seus puxa sacos, mas que para os opositores é mais conhecido como: ‘Rui promete, mas não cumpre’, fará mais outra promessa eleitoreira como vem fazendo por onde passa para tentar enganar a população. “Na região são várias obras prometidas, ordem de serviços assinada e nada saiu do papel, dentre elas uma clinica que deveria ser construída em Juazeiro para atender pacientes da região. Outro fato é com relação a promessa de recuperação da BA 210, trecho entre Juazeiro e Sobradinho que se encontra esburacado, abandonado. Neste mesmo trecho foi feita outra gambiarra, um tapa-buraco que não serviu para nada, apenas para torrar o dinheiro público. O povo está cansado de ser engado por este grupo do governador Rui Costa que só aparece de quatro em quatro anos para tentar nos enganar mais uma vez,” desabafa o comunitário Cristiano José de Souza.

REUNIÃO DA ADEAP DEFINE PREPARATIVOS PARA A 27ª FENAGRI EM JUAZEIRO – BA

De 11 a 14 de julho, Juazeiro - BA, sediará a 27ª edição da Feira Nacional de Agricultura Irrigada (FENAGRI). E na tarde desta quarta-feira (7), a Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP) realizou uma reunião com parceiros e entidades públicas para definir os preparativos para o maior evento da fruticultura irrigada na América Latina.

Participaram da reunião representantes da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Semiárido), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e os Institutos Federais de Juazeiro e Petrolina, PE (IF-Sertão). 

A principal discussão foi em torno da criação de uma comissão de fomento ao conhecimento técnico e científico na FENAGRI. Será esse grupo que vai definir o conteúdo, estrutura e programação dos seminários, oficinas, visitas técnicas, minicursos, rodadas de negócios e exposições de produtos e serviços do evento. Além disso, foram discutidas questões como espaços para a promoção das atrações, transportes, busca por novos parceiros e a formação de coordenações por segmentos da feira.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, Tiano Félix, a reunião serviu para reforçar o compromisso do município com o evento e as entidades parceiras. “São estas instituições que formam o corpo técnico para o desenvolvimento das ações, tecnologias, novos debates e daquilo que a feira se propõe a fazer, que é a difusão do conhecimento, potencias econômicos e apresentação de novas tecnologias”, disse ele.

Ainda segundo o titular da ADEAP e coordenador da FENAGRI 2018, uma nova reunião deve ser realizada no próximo dia 21 de março, às 14h30, no SENAR, para que as entidades apresentem à coordenação da feira o modelo dos cursos, minicursos e seminários a serem ministrados para os visitantes.

A feira

Promovida este ano no Juá Garden Shopping, pela Prefeitura Municipal e a Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Juazeiro (ACIAJ), a 27ª FENAGRI terá como tema ‘Cultivando Sabores e Valores do Vale’. Durante os quatro dias do evento, a coordenação prevê um público de 40 mil pessoas que poderá conferir novas tecnologias, produtos e serviços dos segmentos da economia solidária, vitivinicultura, agro e enoturismo, agroindústria, agricultura familiar, caprinovinocultura, psicultura, apicultura e pesquisas agropecuárias.

SEBRAE JUAZEIRO: CAFÉ EMPRESARIAL DISCUTE MELHORIA NAS RELAÇÕES DE TRABALHO

Engajar pessoas, aumentar a produtividade dos negócios e contribuir para formação de novos talentos profissionais. Esses foram os principais objetivos do 1º Encontro de Gestores de Empresas e Profissionais de Recursos Humanos, realizado pelo Sebrae e Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), na manhã desta quarta-feira, 7, no Rapport Hotel, em Juazeiro.

O evento reuniu mais de 50 empresários e profissionais de Juazeiro e região para tratar de temas ligados às rotinas de trabalho na dinâmica empresarial. Entre as abordagens, estavam questões relacionadas a como criar um clima organizacional favorável ao desenvolvimento da empresa, como estreitar as relações de empregadores e funcionários e investimentos na capacitação dos colaboradores.

Durante a programação o gerente regional do Sebrae em Juazeiro, Carlos Cointeiro, ressaltou a importância de estabelecer novos formatos de relacionamento empregador-empregado dentro das empresas. "É preciso conhecer o perfil e realidade dos profissionais que compõem a equipe, criar diálogos contínuos no ambiente de trabalho e investir no aperfeiçoamento desses profissionais. Tudo isso será revertido para a empresa em forma de vendas, aumento da produtividade e lucros. Reconhecido e valorizado qualquer profissional vai vestir a camisa da empresa", frisou.

A qualificação profissional e a formação de parcerias também foram apontadas como premissas para o crescimento das empresas. No encontro foi anunciada a instalação do escritório regional do CIEE em Juazeiro, que está funcionando na sede da Faculdade São Francisco de Juazeiro (Fasj). O supervisor de unidade de operação do CIEE, Cláudio Moreira, revelou que há muito tempo era um desejo trazer os serviços do CIEE para Juazeiro. "Vamos intensificar a atuação do programa de estágio e do Jovem Aprendiz na região, que são importantes ferramentas para a formação profissional de estudantes e também contribuem para as empresas cumprirem um papel social e formar talentos", garantiu.

O empresário Jamyson Junior, que atua no setor de educação privada na cidade, ficou bastante satisfeito em participar do evento, trocar experiências e adquirir novos conhecimentos. "Nossa empresa possui mais de 60 colaboradores, já é uma prática investir 48 horas anuais em capacitações dos profissionais, mas a lição que fica é que precisamos intensificar, esse processo deve ser constante", destacou.

Além dos empresários, também participaram do Café Empresarial em Juazeiro representantes do Sesi e Senai, prefeitura e Delegacia Regional do Trabalho e Emprego.

 

Fonte: BlogdoGeraldoJosé/Univasf/Ação Popular/Clas Comunicação/Agencia sebrae/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!