17/03/2018

Shows diversos são destaques na programação do Pelô

 

Os palcos do Pelourinho reúnem diversidade musical, encontros, oficinas e mantém a mistura de ritmos variados, como pagode, samba, e merengue que tomam conta dos largos Pedro Archanjo, Quincas Berro d’Água e Tereza Batista.

Entre os destaques, dois shows do bloco afro Ilê Aiyê fazem parte da programação do Fórum Social Mundial, na sexta e no sábado, a música reggae também no sábado e um encontro de artesãos na segunda, fazem parte da programação.

Nesta sexta-feira, a partir das 20h, a banda La Fúria promoveu no Largo Tereza Batista a Sexta do PÁ PÁ PÁ, com a participação de Kart Love e show de abertura com Zé Paredão.

Para começar bem o fim de semana, também na sexta, no largo Quincas Berro D’Água aconteceu uma série de eventos integrados ao Fórum Social Mundial (FSM) abertos ao público.

Entre os destaques teve espetáculo do Coral Cant@rt, que se apresentou às 19h e trouxe um show performático e percussivo, envolvendo artes cênicas, dança afro, capoeira e hip hop, no repertório canta a historia da criação dos povos até a atualidade. Em seguida, às 20h, aconteceu o show de Elixir Tafari, com uma musica consciente e estilo afroCaribenha, e encerrando no mesmo palco às 22h se apresentou o grupo Apuama traz no repertório um resgate composições de autores pouco conhecidos.

No Fórum Social Mundial, ainda na sexta, às 20h, no Largo Pedro Archanjo, teve show do bloco afro Ilê Aiyê, que trouxe convidados como Bando do Velho Chico, Geri Cunha e Pedaço de Cada Um.

No sábado (17) o Ilê volta aos palcos encerrando o último dia do Fórum Social Mundial, com Grupo Bambeia e a participação outros blocos afros como convidados. Ingressos a R$ 20 e R$ 10,00.

Ainda no sábado (17), acontece o projeto Mulheres em Ação, integrando o FSM, o evento pretende através do esporte empoderar às mulheres e promover o cuidado e bem estar, tanto físico quanto emocional, através de workshops de alongamento, dança afro, boxe, capoeira, maquiagem e uma palestra motivacional sobre autoestima feminina. O evento é organizado pelo Grupo Internacional de Capoeira Topázio, das 8 às 12h, no Largo Tereza Batista, aberto ao público. Já as 16h, no mesmo espaço, tem o samba do leite com o projeto Seja Você um Sambista Solidário, o ingresso para o show é um pacote de leite em pó.

A partir das 18h a programação do FSM é retomada com o Samba de Roda do Recôncavo Baiano, que toma conta do Largo Quincas Berro D’Água. Em seguida, encerrando a programação do Fórum, o samba sai de cena e dá espaço ao Aspiral do Reggae, que se apresenta às 20h e traz como convidados Vivian Caroline, Kamaphew Tawa, entre outros regueiros de Minas Gerais, Pará e Tocantins. Os shows são gratuitos.

No domingo (18) às 16h a banda Armazém anima o Largo Quincas Berro D’água, em show aberto ao público. Tem atração gratuita também no Largo Tereza Batista, com a banda Forró Passa Pé. Já no Largo Pedro Archanjo, às 20h, acontece o evento Rede do Bem, cujo ingresso é 1 kg de alimento.

A segunda-feira (19) começa com o 11º encontro de Artesãos do Estado da Bahia, programação das 8h ás 18h, que conta com oficinas, palestras, intervenção cultural e lançamento de Consulta Pública para criação do programa Bahia Mais Artesanato. O encontro terá shows do grupo Samba Filhos da Terra da cidade de Teodoro Sampaio e Grupo Viver Bem da cidade de Cruz das Almas. O evento aberto ao público.

Na terça (20) no Largo Quincas Berro d’Água, às 20h, a banda de samba Xibicada traz show aberto ao público. Já no Largo Pedro Archanjo, a banda Caçamba Azul traz para o público a mistura de ritmos como a lambada, zouk e merengue. O grupo ainda retorna na quinta-feira (22), para mais uma apresentação gratuita, às 19h, dessa vez no Largo Quincas Berro d’Água.

  • Serviço/Shows

Projeto Mulher em ação para o Bem Estar

Local: Largo Tereza Batista

Quando: 17 de março (sábado), 08h às 12h

Ingresso: aberto ao público

Seja você um sambista solidário

Local: Largo Tereza Batista

Quando: 17 de março (sábado) às 16h às 21h

Ingresso: 400g de leite em pó

Samba de Roda do Recôncavo

Local: Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 17 de março (sábado) às 18h

Ingresso: Aberto ao público

Aspiral do Reggae

Local: Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 17 de março (sábado) às 20h

Ingresso: Aberto ao público

Banda Armazén

Local: Largo Pedro Archanjo

Quando: 18 de março (domingo) às 16h

Ingresso: Aberto ao público

Banda Forró Passa Pé

Local: Largo Tereza Batista

Quando: 17 de março (sábado) às 16h às 21h

Ingresso: aberto ao público

Rede do Bem

Local: Largo Pedro Archanjo

Quando: 18 de março (domingo) às 20h

Ingresso: 1kg de alimento

11° Encontro de Artesãos do Estado da Bahia

Local: Largo Pedro Archanjo

Quando: 19 de março (segunda) às 8 às 18h

Ingresso: aberto ao público

Banda Caçamba Azul

Local: Largo Pedro Archanjo

Quando: 20 de março (terça) às 20h

Ingresso: aberto ao público

Banda Samba Xibicada

Local: Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 20 de março (terça) às 20h

Ingresso: aberto ao público

Banda Caçamba Azul

Local: Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 22 de março (quinta) às 19h

Ingresso: aberto ao público

Natura Musical e Governo do Estado apresentam “Acervo Ederaldo Gentil” no TCA

O projeto Acervo Ederaldo Gentil apresenta no próximo dia 20 de março, às 20h, no Teatro Castro Alves, um show tributo à obra do músico baiano, falecido em 2012, autor de clássicos como “O Ouro e a Madeira”, “Rose”, “De Menor”, “Luandê”, entre muitas outras pérolas finas do seu repertório.

A apresentação contará com a participação de artistas da nova música baiana e brasileira interpretando as canções de Ederaldo: a banda BaianaSystem, o cantor Zé Manoel, além das cantoras Larissa Luz e Josyara. Os ingressos para o show custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira) e estão à venda na bilheteria do Teatro Castro Alves, nos SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista ou no site da Ingresso Rápido

“A escolha da grade deste tributo tem duas coisas interessantes: primeiro que se trata de três artistas da nova geração baiana, e essa revelação da música pernambucana que é o Zé Manoel. A ideia é justamente fazer com que as músicas de Ederaldo, que são muito atuais, ganhem voz nesses grupos e artistas contemporâneos. A obra de Ederaldo merece ser mais conhecida pela turma que curte a nova música brasileira, para saberem que as músicas de Ederaldo são atemporais. Ederaldo, além de ser um mestre do samba, ele é, acima de tudo, um mestre da música. E as músicas dele se comportam em qualquer formato. Além disso, me orgulha bastante que todo o tributo esteja formado por cantores negros”, explica o músico e sobrinho de Ederaldo, Luisão Pereira, que também é o coordenador geral e diretor artístico do show e do Acervo Ederaldo Gentil.

Luisão também irá comandar a banda de apoio que fará parte da apresentação, que conta com os músicos Ênio Nogueira (violão, cavaquinho e guitarra), Aline Falcão (teclados), Ícaro Sá (percussão) e Luisinho do Gêge (percussão), além do próprio Luisão Pereira (contrabaixo e sintetizadores).

O show no TCA faz parte de uma série de ações do Acervo Ederaldo Gentil, projeto com patrocínio do Natura Musical e do Fazcultura do Governo da Bahia, que além desta apresentação especial no dia 20 conta com um site (ederaldogentil.com.br) destinado à música e a vida do artista, com toda sua obra disponível para audição, além de muitos materiais sobre a carreira de Ederaldo. O Acervo Ederaldo Gentil ainda registrou, de forma inédita no formato CD, um box com os três álbuns lançados por Ederaldo em vida, além de contar com um disco de raridades, com canções não lançadas em seus álbuns e também faixas inéditas. “O Natura Musical foi criado para valorizar a diversidade e identidade da música brasileira”, diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. “Desde 2012, o edital Bahia já contemplou grandes nomes como Russo Passapusso, Larissa Luz e Lucas Santtana. É uma verdadeira honra acompanhar as apresentações desse tributo tão importante para a cena baiana que é o ‘Acervo Ederaldo Gentil’”, complementa.

Ações culturais no Parque de Pituaçu prometem animar o público

Com o objetivo de proporcionar o acesso à informação facilitando e fortalecendo o hábito de leitura, a Biblioteca de Extensão (BIBEX), Unidade Móvel vinculada a Fundação Pedro Calmon-Secult/Ba, realiza no próximo domingo (25), no Parque de Pituaçu, o Projeto Domingo na Praça.

A ação ocorrerá de 9h às 12h, contendo diversas ações culturais. A atividade marca algumas edições do projeto, que desde janeiro deste ano vem trazendo uma programação especial a cada domingo de realização.

Com uma proposta dinamizadora e diferenciada, os participantes usufruirão de um domingo educativo, cultural e cheio de descontração. Segundo Raí Santana, um dos colaboradores do Domingo na Praça “todo esse movimento didático é para conduzir as pessoas ao incentivo à leitura”.

A equipe da BIBEX estará desempenhando expressões das artes, teatro, contação de histórias, pinturas, painéis informativos, exposições bibliográficas e dança circular. Na mesma manhã haverá a árvore literária, onde os participantes escolhem uma folha da árvore e se for premiada ganha um livro de brinde.

Toda essa atividade será voltada para o público feminino associando o mês de homenagens do Março Mulher, porem o publico em geral pode integrar. Entrada Gratuita. Não percam!

  • Serviço:

O que: Domingo na praça

Quando: 25/03 de 9h às 12h

Onde: Parque de Pituaçu / Patamares

 

Fonte: SecultBa/Ascom FPC/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!