17/03/2018

Juazeiro realiza dia 18 a 2ª etapa do Campeonato Baiano de Speed

 

Neste domingo (18), a cidade de Juazeiro estará integrada ao circuito baiano de ciclismo, com a realização da 2ª etapa do Campeonato Baiano de Speed, evento pioneiro no município. Organizado pela Prefeitura Municipal de Juazeiro, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte em parceria com a Federação Baiana de Ciclismo, o circuito será disputado em percurso de 2.200 metros por volta, na Rodovia Salitre, no trajeto da rotatória do Bairro Quidé até o contorno da entrada do Porto Fluvial. Os atletas inscritos na Federação Baiana de Ciclismo (FBC) até o presente ano estão automaticamente habilitados a concorrer nas categorias oficiais.

A corrida contará com a participação de grandes competidores da Bahia filiados à Federação Baiana de Ciclismo (FBC), além dos atletas juazeirenses Danilo do Vale Souza, José Rômulo de Freitas Júnior e Patrickson Emanoel Rego Braz, bolsistas do programa Bolsa Atleta, criado pela Prefeitura Municipal de Juazeiro em 2014, com o objetivo de fomentar e difundir a prática esportiva.

Para o superintendente Gilberto Pacheco a realização do evento contribui para a disseminação do esporte, “trazendo para Juazeiro pela primeira vez uma etapa do campeonato baiano de ciclismo, onde atletas de destaque irão competir em condições de igualdade com atletas locais”. Já o secretário da pasta, Sérgio Fernandes, enfatizou a importância que a administração do prefeito Paulo Bomfim dá ao crescimento do esporte, “dando oportunidades a atletas das mais diversas modalidades”.

Gilberto Pacheco e o atleta Patricson Rego estiveram no Programa Geraldo José (Transrio FM/Juazeiro AM) convidando a comunidade juazeirense a prestigiar o evento no domingo.

Vale destacar que também poderão se inscrever atletas não filiados a FBC, sendo que estes competirão na categoria open. As inscrições serão realizadas neste sábado (17), das 17h às 19h, no Hotel Tropical (ao lado da Lagoa de Calu). O valor da inscrição para o atleta federado até 2018 é R$ 60,00 para categorias oficiais, já para o atleta Open custará R$ 70,00. No domingo, a largada será feita em três baterias, conforme programação abaixo:

Inscrições (primeira bateria): das 7h às 07h45

Largada: 8h

Master A2 (35 – 39 anos) – 01h20

Master B2 (45 – 49 anos) – 01h10

Feminino – 01h10

Iniciantes – 1h

Open – 50min

Inscrições (segunda bateria): de 8h às 9h

Largada: 09h30

Master A1 (30 – 34 anos) – 01h20

Master B1 (40 – 44 anos) – 01h10

Master C – 1h

Veterano – 50 min

Inscrições (terceira bateria): de 09h às 10h

Largada: 10h30

Elite – 01h30

Sub 30 – 01h20

Júnior – 1h

Artista Flavio Baião denuncia crime ambiental contra o Rio São Francisco

 Morador da Ilha de Nossa Senhora, que fica nas proximidades do bairro Tabuleiro, onde estão localizadas as lagoas de decantação do SAAE (Serviço de Água e Saneamento Ambiental de Juazeiro), o cantor e forrozeiro Flávio Baião resolveu na última terça-feira (13) gravar um vídeo e denunciar o crime ambiental que está sendo praticado contra o rio São Francisco.

No vídeo, Flávio Baião declara que os dejetos fecais oriundos das residências dos juazeirenses estão sendo despejados no leito do “Velho Chico” sem qualquer tratamento “in natura” provocando grave crime contra o rio da Integração Nacional.

“Governantes vocês estão de parabéns pela m… que vocês jogam no Rio São Francisco. O rio merece isso? Que tratamento é este? É esgoto puro atirado no rio. É uma poluição doida”, expressou o artista indignado com a situação.

Com a palavra os órgãos e autoridades municipais e estaduais responsáveis pela preservação do Rio São Francisco.

Carllos Lima apresenta sua música clássica neste sábado em Juazeiro

Juazeirense, o artista Carllos Lima se apresenta neste sábado (17) no Cantinho Mineiro, a partir das 20h. O show será para amigos e convidados, e contará com o repertório clássico do tenor.

Lima atuou por 28 anos na Polícia Militar da Bahia, e participava do coral da corporação, em Salvador, onde vive com a família.

Na sua trajetória artística Carllos Lima coleciona momentos especiais, como a participação no programa Encontro, apresentado pela jornalista Fátima Bernardes, na Rede Globo. Esteve presente no Festival do Sesi, em 1980, e por sete anos Lima se apresentou no coral do Mosteiro de São Bento, na capital baiana.

Sobrinho de Joãozinho Maravilha, artista sempre atuante na região do Vale e com passagens por Salvador, o tenor já traz a música em seu DNA, e relata que buscou sempre referências na música clássica.

“A música faz parte da minha vida desde sempre. É impossível se desvencilhar. Sempre busquei me inspirar nos grandes maestros da música clássica. Na música não existe fronteiras, então procurei seguir um caminho diferente na música, mas que me identifico muito, e hoje o meu público reconhece essa minha identidade”, afirmou.

Para os interessados em prestigiar o show do tenor Carllos Lima, podem entrar em contato com Janice pelo telefone (74)98812-7772, e reservar uma mesa no Cantinho Mineiro, no Alto da Maravilha, próximo a região da feira livre.

Infestação de Baronesas: Prefeito decreta calamidade pública em Glória

O prefeito de Glória, norte da Bahia, David de Souza Cavalcanti (PP), decretou estado de calamidade pública no município por causa do desastre ecológico provocado pela infestação da planta conhecida como Baronesa (Eichhonia crassipes), que povoou rio São Francisco nos últimos dias, afetando gravemente as cidades ribeirinhas.

Em Glória, moradores e piscicultores estão aflitos com volume de baronesas que se acumulou na região do balneário Canto das águas, afetando o comercio e afastando os banhistas. O impacto é maior do que a gente imaginava”, justifica o prefeito David Cavalcanti sobre a necessidade de decretar calamidade neste momento. O decreto deve vigorar por 90 dias.

Veja nota da Assessoria  de Comunicação sobre o decreto:

Considerando o expressivo e desenfreado aumento das macrófitas aquáticas, o impacto na dinâmica dos ambientes aquáticos e, consequentemente, nas atividades humanas e na economia município, conforme Decreto publicado no DOM, o Prefeito Municipal declara em situação anormal, caracterizada como estado de CALAMIDADE PÚBLICA a área do município afetada por desastre biológico, tipo 2 – infestações de algas, constante na Classificação Geral dos Desastres, Ameaças e Riscos (CODAR), sendo a Eichhorniacrassipes e a Typhadomingensis Pers., conhecidas respectivamente como baronesa e taboa.

Dessa forma, considerando que o município de Glória não possui recursos financeiros que possibilitem o combate eficaz a situação, dependendo, para tanto, da ação de órgãos federais e estaduais, solicitamos através do Deputado Federal Mário Negromonte Júnior o agendamento de audiências com o Governador e o Vice-Governador do Estado da Bahia, com a Superintendência Estadual de Proteção e Defesa Civil (SUDEC/BA), com a diretoria da Agência Nacional de Águas – ANA, com a Companhia Hidroelétrica do São Francisco – CHESF, com o Ministério da Integração Nacional, com o Ministério de Meio Ambiente e demais órgão competentes que possam nos ajudar a encontrar soluções para a caótica problemática, visando minimizar os danos humanos, a desestabilização na prestação de serviços, como o abastecimento de água, e o dano ambiental causado em toda a extensão do Rio São Francisco.

Experimenta Cena promove intercâmbio com estudantes de Petrolina e Juazeiro

De 26 a 29 de março o Sesc Petrolina realiza no Teatro Dona Amélia a sétima edição do projeto Experimenta Cena com escolas de Petrolina e Juazeiro (BA). Tendo como foco principal a comemoração do Dia Mundial do Teatro, celebrado no dia 27/3, este ano o projeto faz um intercâmbio com as unidades de ensino, promovendo a experiência teatral e provocando o surgimento de novas cenas e artistas.

Durante a programação serão apresentados gratuitamente no Teatro Dona Amélia, sempre às 19h, três espetáculos montados por jovens diretores, que orientados pelo diretor Antônio Veronaldo, desenvolveram o trabalho em três escolas. No IF – Sertão, o diretor Jackson Vicente trabalhou o texto de Augusto Boal  “Arena Conta Zumbi”; No EREMCC, com direção de Val Nunes foi produzido “Campeões do Mundo”, do autor Dias Gomes; e “Liberdade-liberdade” de Millôr Fernandes e Flávio Rangel foi o texto escolhido para montagem no CETEP, em Juazeiro-BA, sob direção de Willian Soares.

Os textos escolhidos para as montagens foram escritos na segunda metade do século passado, preciosidades da dramaturgia nacional que trazem à tona questões dos anos de chumbo do Brasil. A escolha também se deu por dialogarem diretamente com a performance do Núcleo de Teatro do Sesc Petrolina “Procura-se Um Corpo – Ação nº3” que surgiu na edição de 2015 do Experimenta Cena, e que nesta edição será apresentada nas escolas completando o intercâmbio.

No dia 26, a abertura da programação acontece às 16h, com a apresentação de “Procura-se um Corpo – Ação nº3”, na Escola de Referência em Ensino Médio Clementino Coelho – ENREMCC (localizada na Avenida da Integração, no bairro Jardim Maravilha). Às 20h, a performance será apresentada no IF- Sertão – Zona Rural (PE 647, Km 22).

No dia 27, às 10h, é a vez do CETEP, em Juazeiro, receber a performance “Procura-se um Corpo – Ação nº3”. Às 19h, no Teatro Dona Amélia, o público poderá conferir a apresentação da montagem de  “Campeões do Mundo”. A peça de teatro do dramaturgo Dias Gomes, foi encenada pela primeira vez em 1980. Ambientada nos anos do Regime Militar no Brasil (1964–1985), conta a história de um grupo de revolucionários que sequestram o embaixador dos Estados Unidos para reivindicar aos militares a publicação de um manifesto e a soltura de presos políticos, tendo como pano de fundo a Copa do Mundo FIFA de 1970.

Na quarta-feira (28/3), às 19h, no Teatro Dona Amélia, será encenado o musical “Liberdade, liberdade”. Escrito por Millôr Fernandes e Flávio Rangel, em 1965, é um marco da história teatral do Brasil por ter sido o texto de maior sucesso do chamado teatro de protesto, conjunto de peças, na maior parte, musicais, que criticavam a repressão imposta pelo Golpe Militar de 1964.

A programação será encerrada no dia 29/3, com a apresentação de “Arena Conta Zumbi”, às 19, no Teatro Dona Amélia. Os dois principais autores do Teatro de Arena, Boal e Guarnieri queriam inovar a dramaturgia brasileira aproximando-a tanto da população, quanto da situação social e política do país. Para isso, escolheram como eixo da peça, Zumbi, figura histórica e emblemática da resistência do povo negro no Brasil, o cotidiano e a luta no Quilombo dos Palmares. Pela primeira vez na história do teatro moderno brasileiro, a história de Palmares é contada a partir do ponto de vista dos próprios escravos. Com isso, o negro é mostrado como um ser dotado de virtudes e não só de rebeldia, como contava a História oficial.

“O Experimenta Cena se reinventa a cada edição. Nesta estabelecemos um escambo com outros territórios e redescobrimos a potência da arte no encontro com a educação”, destaca o coordenador do projeto, Thom Galiano.

  • Serviço:

Projeto Experimenta Cena

Data: De 26 a 29 de março

Classificação: 12 anos

Entrada gratuita

Informações: (87) 3866-7454

 

Fonte: Ascom PMJ/BlogdoGeraldoJosé/DiáriodaRegião/PA4/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!