05/04/2018

Pelourinho recebe 2° Festival de Aquarela nesta sexta (06)

 

Divulgar a arte da aquarela sobre papel e sua importância para as artes plásticas no Brasil e no mundo. É este o objetivo do ‘2° Festival de Aquarela: Traduzindo Sonhos – 2018’, que será aberto nesta sexta-feira (06), na Galeria do Centro Cultural Solar Ferrão, no Pelourinho.

“O festival mostra a dimensão e os valores artísticos da aquarela, presentes nos trabalhos de artistas das mais diversas regiões”, explica Luiz Firmino Soares Neto. Luiz Neto é arte-educador com doutorado em Psicologia Social, membro da ABA e da IWS-Brazil, curador e coordenador do festival. Participou de exposições em muitas cidades brasileiras e em países como Paquistão, Bulgária, Itália e Suíça, dentre outros.

Neste festival, participam artistas aquarelistas profissionais com exposições e premiações obtidas em cidades, como Dakar e Budapeste, ou de países como Paquistão, Índia, Itália, Hungria, Chile e Equador. Estão sendo expostas 37 obras de tamanhos variados em molduras de até 50cmX70cm. Entre os brasileiros, artistas de Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), São Paulo (SP), Vitória (ES) e Salvador (BA). As obras de arte são originais, realizadas nos últimos dois anos com 99% da técnica de aquarela. A visitação no Ferrão acontece até 30/04, das terças-feiras aos sábados, sempre das 13h às 17h.

Além da abertura da exposição na sexta-feira, no sábado (07), das 9h às 12h, acontece o Workshop de Aquarela, com inscrições gratuitas realizadas no link: https://goo.gl/6fu9cZ. O material para o workshop é de responsabilidade do participante. Dentre os materiais, uma prancha de eucatex ou MDF com tamanho de 30cmX40cm ou similar, um pincel tigre ou keramik nº13 para aquarela, um pedaço de papel para aquarela 300g (arché, heritage, fabriano ou outro) com tamanho de 25cmx35cm, além de fita crepe, lápis HB, borracha branca macia e três bisnagas de tinta aquareláveis.

O 2º Festival de Aquarela é promovido por Luiz Neto Atelier, Associação Brasileira de Aquarela e da Arte Sobre Papel (ABA) e International Watercolor Society – Brazil (IWS). Conta com apoio da Pró-reitora de Extensão/UNEB e da Diretoria de Museus (DIMUS/IPAC) da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

Solar Ferrão – Localizado em uma das ruas mais visitadas do Pelourinho, a Gregório de Mattos, onde também está a sede do bloco afro Olodum. O solar é originário do século XVII, instalado no declive entre o Pelourinho e a Baixa dos Sapateiros, e é tombado desde 1938 como Patrimônio Nacional pelo IPHAN/MinC. É administrado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), autarquia vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), por meio da Diretoria de Museus. Visitação de terça-feira a sábado, das 13h às 17h.

Estação ferroviária da Calçada será palco de espetáculo teatral

Você já pensou em ir a uma estação ferroviária e encontrar um grupo de atores encenando? Neste cenário que o público soteropolitano poderá assistir, gratuitamente, a estreia do espetáculo “Ponta d’Areia, Pedaço do Céu”, do Grupo de Teatro Finos Trapos. A estreia será às 15h30 desta quarta-feira (04), na Estação Ferroviária da Calçada, e a temporada segue de 5 a 21 de abril (quinta-feira a sábado). A encenação é de Rino Carvalho.

A trama desta fábula cênica musical, indicada para crianças a partir de 08 anos, se passa nos arredores de Ponta D’Areia, um vilarejo serrano desconhecido dos mapas e cartografias. Conta a aventura do velho Filó e sua neta Tatá na busca por um metal raro que servirá de matéria-prima para a construção da Geringonça, uma máquina extraordinária que os permitirá viajar espaço adentro para descobrirem os segredos escondidos das estrelas. Durante a busca, em meio à natureza ranzinza do Velho Bartô – avô paterno da menina – e ajudados por Zé da Zuada, assistente dedicado de Filó, encontrarão criaturas fantásticas e desafios que transformarão a relação entre os personagens.

A montagem celebra os 15 anos do Grupo de Teatro Finos Trapos, e toda a sua trajetória de encontros, partidas e afetos. Ao longo dos anos, o grupo recebeu novos integrantes, possibilitando a continuidade de seus projetos, mas, sobretudo, como uma ação política de fortalecimento do teatro de grupo na Bahia. O público ainda terá oportunidade de ver na Estação “Varal das Memórias”, exposição que traz as memórias de trabalho do grupo, retratando bastidores, espetáculos, oficinas e viagens vividas por esta trupe.

O espetáculo e a exposição fazem parte do Projeto de Residência: Finos Trapos Abrigo e Morada - Ano II, ação: “Eito de Criação”, e conta com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Edital de Apoio a Grupos e Coletivos Culturais, do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. Assim, como do projeto Trilha de estórias nos Trilhos o Subúrbio Montagem do Espetáculo "Ponta de d´Areia - Pedaço do Céu".

Os projetos pretendem aproximar as artes cênicas do cotidiano da cidade e de seus moradores, a partir da escolha de um espaço não convencional para a encenação e exposição artística. Ao mesmo tempo realizam um trabalho de formação de espectadores, junto a instituições públicas educacionais, culturais e sociais que assistirão ao espetáculo gratuitamente e receberão orientações pedagógicas.

  • SERVIÇO

Espetáculo infantojuvenil “ Ponta d’Areia, pedaço do céu”

Quando: 04 de abril (quarta-feira)¦ 05 a 21 de abril (quinta-feira a sábado), às 15h30¦ 12 e 20 de abril (quinta e sexta-feira) sessão extra às 9h30.

Classificação: a partir de 08 anos

Duração: 50min

Quanto: Gratuito

Onde: Estação Ferroviária da Calçada (Largo da Calçada, nº 360) – Salvador

Mais informações: www.grupofinostrapos.com.br

Benditas Projetos Criativos promove capacitação em produção audiovisual

Visando a capacitação de profissionais do mercado audiovisual baiano, a Benditas Projetos Criativos realizará a partir de abril o emCINE - Programa de Formação em Audiovisual, projeto contemplado pelo Edital Setorial de Audiovisual do Fundo de Cultura da Bahia/SecultBA. Nessa primeira edição, o programa enfocará a produção audiovisual de conteúdos qualificados para TV, em diversos formatos.

Destinada a criadores, roteiristas e produtores audiovisuais, as atividades do emCINE vão possibilitar a aproximação de novos conteúdos para TV, em módulos ministrados por nomes de notório saber e relevância em sua área de atuação, proporcionando discussões e práticas para fomentar a produção audiovisual baiana independente. “Como resultado do programa, o emCINE vai permitir que os profissionais pensem e planejem conteúdos em novos formatos e plataformas para que mais pessoas se vejam e sejam representadas nas telas”, analisa Tatti Carvalho, idealizadora e coordenadora geral do projeto.

No programa serão realizados seis cursos, entre os meses de abril e outubro de 2018, com aulas ministradas por profissionais renomados do segmento audiovisual. O primeiro curso, que acontece entre os dias 23 e 25 de abril, é Criação de Formatos para TV, com Sebastián Gadea, diretor e produtor de TV argentino. O segundo curso, Criação de Séries de Ficção, será realizado nos dias 21 a 24 de maio, e terá como ministrante Sofia Federico, roteirista e diretora audiovisual baiana.

De 04 a 07 de junho, será a vez da produtora de cinema Deborah Osborn falar sobre Desenvolvimento de Séries Documentais. Entre os dias 27 e 30 de agosto, a produtora executiva de TV Mariana Brasil pilota o curso Planejamento de Produção de Séries de TV. Os últimos módulos do programa serão Bases Legais para Produções de TV, a ser conduzido pela advogada e especialista em Política, Gestão e Produção Cultural, Verônica Aquino, entre os dias 24 a 27 de setembro; e Comercialização de Séries para TV, encerra o programa no período de 22 a 25 de outubro, tendo como ministrante Roberto Martha, diretor e consultor de produção.

Todos os ministrantes são profissionais de notório saber e destaque nacional no segmento audiovisual, com comprovada experiência em sua área de atuação.

Como participar

Serão ofertadas em cada curso, 30 (trinta) vagas. Os cursos são destinados a profissionais e realizadores audiovisuais independentes baianos com atuação de, no mínimo um ano e no máximo três anos no setor audiovisual. As inscrições podem ser feitas através do site www.benditas.art.br e terão o valor único de R$ 80.

Do total de vagas disponibilizadas, em cada curso o emCINE vai ofertar três bolsas gratuitas destinadas à participantes que atendam a critérios disponíveis no regulamento do programa disponível na página de inscrição.

Sobre a Benditas Projetos Criativos

Empresa voltada à criação, desenvolvimento e produção de projetos e conteúdos que promovam conexões e conhecimentos inovadores e multidisciplinares. Liderada por Andrea Gama, Sofia Federico e Tatti Carvalho, a empresa tem se destacado na promoção de ações de formação e qualificação no campo da Economia Criativa e na criação e produção de projetos audiovisuais.

  • Serviço

emCINE - Programa de Formação Audiovisual: Curso 01 - Criação de Formatos para TV, com Sebastián Gadea.

Quando

De 23 a 25 de abril de 2018, das 18h às 22h Carga horária: 12h Endereço: Faculdade DeVry | Ruy Barbosa (Rua Theodomiro Baptista, 422 - Rio Vermelho, Salvador/BA)

Investimento: R$ 80. Inscrições: de 26/03 a 18/04 , no site www.benditas.art.br

Informações: Telefone: 71 3037.3377 (das 14 às 17h) //

Email: emcine.producao@gmail.com

Produção: Benditas Projetos Criativos

Apoio Financeiro: FUNCEB, através da Diretoria de Audiovisual - DIMAS Fundo de Cultura/ SEFAZ/ SecultBA/Governo da Bahia Parceria: Faculdade DeVry | Ruy Barbosa e SEBRAE

Apoio: Associação de Produtores e Cineastas da Bahia// APC-BA // Estação do Drama // Laboratório Audiovisual// 2N AudioVisual// Attitude // La Taperia // Rádio Educadora e TVE.

Hino Nacional é tema de lançamento de livro

“Em berço esplêndido: o Hino Nacional - do Amazonas ao Prata”, de autoria do pesquisador Marcos Santana, será lançado no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB), na sexta-feira (06), às 17h. A programação consta de apresentação do livro pelo autor, seguida de depoimentos e autógrafos. Haverá participação do Coral Renascer e do Coral da Polícia Militar.

A publicação é resultado de ampla pesquisa desenvolvida em instituições Salvador e Rio de Janeiro. Difunde a ideia de patriotismo como superação de traços negativos da nacionalidade. Inova na abordagem do tema em diálogo com o cidadão comum. Insere os leitores em seara editorial que busca inovar através da utilização de grafismos e demais recursos visuais como estratégia para abordagem de temas específicos como o nosso hino. A obra exibe o selo da Editora Pimenta.

O lançamento se insere no calendário de eventos culturais do IGHB, dia 6 de abril de 2018, às 17h. A obra com 180 páginas ilustradas tem o valor de R$ 50,00.

 

Fonte: SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!