06/04/2018

Feira: Espetáculo ‘Maria Minhoca’ faz apresentação neste domingo

 

Em comemoração aos 20 anos da Cia. Cuca de Teatro, o espetáculo infantil “Maria Minhoca” faz única apresentação neste domingo (8), às 10h30, na sala principal do Teatro do Centro Universitário de Cultura e Arte – CUCA, em Feira de Santana.

Adaptação do clássico da literatura de Maria Clara Machado, a peça conta a história do apaixonado Chiquinho Colibri, que não consegue chegar nem perto da sua amada Maria Minhoca, pois o seu pai, o lorde inglês Mister João Buldog da Silva, já planejou outro destino para a filha: casá-la com o vaidoso e ambicioso Capitão Quartel.

SERVIÇO

O QUÊ: Espetáculo “Maria Minhoca”

QUANDO: Domingo, 8 de abril, às 10h30

ONDE: Cia. Cuca de Teatro – Feira de Santana (BA)

VALOR: R$ 16 (meia promocional para adultos) e R$ 14 (para sócios)

#MicaretadeFeira – Município se compromete com MPBA e MPT a combater trabalho infantil

Estratégias de combate ao trabalho infantil devem ser implementadas pelo Município de Feira de Santana para o período da Micareta 2018, que acontece entre os próximos dias 19 e 22 de abril. Compromissos nesse sentido foram assumidos pelo Município junto aos Ministérios Públicos do Estado da Bahia (MPBA) e do Trabalho (MPT) durante reunião realizada hoje, dia 4. No termo de ajuste de conduta assinado pelo secretário de Cultura Edson Felloni Borges, pela promotora de Justiça Idelzuith Freitas de Nunes e pelas procuradoras do Trabalho Annelise Pereira, Sílvia Valença e Rosineide Moura, o Município se compromete a suspender a autorização para funcionamento de barracas que se utilizarem do trabalho de crianças e/ou adolescentes que tenham até 18 anos de idade.

Outra obrigação assumida pelo Município foi a de disponibilizar equipes com assistentes sociais e educadores para orientar, com antecedência, os pais que tenham barracas de vendas de produtos durante a Micareta a não levarem seus filhos menores de 18 anos para trabalharem ou dormirem no local de trabalho. Também deverá ser realizado o cadastramento das barracas que comercializam produtos no circuito da Micareta, com a indicação do responsável pela entidade e os dados pessoais de identificação, que os qualifique, como nome, endereço, RG, CPF, telefone. Além disso, o Município comprometeu-se a impedir a participação, no ano seguinte, de todos os barraqueiros cujos espaços forem autuados pelos órgãos de fiscalização em razão da exploração do trabalho de criança e/ou adolescente. Uma equipe, de no mínimo seis pessoas por turno, deverá ser providenciada para percorrer o circuito da Micareta durante todo o evento com o intuito de fazer cessar situações de trabalho infantil.

Como obrigação social, o Município terá que providenciar, a partir do próximo dia 9, a afixação de outdoors em locais de grande visibilidade, preferencialmente nas três principais entradas da cidade e no percurso da Micareta, sobre o combate do trabalho infantil. A mesma temática deverá ser abordada em cartazes afixados ao longo do percurso da festa e divulgada em jingle produzidos para veiculação em rádios. Durante a reunião, foi sugerido ainda ao Município a disponibilização de um número telefônico diverso do Disque 100 para o recebimento de denúncias. O secretário de cultura indicou o número 156 e os membros dos MPs solicitaram o treinamento dos atendentes para o recebimento das denúncias e encaminhamento aos órgãos competentes.

Espetáculo teatral fez adultos voltarem a se sentir crianças

Crianças e adultos do bairro Baraúnas tiveram a oportunidade de assistirem ao espetáculo musical “Maria, Escombone e o violão encantado” na última terça-feira. A trilha sonora da peça é voltada para o público infantil, mas contagiou pessoas de todas as idades que ocuparam a praça. “Como é bom ser criança, você cresceu mas ainda pode entrar na nossa dança”, trecho da peça que ressalta e lembra a importância da infância, o qual encantou a todos na platéia.

Dona Vera Lúcia, uma entre as várias mães presentes na platéia, foi de acompanhante mas não deixou de se divertir. “Trouxe meu filho, meu neto e adorei a peça, cantei todas as músicas junto com eles. Era pra ter mais vezes no ano esse projeto, foi muito bom mesmo”, conta animada.

A pequena Claudia de 8 anos sentou na primeira fileira para não perder nenhum momento do musical, e no final teve a oportunidade de subir no palco para dançar com os personagens e outras crianças.“Gostei de tudo, das músicas, do teatro. Me divertir e dancei muito também”, afirmou.

O espetáculo nasceu através de um desejo dos artistas, Lorena Porto que faz a personagem Maria, e seu parceiro, Cid Fiuza que interpreta o Escombone. A atuação de Maria e Escombone leva alegria, histórias e iniciação musical de forma lúdica e envolvente para a meninada, com a ajuda do Violão Encantado de onde saem canções populares e de autoria da própria dupla.

“O projeto teatro vai aos bairros não pode nunca acabar, é um projeto que é um patrimônio da cidade, que precisa do cuidado do poder público com atenção e muito porque beneficia muita gente e as praças públicas. Eu só desejo que o projeto nunca termine e só se enriqueça mais”, disse Lorena.

O Festival Teatro vai aos Bairros continua até o dia 13 de abril, sempre em praças e escolas públicas dos bairros e  distritos de Feira de Santana. O próximo espetáculo, “Cadê minha infância?!”, acontece nesta sexta-feira, 6 , no distrito de Maria Quitéria, às 19h.

O projeto é realizado pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Fundação Municipal de Tecnologia da informação, Telecomunicação e Cultura Egberto Tavares Costa. A programação completa está disponível no site www.teatrovaiaosbairros.com.br.

SMT promove 1º Seminário Respeito e Cidadania no Trânsito nesta sexta

Nesta sexta-feira, 6, a partir das 7h30, no auditório do Centro de Esportes e Artes Unificados do bairro Cidade Nova, a Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) promove o 1º Seminário Respeito e Cidadania no Trânsito.

O evento tem como objetivo discutir projetos que objetivem o fomento, fortalecimento e a conscientização individual sobre educação no trânsito. O convidado para proferir a palestra ‘Educação e Fiscalização como instrumento assecuratórios do direito à segurança viária’ é Luis Carlos Paulino, tenente da Polícia Militar do Estado do Ceará, especialista em Gestão e Direito de Trânsito.

Especialista em trânsito conhecido nacionalmente vai proferir palestra

O palestrante, além de pedagogo e bacharel em Direito, é consultor técnico da Associação Brasileira de Educação de Trânsito (ABETRAN), da Federação Nacional das Associações de Detrans (FENASDETRAN) e do Instituto Brasileiro de Defesa da Cidadania.

Durante a carreira, Paulino já abordou sobre o binômio trânsito-mobilidade através de publicações de artigos, bem como é autor de livros como Trânsito no Brasil: desafios à efetivação do direito de ir e vir e permanecer vivo (2010), Trânsito Seguro: desafios, dilemas e paradoxos (2014) e do Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito: consolidação das infrações (2016).

SMT apresentará relatório de atividades

A programação prevê, ainda, um momento para prestação de contas da SMT através do superintendente do órgão municipal, Maurício Carvalho. Será apresentado um relatório detalhado das atividades desenvolvidas ao longo do ano de 2017.

Palestras, ações diretas e campanhas educativas (Via Livre e Rua Viva), ocorrências, análise de dados estatísticos de acidentes de trânsito na cidade, atendimento a chamados da população pela Central Disque Trânsito 24 horas, operações de fiscalização fixas e por demanda, apresentação da estrutura administrativa e física, serviços de sinalização e intervenções para modernizar o trânsito nas vias urbanas compõe o documento elaborado pelos Departamentos de Operações, Administrativo e Financeiro da SMT.

“Não queremos apenas fiscalizar o trânsito, mas, principalmente, criar a consciência cidadã nas vias urbanas entre condutores e pedestres”, explica. Carvalho pontua que este evento também significa um início de uma série de capacitações e “reciclagens” voltadas, especialmente, para os agentes de trânsito do município.

Neste evento, a Prefeitura Municipal de Feira de Santana envolveu todo o corpo técnico das Divisões de Fiscalização de Trânsito, de Sinalização e Equipamentos de Trânsito, de Engenharia e Planejamento de Tráfego, Financeira e Administrativa da SMT.

O evento tem o apoio da Associação Feirense dos Agentes de Trânsito (AFA) e da SINALES, empresa atuante do mercado no ramo de sinalização viária e engenharia de tráfego.

Veículos prestadores de serviços que atuarão na Micareta devem realizar vistoria a partir do dia 9

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana, por meio da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), inicia na próxima segunda-feira, 9, no Parque João Martins da Silva, a vistoria obrigatória de veículos que prestarão serviços no Circuito Maneca Ferreira da Micareta 2018.

O calendário definido pelo órgão municipal estabelece as datas entre os dias 9 e 13 de abril para a vistoria de veículos do Estado, do Município, União e Ministério Público, Coelba, Embasa e Samu 192, prestadores de serviços de telefonia, de transporte de gelo e água.

Já trios elétricos, mini-trios, carros de som e de apoio aos trios, de imprensa e recreativos serão exclusivamente fiscalizados entre os dias 16 e 19 deste mês. A verificação ocorrerá sempre das 8h às 12h e das 14h às 17h.

A ação será operacionalizada pela Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), órgão integrante da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) conforme estabelecida pela portaria nº 018/2018, em parceria com demais órgãos que atuam diretamente na festa, como o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (CREA/BA), Departamento de Polícia Técnica (DPT), 2º Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM/BA), 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), Divisão Vigilância Sanitária (Divisa) e Secretaria de Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural (SEAGRI) e Guarda Civil Municipal (GMFS).

Condutores devem ficar atentos a documentação necessária

Segundo o diretor de Planejamento e Estatística da SMTT e coordenador da fiscalização, José Carlos Bacellar, serão cobrados no ato de verificação obrigatória documentos do veículo como Certificado de Registro de Veículos (CRV) e Certificado de Registro e Licenciamento de veículos (CRLV) com exercício atualizado, estado de conservação, instalações elétricas, hidráulicas e de frenagem.

“A vistoria veicular tem como finalidade proporcionar segurança para os foliões a população em geral envolvida com a folia momesca”, pontua Bacellar.

Somente veículos vistoriados terão acesso ao circuito

O secretário Saulo Figueiredo alerta que apenas terá acesso ao espaço [circuito] da festa momesca os veículos que estiverem devidamente vistoriados e aprovados pela Comissão Técnica da FPI 2018 de vistoria veicular.

“Os condutores deverão portar cartilha de orientação, distribuída pelos técnicos da SMTT, e o adesivo padrão com a inscrição ‘vistoriado’ aprovado por todos os órgãos técnicos envolvidos na ação”, ressalta o secretário.

 

Fonte: BN/Cecom MP/Ascom MPFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!