12/04/2018

Feira: Ronaldo diz que “Não houve precipitação em lançamento”

 

Ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM) disse, na manhã desta quarta-feira (11), que “não houve precipitação” no lançamento de sua pré-candidatura ao governo do estado. Segundo o democrata, em entrevista à rádio Metrópole, houve conversas com todos os partidos da base.

"Eu entendo que sou candidato e nunca fechei porta para conversar com ninguém. No entanto, acho que não houve nenhuma precipitação no lançamento do meu nome. Tínhamos de tomar uma atitude, e essa atitude não foi tomada sem conversar. Liguei parta todos os partidos, o deputado Imbassahy esteve presente no lançamento de minha pré-candidatura, eu liguei para o Jutahy, ele me disse algumas coisas, mas não desapoiou, eu conversei com ele e estamos abertos ao diálogo, devemos fazer isso nos próximos 30 dias”, disse.

O democrata declarou ainda que as pré-candidaturas do PSDB, com João Gualberto, e do MDB, com João Santana, são “legítimas”. "O MDB, acho legítimo o processo de manter uma candidatura. E sempre tive apoio do PSDB. Nas minhas quatro eleições em Feira de Santana, o partido sempre me apoiou apesar das divergências com ACM. Mas isso foi fruto de um relacionamento respeitoso com Jutahy e com Marcelo Nilo”, pontuou.

Feira de Santana: 'Neto colocou José Ronaldo em uma fria', diz líder da oposição na Câmara

O líder da oposição na Câmara Municipal de Feira de Santana avaliou que, ao renunciar a disputa, o prefeito de ACM Neto (DEM) colocou o agora pré-candidato ao governo do estado pelo Democratas e ex-prefeito do município, José Ronaldo, “numa fria”.

De acordo com o vereador Alberto Nery (PT), José Ronaldo (DEM) foi jogado em uma “enrascada”.

“O pleito do prefeito seria de senador, mas vamos tratar a disputa com o mesmo respeito que teríamos com a disputa com Neto, afinal de contas é um candidato de oposição e a gente tem que tratar com respeito. Vamos disputar para que a gente possa ter a mais maiúscula vitória dessa eleição”, disse o edil.

Para Nery, o ex-prefeito só ganha a eleição se algo comprometer o nome do governador Rui Costa. “As pesquisas apontam que nós ganhamos as eleições no primeiro turno. O prefeito de Salvador em entrevista, quando disse que não seria candidato, afirmou que tinha 10% acima da pontuação do governo do estado, mas se ele tinha essa porcentagem, porque não saiu candidato e colocou José Ronaldo?”, questionou.

“Mas eleição é eleição e a gente só pode comemorar a vitória após computado o último voto”, completou o líder da oposição.

Presidente do PTB na Bahia, Benito Gama deve fechar apoio a José Ronaldo

Presidente do PTB na Bahia, o deputado federal Benito Gama afirmou nesta terça-feira (10) que deve se reunir com o candidato a governador José Ronaldo (DEM) para selar o apoio da sigla.

"Estamos discutindo porque o objetivo é unir toda a oposição. Os dois lançaram candidatos [DEM e PSDB], mas vamos trabalhar para construir uma unidade", declarou Benito.

Segundo ele, essa unidade seria mais bem construída se o candidato fosse o prefeito de Salvador, ACM Neto. "O projeto do Neto estava muito bom. Fizemos uma chapa muito forte. Mas, mesmo sem ele, dá para construir [uma unidade] também", afirmou.

Apesar de o partido buscar uma vaga na majoritária, não é isso que vai fazer o PTB deixar de apoiar Zé Ronaldo. "Evidentemente que todo partido quer participar da majoritária, mas na negociação a gente senta-se à mesa e é o que ocorrer", declarou o deputado.

"Nossa construção até agora foi feita com o DEM, estamos trabalhando a continuidade. Não há possibilidade de apoiar a candidatura do MDB", completou.

Benito ainda afirmou que também é muito improvável apoiar o PSDB, com o pré-candidato João Gualberto. "Ele me ligou domingo, mas não falou nada de candidatura, e sim da articulação da chapa. Não tive conversa específica com o partido", disse.

Ronaldo não descarta integrar chapa de Gualberto

Pré-candidato ao governo da Bahia, o ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo (DEM) não descartou a hipótese de ser candidato ao Senado na chapa do deputado federal João Gualberto (PSDB) ao Palácio de Ondina.

Em entrevista à rádio Metrópole na manhã desta quarta-feira (11), o democrata reforçou, no entanto, a sua candidatura ao governador. “A questão não é aceitar ou não aceitar. Eu sou candidato a governador. Estou sendo candidato a governador. Lá na frente quem tiver melhor [nas pesquisas]… Eu nunca fechei as portas para conversar com ninguém”, afirmou o ex-gestor de Feira.

José Ronaldo disse também que é “legítimo” o PSDB ter candidato. Ele criticou o governo de Rui Costa (PT). Segundo ele, a administração estadual é “ausente em grande parte do estado”.

Com apoio de Bolsonaro, Irmão Lázaro briga por vaga na chapa de Zé Ronaldo

O deputado federal Irmão Lázaro é o nome defendido no PSC para disputar o Senado na chapa do pré-candidato Zé Ronaldo (DEM). O parlamentar teria recebido uma manifestação pública de apoio vinda do deputado e pré-candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro.

“Em sua primeira disputa eleitoral, Lázaro teve uma das votações mais expressivas no estado com votos em quase todas as cidades. Além disso, é um candidato ficha limpa, que não tem o seu nome associado a nenhum escândalo de corrupção”, afirmou Eliel Santana, presidente estadual do PSC.

Para Santana, o nome de Lázaro fortaleceria a chapa por ter se posicionado a todo o tempo contra as pautas reformistas do governo de Michel Temer.

Vereador cobra do Estado transferência do Terminal Rodoviário de Feira de Santana

O vereador Edvaldo Lima (PP), em pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, na sessão desta quarta-feira (11), cobrou do Governo do Estado providências quanto à transferência do Terminal Rodoviário de Feira de Santana para um local mais apropriado. A intervenção foi solicitada mediante Requerimento de nº 247/2017, de sua autoria, aprovado pela Casa em 01 de novembro de 2017.

“Esta Casa aprovou o requerimento de minha autoria onde solicito ao diretor da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia e Transportes da Bahia (Agerba) que interceda junto à Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart) e ao Poder Público Estadual para que a rodoviária de Feira de Santana seja transferida daquele local onde se encontra há mais de 60 anos e já não comporta mais a demanda da população”, reclamou.

Para Edvaldo Lima, o Governo do Estado age com indiferença frente às necessidades da população feirense. “A Câmara aprovou o requerimento, mas não tivemos nenhuma resposta sobre o requerimento. O Governo do Estado esqueceu Feira de Santana, abandonou nosso município, deu às costas e não construiu o novo hospital. O Hospital Geral Clériston Andrade foi construído há mais de 30 anos, a população cresce e o hospital é o mesmo para atender a demanda. O mesmo acontece com a Rodoviária de nossa cidade”, criticou, afirmando que gostaria de elogiar o governo do estado. “Mas, não posso elogiar que esqueceu Feira de Santana”, finalizou.

Vereadora reflete sobre atual conjuntura política

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Feira de Santana, a vereadora Eremita Mota (PSDB), fazendo referência à citação “O ser humano é um ser político”, de autoria do filósofo Aristóteles, refletiu sobre a atual conjuntura política do país e comentou a veiculação do áudio divulgado nas redes sociais com críticas ao prefeito de Salvador, ACM Neto.

“A política não anda nada bem. A política foi idealizada na Grécia Antiga para tratar do bem comum das pessoas e não de interesses pessoais. Hoje esse bem comum está longe de ser entendido pelos brasileiros pelo descrédito da classe. Ao eleger um político, a população espera ter um verdadeiro representante, mas, hoje, o povo não se sente representado”, refletiu.

Para a edil, a desistência de ACM Neto à candidatura ao governo do Estado gerou decepção em alguns eleitores, que alimentaram expectativas em torno do anuncio. “O cidadão que gravou aquele áudio, apesar de tudo, tinha o seu fundo de razão. Está claro que o interesse próprio, o que é melhor para o seu futuro, ficou à frente do bem comum. É isso que deixa a política desgastada e os brasileiros literalmente descontentes”, concluiu.

Novo prefeito mantém liderança do Governo

O vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (DEM), durante pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, na sessão desta quarta-feira (11), agradeceu ao prefeito Colbert Martins Filho pela confiança em mantê-lo na posição de líder do Governo Municipal na Casa. O edil desejou boa sorte ao gestor, assegurando apoio e parceria do Poder Legislativo.

“Quero agradecer ao prefeito Colbert Filho, que me manteve líder do governo na Câmara e Carlito do Peixe como vice-líder. Vamos continuar o trabalho com harmonia entre os poderes Legislativo e Executivo, discutindo com os colegas os projetos e votando nesta Casa a favor daquilo que é constitucional e represente o melhor para o desenvolvimento de Feira de Santana. Hoje me sinto lisonjeado e agradecido ao prefeito Colbert, a quem desejo sucesso”, declarou.

Fazendo referência ao ex-prefeito Colbert Martins, Lulinha destacou a competência política de Colbert Filho para administrar o município de Feira de Santana. “Colbert vai dar continuidade as ações do governo municipal para ajudar feira de Santana crescer. Ele fará uma boa gestão com o apoio dos vereadores desta Casa”, disse.

Na oportunidade, o edil convidou a população para Plenária do seu mandato, que será realizada no próximo domingo (15), às 15 horas, no bairro Conceição, com a presença do atual prefeito municipal.

 

Feira: BNews/Bahia.ba/BN/Ascom CMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!