14/04/2018

Itacaré: Obras do Centro de Canoagem seguem em ritmo acelerado

 

As obras de construção Centro de Treinamento de Canoagem de Itacaré, no sul do estado, seguem em ritmo acelerado e a previsão é que o equipamento seja inaugurado ainda neste primeiro semestre. O serviço está sendo executado pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), numa parceria com a Prefeitura de Itacaré, que cedeu o terreno. O investimento é de aproximadamente R$ 900 mil.

O Centro de Canoagem de Itacaré contará com salas de fisioterapia e troféus, além de cozinha, academia, vestiários, garagem para canoas, passarela e deck de madeira. A previsão é que, nos primeiros meses de funcionamento, sejam oferecidas 150 vagas para crianças e adolescentes, com prioridade para estudantes de escolas públicas e de baixa renda. Serão inseridas nas atividades crianças com idade a partir de 8 anos.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, vem acompanhando de perto cada etapa da concretização da obra, desde a solicitação, a apresentação dos projetos, lançamento do edital, assinatura do contrato pelo governador Rui Costa, e, agora, com as fases dos serviços. De acordo com ele, a construção do equipamento é a concretização de um sonho de muitas crianças e jovens do município, “hoje uma referência na canoagem no mundo”.

Governo Federal autoriza privatização do Aeroporto de Ilhéus

O governo federal autorizou o governo da Bahia conceder à iniciativa privada o aeroporto de Ilhéus, de acordo com a portaria do Ministério dos Transportes publicada nesta quinta-feira (12) no Diário Oficial da União. A proposta do governo do estado é disponibilizar 100 por cento da gestão do Aeroporto Jorge Amado, segundo a secretaria de Infraestrutura.

Ainda não há previsão da data para o leilão do terminal e o governo do estado ainda aguada a documentação federal com a anuência do processo. Haverá uma audiência pública e só depois, então, será definida a data.

Ano passado o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, participou de diversas reuniões, em Salvador e em Brasília, para discutir uma alternativa que viabilizasse a expansão do aeroporto Jorge Amado, que tem a capacidade para receber até 900 mil passageiros ao ano, mas conta com parcos investimentos para melhorar a sua estrutura e suas condições técnicas de pouso e decolagem.

O prefeito de Ilhéus destaca que este novo passo que está sendo dado atende a uma mudança natural que vem ocorrendo em diversos aeroportos brasileiros, em função as dificuldades financeiras da estatal Infraero e o do seu projeto de reestruturação que está em curso e prevê a redução no número de aeroportos administrados e de funcionários, também.

“A mudança de concessionários é um caminho natural estrategicamente pensado pelo estado e pelo município, que estão em busca de investidores para a modernização do “Jorge Amado”, como já aconteceu com alguns dos principais terminais do país, a exemplo de Guarulhos (SP) e Galeão (RJ)”, assegura Mário Alexandre.

Mais empregos

“Com a Infraero as chances de avançarmos são reduzidas já que a estatal vem colecionando prejuízos ao longo dos últimos tempos”, disse. “Com a mudança, além de investimentos técnicos, ampliamos nossa capacidade de gerar novos empregos na área de serviços através de parcerias público-privadas”, destaca ainda o prefeito Mário Alexandre.

Prejuízos

Em 2015, a Infraero teve prejuízo de R$ 3 bilhões. Em 2016, o prejuízo foi de R$ 767 milhões. Dos aeroportos administrados pela estatal, 70 por cento são deficitários. A melhoria técnica e da estrutura física do Aeroporto Jorge Amado não inviabiliza o projeto de construção do Aeroporto Internacional, segundo Mário Alexandre.

Projeto Intermodal

A construção do novo aeroporto integra um projeto do estado em criar um moderno sistema intermodal para Ilhéus e região, que ainda inclui a conclusão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), a construção do Porto Sul e a instalação física da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Ilhéus.

Jorge Amado – A história do transporte aéreo em Ilhéus é tão antiga quanto a própria Aviação Comercial Brasileira. Os hidroaviões da Condor e da Panair do Brasil que viajavam para o Norte do país faziam escala obrigatória na cidade. Em 1938, foi escolhida uma área de 370.670 m² de terreno para a construção do Campo de Aviação do Pontal, com o objetivo de servir de apoio a aeronaves durante a Segunda Guerra. A pista do Aeroporto de Ilhéus foi asfaltada somente na década de 1950.

Itabuna: Falso dentista é preso quando atendia paciente

Um falso dentista foi preso em flagrante nesta sexta-feira (13) em Itabuna, no sul baiano. No momento da ação, o acusado atendia uma paciente.

Uma denúncia anônima fez com que uma equipe do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA), em parceria com o 15° Batalhão da Polícia Militar fosse ao local. Segundo o CRO-BA, o homem, identificado como Adelcio Alcântara Gusmão das Virgens, confessou não ter graduação em Odontologia.

Conforme o presidente da comissão de fiscalização do CRO-BA, Carlos Dourado, o espaço usado para atendimento estava em condições “insalubre com alto risco de transmissão de doenças infectocontagiosas”.

O falso dentista, encaminhado com a paciente para a delegacia, vai responder por exercício ilegal da profissão de odontologia. Caso seja condenado, pode pegar de seis meses a dois anos de prisão.

Câmara ignora escândalo do lixo, em Itabuna

Ainda não é desta vez que a população ficará sabendo os termos do contrato da Prefeitura de Itabuna com a empresa responsável pela limpeza pública. Por 9x7, os vereadores rejeitaram, na quarta, a criação da Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar os gastos.

Para ser instalada, a “CEI do Lixo” precisava de 11 votos. Ela foi proposta pelos vereadores Babá Cearense (PHS), Charliane Sousa e Chicão, do PTB; Enderson Guinho (PDT), Jairo Araújo (PCdoB), Júnior do Trator (PHS) e Manoel Júnior (PV).

Votaram contra a criação da CEI os vereadores Alex da Oficina (PTC), Beto Dourado (PSDB), Cavalcante (MDB), Júnior Brandão (PT), Ronaldão (PMN), Milton Gramacho (PRTB), Ricardo Xavier (PPS), Robinho (PP) e Zico (PTC).

Estiveram ausentes Aldenes Meira (PCdoB), Nel do Bar (PPS), Ninho Valete (PR) e Pastor Francisco (PRB).

O contrato da Prefeitura com a Biosanear aumentou o custo mensal dos serviços de lixo e limpeza de R$ 670 mil em dezembro de 2016 para R$ 1,7 milhão a partir de janeiro de 2017 e R$ 2,5 milhões neste ano.

Justiça determina reajuste no transporte urbano de Itabuna

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna, Ulysses Maynard Salgado, determinou o reajuste da passagem do transporte coletivo da cidade.

Pela decisão, a partir deste sábado o valor da passagem será reajustado para R$ 3. Em fevereiro por unanimidade a câmara de Itabuna derrubou o decreto do executivo que tinha reajustado a passagem do transporte coletivo.

Pelo decreto assinado pelo prefeito, o valor iria de R$ 2,85 para R$ 3,30, mas com a derrubada o valor continuou em R$ 2,85. A disputa foi parar na justiça e nesta semana o juiz concedeu a liminar e determinou o reajuste para o valor de R$ 3.

Jitaúna: Para não desrespeitar religiões, vereador pede que Câmara não reze ‘Ave Maria’

Na Câmara de vereadores de Jitaúna, município do centro-sul baiano, o vereador Josuel Santos Silva (PP) se irritou com a tradição dos colegas de Casa de, em cada abertura de sessão, rezarem o “Ave Maria”.

Ao invés de pedir que as orações acabassem, o edil evangélico solicitou que fosse trocada a reza à mãe de Jesus pelo bom e velho “Pai Nosso”.

Segundo o discurso do vereador, na sessão gravada, o “Ave Maria” não englobava outras religiões, como a praticada por ele. "Eu sou evangélico, outros aqui são católicos. Gostaria que o presidente da Câmara constasse em ata que a oração universal que Jesus Cristo deixou foi o Pai Nosso. Se não for, nessa casa, a oração universal, que proíba", disse o vereador em vídeo gravado na sessão do último dia 26.

Em conversa com o Bahia Notícias, o especialista em direito público, João Liberato Filho, falou que a simples realização da oração a Maria, não fere a constituição e a condição do Estado Laico que vive o Brasil.

“A priori não há nada que torne o ato da oração proibido”, contou. “O que a constituição proíbe é a inabilidade da liberdade consciente e livre exercício de cultos. Não há uma vedação de uma prática, mas sim um indicação de livre culto”, explicou Liberato Filho.

Procurado pelo site Giro em Ipiaú, o vereador Zuel, como é popularmente conhecido, disse que foi mal interpretado e que trocou a palavra sugerir por proibir na declaração sobre o “Ave Maria”.

"Distorceram o fato que foi falado dentro da casa e usou pra o lado da política. O que eu relatei foi que cada um no seu momento de fé, seja evangélico, umbandista, católico ou espírita que faça a sua oração, mas que a oficial seja o Pai Nosso”, discursou.

“É a oração universal. Fica bom porque todos essas [religiões] também oram o Pai Nosso”, comentou o vereador evangélico que há 8 anos é membro de uma igreja local de Jitaúna. Sobre a troca do “Pai Nosso” pelo “Ave Maria”, o jurista João Liberato Filho contou que consegue enxergar “o fundo de lógica” usado pelo do vereador, mas, que do ponto de vista legal, o pedido não faz sentido.

“Se é justo ou correto essa manifestação referente ao catolicismo já são outros 500. Se nos permitimos, dentro do estado laico, a possibilidade de celebração de determinadas premissas católicas, teremos que permitir também outros tipos de manifestações religiosas, como candomblé e o kardecismo”, completou Liberato Filho.

URUÇUCA: PREFEITURA REALIZA CONVÊNIO COM O INCRA PARA MELHORAR ESTRADAS VICINAIS DO MUNICÍPIO

O Prefeito Moacyr Leite Junior consegue junto ao INCRA um convênio para manutenção das entradas vicinais e construções de pontes na área rural do município. Este convênio irá beneficiar estradas que dão acesso aos assentamentos e associações. As melhorias já chegaram à região do Corisco e logo depois seguirão para as regiões do Barrocão, Pé de Serra e do São Benedito.

Nesta quinta-feira dia 12, o Prefeito, acompanhado da equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura, do Engenheiro do INCRA, Patrik Souza, visitaram a região do assentamento Nova Vida. E um trabalho que visa melhorar o escoamento da produção agrícola dos assentados, facilita o transporte de alunos que estudam no distrito de Serra Grande e na Sede do município, assim como agiliza o atendimento médico aos doentes.

 

Fonte: Secom Bahia/Bahia Já/A Região/PSB/BN/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!