15/04/2018

Feira: prefeitura prepara esclarecimentos ao MP sobre licitação

 

O prefeito Colbert Martins afirmou, por meio de nota, que iniciou uma apuração interna para prestar esclarecimentos à denúncia feita pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) sobre supostas irregularidades no pregão eletrônico 002/2018, para aquisição de gêneros alimentícios da merenda escolar, realizado em fevereiro.

A queixa do MP faz referência ao pregoeiro Fabricio dos Santos Amorim e à Comissão de Licitação do município.

“A assessoria do prefeito informa que o fato está sendo apurado diretamente pelo seu gabinete. Tão logo chegou a notificação do MP, solicitando os esclarecimentos, Colbert determinou à presidente do Departamento de Licitações e Contratos, Josilene da Silva Araújo, e ao próprio pregoeiro, Fabrício dos Santos Amorim, que providenciem as informações necessárias”, diz trecho da nota.

A presidente do DLC diz que o que é preciso cautela na repercussão de reclamações ou denúncias feitas por empresas derrotadas em processos licitatórios. “O que há são suspeitas, portanto não é prudente se fazer julgamentos sem que se esclareçam as alegações”.

De acordo com o Blog do Velame, a acusação é que empresas com irregularidades foram declaradas vencedoras do pregão eletrônico para aquisição de merenda escolar.

Dentre as acusações, estão a de que não foi dado às empresas licitantes o prazo de até 10 minutos para recorrer da decisão do pregoeiro, com os registros das razões em ata, conforme o edital. Além disso, a empresa Prontu deveria ter apresentado um laudo laboratorial microbiológico emitido por um laboratório creditado pelo Inmetro. No entanto, o documento foi da Universidade Federal da Bahia, que não tem certificação do Inmetro.

Uefs divulga edital de concurso com 72 vagas para técnico e analista

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) divulgou neste sábado, 14, o edital de abertura de inscrições do concurso público para os cargos de técnicos e analistas universitários. Ao todo, são oferecidas 72 vagas.

As inscrições começam 19 de abril e vão até 7 de maio. A taxa de inscrição custa R$ 120, para o cargo de analista universitário, e R$ 90, para técnicouniversitário. Os interessados devem se candidatar pelo site do Instituto AOCP, que está organizando o certame. A aplicação das provas objetivas ocorrerá no dia 27 de maio.

Das vagas, 50 são para o cargo de técnico universitário (nível médio e técnico), com salário de R$ 1.289,38, e 22 para o cargo de analista universitário (nível superior), com R$ 1.981,98 de remunaração. O concurso ainda prevê a formação de cadastro de reserva do quadro permanente de pessoal da Uefs.

As oportunidades de técnico são para as seguintes áreas: administrativa, arte final, nutricional, laboratorial, edificações, eletrotécnica, infraestrutural, mecânica, química, radialismo e segurança do trabalho.

Já as vagas para analista universitário contemplarão as áreas de administração, TI, biblioteconomia, cências biológicas, ciências contábeis, direito, engenharia agronômica, engenharia civil, engenharia elétrica, engenharia de segurança do trabalho, engenharia mecânica, física, geografia, pedagogia e serviço social.

Micareta virou festa de interesses comerciais, critica deputado Zé Neto

O deputado estadual Zé Neto informou que o governo do estado vai investir R$ 6 milhões na Micareta de Feira de Santana, somente no setor de segurança e investimentos no Ouro Negro. Segundo ele, a polícia militar e o corpo de bombeiros vão ter cerca de 12 mil postos contratados. “Vamos fazer um belíssimo trabalho nessa parte de segurança pública”, afirmou.

Sobre investimentos em outros setores da festa, o deputado disse que não existem projetos e que por esse motivo não tem como o governo investir. Ele criticou o fim do circuito Quilombola e disse que a Micareta virou uma festa de interesses comerciais.

“Acabaram com o circuito Quilombola, esse circuito tem uma importância muito grande, era um lugar que muitas pessoas não iam por não saberem que existia. A divulgação era muito ruim, sem iluminação. O Ouro Negro sempre chegou junto para ajudar, mas esse ano o município acabou com esse circuito. Essa festa está sendo tocada por interesses comerciais. O governador disse que a BahiaTursa entraria em contato com o município para tentar colocar algumas atrações e vamos ver essa possibilidade”, afirmou.

Com auditório lotado, Miss Afro 2018 elege moradora do Tomba

Cabelos blacks, turbantes e estampas coloridas tomaram conta do teatro do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), que esteve completamente lotado na noite de ontem (13). A valorização e fortalecimento da cultura negra estavam presentes nos mais diversos símbolos, manifestações e expressões artísticas, atendendo ao que propõe o Miss Afro Feira. Organizado pelo Movimento Afro, o concurso elegeu a moradora do Tomba, Vandriane Ribeiro de Deus, de 28 anos, como representante das mulheres negra de Feira de Santana.

Uma noite em que o clima de alegria sobrepôs ao de disputa. E não era para menos. A concretização do evento teve que passar por cima de muitas dificuldades, inclusive a falta de patrocínios. Mas quando a causa é nobre, a vontade é grande e o esforço coletivo, é impossível não acontecer. Então havia mais que motivos para comemorar.

Evidente que as 14 finalistas, que já haviam sido selecionadas entre 123 candidatas escritas, queriam brilhar e levar a melhor. E enquanto elas aguardavam ansiosas pelo o início do desfile, apresentações de Ronny Liens e Nilton Rasta, além do grupo afro Pretos de Preta mantinham as torcidas animadas.

Antes da hora “D” as candidatas instigaram a platéia com apresentações de danças coreógrafo do Marcos Tanferi, que também deu uma colher de chá. No ápice da noite, momento do desfile, cada uma deu seu melhor para conquistar o júri, que avaliou envolvimento com questões sociais, simpatia, desenvoltura, harmonia corporal e beleza.

Emocionada, a vencedora afirmou ao Acorda Cidade que o Miss Afro é mais que um simples concurso. “A gente aprende muito sobre empoderamento, amor a si, ao nosso povo, a abraçar o nosso povo verdadeiramente. Independente de cor, raça, classe, a gente tem que estar sempre com a cabeça erguida. Independente das dificuldades que venham, a gente tem sempre que lutar e nunca abaixar a cabeça”, frisou.

Superação

O segundo lugar ficou para Vitória Lainy Santos de Jesus, 22 anos, moradora do Calumbi. Já o terceiro foi a vitória da superação. Natalice Dias de Santana, 23 anos, moradora do Santo Antônio dos Prazeres não permitiu que a ausência de parte de uma das pernas fosse empecilho para participar do concurso e desfilou graciosamente com muletas. A premiação foi comemorada por ela com lágrimas de alegria. Houve também a escolha da Miss Simpatia, que premiou Maiana Couto Silva de Jesus, 26 anos, também moradora do Tomba, eleita pelas próprias colegas.

Respeitem nossas pretas

Coordenador do MovAfro e coordenador geral do concurso, Val Conceição enfatizou que a principal mensagem do Miss Afro para Feira de Santana é de respeito. “Respeitem nossas pretas. A mulher, de um modo geral, sofre muito, mas a mulher preta sofre mais; com preconceito e segregação”, exemplificou.

Apesar das dificuldades enfrentadas para realização do evento e por vezes ter pensado em desistir, Val disse estar imensamente feliz com o resultado. A boa notícia para quem foi ver o Miss Afro é que poderá e ir de novo e, para quem não foi, haverá outras oportunidades, pois Val garante que muitas outras edições virão. “Se Deus assim permitir”.

Todos os caminhos levarão para o Esquenta Micareta

A programação começa no início da tarde. Aos poucos homens e mulheres, entre adultos, jovens e crianças, vão chegando e, quando menos se espera, a rua São Domingos, palco da boemia em Feira de Santana, se transforma no caldeirão da alegria. A prévia da folia de Momo é neste domingo, 15, com o Esquenta Micareta.

Nada de trios elétricos. O som que faz essa gente dançar, se divertir, dar gargalhadas e cair na dança sai das bandinhas e fanfarras, que ficam num vai e vem, de uma ponta a outra onde tem movimento. Há ainda quem abra a mala do carro e deixe escapar o som de potentes caixas.

Quem não segue atrás dos instrumentos de sofro, fica de camarote nos barzinhos degustando uma gelada e saboreando um petisco. E se é festa, vale confete, serpentina, fantasias e algodão doce. O riso é frouxo e a energia contagiante.

Há espaço para todos. Pois, o que vale mesmo é se divertir! Entrar no clima que tomará conta da cidade entre a quarta-feira, 18, (noite extraoficial) ao domingo, 22, com a realização de mais uma Micareta.

“Neste domingo todos os caminhos levarão para rua São Domingos, nos Capuchinhos”, diz Naron Vasconcelos, diretor de Eventos da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer.

 

Fonte: BNews/A Tarde/Acorda Cidade/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!