20/04/2018

Feira monta estrutura para evitar surto de H1N1 na micareta

 

Com os nove casos de síndrome respiratória notificados em Feira de Santana (a 109 km de Salvador) e a confirmação de um caso de H1N1 – além dos outros dois casos de pacientes que moram em Salvador, mas estão no município – a  Secretaria de Saúde local preparou equipes e estrutura própria para evitar a proliferação do vírus na tradicional micareta da cidade, que começa nesta quinta-feira, 19.

A festa segue até domingo, um dia antes do início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe prevista para começar na próxima segunda, 23.

Nesta quarta, 18, a equipe de reportagem de A Tarde esteve em Feira de Santana para verificar como a cidade se preparou para evitar a propagação da doença no período da micareta.

Para conter a contaminação pelo vírus H1N1 e agravos de doença respiratória, a rede de saúde contará com trabalho de plantão de cerca de 500 profissionais espalhados pelo circuito da micareta.

Haverá ainda sete policlínicas, seis ambulâncias a postos, duas unidades de pronto atendimento (UPAs), além do posto de saúde instalado no circuito da festa, na avenida Presidente Dutra. Informativos educacionais serão distribuídos por todos os pontos.

Em caso de infecção ou diagnóstico da doença, o folião passará por triagem e esses resultados serão enviados para o estado. Além disso, o município realizará busca ativa e apurará se o folião teve contato com pessoas que vivem em Feira, com membros da família e outros indivíduos.

Estratégia

Em entrevista, a coordenadora interina de vigilância epidemiológica de Feira de Santana, Neuza Santos, e a enfermeira da vigilância do município, Bruna Carvalho, destacam que a informação também será parte importante do processo de articulação e apoio da rede. Cartazes, informativos, panfletos estarão espalhados, inclusive com ações em semáforos e áreas estratégicas.

“Estamos em sinal de alerta, isso significa dizer que  estamos preparados caso haja um surto da doença”, explicou Bruna Carvalho.

Segundo ela, a rede de saúde está estruturada para a micareta e também para esse período de outono-inverno, que é o de maior proliferação do vírus. “Estamos trabalhando na prevenção e no controle. A recomendação é que as pessoas gripadas evitem aglomerações, usem sempre lenços descartáveis. O uso do álcool 70 é muito importante e disponibilizaremos em vários pontos da festa. Também é importante a limpeza das mãos com água e sabão”, orienta.

Nos shoppings e no terminal rodoviário também serão disponibilizados álcool 70 e informativos. “A higiene é a melhor prevenção. Estamos trabalhando com a ideia de etiqueta respiratória. Ao espirrar, o ideal é que a pessoa use a parte próxima ao antebraço para tampar o espirro e não usar as mãos”, recomenda Neuza Santos. Assim como vários estados, a Bahia está em sinal de alerta com relação ao vírus H1N1. O último ano em que Feira de Santana esteve nessa situação foi em 2016, quando houve registro de dois casos de H1N1.

Com Lei Seca mais rígida, Detran realiza operação 'Paz no Trânsito' na Micareta de Feira

Para reforçar a segurança viária durante a Micareta de Feira de Santana, que começa nesta quinta-feira (19), o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) vai realizar blitzes de alcoolemia nos quatro dias de festa. A operação ‘Paz no Trânsito’ terá a participação da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Polícia Rodoviária e do Esquadrão de Motociclistas Asa Branca, com o objetivo de prevenir acidentes e combater a criminalidade.

O coordenador de fiscalização do Detran, Márcio Santos, alerta que já está em vigor as mudanças na Lei Seca, que ficou mais rígida. Pelas novas regras, quem cometer homicídio dirigindo sob o efeito de bebida alcoólica ou de outra substância psicoativa estará sujeito a uma pena que varia de cinco a oito anos de reclusão.

“Antes, não existia a qualificadora do crime, com direito à fiança. Agora, o condutor não pode ser liberado pela autoridade policial, mediante o pagamento de fiança. Cabe ao juiz avaliar o nível de culpa do motorista e as circunstâncias do acidente”, explica o coordenador. Se o crime for de lesão corporal grave ou gravíssima, a pena varia de dois e cinco anos de reclusão.

O Detran também vai promover ações educativas entre os foliões da micareta. Equipes da Escola Pública de Trânsito estarão na avenida com a simulação do teste do bafômetro e a distribuição de material informativo sobre direção responsável, chamando a atenção para o perigo do celular ao volante.

“Vamos repetir o trabalho realizado no Carnaval de Salvador, quando tivemos uma excelente aceitação dos foliões. Os grandes eventos populares são importantes para disseminar a cultura da consciência entre condutores, passageiros e pedestres”, ressalta o diretor de Educação do Detran, Carlos Moura.

Micareta de Feira contará com Unidade Móvel de Combate ao Racismo

Serviços da Unidade Móvel do Centro de Combate ao Racismo Nelson Mandela, vinculado à Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado (Sepromi), serão levados para a Micareta de Feira de Santana. A iniciativa é resultado da parceria entre Governo do Estado, prefeitura de Feira e diversos órgãos locais e estaduais para oferecer apoio jurídico e orientações aos foliões, repetindo a iniciativa desenvolvida no Carnaval de Salvador..

A abertura dos trabalhos do  ‘Micareta sem Racismo’ acontece nesta quinta-feira (19), às 19h, em frente à antiga Direc, na Avenida Presidente Dutra, com a presença da titular da Sepromi, Fabya Reis; do prefeito Colbert Martins, além de gestores e representantes de organizações parceiras.

A ação também levará às ruas, ao longo dos quatro dias de festa, uma equipe de abordagem qualificada, com sensibilização e monitoramento de ocorrências. O objetivo é disseminar o respeito à diversidade entre os foliões e estimular a denúncia das violações de direito na área racial.

Coordenam o serviço Sepromi e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso), por meio do Departamento de Promoção da Igualdade de Gênero, Racial e de Juventude. A Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa da Bahia também estará articulada na ação e também um conjunto de parceiros da sociedade civil e de poder público.

Espaço da Criança é inaugurado no Circuito Maneca Ferreira

Idealizado para prestar assistência a crianças e adolescentes que se encontrem perdidos ou em estado de vulnerabilidade, no Circuito Maneca Ferreira, o Espaço da Criança foi inaugurado na manhã desta quinta-feira, 19.

Ocupando as instalações e a infraestrutura do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, o Espaço da Criança é uma parceria do Governo Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, assistido e monitorado pela Rede de Proteção aos Direitos das Crianças e dos Adolescentes de Feira de Santana.

O Espaço da Criança vai funcionar até o encerramento da Micareta, e conta com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e da Comissão do Programa de Ações Integradas de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil (PAIR).

Criança perdida terá abrigo e mulher vai dispor de vários serviços em um ônibus, nesta Micareta

Nesta Micareta, a atuação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social estará voltada, sobretudo, para a “proteção social”. É o que assegura o titular da pasta, secretário Ildes Ferreira. Neste sentido, cerca de 40 prepostos do órgão estarão atuando, por dia, no Circuito Maneca Ferreira (avenida Presidente Dutra).

As equipes estarão focadas em combater o trabalho infantil, a violência contra as mulheres, a exploração sexual infanto-juvenil, a discriminação contra a população LGBT, assim como estarão atentos para as pessoas em situação de rua e a garantia da igualdade racial.

“Vamos trabalhar em parceria com outros órgãos, a exemplo da Defensoria Pública, OAB, Secretaria de Saúde, Secretaria de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos, Deam, Vara da Infância e da Juventude, polícias civil e militar, além do Sindicato de Bares, Hotéis e Restaurantes com o objetivo de assegurar a proteção social”, afirmou. Os conselheiros tutelares também estarão em serviço.

“A Casa de Passagem para a população em situação de rua e o Centro de Acolhimento Raul Freire, destinado para crianças, estarão de prontidão, caso seja necessário realizarmos os devidos encaminhamentos. Além disso, a Sedeso montou o Espaço da Criança, em plena avenida, para acolher menores em situação desprotegida até que os familiares os localizem”, acrescentou o secretário de Desenvolvimento Social.

RESPEITE AS MINA

O Centro Municipal de Referência Maria Quitéria, em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres, estará com a campanha “Respeite as Minas”, na avenida, visando combater a violência contra as mulheres. Esse trabalho será desenvolvido numa unidade móvel (ônibus), onde serão prestados serviços de acolhimento, atendimentos psicológico, jurídico e social durante a festa. A Unidade Móvel da Secretaria de Políticas de Igualdade Racial também ficará no circuito, nas proximidades da antiga Direc.

Helicóptero da PRF estará a disposição da Secretaria Municipal de Saúde durante a Micareta

Começa nesta quinta-feira, 19, a Micareta de Feira de Santana, e a Secretaria Municipal de Saúde irá garantir toda assistência aos foliões da festa com uma estrutura mini-hospitalar de 253m² e o envolvimento de 500 profissionais. Além disso, serão distribuídas quatro ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu), em pontos estratégicos do circuito da festa. Outra novidade deste ano, é o apoio de um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) com a equipe do Samu de Salvador.

Aeronave será utilizada para transferência imediata de casos mais graves para os hospitais

Segundo a secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas, a parceria com a Secretaria Municipal de Salvador e PRF visa realizar a transferência imediata de casos mais graves para os hospitais. “Isso é realmente um avanço, e um fortalecimento do nosso trabalho”, ressalta.

Posto fixo conta com 10 leitos

O Posto Fixo de Saúde, montado no circuito, conta com três médicos e dois bucomaxilofaciais, a cada plantão de 12 horas, além de enfermeiros, técnicos de enfermagem, entre outros profissionais. A estrutura local possui sala de reanimação, sala de espera, 10 leitos, 10 poltronas, sala de conforto, almoxarifado, copa, banheiros, recepção, e demais dependências.

Um anexo da Vigilância em Saúde foi montado ao lado do posto. No local estará atuando o IST/HIV/Aids, com testes rápidos e distribuição de preservativos; o programa de Hepatites Virais; agentes de educação em saúde da Vigilância Epidemiológica; agentes de endemias; a equipe do Centro de Referência a Saúde do Trabalhador; além de profissionais da Vigilância Sanitária. O anexo ainda comporta a Central de Digitação, onde é feito a análise e computação de todos os dados e atendimentos.

 

Fonte: A Tarde/Ascom Detran-Ba/Sepromi/Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!