21/04/2018

Hip-hop, salsa, samba e forró animam os tradicionais largos do Pelô

 

A diversão segue garantida com a programação de shows que acontece nos largos do Pelourinho, que recebem em seus palcos atrações dos mais diversos gêneros. Entre os eventos, tem a festa de hip-hop “Ugangue Apresenta” com grupo RZO, o ritmo caliente de Caçamba Azul e muita dança com a festa ForroZÉando no Pelô.

A noite de sábado (21) traz o show da Aro 7, no Largo Pedro Archanjo, com show aberto ao público. Também tem o festival “Ugangue Apresenta”, que promove o som da banda paulista RZO (Rapaziada Zona Oeste), do grupo Nova Era e Mc Correria. Os shows acontecem a partir das 20h no Largo Tereza Batista. Os ingressos podem ser adquiridos pelo valor promocional de R$ 30 e R$ 50 (casadinha) pelo site da Sympla ou R$ 40 no local do evento.

A terça feira (24) segue com dois eventos gratuitos para o público, às 20h acontece no Largo Pedro Archanjo o show da banda Caçamba Azul, e no mesmo horário, no Largo Quincas Berro D’água, a Banda Xibicada leva o samba tradicional e anima o público.

Na quinta-feira (26) acontece mais uma noite do ForroZÉando no Pelô. O evento chega à sua quarta edição e traz o cantor Zé Honório com a Banda Visgo de Jaca, além do show da banda Forró Kabaçola e convidados. A cada evento o ForroZÉando traz uma quadrilha junina que faz uma apresentação especial ao público. Além das apresentações, o evento conta com barracas típicas e garante o clima junino. O ForroZÉando acontece no Largo Tereza Batista, a partir das 19h, com ingressos a R$ 20 e R$ 10.

  • Serviço

Banda Aro 7

Local: Largo Pedro Archanjo

Quando: 21 de abril (sábado) às 20h

Aberto ao público

UGangue Música e Verdade

Local: Largo Tereza Batista

Quando: 21 de abril (sábado) às 20h

Ingresso: R$ 30,00 (antecipado) e R$ 50 (casadinha antecipada), R$ 40,00 (no local)

Bailinho do Caçamba - Banda Caçamba Azul

Local: Largo Pedro Archanjo

Quando: 24 de abril (terça) às 20h

Aberto ao público

Banda Xibicada

Local: Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 24 de abril (terça) às 20h

Aberto ao público

ForroZÉando no Pelô

Local: Largo Tereza Batista

Quando: 26 de abril (quinta) às 19h

Ingressos: R$ 20 e 10,00

Últimas semanas do espetáculo Animal no Pelourinho

A atriz Cyria Coentro faz suas quatro últimas apresentações na segunda temporada de “Animal”, que fica em cartaz até o sábado (28), às 19h30, no Teatro SESC Pelourinho, as sextas e sábados, com preços populares de R$ 10 e R$ 20. A peça é a primeira montagem de Trigonoteatro, um projeto de teatro de repertório, concebido por Celso Nunes e que montará até agosto de 2018, três textos de três autores diferentes, sobre três temas diferentes.

O espetáculo traz Cyria Coentro num solo cênico, sob a direção de Celso Nunes. É uma reflexão irônica e bem humorada sobre o ensino, que mais do que nunca precisa ser repensado para voltar a interessar aos jovens, sobre a carreira de professor, o choque de gerações, pais x filhos, educadores x alunos.

“Animal” é adaptação feita por Celso Nunes do texto Inspirado em “L’Enseignant”, romance do escritor belga J.P.Dopagne, que pretende envolver os amantes do teatro, mas também alunos de escolas públicas e privadas, universitários e professores, uma vez que a abordagem da peça inspira o público a uma reflexão sobre a inversão de valores essenciais em nossa sociedade e o reflexo disso no sistema educacional.

O projeto Trigonoteatro foi contemplado no edital setorial de teatro e tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

PRÓXIMAS MONTAGENS DO TRIGONOTEATRO

“Vultos”, o segundo espetáculo a ser encenado pelo Trigonoteatro, é uma livre adaptação de Celso Nunes do texto de Brien Friel e Moly Sweeney, que teve tradução brasileira feita por João Bithencourt. Com estreia em maio, também com direção de Celso Nunes, é considerado um dos mais belos textos sobre Ética Humana do teatro moderno. Em cena são discutidos os mistérios da mente humana, os ganhos e perdas da Medicina, a ética nas relações interpessoais, o direito de se ser o que se é, a exploração das minorias, sanidade e loucura, o universo masculino versus o feminino, temas que são pauta do dia a dia em todo o mundo e que inquietam mentes e corações. Em agosto, estreia a terceira peça do Trigonoteatro: “Como se Fosse um Crime”, de Ângela Carneiro, brasileira que é escritora e tele roteirista da Rede Globo. Também com direção de Celso Nunes o espetáculo é comédia romântica à brasileira que retrata o casamento como instituição, e fala de adultério, amor, prazer sexual, colonialismo nas relações amorosas, da dinâmica do tédio e como evita-la quando um homem e uma mulher se amam, e da importante função do tempo sobre o amor.

  • SERVIÇO

“Animal”

Até 28 de abril, (sextas e sábados), às 19h30, no Teatro Sesc Pelourinho

Preços populares - R$ 10 e R$ 20

Mostra Baiana de Dança Contemporânea integra a programação do VIVADANÇA

A Mostra Baiana de Dança Contemporânea (MBDC), que completa 5 anos na programação do VIVADANÇA em 2018, contempla este ano quatro criações de artistas e grupos baianos. A Mostra acontece dias 20 e 21 (sexta e sábado), no ICBA Goethe-Institut Salvador e no Teatro Vila Velha, com sessões às 19h e às 20h.

A Mostra Baiana de Dança Contemporânea faz um panorama das produções mais recentes da dança contemporânea na Bahia. No total, são selecionadas até cinco obras coreográficas de grupos, coletivos e artistas do estado, com pelo menos dois anos de trabalho continuado. Desde a sua primeira edição, em 2014, a Mostra já levou ao público um total de 24 espetáculos, cinco desses convidados para apresentações em outros estados do Brasil.

Este ano a programação é composta por três espetáculos selecionados por meio de uma comissão técnica e um espetáculo convidado. “Salão” (do coletivo Casa 4), que faz uma abordagem de gênero na dança de salão; “Missa do Sétimo Dia” (de Guego Anunciação), que reflete sobre o genocídio do povo negro; “Janelas Para Navegar Mundos” (Trippé Coletivo de Dança) que se baseia no universo sertanejo; e nessa edição convida Neemias Santana/Nii Colaboratório com o espetáculo “Estio”, que investiga processo criativo experimental, para estreia dentro do festival, com o objetivo de estimular a criação e garantir espaço para novas ideias.

Na MBDC, curadores, diretores e programadores de festivais e plataformas nacionais e internacionais, vindos dos estados de Pernambuco, São Paulo, Amazonas, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Distrito Federal e Bahia; e de países como Polônia, Estados Unidos, Espanha, Canadá, El Salvador, México, Colômbia, Equador, Argentina, entre outros, se reúnem para assistir aos trabalhos coreográficos, com a perspectiva de levar essas montagens para outras regiões do Brasil e do mundo

O VIVADANÇA Festival Internacional tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. É uma realização da Baobá Produções Artísticas.

  • PROGRAMAÇÃO PARA SÁBADO DA 5ª EDIÇÃO DA MOSTRA BAIANA DE DANÇA CONTEMPORÂNEA

JANELA PARA NAVEGAR MUNDOS – TRIPPÉ COLETIVO DE DANÇA

O que acontece quando nos permitimos olhar? Contemplar o mundo em seus pequenos detalhes é o momento de entendimento, de amplitude, de também se enxergar. Após um mergulho nas correntezas que são as palavras dos poetas da ribeira do São Francisco, entregamos em cena o que ficou úmido nos corpos que se propõem poéticos, nesse doce desejo de ser dança. Rasgos, memórias, nuvens, cheiros e um pouco mais do que até então nos habita deságua agora nessas janelas para que você trace sua própria rota de navegação. Viajemos!

Dia 21/04, 19h, no Teatro ICBA Goethe-Institut Salvador. Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

SALÃO – COLETIVO CASA 4

Amor, breguice e viadagem conduzem o dois pra lá, dois pra cá de “Salão”, primeiro espetáculo do Coletivo Casa 4. Com direção de Leandro de Oliveira, este trabalho busca romper com os estereótipos de gênero que tradicionalmente envolvem as danças de salão e excluem outras possibilidades de dançar a dois.E m cena, o close é garantido pelos corpos viados dos intérpretes-criadores Alisson George, Guilherme Fraga, Jônatas Raine e RuanWills.

Dia 21/04, 20h, no Teatro Vila Velha. Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Programação completa em www.festivalvivadanca.com.br

Centro Cultural Plataforma apresenta comédia infanto-juvenil

A peça teatral ‘O Homem Rico Pobre’, montagem da EnCompanhia de Interesse Popular, escrita e dirigida por Luciana Souza, estará em cartaz no Centro Cultural Plataforma, na terça-feira (24), às 16h, para alunos da rede pública de ensino. A comédia infanto-juvenil fala sobre qualidades desvirtuosas do ser humano, como a avareza, a usura e o medo de compartilhar, além de refletir questões sociais da atualidade.

Em cena, um homem muito rico tem dificuldades em lidar com outras pessoas, por achar que todas querem tirar proveito da sua riqueza. Porém, doente e solitário, recebe em casa uma governanta que expressa valores humanizados em meio a tantos destemperos de seu patrão. Outros personagens buscam aproximação e fazem valer a solidariedade, a generosidade e o amor ao próximo.

O personagem protagonista, O Rico, interpretado por Carlos Pereira, vive esse enredo intrigante e cômico sobre valores sociais. O espetáculo trata dessas temáticas com muito humor, através do teatro popular, de elementos do teatro do absurdo, do teatro de sombra, de manipulação e com efeitos psicodélicos de som e luz. A peça traz ainda no elenco os atores Priscila Cerqueira, Necy Neves, Ary Reza Brava e Alex Jaga.

Com a perspectiva de difundir, valorizar as manifestações culturais brasileiras e contribuir socialmente através da arte/educação, a EnCompanhia de Interesse Popular é formada por artistas, estudantes, educadores e pesquisadores da cultura popular e de matrizes africanas que vem atuando em várias frentes nos âmbitos nacional e internacional, dirigida por Carlos Pereira e Luciana Souza.

  • SERVIÇOS

Comédia infanto-juvenil “O Homem Rico Pobre”

ONDE: Centro Cultural Plataforma

QUANDO: 24 de abril, 16h

INGRESSO: R$10,00 e R$5,00

 

Fonte: SecultBa//Municipios baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!