04/05/2018

Programação especial pelo mês da música reggae, no Pelô

 

Neste mês de maio, várias atrações apresentam no Pelourinho homenagens ao mês do reggae e à memória do cantor e compositor jamaicano Bob Marley. A programação conta com shows e eventos gratuitos que reúnem diversos artistas locais e representantes do ritmo jamaicano em Salvador. Os eventos também fazem referência ao dia 11 de maio, data instituída, desde 2012, como Dia Nacional do Reggae.

Robert Nesta Marley, mais conhecido como Bob Marley, deixou em suas músicas um legado nas composições que falam de amor, resistência e a luta dos africanos. Entre os sucessos eternamente lembrados de Bob, estão títulos como "Is This Love", "Three Little Birds", "One Love” e "Redemption Song”. Na Bahia, a música reggae também conquistou adeptos da filosofia difundida por Marley e admiradores do som jamaicano, se tornando um dos principais pólos de artistas do ritmo no Brasil.

O projeto “Sons de Liberdade

Viva Bob Marley” começa nesta sexta-feira (04), com show de Thomé Vianna e Banda Ragga. O artista apresenta músicas de seu disco e canções de diferentes artistas, prometendo animar a nação regueira. “Trago um repertório bem eclético, mas na pegada sempre do reggae com algumas músicas de Bob e outros artistas como Gilberto Gil, Cidade Negra, Tribo de Jhá. entre outros”, ressalta Thomé Vianna, que se apresenta às 21h no Largo Tereza Batista, aberto ao público. As comemorações pelo mês dedicado a música reggae segue ao longo das próximas semanas com apresentações de artistas como, Leo Bazico, Dionorina, Banda Cativeiro e Badaró JamBrass.

Já o projeto ‘’Bob Marley Vive’’, que realizou sua primeira edição com Kamaphew Tawá no dia 01, ainda vai apresentar o show “Elas Cantam Bob”, com mulheres da cena reggae comandando os vocais, e trará o encontro da música reggae com o rap no comando dos artistas Makkonnen Tafari e Kainna Tawa entre outros convidados.

‘’No projeto Bob Marley Vive serão realizadas diversas atividades, visando fomentar a cultura reggae com shows, palestras, mostra de vídeos e promete movimentar o cenário local da reggae music em uma temporada de encontros de artistas, bandas e adeptos da música revolucionaria’’ disse Jussara Santana coordenadora cultural do Movimento e Bloco Aspiral do Reggae.

A programação do Pelourinho conta com eventos realizados e apoiados pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC).

Sobre os shows

Parte do projeto Sons de Liberdade, Leo Bazico convida amigos e a platéia para cantar as famosas canções de Bob, e também mescla o repertório com musicas autorais e de artistas como Tim Maia, sempre com a sonoridade da música reggae. Bazico se apresenta na terça-feira (08) às 21h no Largo Quincas Berro D’Água, com show aberto ao público.

O Dia Nacional do Reggae na sexta-feira (11) será comemorado com show de Ras Mateus e convidados como Raíz Seletor, Fabiana Rasta, Victor Badaró, Deni Rodrigues, Bruno Natty, Busta Mavi. O artista se apresenta no Largo Tereza Batista, às 20h, com ingressos a R$ 20 e R$ 10.

A Banda Cativeiro traz nos vocais a cantora Nelma Marks e o baterista e cantor Ricardo Correia. A trajetória da banda espelha sua dedicação ao reggae com autenticidade e diversas experiências musicais na luta do povo negro. A banda se apresenta no domingo (13), às 17h, no Largo Pedro Archanjo com show aberto ao público e que também integra o projeto Sons de Liberdade.

Já a segunda edição do projeto Bob Marley Vive terá um show comandado por mulheres. Ao todo, dez artistas sobem ao palco para mostrar a resistência e o legado do reggae. Entre elas Jô Kalado, Aide Lewa, Mr Ives, Célia Sampaio e Nelma Marques. O show é aberto ao público e acontece no sábado (19) às 20h no Largo Pedro Archanjo.

No dia 25 de maio (sexta-feira), em homenagem ao Dia Mundial da África, a programação traz Dionorina, consagrado reggaeman baiano, para agitar o Largo Pedro Archanjo durante a Festa da África. O evento começa às 20h e tem entrada gratuita.

Aliando a cultura brasileira e baiana aliada à cultura jamaicana, Badaró JamBrass faz show gratuito para encerrar o projeto Sons de Liberdade no Largo Tereza Batista, no dia 29, às 21h. Na mistura do artista entra o reggae, samba, reggaeton, dancehall, funk music, zouk, entre outros estilos.

E encerrando a programação especial deste mês de maio, o reggae vai de encontro ao rap, com shows de Makonnen Tafari e Kainna Tawa, Família 4e15, Biel Gomes e Família BTB, na última edição do projeto Bob Marley Vive. O show é no Largo Tereza Batista, às 19h e tem entrada gratuita.

  • Serviço
  • Programação especial – Mês do Reggae

Sons de Liberdade – Viva Bob Marley

Thomé Viana & Banda Ragga

04 de maio (sexta) às 21h

Largo Tereza Batista

Aberto ao público

Sons de Liberdade – Viva Bob Marley

Leo Bazico

08 de maio (terça) às 21h

Largo Quincas Berro D’Àgua

Aberto ao público

Dia Nacional do Reggae

Ras Mateus e Convidados

11 de maio (sexta) às 20h

Largo Tereza Batista

R$ 20 e R$ 10

Sons de Liberdade – Viva Bob Marley

Banda Cativeiro

13 de maio (domingo) às 17h

Largo Pedro Archanjo

Aberto ao público

Bob Marley Vive – Elas cantam Bob

Jô Kalado, Barbara Jones, Célia Sampaio, Nelma Marks

19 de maio (sábado) às 20h

Largo Pedro Archanjo

Aberto ao público

Festa da África

Dionorina

25 de maio (sexta-feira) às 20h

Largo Pedro Archanjo

Aberto ao público

Sons de Liberdade – Viva Bob Marley

Badaró JamBrass

29 de maio (terça) às 21h

Largo Tereza Batista

Aberto ao público

Bob Marley Vive

Makonnen Tafari e Kainna Tawa, Família 4e15, Biel Gomes e Família BTB

31 de maio (quinta) às 20h

Largo Tereza Batista

Aberto ao público

Percussão da OSBA é destaque em concerto no Goethe-Institut

A Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) inicia oficialmente seu programa de concertos em maio com mais uma edição da Série Carybé, desta vez com um Concerto de Percussão que acontece nesta sexta-feira (04), às 19h, no teatro do Goethe-Institut Salvador/ICBA (Corredor da Vitória). Sob coordenação do músico Paulo Zorzetto, o concerto reúne 21 anos de dedicação de obras compostas para percussão na carreira de Gilberto Gil Santiago, integrante do naipe de percussão da OSBA. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) e serão vendidos somente no dia do espetáculo, a partir de 17h, na própria bilheteria do Goethe-Institut.

Entre os destaques do repertório está o arranjo criado por Santiago para “Depois que o Ilê Passar”, música de Miltão e um dos hinos do bloco afro Ilê Aiyê. Estão presentes também, obras atuais como “Coquim”, escrita em 2018, e a “Abertura Percussiva”, gravada no primeiro disco do Grupo de Percussão da UFBA e executada no Brasil, Europa e Estados Unidos. O público confere também “Sépia”, sua primeira peça solo escrita para vibrafone, além da peça “Arruela”, com participação do Duo Origem, formação para contrabaixo e percussão de Gil com o seu irmão Ângelo Santiago, no qual o autor expande seu olhar de compositor para além da percussão.

A apresentação traz como solista Gilberto Gil Santiago, homenageado e autor das obras executadas na ocasião, e ainda os músicos Paulo Zorzetto, Oscar Mauchle, Humberto Monteiro, Jorge Sacramento e Paulo Carneiro, todos integrantes do naipe de percussão da OSBA. O concerto conta ainda com as presenças dos percussionistas Aquim Sacramento e Lucas de Gal, além do contrabaixista Ângelo Santiago.

SERVIÇO

ORQUESTRA SINFÔNICA DA BAHIA APRESENTA: “CONCERTO DE PERCUSSÃO” (Série Carybé)

Data: 04 de maio (sexta-feira)

Horário: 19h

Local: Goethe-Institut Salvador/ICBA, Av. Sete de Setembro, 1809 – Corredor da Vitória.

Ingressos: R$ 10,00 (inteira) / R$ 5,00 (meia)

Vendas: Somente no dia do espetáculo, a partir de 17h, na bilheteria do Goethe.

Inscrições abertas para o K CENA – Projeto Lusófono de Teatro

Criado em 2012, o projeto K CENA este ano propõe à encenação do texto “Tempostade”, que será apresentado nos dias 12 e 13 de Junho, na sala principal do Teatro Vila Velha – uma das 17 instituições apoiadas pelo Fundo de Cultura via edital de Apoio a Ações Continuadas de Instituições Culturais. A montagem será resultado da oficina de criação com a atriz e diretora Chica Carelli. A relação da humanidade com o tempo é o grande tema do espetáculo. Qualquer pessoa com mais de 17 anos pode participar. As inscrições podem ser feitas no Teatro Vila Velha, de segunda a sexta, das 15h às 18h, ou através do Sympla (www.sympla.com.br/teatrovilavelha). A oficina e ensaios acontecem de 02 de maio a 13 de junho, sempre de terça a sexta, das 9h às 13h.

"Tempostade" debruça-se sobre a relação da humanidade com o futuro e foi escrito por jovens escritores: dois portugueses, Gabriel Gomes e Sofia Moura; um brasileiro, Rafael Medrado; e a cabo verdiana Lisa Reis. A partir de uma oficina de criação literária, em um mês de escrita e edição, até que tomasse sua forma final. “O texto é uma reflexão sobre a humanidade e sua relação com o tempo. Como projetamos o que virá, com base em nossas experiências, em tudo o que já passou; numa relação dinâmica entre passado, presente e futuro”, comenta o ator Rafael Medrado, acrescentado que “há um foco considerável nas impressões sobre o tempo durante nossa juventude, quando tínhamos menos passado e experiências que na vida adulta. Essas mudanças de expectativa também são importante para nosso argumento”, conclui.

“Tempostade” serve de ponto de partida para a criação de três espetáculos distintos: o primeiro aconteceu recentemente em Viseu, Portugal. Agora as cidades de Salvador (Brasil) e Mindelo (Cabo Verde) montam suas versões.

O Teatro Vila Velha integra o K Cena desde sua criação. Ao longo de mais de cinco anos, este projeto propicia o intercâmbio entre Brasil (Teatro Vila Velha), Cabo Verde (Instituto Camões) e Portugal (Teatro Viriato). Num total de cinquenta e duas semanas de ensaios, cinco encenadores já criaram treze espetáculos a partir de temas como Peter Pan, Dom Quixote, O Medo, A Grande Ressaca e Rei Ubu. Em 2018, entraram dois novos parceiros nesta aventura lusófona, o Teatro Nacional D. Maria II, de Lisboa, e o Teatro Nacional, do Porto.

 

Fonte: SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!