09/05/2018

Feira: Vereador alerta para crise no transporte público

 

No uso da tribuna na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Alberto Nery (PT) fez observações em relação às críticas feitas ao Governo Estadual pelos vereadores da base governista e repercutiu a publicação de uma licitação para realização de um estudo econômico das empresas que exploram o sistema de transporte público da cidade.

“Às vezes me pergunto se estou no lugar certo, pois vejo aqui os colegas criticando o Governo do Estado pelo simples fato de o ex-prefeito da cidade ser candidato a governador do estado. É preciso lembrar que o ex-prefeito anunciou um investimento de R$ 90 milhões para as obras de um BRT que não sabemos para onde vai. Tem ainda o Mercado Popular, para ser construído em área doada e com investimento de R$ 20 milhões, que não está pronto”, pontuou Nery.

Licitação

Ainda no uso da tribuna, o petista Alberto Nery lembrou que semana passada levou ao conhecimento de todos a intenção da Prefeitura de realizar uma licitação para estudar a situação econômica das empresas que exploram o serviço de transporte público da cidade e a resposta do secretário de administração, João Marinho, sobre esta iniciativa.

“Segundo o secretário, os empresários encaminharam ofício ao Município alegando prejuízo financeiro, tendo em vista que o número de passageiros está inferior ao apresentado a eles no processo licitatório. “Os empresários querem que a Prefeitura os reembolse, por isso a iniciativa do Município em investir neste estudo econômico”, explicou.

Nery convocou os edis para debaterem o assunto e se preciso for, seja realizada audiência pública. “A qualquer momento a população pode pagar mais caro pela tarifa ou ficar sem o transporte, pois se não forem reembolsados não vão continuar operando no sistema. Vamos ficar atentos, pois o prefeito ainda não apareceu”, findou.

Feira terá licitação para estudo econômico de empresas de transporte

Em pronunciamento na Casa da Cidadania, o edil Roberto Tourinho (PV) informou que esteve com o secretário Municipal de Administração, João Marinho, para obter mais informações sobre a licitação que será realizada pela Prefeitura para realizar um estudo econômico nas empresas que exploram o sistema de transporte  público da cidade.

“Estive com o secretário na última sexta-feira, juntamente com os edis Gilmar Amorim, Carlito, Lulinha e Cadmiel. Lá o secretário nos explicou que a Prefeitura realizará a licitação porque as empresas encaminharam ofício ao Município solicitando o reembolso do prejuízo financeiro que obtiveram com o número inferior de passageiros do apresentado na licitação da qual foram vencedoras e com a defasagem da tarifa”, disse Tourinho.

E continuou. “A Prefeitura está fazendo um levantamento para depois poder negociar os valores. Mas, sou contrário a essa atitude. A Prefeitura não tem que se preocupar com empresas que não estão preocupadas em prestar um bom serviço à nossa cidade. Lembro-me que Tarcízio Pimenta fez um acordo com as empresas que exploravam o serviço na época e quando Ronaldo assumiu não deu continuidade, então espero que Colbert também não dê continuidade a isso”, sugeriu.

Para o edil, o Município não deve fazer acordo nenhum. “Se estão alegando prejuízo que busquem solução na Justiça, até porque ninguém iria prever que o Brasil teria 14 milhões de desempregados, o que reduz a quantidade de passageiros. Estas empresas prestam um péssimo serviço na nossa cidade e não vou me calar”, analisou.

Tourinho lembrou mais que para o pleno funcionamento do BRT é preciso que as empresas disponham de ônibus adaptados. “O importante é que o BRT funcione porque será importante para a população. Foram R$ 90 milhões em investimentos e mais aditivo. Eu quero saber como as empresas vão operar no BRT. Já que estamos diante de um litro de combustível a R$ 5, precisamos oferecer um transporte de qualidade para o feirense”, avaliou.

Em aparte, o petista Alberto Nery lembrou que há uma área, que foi declarada de utilidade pública, situada entre a Nóide Cerqueira e Tobias Barreto, onde deveria ser construído um terminal para o BRT, mas até o momento ninguém viu essa construção. Segundo Carlos Brito, esta obra será iniciada”, disse.

Também em aparte, o líder governista Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM), lembrou que os terminais serão construídos no bairro Pampalona, Avenida Ayrton Sena e no bairro Sim. “Todos serão construídos”, garantiu.  

Em Feira, filho de Bolsonaro aposta em vitória do pai no 1º turno

O filho do pré-candidato à presidência da República Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, esteve em Feira de Santana nesta segunda-feira (7), em um evento promovido Partido Social Liberal (PSL), para falar das propostas de governo da sigla, rumo à eleições em 2018.

Segundo Eduardo Bolsonaro, em entrevista ao Acorda Cidade, o objetivo maior da sua vinda foi aproximar os eleitores baianos do PSL e tentar “desmistificar” a ideia de que a Bahia é comandada pelo PT.

“Os baianos não concordam com essa corrupção. Aqui também tem pessoas que concordam com a gente, que defendem a família, que são a favor da legítima defesa do cidadão de bem, que querem o resgate do professor dentro das escolas; as bandeiras conservadoras”, afirmou o deputado federal.

Propostas

Durante o evento, o deputado Eduardo Bolsonaro revelou algumas das propostas de governo do pai, Jair Bolsonaro, caso ele ganhe as eleições em outubro deste ano.

“A primeira proposta é reduzir o tamanho do estado pra reduzir também o tamanho da corrupção; colocar a segurança pública com quem realmente entende dela e não esse pessoal dos Direitos Humanos deturpado, que só defende bandido, criminoso; colocar uma educação com o resgate da autoridade do professor, se possível, militarizando as escolas pra expulsar o tráfico de drogas e colocar o aluno pra despontar em várias matérias, como matemática. Em geral essas são as principais bandeiras”, elencou.

Questionado sobre a denúncia oferecida pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a qual aceitou a acusação da jornalista Patrícia Lelis, que acusou o deputado de ameaça-la de morte, Eduardo Bolsonaro se disse tranquilo e não acredita que as acusações interfiram na campanha.

“No meu íntimo, estou bem tranquilo, e no final desse processo, quando o inquérito for arquivado, eu vou querer não só uma indenização moral como também interditar a Patrícia Lelis”.

Pesquisas eleitorais

Eduardo Bolsonaro comemorou ainda os resultados das últimas pesquisas de intenção de votos, em que Jair Bolsonaro aparece na liderança em uma disputa sem Lula.

“Se o pessoal der mole vai ser no primeiro turno porque eu não vejo nenhum político chegando em aeroportos e andando pela rua recebendo o carinho que o Jair Bolsonaro recebe. Uma parte disso são pessoas que não aguentam mais essa velha política do toma lá dá cá e não aguentam mais ver o governo tomando atitudes que não são do interesse público. Então essa é a mudança que o povo espera, e deposita suas esperanças no Jair Bolsonaro, e eu acredito que ele tem tudo pra ganhar, porque o Brasil, mais do que tudo, eu acredito também que é um país conservador”.

Noções sobre segurança no trânsito para alunos da zona rural

A importância da segurança no trânsito foi abordada com mais de 100 alunos da Escola Municipal Agrário de Oliveira Melo, do distrito Governador João Durval Carneiro, antigo Ipuaçu, nesta segunda-feira, 7.

Através do projeto Saúde no Trecho, parceria entre a Viabahia e Vitamed, os estudantes puderam aprender, desde cedo, a importância do cinto de segurança, de sempre utilizarem a passarela para atravessar a rodovia, dentre outras orientações.

Alunos conheceram unidade de resgate

Os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer uma unidade de resgate e entender um pouco sobre o seu funcionamento. Elas participaram ativamente da ação, atuando em simulações orientadas pela equipe presente. “É interessante porque, normalmente, eles nunca teriam acesso a esse tipo de questões e eles estavam entusiasmados, curiosos”, afirma Cristhiane dos Santos Góes, coordenadora da escola.

Realização de consultas gratuitas

O evento também proporcionou à comunidade local a realização de consultas ambulatoriais gratuitas, testes de glicemia e aferição de pressão arterial. Cerca de 40 pessoas foram atendidas durante a ação.

O Saúde no Trecho se estende até setembro. Neste período, irá contemplar mais 25 municípios – que dão apoio através de suas Secretarias – que têm ligação com trechos de rodovias que estão sob concessão da Viabahia. O projeto atende o trecho da BR-324 entre Feira de Santana e Salvador, e da BR-116 entre Feira e a divisa com Minas Gerais.

Projeto tem objetivo de disponibilizar serviços para as comunidades

Segundo Felipe Zamarioli, analista de Comunicação da Viabahia, o projeto tem como objetivo disponibilizar serviços de saúde às comunidades pelas quais a empresa passa, oferecendo retorno social para elas. “Além dos exames oferecidos, a equipe médica fala sobre a importância do serviço de resgate e também sobre o comportamento seguro no trânsito, que é relevante tanto para as crianças quanto para os pais. Então, além dos atendimentos, queremos levar um pouco do conhecimento”, afirma.

Pequeno agricultor em Feira já recebeu 1,4 mil horas gratuitas de trator

Desde o dia 1º de abril, a Prefeitura de Feira de Santana já destinou quase 1.400 horas de trator para preparar terrenos dos pequenos agricultores do município para a safra de inverno. Neste ano, mais 1,5 mil famílias serão beneficiadas pelo maquinário.

O secretário de Agricultura, Joedilson Freitas, disse que a data da descompactação dos terrenos está obedecendo a lista de inscrição, nas associações comunitárias. “Quem chegou no início das chuvas foram os primeiros a serem atendidos”.

Ele afirmou que a Prefeitura está trabalhando para atender a demanda. “A Prefeitura atende exclusivamente aos pequenos produtores, aqueles cujos terrenos tem até duas tarefas”.

O serviço, de acordo com o secretário, é realizado a partir das demandas apresentadas pelas associações – tendo como prioridade aquelas que não possuem tratores. “Como o ciclo de chuvas é curto, todos devem estar preparados para o serviço”.

A corrida pelo maquinário é curta e há necessidade que a terra seja preparada rapidamente, para que as sementes aproveitem a umidade para germinar. “Daí a necessidade de que as associações comunitárias tenham seus próprios tratores”, afirmou o secretário.

Mais de 100 pessoas foram picadas por escorpiões no 1º trimestre deste ano em Feira

Cento e catorze pessoas vítimas de picadas de escorpião deram entrada na emergência do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, no primeiro trimestre deste ano. O número de casos é quase 20% maior que o registrado em 2017, quando 86 pessoas foram atacadas pelo animal peçonhento.

De acordo com a enfermeira Gerusa Sher, coordenadora do Núcleo Hospitalar de Epidemiologia do hospital, o período sazonal, de chuva e calor, faz com que os escorpiões saiam em busca de alimentos para manter sua reprodução.

“As localidades, onde vem ocorrendo esse acidentes, são áreas atualmente urbanas, mas que eram áreas rurais. Essas localidades são propícias para a reprodução deles com calor e umidade adequados para eles se reproduzirem. Com a área urbana também chegam situações propícias como lixo, entulho, locais adequados para que eles venham a se reproduzir e também se alimentar”, afirmou.

A enfermeira orientou que ao ser picado por um escorpião a primeira medida é lavar o local com água corrente e sabão e, imediatamente, se deslocar ao local de referência para o tratamento, em Feira de Santana e região, que é o HGCA, para qualquer animal peçonhento, bem como o escorpião.

“O primeiro sintoma que aparece após a picada é a dor local. Pode ter necrose e também outros problemas em órgãos internos, a depender do tipo de escorpião e da quantidade de inoculação desse veneno no organismo. Aqui nós disponibilizamos o soro antiescopiônico, em quantidade adequada, em conjunto com o Núcleo Regional Centro-Leste”, informou Gerusa Sher.

Ela diz que o paciente, ao chegar com o relato da picada, é feito o acompanhamento e ele fica em observação. Durante esse período, a equipe avalia a aplicação do soro e se há necessidade de internamento.

“Numa situação mais grave, a vítima pode evoluir à morte. Quando o paciente traz o escorpião fica mais fácil identificar a gravidade que o escorpião pode trazer à vítima. Mas se não houver condições de trazer o animal, a única forma que nós temos é avaliar a evolução do quadro clínico”.

Ela ainda ressaltou que não se deve acumular lixo, entulho nas casas, evitar que a casa esteja sem reboco, com tijolos expostos, pois todos esses locais são propícios para os escorpiões se esconderem. Outra situação são os calçados que devem sempre ser sacudidos, pois são lugares onde os animais buscam se esconder.

 

Fonte: Ascom CMFS/Acorda Cidade/Secom PMFS/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!