10/05/2018

Confirmado Mundial de Surf e Itacaré Sound Festival em outubro

 

Itacaré vai se transformar mais uma vez na capital internacional do surf com a realização do Mundial QS1.500 masculino e feminino que acontecerá entre 16 e 21 de outubro, na praia da Tiririca. O evento vai reunir atletas de diversos países e terá como diferencial, além das belezas naturais da cidade e das excelentes ondas de Itacaré, a conscientização para a necessidade de preservação ambiental com uma série de ações educativas voltadas para a conservação da natureza e a sustentabilidade. E esse ano a etapa vai contar ainda com a prova para o feminino, com uma semana inteira de competições, destacando o potencial das mulheres no esporte mundial.

Paralelo ao Mundial de Surf vai acontecer o Itacaré Surf Sound, com atrações nacionais que já serão divulgadas nos próximos dias. O evento acontecerá nos dias 19 e 20 de outubro no quilômetro 6, numa grande estrutura que será montada no local. A proposta dessa etapa, segundo explicou o coordenador do evento, Cléber Miranda, é colocar sempre Itacaré como uma referência no esporte a nível mundial, despertar o talento dos atletas e revelar novos surfistas, destacar as belezas naturais do município, conscientizar para a preservação ambientas e promover o lazer para os itacareenses e turistas

O prefeito Antônio de Anízio ressaltou a importância do evento não somente para a esporte, já que vai colocar Itacaré novamente como uma referência do surf no mundo, mas principalmente para a economia da cidade, já que vai projetar o município para o mundo, revelando as belezas naturais de Itacaré e atrair turistas de diversos estados brasileiros e de diversos países. O diretor geral da WSL, Xandi Fontes, ressaltou que no ano passado a etapa de Itacaré foi uma das mais organizadas da temporada e a expectativa é de ampliar a cada ano esse evento na cidade. Ele também destacou o potencial turístico de Itacaré, as belezas naturais e a vocação para o surf e revelou que trazer de volta essa etapa no ano passado só foi possível graças ao empenho da administração municipal que não mediu esforços para concretizar esse sonho dos atletas e da comunidade de Itacaré.

Realizado pela World Surf League (WSL) a etapa do mundial de surf de Itacaré vai distribuir milhares de dólares em prêmios e vais trazer para a cidade surfistas de vários países, colocando mais uma vez o município como uma referência internacional do esporte. E como o grande diferencial será o apelo para a preservação ambiental, durante o mundial entidades voltadas a essa área, juntamente com a Associação de Surf de Itacaré, em parceria com as secretarias de Meio Ambiente e Educação, estarão desenvolvendo ações educativas com estudantes das redes públicas e particulares e os próprios participantes do evento, mostrando a importância da preservação do meio ambiente, com palestras, atividades de coletas, exposições artísticas e plantio de mudas.

Festival Gastronômico de Itacaré terá a curadoria de Elibia Portela

De 12 a 15 de julho acontecerá a 5º edição do Festival Gastronômico “Sabores de Itacaré”. Um dos nomes mais respeitados da gastronomia baiana, a apresentadora Elibia Portela assina a curadoria do evento que vai movimentar o destino turístico. Como tema Gastronomia de Raiz, cerca de 40 restaurantes já se inscreveram e apresentam receitas variadas.

Com o objetivo de reunir baianos e turistas, Itacaré vai incentivar os restaurantes locais a apresentar pratos, petiscos, lanches, sobremesas e drinks com riqueza de sabores, além de shows musicais, feira gastronômica, feira de agricultura familiar e cozinha show.

Segundo o prefeito de Itacaré, António de Anízio, “o Festival Gastronômico se consolida como um dos mais importantes eventos de gastronomia da Bahia e Itacaré mostra para o Brasil que vai muito além do surf e do sol e praia, tem um roteiro gastronômico imperdível e vem fortalecendo seu calendário com eventos de muita qualidade e identidade cultural”, afirma o prefeito.

O 5º Festival Gastronômico Sabores de Itacaré aproveitará a grande diversidade gastronômica local, onde cada estabelecimento utilizará os produtos da agricultura familiar para a composição dos pratos, valorizando os saberes e fazeres dos Chefs e Cozinheiros Locais.

Durante o festival, a cultura e a música de Itacaré terão espaço garantido com uma programação especial para apresentação de manifestações culturais quilombolas, como o ‘’Bicho Caçador’’, Volta da Jiboia, Capoeira, Samba de Roda e Samba Reggae “Dedo de Moça”. Além de Estrutura de palco para apresentações de artistas e músicos locais que dividiram o palco com artistas da Bahia.

A realização da Feira da Feira Gastronômica com pratos inscritos especialmente para o Festival e a Feira Agricultura Familiar são dois grandes destaques para esta edição. Esses espaços têm como objetivo criar e fortalecer a promoção, divulgação e comercialização dos produtos da Agricultura Familiar da região.

Também será realizada a Cozinha Show. O local será um espaço preparado para a interação entre profissionais da gastronomia local e visitantes. Uma cozinha especialmente montada no evento para receber a presença de chefs que mostrarão suas habilidades e ensinarão alguns de seus truques.

O evento é uma realização da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo e tem o patrocínio da Secretaria Estadual de Turismo, Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural através da CAR Governo da Bahia. O Festival tem o apoio da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, do Sindicato Patronal de Hospedagem e Alimentação de Itacaré.

As famosas praias paradisíacas de águas claras de Itacaré atraem milhares de turistas de todo canto do mundo. As belezas naturais das praias virgens de águas cristalinas, mata preservada, cachoeiras, rios e manguezais encantam os visitantes que buscam equilíbrio entre o sossego e a badalação. Ótimo destino para quem gosta de estar em contato com a natureza.

Prefeito discute com cabaneiros e SPU sobre organização das praias de Itacaré

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, participou na manhã desta segunda-feira, no Hotel Ecoporan, de uma reunião promovida pela Associação dos Cabaneiros, com o objetivo de buscar alternativas para organizar as praias da cidade e regularizar a situação das cabanas. O encontro contou com a participação de representantes da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), dirigentes de órgãos e entidades ligados ao meio ambiente, secretários municipais e cabaneiros das mais diversas praias de Itacaré.

Antônio de Anízio ressaltou a importância de se definir junto com a SPU, município e os órgãos ambientais o que de fato pode ser ocupado, para garantir uma melhor organização do litoral da cidade, ordenar e possibilitar os investimentos dos cabaneiros e apontar quais as situações irregulares para que sejam adotadas as medidas cabíveis. Uma das solicitações apresentadas pelo prefeito à SPU foi que seja enviado, o mais breve possível, técnicos para realizar o diagnóstico do litoral itacareense, definindo o que de fato é área de praia e os locais onde podem ou não funcionar as cabanas.

O superintendente da SPU na Bahia, Ricardo Sabak, citou que uma das alternativas para a organização do litoral de Itacaré é a gestão compartilhada das praias, a exemplo do que já foi feito em alguns municípios baianos. Ele colocou o órgão à disposição do município para junto com a Prefeitura, Ministério Público, órgãos ambientais e cabaneiros buscar uma solução para o impasse. Já o coordenador da SPU, Abelardo Filho, explicou que inicialmente é preciso definir o que é considerado praia, área de restinga e espaço que pode ser ocupado e que para isso estará atendendo a solicitação da Prefeitura para realizar esse diagnóstico do litoral itacareense.

A Portaria 113 estabelece uma gestão compartilhada entre União e municípios, onde as cidades que forem autorizados a gerir suas praias urbanas devem cumprir uma série de obrigações que serão cobradas e fiscalizadas pela Secretaria do Patrimônio da União. Entre essas atribuições, estão a de zelar para que as praias sejam usadas e ocupadas corretamente, garantir que cumpram sua função socioambiental e fiscalizar e punir ocupações irregulares. A transferência de gestão das praias não é feita de forma automática. Elas dependem do cumprimento de requisitos por parte dos municípios e está sujeita à análise prévia da SPU, que recebe o pedido das prefeituras e decide a transferência ou não de todas as praias urbanas, ou se alguma parte ficará no âmbito da União.

Eunápolis: Juiz mantém juri do ex - prefeito Paulo Dapé

O ex-prefeito de Eunápolis, Paulo Ernesto Ribeiro da Silva, o "Paulo Dapé"; Valdemir Batista de Oliveira, o "vereador Dudu"; Antônio Oliveira Santos ("Toninho da Caixa"); e a sacerdotisa Maria José Ferreira Souza, a "Maria Sindoiá", vão a júri popular.

Eles são apontados como autores intelectuais da morte do radialista Ronaldo Santana, em 1997. A sessão do juri começa na próxima segunda-feira, às 8 horas, no Fórum Mário Albiani.

O juiz da 1ª Vara Crime de Eunápolis, Otaviano Andrade Sobrinho, manteve a data. O MP-BA teve que designar um novo promotor, Ariomar da Silva, do Núcleo do Júri, que vai atuar com auxílio do promotor local, Luiz de Freitas.

Há uma semana, o Ministério Público Estadual requereu o adiamento do julgamento dos quatro acusados da morte de Ronaldo Santana, ocorrida em 9 de outubro de 1997. O promotor Dinalmari Messias informava a impossibilidade da presença do promotor designado para o caso, Davi Gallo Barouch.

O crime teve como executor o ex-policial militar Paulo Sérgio Mendes Lima, que já foi julgado, condenado e cumpriu pena. Ele entregou os outros acusados.

Canavieiras: Após restrição de foro, prefeito será julgado em 1ª instância por homicídio

Por analogia à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que restringiu o foro privilegiado para parlamentares, o desembargador Julio Travessa, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), remeteu o processo do prefeito de Canavieiras, Clóvis Roberto Almeida de Souza, conhecido como Dr. Almeida, para primeira instância.

Essa é a primeira decisão neste sentido no Brasil. O processo foi remetido para a Vara Criminal de Canavieiras, no sul da Bahia.

O prefeito é acusado de homicídio culposo e não tem foro privilegiado, já que o crime não aconteceu enquanto o gestor estava no mandato, e sim quando o prefeito exercia a função de médico.

Na decisão, a desembargador concorda integralmente com as fundamentações exaradas pelo plenário do STF, como também pelo ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

“Entende este Julgador ser impositivo, no âmbito deste Egrégio Tribunal de Justiça, a remessa das ações penais originárias relativas a detentores de mandatos eletivos, quando os fatos apurados tenham sido cometidos antes da assunção do cargo ou, ainda que após esse marco, não possuam nenhuma relação com a função pública exercida, salvo quando já encerrada a instrução, entendido tal termo como sendo a intimação das partes para apresentação de alegações finas”, assinala.

URUÇUCA: POLÍCIA FEDERAL VISITA OBRAS DA GESTÃO PASSADA

Em visita ao município a Policia Federal, realiza investigações em relação a obras que teriam sido realizadas pela gestão passada no ano de 2014 nas escolas do campo.

Na terça-feira dia 08, e nesta quarta, dia 09 a equipe da Policia Federal acompanhada do diretor das escolas do campo, Antônio Jacson Clímaco, realizou diligências nas escolas do campo para verificar em loco obras realizadas pela gestão anterior.

A Secretaria Municipal de Educação da atual gestão esta pronta para contribuir com as investigações e colocou-se à disposição para fornecer quaisquer informações necessárias.

“A policia federal tem todo o nosso apoio, e no que for possível estaremos prestando a nossa contribuição. Não podemos admitir irregularidades feitas com o dinheiro público. Pontuou o Prefeito Moacyr Leite Junior.

BUERAREMA: “A TRIBO” FINALIZA PRIMEIRA ETAPA DO PROJETO ARTE PARA O FUTURO

O Projeto Arte para o Futuro, realizado pela “Tribo, Arte e Sensibilidade” grupo de teatro bueraremense, teve sua primeira etapa, o “Diálogo com a Comunidade”,  finalizada nesta terça-feira, 08 de maio com a visita ao Colégio Estadual Polivalente de Itajuípe e ao Colégio Estadual Ana Nery, em Ibicaraí.

O diálogo que é realizado pela equipe que compõe o elenco da peça, diretores e demais componentes, e consiste na elucidação de diversos temas, desde a experiência da Tribo com montagens teatrais até o processo de produção teatral e adaptação do texto da peça  para o  público escolar, teve início em 02 de abril e envolveu além da escolas citadas, o Colégio Estadual Enedina Oliva, em Buerarema e Treze de Junho, em São José da vitória.

As próximas etapas serão a  apresentação da peça teatral “A Hora da Estrela” e a palestra sobre o “Teatro Espontâneo”, que envolve estudantes do ensino médio dos municípios em questão, que acontecem no dia 18 de maio, às 18h e 19h, no Líder Social de Buerarema, finalizando assim as atividades do projeto. O espetáculo “ A Hora da Estrela” é uma adaptação escolar da obra de Clarice Lispector, por Luís Sérgio Ramos, dirigido por Gideon Rosa.

O projeto Arte para o Futuro tem  apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia e apoio institucional do Instituto Macuco Jequitibá.

 

Fonte: Itacaré Informa/A Região/BN/PSB/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!