11/05/2018

Reggae, pagode e hip-hop em destaque no Pelô

 

Diversos ritmos e atrações para todos os gostos marcam a agenda de eventos essa semana nos largos do Pelourinho. Dentre os destaques tem lançamento do CD do Psirico e do EP do grupo 50 Batidas de Rap, além de muito samba, forró, rock e a celebração pelo dia nacional do reggae com o projeto Sons de Liberdade, e show de Edson Gomes, garantindo os agitos da semana. A programação conta com eventos realizados e apoiados pela Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA), por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI).

A sexta-feira (11) começa com o samba de roda repaginado do Samba Trator, que convida o grutpo Simplesmente Nós para uma participação especial. A cada semana o trator avassalador, como é conhecido, leva muita animação e interage bem com o público. O evento é gratuito e acontece às 20h, no Largo Pedro Archanjo.

Também nesta sexta tem mais festa com a celebração pelo Dia Nacional do Reggae, a comemoração pela data está garantida com show de Ras Mateus que traz convidados especiais como a banda Raíz Seletor, Fabiana Rasta, Victor Badaró, Deni Rodrigues, Bruno Natty, Busta Mavi, entre outros. O artista se apresenta no Largo Tereza Batista, às 20h, com ingressos a R$ 20 e R$ 10.

E Márcio Victor também está chegando pra agitar a noite sexta no Pelô. O projeto Samba Sertanejo e Axé nessa semana conta com show da banda Psirico, que faz lançamento do seu mais novo CD, intitulado PSI F5 ATUALIZANDO. Serão 3 horas de apresentação que conta também com a participação especial do Olodum. O evento acontece às 20h no Largo Quincas Berro D’Água com ingresso a preço único R$ 20.

No sábado (12), é a vez do rap entrar em cena com a segunda edição do evento #Alucinações. A festa traz o envolvimento da música com a arte de rua. No evento também acontece lançamento do EP da Banda 50 Batidas de Rap e traz como convidados os grupos QDI - Quarto de Ilusões, Raro Efeito, CLZ Beats, DJ SKULL, entre outros artistas do rap baiano. O encontro acontece no Largo Pedro Archanjo, às 17h, com ingressos a R$ 15.

Ainda no sábado acontece o evento Pelô Rock Fest, uma ação cultural itinerante que traz como principal atração a banda paulista de punk/rock Garotos Podres, que após dez anos está de volta aos palcos baianos. O evento também visa arrecadar alimentos que serão doados para moradores do Centro Histórico. A abertura do show fica por conta das bandas baianas Barulho S/A e Carburados Rock Motor. Às 19h, no Largo Quincas Berro d'Água. Ingressos R$ 30.

Para encerrar bem a noite de sábado tem muito forró com o projeto Sons Daqui, com show da banda Pirombeira que promete um baião especial e do Forró da Gota que traz a mistura do baião com guitarrada, do xaxado com chula e do xote com chamego. Os artistas prometem uma dobradinha musical para o público. O encontro acontece no Largo Tereza Batista, às 20h com ingressos R$ 20 e R$ 10.

E no fim de tarde de domingo (13) tem a Banda Zuhri comandando o evento Classudos RapJazz, a festa que na última edição lançou o EP ‘’Andamento’’, traz para o público dois Dj’s residentes: Jarrão e Sica, além de convidados como os MC’s Sub Ederson e Senpai Darlan Oliveira que mandam ver no freestyle durante o evento. A Banda Underismo, que recentemente lançou o EP R3sídu0$, abre o evento que acontece às 16h, no Largo Quincas Berro d’Água com ingressos a R$ 20,00 e 10,00.

O domingo segue com mais uma edição do projeto Sons de Liberdade, com show da Banda Cativeiro que traz nos vocais a cantora Nelma Marks e o baterista e cantor Ricardo Correia. A trajetória da banda espelha sua dedicação ao reggae com autenticidade e diversas experiências musicais na luta do povo negro. A banda se apresenta às 17h, no Largo Pedro Archanjo com show aberto ao público.

Na terça-feira (15) dois eventos gratuitos animam a noite do Pelourinho. Às 19h no Largo Pedro Archanjo o Forró e o Pagode se encontram com as bandas Forró Coisa Boa e Pagode do Prince. Outro evento é a segunda edição deste mês do Aquecendo a Fogueira, que traz a banda A Volante do Sargento Bezerra para comandar a festa com a mistura de diversos ritmos como baião, xaxado e xote. O show acontece às 21h no Largo Tereza Batista.

E o veterano na música reggae Edson Gomes realiza também nesta terça, às 20h, no Largo Quincas Berro d´Água o show Gomes & Family, com a participação de Tim Tim Gomes, Banda Dissidência, Isaque Gomes e Jeremias Gomes. A entrada custa R$ 20 + 1 kg de alimento não perecível.

Na quinta feira (17) acontece o evento Forró na Pedro, com apresentação da Banda Forró Dendê e convidados. O show começa às 20h, no Largo Pedro Archanjo e é aberto ao público.

  • Serviço

Banda Samba Trator

Local: Largo Pedro Archanjo

Quando: 11 de maio (sexta) às 20h.

Gratuito

Dia Nacional do Reggae

Ras Mateus

Local: Largo Tereza Batista

Quando: 11 de maio (sexta) às 20h

Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00

Samba, Sertanejo e Axé – Psirico

Local: Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 11 de maio (sexta) às 20h

Ingresso R$ 20,00

Pelô Rock – Ação Cultural Itinerante

Local: Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 12 de maio (sábado) às 16h

Ingressos: R$ 30,00

Alucinações – Lançamento EP

Banda 50 Batidas de Rap

Local: Largo Pedro Archanjo

Quando: 12 de maio (sábado) às 20h

R$ 10,00 (primeiro lote) e R$ 15,00(segundo lote)

Sons Daqui – Pirombeira e Forró da Gota

Local: Largo Tereza Batista

Quando: 12 d

Balé Teatro Castro Alves continua em turnê nos Espaços Culturais

Continuando sua turnê pelos Espaços Culturais administrados pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) apresenta o projeto Endogenias nos dias 10 e 17 de Maio, em Salvador. Em 10 de maio, a caravana do BTCA se desloca para o Cine Teatro Solar Boa Vista, no bairro de Brotas, em Salvador, e em 17 de maio, os bailarinos estarão no Espaço Cultural Plataforma, no subúrbio ferroviário da capital baiana. Os espetáculos do projeto são concebidos a partir de coreografias criadas pelos próprios dançarinos da companhia. As senhas de entrada para cada montagem são distribuídas gratuitamente, 30 minutos antes de cada apresentação, sujeitas à lotação dos espaços. A classificação é para maiores de 14 anos.

No dia 10 de Maio, a partir das 19h, o BTCA estará no Cine Teatro Solar Boa Vista com a coreografia Atlântico, que é um solo do bailarino Paulo Fonseca. Este é um estudo contemporâneo de dança-teatro baseado na cultura, que busca definir a modernidade, a partir do conceito de diáspora negra e suas narrativas de perda, exílio e viagens. No mesmo dia, o público ainda poderá conferir Dê Lírios, de Tutto Gomes, que faz uma homenagem à cultura popular nordestina, tendo como ponto de partida o Movimento Armorial (anos 1970), liderado por Ariano Suassuna.

Já no dia 17 de maio, às 16h, no Espaço Cultural Plataforma, o público também está convidado a ver gratuitamente Dê Lírios, além da montagem de Atlântico.

O projeto Endogenias, estreado em agosto de 2016, teve como principal objetivo dar vazão à capacidade criativa dos dançarinos do BTCA, além de promover um contato mais próximo do público com a cena, já que foi idealizado para plateias reduzidas em espaços múltiplos. O Projeto, que aborda temas e contextos contemporâneos, é composto por cinco coreografias (Atlântico, de Paulo Fonseca; DAN de Rosa Barreto; Dê Lírios de Tutto Gomes; Generxs de Leandro de Oliveira; e Youkali de Konstanze Mello).

A programação é fruto da parceria dos Espaços Culturais da SecultBA com o Teatro Castro Alves (TCA), que já deu origem a projetos como as oficinas do Lauro Mais Dança (no Cine Teatro Lauro de Freitas) e o Solar Boa Dança (no Cine Teatro Solar Boa Vista, em Salvador) em parceria com o BTCA, cuja grade de espetáculos vai continuar a ocupar os Espaços até o fim deste semestre.

BTCA

Atualmente com um corpo artístico formado por 36 bailarinos, o BTCA conta com mais de 70 montagens em seu repertório, sendo uma presença destacada no cenário da dança nacional e internacional. Foi a primeira companhia pública de dança do Norte e Nordeste e quinta do país, o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) foi fundado em 1981 e tornou-se referência de dança moderna e contemporânea, apresentando coreógrafos como Victor Navarro, Lia Robatto, Antonio Carlos Cardoso, Carlos Moraes, Luis Arrieta, Oscar Araiz, Guilherme Botelho, Tíndaro Silvano, Mario Nascimento, Ismael Ivo, Henrique Rodovalho, entre outros.

Domingo no TCA apresenta Tia Má no Dia das Mães

Em pleno Dia das Mães, 13 de maio, o Teatro Castro Alves (TCA) traz ao Domingo no TCA o stand up “Tia Má com a Língua Solta”, com a jornalista e influenciadora digital Maíra Azevedo, a Tia Má. Sucesso de público desde a primeira temporada, a comédia traz à tona assuntos que não são brincadeira, como o racismo, o machismo e a violência contra a mulher, porém utilizando o humor como ferramenta de reflexão. A sessão começa às 11h e os ingressos custam R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia), vendidos apenas no dia do evento, a partir das 9h, com acesso imediato ao teatro. O espetáculo terá tradução em Libras.

O 13 de maio é data da abolição da escravatura no Brasil, último país nas Américas a extinguir o sistema escravagista, há apenas 130 anos. Este passado, que permaneceu silenciado por tanto tempo, e o presente que traz as consequências deste histórico têm em Tia Má uma representação de rompimento e engajamento. Considerada um fenômeno na internet, ela protagoniza o primeiro stand up do Brasil apresentado unicamente por uma mulher negra e mobiliza diariamente, em suas redes, centenas de milhares de pessoas com novas narrativas sobre ser mulher negra.

Com direção de Elísio Lopes Jr e co-direção de Ricardo Fagundes, e ainda Jarbas Bittencourt na direção musical, “Tia Má com a Língua Solta” propõe fazer o público rir e também refletir sobre as diversas formas de preconceito. “As pessoas podem sim dar risada e ao mesmo tempo reavaliar suas posturas. Chega de fazer piada com quem é historicamente oprimido, vamos rir do absurdo que ainda é discriminar e de como existem soluções simples para coisas que acreditamos que são complicadas”, explica Maíra Azevedo.

Para Elísio Lopes Jr, é também a chance de fazer uma leitura sobre as transformações da mulher na sociedade. “Tia Má é uma persona familiar a todos nós, negros, parece com minha mãe, minhas tias. Tem o humor, a franqueza e a força de mulheres que lideram suas famílias. Levar esse trabalho ao palco é rir de quem somos, com respeito e amor”, explica Elísio.

Sobre Maíra Azevedo e Tia Má – Jornalista, formada e diplomada há 12 anos. Em 2014, recebeu o prêmio de jornalismo Abdias do Nascimento, pelo Caderno Especial da Consciência Negra. Em 2015, foi eleita uma das 25 negras mais influentes da internet. Em vídeos curtos, de dois a três minutos, ela trata de assuntos do cotidiano, como relacionamentos, trabalho, sexo, autoestima, empoderamento feminino e mecanismos de defesa contra todas as formas de discriminação. De dentro do seu carro e com um humor incomparável, Tia Má aconselha seus “sobrinhos”, apelido dado ao seu público: são mais de 400 mil seguidores no Facebook e mais de 140 mil no Instagram.

Atualmente, ela é integrante do time de parceiros do programa Encontro, com Fátima Bernardes, na Rede Globo, além de fazer parte da equipe de roteiristas da série “Vai Que Cola”, exibida no canal fechado Multishow. Também no Multishow, participa do “Caminhos da Felicidade”, onde comenta sobre o comportamento humano. Já no “LifeTime”, faz participações no “Império da Beleza”, dando dicas sobre autoestima, feminismo e combate ao racismo e ao machismo.

  • Serviço:

DOMINGO NO TCA

Tia Má com a Língua Solta

Produção: Benvindo Produções

Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Quando: 13 de maio (domingo), 11h

Quanto: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

 

Fonte: SecultBa/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!