11/05/2018

Lapão: Rui entrega obras viárias, de água e infraestrutura

 

Nesta sexta-feira (11), o governador Rui Costa visita o município de Lapão, no centro norte baiano, para inaugurar obras e autorizar novos serviços. O governador fará a entrega, às 9h, da Academia de Saúde e da Praça da Ciência Wilton Carlos, ambas na sede municipal, além da pavimentação asfáltica da rodovia que liga Lapão ao distrito de Bonzão.

Em seguida, Rui segue para o distrito de Aguada Nova, a oito quilômetros da sede, onde, na Praça José Pires, conhecida como Praça dos Estudantes (em frente ao colégio Ceas), inaugura o Centro de Treinamento para Capacitação da Mulher, a Praça dos Estudantes José Francisco Pires e a iluminação do Estádio Municipal, todos em Aguada Nova. Também entrega o Sistema de Abastecimento de água das localidades de Pau D´Arco de Tanquinho e Lajedinho.  

No ato, o governador ainda participa da entrega de quatro veículos, dos quais uma ambulância, para a prefeitura municipal de Lapão, de dois consultórios odontológicos, para os Posto de Saúde da Família (PSF) das localidades de Rodagem e Belo Campo, e de 769 certificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR). Rui ainda será homenageado pela Câmara de Vereadores do município com o título de Cidadão Lapoense.

Dentre as ações realizadas pelo governador durante a solenidade, constam ainda autorizações para a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) celebrar convênio com a Prefeitura de Lapão, no âmbito do programa Mais Ater, para aquisição de veículo e equipamentos destinados às atividades de assistência técnica e extensão rural na agricultura familiar do município e para início das obras de pavimentação de ruas nos povoados de Lajeado II, Elizeu II e Lajedo do Pau D´Arco. Rui assina autorização para implantação de grama sintética nos campos Society do Parque da Cidade e da Praça da Juventude. Além disso, anuncia a doação de equipamentos para o Hospital Municipal de Luís Eduardo Magalhães no montante de R$ 590 mil.

Quinta, 10 de Maio de 2018 - 06:40

Irecê: Prefeitura implanta Zona Azul em definitivo

A prefeitura de Irecê implantou em definitivo a Zona Azul na cidade. O sistema começou a funcionar nesta quarta-feira (9). Congestionamentos e falta de local adequado para estacionar eram as principais reclamações, inclusive de comerciantes e de consumidores, já que o centro da cidade era um dos mais prejudicados com a falta de organização do trânsito.

De acordo com o prefeito de Irecê, Elmo Vaz, a Zona Azul vai garantir a disciplina do sistema e a obediência das regras de estacionamento. “A cobrança será realizada pelos agentes de trânsito nas ruas, responsáveis pelo atendimento e cobrança, ou pelo aplicativo Digipare, que pode ser baixado gratuitamente no smartphone”, explicou.

O estacionamento rotativo foi instituído para promover a alternância das vagas, racionalizando o uso do sistema viário em áreas adensadas, para organizar e disciplinar o espaço urbano de forma a aumentar a oferta de locais para estacionar.

“As pessoas tinham muita dificuldade em parar seu carro no centro da cidade. É uma demanda histórica que estamos, enfim, resolvendo. Irecê é uma cidade moderna, e, como tal, precisa atualizar seu trânsito. Os principais centros do país hoje têm Zona Azul”, disse Vaz.

O projeto foi avaliado e aprovado pela Câmara de Dirigentes Lojistas do município. Um dos principais benefícios com a implantação da Zona Azul, segundo o prefeito, é a contribuição para diminuir o congestionamento na cidade.

Rui entrega obras de infraestrutura em Jussara e autoriza novos serviços

Após cumprir uma intensa programação de trabalho em Lapão, na manhã de sexta-feira (11), Rui segue, à tarde, para o município de Jussara, onde, às 14h, na Praça Máximo Guedes, assina ordem de serviço para início das obras de restauração e pavimentação da rodovia BA-370, no trecho de Jussara ao Distrito de Vila de Recife.

Rui ainda participa da entrega da pavimentação da Avenida Getúlio Vargas e da Rua Ipiranga, ambas na Vila de Recife, e autoriza a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar convênio no âmbito do Projeto Bahia Produtiva. Durante o ato, o governador ainda entrega a revitalização da Praça Máximo Guedes e 1.021 certificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Gentio do Ouro ganhará unidade do SineBahia

Facilitar o acesso à documentação é o principal objetivo da unidade do SineBahia que será inaugurada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em Gentio de Ouro, no centro norte da Bahia.

A entrega do espaço, localizado na Rua Mãe Sancha, no centro do município, será no próximo sábado (12), às 9h. A nova unidade oferecerá os serviços de emissão de Registro Geral (RG) e Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e de Qualificação Social e Profissional.

“A inauguração do SineBahia em Gentio do Ouro integra o processo de expansão da rede, que já conta com 124 unidades em 108 municípios. É compromisso do Governo do Estado levar os serviços essenciais para perto das pessoas”, destaca o titular da Setre, Vicente Neto.

Investimento do Governo vai ampliar a atividade apícola em Caém

Os apicultores do município de Caém passam a contar com mais investimentos. Nesta terça-feira (08), o Governo do Estado assinou convênio com a Associação dos Apicultores, no valor de R$ 256 mil, por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O evento aconteceu na Câmara de Vereadores do município. A expectativa é que a produção dos apicultores seja praticamente quadriplicada com os investimentos.

A Associação dos Apicultores de Caem é um dos empreendimentos contemplados no edital de Apicultura e Meliponicultura do Bahia Produtiva, que prevê investimentos de R$ 20 milhões para fortalecer a atividade apícola da agricultura familiar no estado.

O resultado desses investimentos é traduzido na qualidade do mel produzido na Bahia. Segundo dados do Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE), o Estado da Bahia ocupa o 1º lugar na produção de mel da região Nordeste. No ranking nacional, a Bahia saltou do 7º para 3º lugar, com uma produção de mais de 4,5 mil toneladas por ano.

Do ponto de vista do desenvolvimento rural, a apicultura é uma atividade ambientalmente correta e economicamente viável, pois seu processo produtivo reúne requisitos que dialogam diretamente com o desenvolvimento sustentável.

“Fortalecer a apicultura significa ampliar a produção e a produtividade. Essa atividade é uma das mais rentáveis da agricultura familiar. Esse convênio vai ao encontro dessa perspectiva em Caém e no território do Piemonte da Diamantiva, que já começa a mandar mel orgânico para o mercado internacional”, afirmou Wilson Dias, diretor-presidente da CAR.

O secretário de Agricultura e vice-prefeito de Caém, Osiris Ferreira, destacou que o convênio traz benefício a uma parcela de agricultores de um segmento diferenciado, que são os apicultores: “Será possível quadriplicar renda anual dos apicultores envolvidos. É muito importante para um município carente como Caém ter esse desenvolvimento agrícola, que vai gerar crescimento na economia do município”.

De acordo com o presidente da Associação dos Apicultores da Caém, o convênio vai desenvolver o trabalho dos apicultores da associação: “Produzimos cerca de 4 toneladas de mel por mês e com a chegada desse investimento a expectativa é que chegue a 15 toneladas”.

Piritiba: Desembargador absolve ex-prefeito de pagar R$ 3,5 milhões ao Município

Uma decisão judicial desta quinta-feira (10) absolveu o ex-prefeito de Piritiba, no Piemonte do Paraguaçu, Jorge Gaspar Mendes, da condenação de má aplicação de verba da educação, via Fundeb [Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação].

Jorge Gaspar Mendes tinha sido condenado pela Justiça local a devolver R$ 3,5 milhões por desvio de verba do Fundeb no período de janeiro a setembro de 2008.

A decisão desta quinta, do desembargador José Cícero Landim, revoga a condenação que tinha suspenso os direitos políticos de Gaspar Mendes por cinco anos, além de proibi-lo de contratação com o poder público e receber benefícios ou incentivos fiscais. 

Segundo a sentença do magistrado, ficou comprovado que o ex-gestor aplicou a verba na educação ao contrário do que tinha determinado o juiz local.

São João de Cafarnaum terá Pablo, Dorgival Dantas e Limão com Mel

 Mais um município do interior baiano divulga a grade de atrações do São João. Agora foi a vez de Cafarnaum, cidade localizada na Chapada Norte, convidar toda população para curtir sua festa junina. O evento está com uma programação diversificada e promete atrair grande público de toda região. O São João de Cafarnaum inicia mais cedo, de 11 a 14 de junho, acontece o concurso de quadrilhas, já as atrações musicais ocorrem entre os dias 15 e 17 de junho.

Na primeira noite de shows, sexta (15), estará o cantor Pablo e a banda Raneychas. No sábado (16), é a vez do tradicional forró de Dorgival Dantas, e dos cantores Fernando Mendes e José Roberto. A banda Limão com Mel subirá ao palco no último dia do São João. Nos três dias de evento, bandas regionais também se apresentarão.

Como chegar

A cidade de Cafarnaum fica a 352 km de distância de Salvador. De carro, para quem sai da capital baiana, deve seguir pela BR-324 até Feira de Santana. Após passar pela Polícia Rodoviária Federal de Feira de Santana, pegar à direita e entrar na Estada do Feijão, BA-052, e seguir por ela até depois do município de Morro do Chapéu, quando o motorista deve pegar a BR-122 até Cafarnaum.

O turista que optar por ir de ônibus deve comprar a passagem na rodoviária de Salvador. Para informações sobre as empresas de ônibus, consultar o site da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba).

Serrolândia recebe Adelmario Coelho, Dorgival Dantas, Calcinha Preta no ‘Arraiá du Licuri’

O tradicional ‘Arraiá du Licuri’ chega à sua 23ª edição, no município de Serrolândia, região da Chapada Norte, com atrações de peso. Entre os dias 8 a 10 de junho, moradores e visitantes dançarão muito forró ao som de Adelmario Coelho, Dorgival Dantas, Calcinha Preta, Menina Faceira, Brankinho e Kelvin Diniz.

A programação do São João da cidade foi divulgada em uma coletiva de imprensa, onde foi anunciado o tema da festa deste ano ‘O Teu Canto me Encanta nas Asas do Forró’. O ‘Arraiá du Licuri’ será realizado na Praça Leopoldo Vilas Bôas no bairro Sol Nascente.

Ifba desenvolve estudos em prol do meio ambiente de Jacobina e região

Qual a influência da ausência de uma estação de tratamento de efluentes no lazer e bem-estar da população jacobinense? E quanto ao impacto ambiental na trilha da Cachoeira dos Alves? Essas são algumas reflexões realizadas por estudantes da formação subsequente de meio ambiente do Campus Jacobina do Ifba, sob orientação do professor Marcus Vinícius Santos, que também é o coordenador do referido curso técnico, biólogo e doutorando em geoquímica ambiental.

Através de projetos de pesquisa e extensão, os jovens têm contribuído para o debate acerca, sobretudo, da educação ambiental. “Sabe-se que Jacobina é uma cidade reconhecida pela produção do ouro, bem como pelas dezenas de cachoeiras e trilhas, que possibilitam ecoturismo e turismo de aventura. Contudo, o acesso de pessoas sem a devida preocupação com o espaço provoca degradação do patrimônio natural, incluindo o solo, a contaminação das águas superficiais e subterrâneas, e a destruição das vegetações nas margens. Nossa meta é avaliar os impactos ambientais causados pelo turismo sem controle na Cachoeira dos Alves e trilhas de acesso, identificando as consequências em relação aos resíduos gerados”, destaca trecho do trabalho de conclusão de curso das jovens Mariana Santos Ferreira e Nathalia Dias Matos.

Além do referencial bibliográfico e de visitas in loco, a pesquisa inclui aplicação de questionário com visitantes, prevista para este mês. “Não pode existir sustentabilidade na atividade turística se não houver equilíbrio ambiental. Então, o planejamento contribui para minimizar os efeitos negativos, procurando alternativas de recuperação e conservação ”, pontua a jovem Mariana, que mora nas proximidades da cachoeira.

Já o estudo “Influência da Ausência de Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) no Lazer e Bem-Estar da População do Entorno do Rio Itapicuru-Mirim em Jacobina- Bahia”, realizado pelas alunas Brenda Rios, Gabriela Alves e Raiane Rios (foto), busca compreender a concepção da população em relação a essa problemática, tendo em vista que a degradação do rio gera desconforto tanto no aspecto visual como pelo mau cheiro e pela presença de animais transmissores de doenças. “O rio revitalizado certamente seria um atrativo a mais para as típicas caminhadas e corridas realizadas às suas margens”, sinaliza Brenda.

“Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Jacobina é uma cidade que tem população estimada em pouco mais de 80 mil habitantes e vem sofrendo pelo fato de não dispor de uma ETE. Tais obras estavam paralisadas e foram retomadas no ano passado, o que se configura como ação importante – embora não suficiente – para a revitalização do Rio Itapicuru-Mirim. Este mesmo rio já foi considerado pela ONG SOS Mata Atlântica o segundo mais poluído do Brasil, o que contrasta com a riqueza cultural e ecológica do local”, explica o docente.

Saiba mais

No último semestre (2017.2), as turmas de meio ambiente, através da disciplina Biologia Sanitária, ministrada pelo professor Marcus, desenvolveram ações em áreas distintas, dentre elas, recursos hídricos, resíduos sólidos, segurança e saúde. Além de Jacobina, Ourolândia e Várzea Nova foram municípios estratégicos para as análises, que resultaram em trabalhos de conclusão de curso e artigos para apresentação em congressos científicos. Os resultados das pesquisas descritas serão apresentados durante o XII Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação (Connepi), que acontecerá em novembro deste ano na cidade de Recife/PE.

“Temos participado deste evento há anos, com diversos artigos aprovados. Em 2014, por exemplo, recebemos premiação como o 2º melhor trabalho na categoria concorrida com o tema ‘produção e destinação do lixo tecnológico’. No mesmo ano, estivemos no XI Congresso Nacional de Meio Ambiente, em Poços de Caldas/MG, e conquistamos o 1º lugar com o pôster ‘Impactos ambientais provocados pela mineração de mármore em Ourolândia”, rememora Marcus Vinícius.

 

Fonte: Secom Bahia/Ascom Setre/Ascom SDR/BN/Jornal da Chapada/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!