16/05/2018

Cairu: Turismo LGBT é foco de treinamento em Morro de São Paulo

 

A Secretaria de Turismo de Cairu, em parceria com a Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (SETUR), promove curso de capacitação voltado para o trade que atende o turista LGBT, envolvendo empresários e colaboradores de bares, restaurantes, agências, pousadas e hotéis. A ação, que acontece nesta quarta-feira (16), às 10h, no auditório da Fortaleza do Morro, em Morro de São Paulo, tem como objetivo abordar a importância do respeito, da valorização, da diversidade e a cidadania no Turismo. O treinamento, que tem como tema “Turismo LGBT, como recepcionar o turista”, será mediado pela coordenadora estadual de turismo LGBT da SETUR, Emília Couto.

A secretária de Turismo de Cairu, Diana farias, ressalta que a capacitação chega em uma boa hora, já que, neste final de semana, acontece a segunda edição da San Island Weekend, festa voltada para o público LGBT. “É importante capacitar profissionais para melhor atender o segmento. Esse tipo de evento é fundamental para a democratização do mercado de viagens e a geração de emprego e renda, bem como para beneficiaras comunidades receptoras Já temos 90% de ocupação e a previsão é que seja de 100%, até o final de semana. Para isso, precisamos estar preparados para receber bem esses turistas. Então, convocamos toda a comunidade para participar desses importante treinamento”, afirma a gestora municipal.

Dados da Organização Mundial do Turismo (OMT) dão conta de que o turismo LGBT representa 10% dos viajantes no mundo e movimenta 15% do faturamento do turismo. Esse avanço se dá pelo crescimento de eventos e opções de lazer para este público.

Morro de São Paulo se prepara para turismo LGBT

Pelo segundo ano consecutivo Morro de São Paulo recebe uma grande festa voltada para o público LGBT, a San Island Weekend. “Já temos 90% de ocupação e a previsão é fechemos em 100% até o final de semana, início da festa, para isso precisamos estar preparados para receber bem esses turistas. Por isso, estamos convocando toda a comunidade para participar desses importante treinamento”, afirma Diana Farias, Secretária de Turismo de Cairu, que vem buscando parcerias com a Secretária de Turismo do Estado, responsável em realizar a palestra. Com o tema “Turismo LGBT, como recepcionar o turista”, o treinamento vai acontecer na próxima quarta-feira (16), às 10h, no Auditório da Fortaleza do Morro. Mediado  por Emília Couto, coordenadora estadual de turismo LGBT da SETUR (BA), o treinamento vai abordar a importância do respeito, a valorização da diversidade e a cidadania no Turismo. “É importante capacitar profissionais para melhor atender o segmento LGBT. Este tipo de evento é fundamental para a democratização do mercado de viagens, geração de emprego e renda, e benefícios às comunidades receptoras”, afirma Diana Farias.   De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), o turismo LGBT representa 10% dos viajantes no mundo, e movimenta 15% do faturamento do turismo. Esse avanço se dá pelo crescimento de eventos e opções de lazer para este público.

Amargosa: Serviço do SAMU 192 é comprometido devido a ambulância quebrada

O trabalho do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), responsável pela cobertura de atendimentos de urgência na região, está comprometido no município de Amargosa, no Vale do Jiquiriçá, devido a ambulância quebrada. A informação foi confirmada por uma atendente do SAMU.

Em um áudio divulgado, um cidadão tentou solicitar socorro através do 192 para um acidente ocorrido na BA-046, na tarde deste domingo(13), e a atendente afirmou que a ambulância está quebrada e orientou o cidadão a ligar para o Hospital Municipal. A ambulância do Hospital Municipal foi usada no socorro. Em outro acidente ocorrido na BA-540 com vítimas graves, a 5 quilômetros de Amargosa, foi necessário a ambulância do SAMU de Mutuípe prestar o socorro. A demora agravou o quadro de saúde das vítimas. A situação foi criticada por vários internautas que ficaram revoltados.

Em nota a prefeitura justificou que toda chamada do telefone 192 é atendida pela Central do SAMU, que fica localizada na cidade de Santo Antônio de Jesus e liberada pelo Médico Regulador de plantão, e que na ultima semana a ambulância do SAMU que presta serviço em Amargosa, apresentou problemas mecânicos. Segundo a nota, a ambulância já foi encaminhada para reparo. Com a ambulância em manutenção, as chamadas através do 192 não serão liberadas pela Central, porém, serão orientadas para ligarem pro Hospital Municipal.

Igrapiúna: Cultura da comunidade quilombola Laranjeira é tema de Mostra Cultural, nesta sexta (18)

Depois de possibilitar a multiplicação de saberes e fazeres da cultura quilombola por meio de oficinas facilitadas por moradores da Comunidade de Laranjeira, o projeto Comunidade da Laranjeira: Memória Quilombola no Baixo Sul da Bahia vai realizar uma Mostra Cultural na próxima sexta-feira (18), como resultado do que foi realizado durantes as aulas.

O evento acontece de 9h às 16h, no Centro de Cultura Enedina Almeida Dócio, em Igrapiúna.

Na programação, além da feira de artesanato quilombola que será realizada durante todo o dia, haverá apresentação do grupo Zabelinha e o Enrolador (9h e 13h30); lançamento e exibição do documentário "Comunidade Laranjeira" (10h e 14h); a Roda de conversa "Saberes e Fazeres Quilombola", com mediação de Perivane Santos da Silva, palestrantes Egnaldo Rocha e Martinho Conceição (10h20); Roda de conversa "História e Cultura Afro-Brasileira na sala de aula", mediada por Cleyton Pinto e com palestra de Rosenita Santos da Luz e professora Eliana Esmeralda (14h20).

A professora da Universidade Estadual da Bahia, Mille Fernandes, participa dos diálogos, que serão seguidos de debates. Saiba mais em www. quilombolasdalaranjeira.com.br Laranjeira, localidade rural de Igrapiúna, é dotada de tradições e práticas culturais ancestrais, como danças e cantos da Zabelinha e o Enrolador; artesanato à base de cipó - cestos, panacuns, manzuás e samburá; e práticas agrícolas que fazem da comunidade um exemplo singular da relação entre meio ambiente e cultura.

Para a multiplicação desses saberes e fazeres, o projeto contemplou, em sua primeira etapa, em abril, a participação de 150 alunos da Escola Idalina, localizada na própria comunidade, em quatro módulos: Oficina de Cultura Quilombola: Oralidade e Tradições Culturais de Matriz Africana; Confecção de artesanato quilombola; Canto e Dança Tradicionais; e Cultura e Meio Ambiente em Comunidades Tradicionais.

Durante os encontros, foram gerados conteúdos que servirão de apoio ao ensino de história e cultura afro-brasileiras (Lei 10.639/03) por meio de uma Cartilha e de um mini-documentário sobre cultura quilombola.

Ambos serão lançados na Mostra Cultural, que é a culminância do projeto. Para dona Maria Benedita da Conceição, oficineira de Artesanato, as oficinas foram uma oportunidade de passar adiante os conhecimentos adquiridos ao longo de seus 73 anos vida. "Fiquei muito feliz ensinando os alunos e vendo o interesse deles em aprender a fazer esteiras. Me senti uma professora", conta.

A coordenadora pedagógica da Escola Idalina, Elizabete Souza, comemora o fortalecimento de vínculos de comunicação na troca de vivências entre os moradores da comunidade e os jovens estudantes, e a possibilidade de preservação dos saberes e fazeres. "Foi gratificante perceber o envolvimento e o interesse dos estudantes nas atividades propostas. Acredito que um projeto como este, que trabalha a partir do contexto local do aluno e valoriza sua cultura, é imprescindível para a construção de uma aprendizagem significativa", pontua.

O projeto Comunidade da Laranjeira: Memória Quilombola no Baixo Sul da Bahia foi selecionado no Edital Setorial de 2016 e tem apoio financeiro do Governo do Estado, por meio do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Centro de Culturas Populares e Identitárias e Secretaria de Cultura da Bahia. Conta também com apoio do Centro de Documentação e Memória Regional da Universidade Estadual de Santa Cruz (CEDOC/UESC), da Secretaria de Educação de Igrapiúna e do Núcleo Territorial de Educação (NTE) 6.

 

Fonte: A Tarde/LK Comunicção/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!