05/06/2018

Mucugê: Fligê homenageia escritora mineira Conceição Evaristo

 

A escritora mineira Conceição Evaristo será homenageada pela Feira Literária de Mucugê que acontece este ano entre os dias 16 e 19 de agosto na cidade da Chapada Diamantina. Essa homenagem acontece na terceira edição da feira, da qual Conceição Evaristo participará da programação. Mulher, negra, nascida em uma favela da zona sul de Belo Horizonte (capital de Minas Gerais), Conceição é hoje uma das principais expoentes da literatura brasileira e afro-brasileira.

Recentemente, uma campanha lançada nas redes sociais pede a inclusão da escritora na Academia Brasileira de Letras (ABL). Em publicação em rede social neste domingo (3), a organização da Fligê declarou apoio à manifestação nacional e postou o texto em referência à homenagem com a hashtag #ConceiçãoEvaristoNaABL. Para quem não sabe, a mineira publicou seu primeiro poema em 1990, no décimo terceiro volume dos Cadernos Negros. Desde então, publicou diversos poemas e contos nos Cadernos, além de uma coletânea de poemas e dois romances.

A obra de Conceição traz profundas reflexões sobre as questões de raça e de gênero, com o objetivo claro de revelar a desigualdade velada na sociedade brasileira, de recuperar uma memória sofrida da população afro-brasileira em toda sua riqueza e sua potencialidade de ação. Ela é autora, entre outras, de Ponciá Vicêncio (2003), de Becos da memória (2006), Insubmissas lágrimas de mulheres (2011) e Olhos d’água (2014), com o qual conquistou o Prêmio Jabuti.

Diversas cidades baianas no circuito junino

Enquanto os estados da Paraíba, com Campina Grande, e de Pernambuco, com Caruaru, disputam o título de ‘Maior São João do Mundo’, com festejos durante os 30 dias do mês de junho, os outros estados nordestinos não ficam atrás e promovem seus arraiais em centenas de municípios no mesmo período.

Elementos como fogueiras, casamento na roça, fogos de artifício e comidas típicas à base de milho como bolos, pamonha e canjica são indispensáveis neste período. O forró é o principal ritmo, mas algumas cidades também optam por atrações como djs e artistas da Axé Music e Sertanejo para os festejos – o que agrada parte dos jovens mas não é bem visto pelos mais tradicionais.

Na Bahia, a festa ocorre em pelo menos 250 municípios com eventos gratuitos em praças públicas, em fazendas e espaços privados. Durante o período do São João, mais de 1 milhão de baianos se deslocam pelas cidades do interior do Estado. Apesar da invasão dos artistas do sertanejo, o forró ainda predomina na maioria das cidades que comemoram Santo Antônio, São Pedro e São João.

  • Veja as principais festas:

Cruz das Almas

A cidade é talvez a única do estado com a programação 100% forrozeira. Por lá, passarão grandes nomes como Alcymar Monteiro, Flávio José, Alceu Valença e as bandas Mastruz com Leite e Magníficos. Serão mais de 20 horas por dia de programação em diversos ambientes. Uma das novidades é a feirinha com comidas típicas feitas com itens da agricultura familiar. A cidade é conhecida pelo colorido das espadas, que são fogos de artifício muito comuns por lá.

Senhor do Bonfim

Conhecida como “A Capital Baiana do Forró”, Senhor do Bonfim figura sempre entre os três destinos mais procurados do São João da Bahia. A cidade, que tem a cara do Sertão Nordestino, possui festejos juninos com elementos tradicionais como a fogueira, comidas típicas e uma decoração rica em cores e detalhes.

No palco principal, batizado de Espaço Gonzagão, passarão artistas como Flávio José, Dorgival Dantas, Jorge de Altinho, Flávio Leandro e Adelmário Coelho. A cidade também conta com Trem do Forró, festivais culturais, alvoradas e o Forró do Sfrega – uma festa privada realizada nos dias 23 e 24 de junho com atrações como Xand Avião e Mano Walter.

Amargosa

Conhecida como “Cidade Jardim”, numa região conhecida como Vale do Jiquiriçá, Amargosa deve reunir mais de 100 mil pessoas por noite, na Praça do Bosque. O local dos festejos tem decoração especial e, este ano, homenageia a participação do Brasil na Copa do Mundo da Rússia. Grandes nomes do forró como Flávio José, Estakazero, Santanna e Elba Ramalho estão confirmados na programação. Além dos grandes shows, haverá também uma vila junina e um arrasta-pé na zona rural do município, que também é palco do Forró do Piu Piu, festa privada que conta com a presença de Wesley Safadão e Dorgival Dantas.

Itaberaba

Portão de entrada da Chapada Diamantina, uma das regiões mais belas da Bahia, o município de Itaberaba, se destaca pela grande festa junina. De 21 a 24 de junho, a cidade espera milhares de pessoas para o São João que terá grandes shows na praça principal e também um salão para o forró tradicional. Na lista de artistas que passarão por lá, destaque para Targino Gondim, Lucy Alves, Aduílio Mendes e Bell Marques, que promete um repertório de forró.

Salvador

Na capital baiana os festejos juninos que ocorrem no Terreiro de Jesus, no Pelourinho, completam 10 anos em 2018. Serão três dias de shows (22, 23 e 24), com apresentações de bandas e artistas como Fulô de Mandacaru, Elba Ramalho, Cacau com Leite, Geraldo Azevedo e Estakazero. O evento reúne cerca de 50 mil pessoas por noite e é a principal opção para quem mora na capital e não pretende viajar para o interior no período junino.

Santo Antônio de Jesus

A capital do Recôncavo Baiano, situada a 200km de Salvador, promove, há alguns anos, uma das maiores festas da Bahia. Com uma boa estrutura e localização, a cidade terá, entre os dias 20 e 24 de junho, diversas opções como a Vila do Forró, com 20 atrações; o Forró da Melhor Idade, no sábado (23); Forró das Crianças, no domingo (24); Palco Alternativo com seis atrações; Tenda da Diversidade e 35 atrações locais se apresentando nos bairros, zona rural, feira livre e praças.

Entre os artistas mais conhecidos que passarão por Santo Antonio de Jesus estão os forrozeiros Flávio José, Dorgival Dantas, Mano Walter, Calcinha Preta, Estakazero, Virgílio e Tio Barnabé e os sertanejos Henrique e Juliano e Luan Santana. Entre os artistas locais, a mais destacada é a baiana Joyce França.

Moradores vão às ruas em protesto contra a violência e por direitos em Barra da Estiva

Uma multidão tomou as ruas do município de Barra da Estiva, na Chapada Diamantina, na manhã desta segunda-feira (4), para protestar contra a violência após o assassinato brutal da garota Rhanna Kevila da Silva Almeida, de apenas 15 anos. A polícia investiga o caso que chocou a comunidade da região por suspeita de abuso sexual.

Com faixas, cartazes e palavras de ordem, estudantes, pais e membros de setores da sociedade caminharam pelas ruas de Barra da Estiva acompanhados de carro de som para chamar a atenção para o crescente índice de violência. Houve pronunciamento de diferentes representantes sociais, da política e de lideranças religiosas após a caminhada. Em vídeo publicado na internet, quem conduzia o protesto citou trechos do Estatuto da Criança e do Adolescente e defendeu os direitos da mulher.

“O corpo é nosso, são nossas as regras. É o nosso direito de ser mulher. Nesse processo de luta, para acabar com a violência masculina contra meninas e mulheres que mudaram esse lado obscuro da história é essencial contar com o envolvimento de todo a sociedade. Precisamos educar novas gerações… Somos capazes de construir no presente, um futuro melhor”, declara a narradora do protesto.

São João em Ibititá: mais de 40 mil pessoas lotaram o Distrito de Canoão

O Distrito de Canoão, sempre marcante pela forma hospitaleira como recebe seus visitantes, foi tomado por uma grande multidão neste sábado, 2, para o primeiro dia de festejos juninos de Ibititá. Milhares de pessoas saíram de diversas partes da Bahia para prestigiar o evento que contou com programação bem eclética, desde o forró elétrico, ao arrocha, passando pelo sertanejo universitário, embalados por artistas locais, regionais e do circuito nacional.

Quem chegou mais cedo pôde passear pelas principais ruas do circuito festivo, visitar amigos e experimentar as comidas tradicionais como o gostoso sarapatel, galinha caipira, porco caipira e as iguarias de milho e amendoim, enquanto dois palcos, instalados nos dois extremos do circuito, se preparavam para receber os artistas.

Famílias inteiras eram vistas se dirigindo para o centro da comunidade. Diversas barracas foram instaladas de forma bem distribuídas, para servir bebidas e alimentação fiscalizada pela vigilância sanitária. Posto de primeiros socorros, com profissionais de saúde e ampla estrutura de segurança foram montadas para atender aos foliões.

Por volta das 22h Canoão já estava tomada de veículos e as pessoas começavam a lotar a praça do evento. Quem saiu do circuito neste horário, viu ainda que muitos carros ainda estavam em trânsito, no sentido Irecê/Canoão. Era impossível qualquer ultrapassagem para quem transitava no sentido contrário, até chegar próximo a Taquinho.

O público concentrado na praça do evento, girou em torno de 40 mil pessoas, fora as que se encontravam nas ruas do entorno, com dificuldade de acesso. Ao todo, estima-se que Canoão ontem foi tomado por cerca de 60 mil pessoas que foram prestigiar os artistas locais e regionais e as atrações principais da noite: Pablo, do Arrocha e banda Magníficos.

O prefeito Cafu Barreto, na abertura do show de Pablo, agradeceu à comunidade de Canoão, aos visitantes e aos amigos Diego Coronel, Zé Carlos da Cebola, Otto Alencar Filho, Katia Bacelar, Zé das Virgens, Deputado Elmar Nascimento e os prefeitos Hipólito Gomes e Ricardo Rodrigues.

A festividade, que varou a madrugada e viu o sol nascer, foi encerrada, segundo informações da Ascom de Ibititá, sem nenhum registro de atos violentos, nem de furtos.

Quem se apresentou?

Pepê e banda, Nely dos Teclados, Bel Bastos, Forró do Molho, Murilo Lima, Pablo, Binho e Forró a Lenha, Banda Magníficos e o ireceense Gil Baianinho.

“Dia 9 teremos mais. Ibititá espera a todos de braços e corações abertos”, disse o prefeito Cafu Barreto. A sede do município será novamente invadida pelo povo festeiro, que será animado pelos artistas Edla Lima, Rogério Baiano, Jonny Santana, Calcinha Preta, Pablo Marques, Batista Lima, Neide Vital e Léo Costa.

 

Fonte: Jornal da Chapada/UOL/Cultura&Realidade/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!