08/06/2018

Rui 'cozinhou' Lídice até reeleição se tornar pouco viável

 

O governador Rui Costa (PT) anunciou que deve apresentar nos próximos dias a chapa da candidatura dele à reeleição. Além do próprio petista, já estão confirmados publicamente os nomes do vice-governador, João Leão (PP), e do ex-governador Jaques Wagner, que deve ser candidato ao Senado. A última vaga, como há muito se especula, deve ficar com Angelo Coronel (PSD), deixando de fora a senadora Lídice da Mata (PSB), que almejava a reeleição.

Como todos os envolvidos gostam de frisar, o processo de escolha da chapa ficou restrito ao governador – cujo perfil centralizador não é novidade.

O problema é que, na condução, Rui errou a mão ao cozinhar demais o projeto de Lídice. Ao ser questionado pela imprensa, utilizava a estratégia de tangenciar, preferindo falar sobre amenidades, a exemplo das inaugurações de projetos de saúde e educação.

Por mais que esses assuntos incomodem, o papel de agente político exigiria que ele tivesse posicionamentos mais claros. Não foi o que aconteceu. O governador deve ser o mestre a reger a orquestra política, ainda mais em um processo de reeleição como o dele – cada vez mais tranquilo, como sabemos.

Porém, ao se negar a falar publicamente sobre o tema, Rui deixou margem para as crescentes especulações, que rebaixaram Lídice de candidata ao Senado e uma das principais defensoras do legado de Dilma Rousseff desde o início do processo de impeachment a uma mera coadjuvante de mais uma guinada à centro-direita do petismo na Bahia.

Caso se confirme a indicação do PSD para a segunda vaga ao Senado, independentemente de ser Coronel ou não, o pragmatismo falará mais alto do que a história.

Todavia Michel Temer e o MDB são apenas um dos exemplos de que o excesso desse pragmatismo pode trazer consequências bem distintas para os envolvidos (e isso não quer dizer que o PSD baiano trairia o PT da Bahia).

Mesmo que possua apoio de segmentos do PT e esteja mais ligada à esquerda, Lídice não terá tempo e dinheiro para viabilizar uma campanha avulsa ao Senado. A socialista seria então obrigada a se contentar com as “sobras” da aliança de PT-PP-PSD.

De certo, ela precisa que o próprio Rui assuma as consequências de deixá-la de fora da chapa. Por essa razão, nada mais justo do que o governador anuncie, ainda que tardiamente, que o cozimento da candidatura de Lídice à reeleição passou do ponto. E grudou na panela.

Lídice descarta disputar reeleição fora da chapa liderada por Rui Costa, diz coluna

A senadora Lídice da Mata (PSB) descartou a possibilidade de disputar uma reeleição fora da chapa liderada pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), de acordo com a Coluna Satélite, do jornal Correio da Bahia.

Lideranças do PSB confirmaram a pressão sobre a senadora em partir para uma candidatura avulsa, mas garantiram que ela abdicará da corrida em troca do aumento das bancadas da sigla na Assembleia e na Câmara dos Deputados, através do chapão formado por partidos da base governista.

Presidente nacional do PSB reclama de possível exclusão de Lídice da chapa: 'Injustiça'

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, criticou a eventual exclusão da senadora Lídice da Mata (PSB) da chapa majoritária do governador Rui Costa (PT), e afirmou que é "um absurdo a chapa da coligação que ela participou excluí-la".

Informações de bastidores apontam que Lídice será preterida da chapa de reeleição do petista para dar lugar ao PSD, com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel.

"É uma injustiça inigualável. Ela tem o direito, se quiser, de lançar uma candidatura avulsa. Terá apoio do partido. Recebo com bastante indignação, pois, além de um bom mandato, ela é eleitoralmente muito forte. Não posso compreender essa exclusão", disparou Siqueira na noite desta quarta-feira (6).

Para ele, o PSB na Bahia tem autonomia para decidir o que é melhor, mas ponderou. "Na Bahia é onde o PSB tem mais solidariedade ao PT".

Ex-secretário de Rui faz campanha exaustiva a favor de Lídice nas redes sociais

Pré-candidato a deputado federal, o ex-secretário de Ciência e Tecnologia do governo Rui Costa (PT), Vivaldo Mendonça (PSB), tem feito uma campanha exaustiva em suas redes sociais para que o petista escolha Lídice da Mata como umas das candidatas ao Senado na chapa governista, ao lado de Jaques Wagner.

Em suas publicações, além de postar fotos da senadora, Mendonça tem ressaltado a importância de Lídice como primeira mulher a ocupar o cargo de senadora pela Bahia, além da possibilidade da ex-prefeita ser a única mulher na majoritária, encabeçada por Rui. No Instagram, utiliza constantemente as hastags #Nenhumamulheramenosnapolítica #Respeitaasminas #AsenadoradaBahia, em defesa da reeleição da senadora.

Em abril, Vivaldo Mendonça criticou publicamente Rui Costa diante da iminência da senadora Lídice da Mata (PSB) ficar de fora da chapa majoritária em detrimento do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel (PSD), aliado do senador Otto Alencar (PSD).

“Que pragmatismo político é este que é capaz de romper com um projeto de sociedade que fez dele ser o que é? Impedir a candidatura de Lídice na chapa dele não quer dizer que ela não possa ser candidata, ou a Bahia tem dono? Não tem”, questionou à época.

Rui volta atrás e diz que pretende conversar com Lídice sobre chapa

Após declarar que sua chapa majoritária já está definida e que todos os envolvidos já foram comunicados, o governador Rui Costa (PT) disse que quer se reunir com a senadora Lídice da Mata (PSB) até sexta-feira (8).

"Eu pretendo nos próximos dias anunciar", repetiu. "Pretendo hoje ou amanhã conversar com a senadora Lídice e a partir daí fazer uma conversa com cada partido pra alinhar e aí anunciar", adiantou o petista em evento na tarde desta quinta-feira (7).

Após ser desmentido pela senadora, que disse que não havia sido comunicada sobre qualquer decisão, Rui ponderou que foi mal-entendido em sua primeira declaração sobre o assunto.

O governador diz ter pensado que a pergunta feita em coletiva de imprensa era quanto às suas reuniões com os partidos, de forma geral, e não sobre a definição da chapa. Quanto às declarações já feitas por defensores da senadora, como o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, Rui minimizou a situação.

“É natural, eu estou muito tranquilo. Acho que cada um vai fazendo o puxa-estica pra sua opinião. Um excede mais ali e outro aqui, mas nada que comprometa o nosso relacionamento e a construção da unidade”, avalia.

A parlamentar disputa uma vaga na majoritária contra o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Ângelo Coronel (PSD). A primeira vaga, como já anunciada, será do ex-governador Jaques Wagner (PT).

PCdoB nega conversa com Rui e descarta suplência ao Senado

A direção estadual do PCdoB ainda aguarda uma conversa com o governador Rui Costa (PT) para definir sua posição nas eleições de outubro. Segundo o presidente da legenda, o deputado federal Davidson Magalhães, a reunião com o petista aconteceria nesta semana, mas teve que ser adiada.

Na segunda-feira (4), o governador afirmou que já havia conversado com os aliados sobre a chapa e que poderia anunciar a qualquer momento a composição, incluindo os suplentes.

Contudo, o parlamentar afirmou que a sigla ainda luta por um espaço na chapa majoritária e, por enquanto, descarta ficar com uma das suplências ao Senado. A tendência é que Rui escolha entre Lídice da Mata (PSB) ou Angelo Coronel (PSD) para ocupar a vaga ao Senado, junto com o ex-governador Jaques Wagner.

Ainda segundo o comunista, as candidaturas para a Câmara Federal de Daniel Almeida, Alice Portugal, do ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, e a sua própria, estão mantidas.

“Vamos tentar ampliar nossa bancada federal com quatro deputados e também eleger quatro deputados estaduais. Acredito que com a desistência de ACM Neto de disputar o governo ficou mais fácil eleger uma bancada maior”, analisou.

Anúncio de Rui sobre chapa majoritária deve acontecer depois do dia 15 de junho

Quem espera, com ansiedade, o anúncio da chapa majoritária do governador Rui Costa (PT), vai ter que esperar um pouco mais. É que embora afirme que os nomes já estão definidos, o petista pretende esperar o retorno do vice-governador João Leão (PP) ao Brasil para fazer o comunicado. "Leão está viajando, eu quero fazer o anúncio oficial só quando ele voltar. Ele está na China com Bruno Dauster [secretário da Casa Civil]", ressaltou Rui Costa, durante visita à nova sede do Centro de Formação e Eventos da Secretaria de Educação (SEC), na tarde desta quinta-feira (7).

De acordo com o próprio Rui, o retorno de seu vice está agendado para o dia 15 de junho. Até lá, ele segue em conversas "com cada partido pra alinhar" e também com a senadora Lídice da Mata (PSB), com quem pretende se reunir até sexta (8).

Uma vez que João Leão (PP) será mantido na disputa à vice e o ex-governador Jaques Wagner (PT) vai ocupar a primeira vaga ao Senado, resta apenas saber quem será o segundo candidato ao posto na majoritária.

Wagner é quarta opção do eleitorado para substituir Lula

Um levantamento feito pelo DataPoder360 apontou que a maioria do eleitorado brasileiro defende que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), caso não seja candidato na eleição deste ano, apoie o ex-ministro Ciro Gomes (PT) na disputa pelo Palácio do Planalto. Na pesquisa, o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), aparece apenas como quarta opção dos entrevistados. A consulta ofereceu aos eleitores quatro alternativas, e o pedetista liderou com 16%.  Já o ex-chefe do Palácio de Ondina teve apenas 8%. Na frente dele, apareceram o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), com 12%, e a ex-ministra Marina Silva (Rede), com 11%. Para maioria do eleitorado, 54%, o ex-presidente Lula não deve apoiar ninguém.

As respostas foram tanto de simpatizantes quanto de adversários do petista. Foram ouvidos 10.500 eleitores, por meio de telefones fixos e celulares, em 349 cidades em todas as regiões do país, de 25 a 31 de maio. À Tribuna, o presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, reiterou que o Partido dos Trabalhadores não discute alternativa a Lula. “Não tem esse debate dentro do PT. Não adianta parte da grande imprensa e da oposição quererem. O candidato do PT é Lula. Não vou fazer esse debate de quem poderia herdar os votos de Lula. Não há radicalismo nem prepotência. Mas não tem esse debate, e vamos pedir o registro da candidatura de Lula no dia 15 de agosto. Vamos esperar o julgamento e os recursos”, pontuou.

Apesar de ser cotado como o “plano B” de Lula, o ex-governador Jaques Wagner tem descartado e diz que é pré-candidato ao Senado Federal na chapa do governador Rui Costa (PT). “Não temos plano B, nem C, X, Y ou Z. Nosso plano é Lula livre, Lula candidato e Lula presidente”, tem dito reiteradamente. O petista, no entanto, já deixou aberta a possibilidade de o PT não ter candidato e apoiar Ciro Gomes na corrida presidencial. Neste cenário, a agremiação indicaria o vice na chapa do pedetista. “Sempre defendi que, após 16 anos, estava na hora de ceder a precedência. Sempre achei isso. Não conheço na democracia ninguém que fica 30 anos”, disse, ao admitir a hipótese.

Nos bastidores, o PCdoB avalia que, se o PT não discutir um “plano B”, os petistas vão acabar isolados na eleição, já que as siglas de esquerda tendem a apoiar o ex-ministro Ciro Gomes. “É um equívoco de quem está fazendo essa leitura. Todos pensaram que o PT ficaria isolado do Mensalão, depois no golpe [impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff] e a prisão 2018, mas não ocorreu. Agora, a sociedade mesmo está reagindo contra este governo golpista, a Previdência, a reforma trabalhista e o desmonte da Petrobras e da Eletrobras”, ressaltou. O ex-presidente Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, após ser condenado em segunda instância a 12 anos e um mês por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O ex-chefe do Palácio do Planalto deve ter a candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base na Lei da Ficha Limpa, após a condenação do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

 

Fonte: BN/Bahia.ba/Tribuna/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!