14/06/2018

Márcia Castro e Diamba se apresentam no Festival Hype

 

Com extensa grade de shows e atividades para todas as idades, acontece nos próximos dias 16 e 17 de junho, das 11h às 22h, na Praça Flora – Pituba, a primeira edição do Festival Hype.

Revelando talentos e ocupando praças e ruas da cidade, o Festival é uma realização da L&B Produções e conta com o patrocínio da Brahma Extra e Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, além do apoio do IRDEB - através da TVE e Rádio Educadora FM, e Prefeitura Municipal de Salvador.

Com shows confirmados de Márcia Castro - participações de especiais do cantor Gerônimo e Hiran, e Diamba, convidando a banda Mosiah, o Festival trará também o talento musical de 7 artistas/bandas/grupos baianos selecionados via curadoria.

“A cada edição identificamos 4 (quatro) artistas/bandas/grupos via curadoria, 2 (dois) artistas/bandas/grupos via curadoria no Mapa Musical da Bahia e 1 (uma) atração infantil a se apresentarem no Palco Sounds”, revela Breno Barretto, produtor executivo do Festival.

Para celebrar sua estreia, o Festival selecionou os seguintes nomes: Alex Porchat e o 5 Elementos, Retro-Visor, Kainná Tawá, Cadeiradebrin, Ba_co, Neto Bala e o grupo Quabales, que se apresentarão em 45 minutos (por banda) ao longo dos dois dias de evento.

“Estamos super felizes com a quantidade e qualidade dos inscritos já nessa primeira fase. Para estreia, nosso crietério de seleção foi baseado na qualidade artista e na busca por uma line up diversa e inovadora da música baiana”, explica Eduardo Sepúlveda, curador artístico do Festival, ao lado de Juliana Ribeiro e Morotó Slim.

Além do Palco Sounds, o Festival Hype trará nesta edição um telão para transmissão dos jogos da copa, além do Mercadão da Música, um verdadeiro celeiro de trocas e qualificação do mercado musical baiano, com expositores selecionados por edição para estimular o empreendedorismo musical através da comercialização de itens e serviços relacionados à música, oferecendo uma série de atividades voltadas para a integração, difusão e potencialização da cadeia produtiva da música local.

“Pensando em democratizar a música e promover esses diálogos criativos e de capacitação, levaremos no sábado (16) a Oficina de Pandeiros de Wive Melo – intitulado Panderotearpia (3h de duração), e no domingo (17) faremos uma Oficina de Ideias Jockey, com Ana Dumas, propondo intervenções a partir das ideias do público transformadas em ações no seu carrinho multimídia”, revela Isa Lorena, curadora do Mercadão da Música ao lado do jornalista Luciano Matos.

Com entrada gratuita, o Festival Hype conta com direção geral de Lídice Berman e produção executiva de Breno Barretto - Coreto Criativo.

  • CONFIRA PROGRAMAÇÃO COMPLETA:
  • Palco Sounds

Sábado- 16/06

14h/17h: IRARÁ do Forró + Intervenção Grupo Cabrueira.

17h -Alex Porchat e os 5 Elementos

18h -Retro_Visor

19h - Kainná Tawa

20h -Márcia Castro convida Gerônimo e Hiran

Domingo-17/06

12h - Cadeiradebrin

13h -Ba_co

14h -Neto Bala

15h -JOGO

17h -Quabales

18h -Diamba convida Mosiah

*Intervalos – Dj ElCabong

* SAIBA MAIS

Valorizando a cultura colaborativa e estimulando a representatividade artística e das ruas, o Festival Hype nasce da experiência vivida pelo Coreto Hype - reconhecida por reunir o melhor a gastronomia, moda, música, arte e sustentabilidade desde 2016, contando com mais de 100 empreendedores criativos por edição e extensa programação artística e de lazer para crianças, jovens, adultos e idosos.

Trabalhando sempre com os eixos da economia criativa, música, kids, sustentabilidade e ocupação, a Feira Coreto Hype se consolidou como uma iniciativa transformadora, estimulando na população soteropolitana ao capitalismo consciente, a economia criativa e ao reconhecimento dos pequenos produtores, reforçando a atitude construtiva e o cooperativismo do grupo.

  • BRAHMA EXTRA

Um evento extraordinário só poderia contar com uma cerveja extraordinária. A Brahma Extra é a cerveja oficial do Festival HYPE.

A Brahma, que está há 129 anos no mercado brasileiro, lançou, em 2015, os três rótulos de Brahma Extra: Lager, Weiss e Red Lager. As três variantes darão mais sabor ao Festival HYPE.

A tipo Weiss é uma ótima pedida para acompanhar pratos leves, combinando bem com massas e queijos. Esta cerveja é filtrada, tem receita à base de trigo e é dona de uma cor amarelo-ouro.

Já a tipo Lager destaca-se por ser intensa. Produzida com maltes especiais e de cor dourada, ela é dona de um sabor forte e marcante, combinando com carnes vermelhas e petiscos.

Por fim, a Red Lager é encorpada e perfeita para aguçar a curiosidade. Por meio de maltes torrados e cor avermelhada, o sabor característico dessa cerveja traz uma novidade a cada gole. Combina com aves, peixes e saladas.

  • MAPA MUSICAL DA BAHIA

O Mapa Musical da Bahia é uma ação prioritária dentro das políticas públicas de fomento à música no estado. Desde 2012, o programa da Fundação Cultural do Estado (Funceb/SecultBa) mapeia, reconhece e difunde a diversidade musical de artistas baianos que produzem trabalhos autorais. O Mapa Musical mantém um diálogo aberto e constante entre a sociedade civil e o Estado, permitindo a elaboração de estratégias de ação em resposta às demandas apresentadas. O mapeamento funciona através do portal do Mapa Musical da Bahia [mapamusical.ba.gov.br], um sistema online que reúne músicas e informações sobre os artistas.  A iniciativa se focaliza na produção musical representativa dos 27 Territórios de Identidade do estado e busca revelar a diversidade dos cenários musicais da Bahia.

  • PROGRAMAÇÃO COMPLETA

16 e 17/06 – Pituba (Praça Flora)

07 e 08/07 – Av. Centenário

11 e 12/08 - Lauro de Freitas

15 e 16/07 - Paripe

06 e 07/10 - Campo Grande

10 e 11/11 - Ribeira

01 e 02/12 - Stella Maris

12 e 13/01 - Pelourinho

Liga do Samba Junino realiza desfile solidário no Garcia

A maratona de shows do Samba Junino na capital baiana ganha mais um destaque neste final de semana. A partir das sete horas da noite de domingo, 17, a liga do Samba Junino irá realizar um grande desfile solidário no Garcia.

"O objetivo da Liga é fortalecer cada vez mais a cultura do Samba Junino em nossa cidade. E para dar mais visibilidade a este movimento cultural, após o jogo da seleção brasileira no domingo, iremos realizar um grande desfile pelas ruas do Garcia com a presença de mais de dez grupos que compõem a Liga do Samba Junino de Salvador", afirmou o diretor de relações institucionais da Liga do Samba Junino, Nonato Sanskey.

O desfile do Samba Junino foi contemplado pelo Prêmio Samba Junino da Prefeitura de Salvador, através da Fundação Gregório de Matos e irá ter uma ação solidária.

"Nós da Liga temos preocupação com as causas sociais e, estamos pedindo a doação de 2 quilos de alimentos não perecíveis para trocar por um chapéu e uma camisa. Os alimentos poderão ser trocados na Sede da Liga que fica na Rua Prediliano Pita, 30, Garcia, em frente ao Colégio Edgard Santos. Os alimentos arrecadados, serão doados para o NASPEC (Núcleo Assistencial Para Pessoas com Câncer) e para o NACCI (Núcleo de Apoio ao Combate do Câncer Infantil)", continuou Sanskey.

A concentração do desfile será em frente ao Colégio Edgard Santos, o cortejo cultural sairá pelas ruas do bairro indo até o final de linha e depois retorna para o Colégio Edgard Santos, no bairro do Garcia.

Sobre o Samba Junino:

O samba junino representa uma expressão cultural genuinamente soteropolitana, marcado pela rítmica do samba duro, disseminada há pelo menos 40 anos em diversos bairros de Salvador. Os bairros tradicionais que realizam os festejos são Engenho Velho de Brotas, Engenho Velho da Federação, Federação, Fazenda Garcia, Tororó, Nordeste de Amaralina, Garcia, dentre outros. Em fevereiro deste ano o Samba Junino foi reconhecido como Patrimônio Imaterial de Salvador.

Sobre a Liga do Samba Junino:

A Liga do Samba Junino é uma associação que foi criada em 2013 com o objetivo de fortalecer os grupos de Samba Junino em nosso estado e, incentivar o reconhecimento desta manifestação cultural. A Liga é composta pelos grupos Jorge Junino, Samba do Morro, Mucum'g, Os Mulatos, Zumbaê, Samba Neguinho, Samba Duro VS, Balão de Ouro, Sambalança, Bicho da Cana e Comendo Água.

 

Fonte: Ascom/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!