06/07/2018

Sento Sé: Garimpeiro encontra pedra gigante de ametista

 

Um garimpeiro que não quis se identificar, só ainda fica pobre se quiser. Ele encontrou uma pedra gigante de ametista que para fazer o deslocamento, precisou de muita gente para colocar na carroceria do carro.

 “Se fosse ouro ou brilhante não precisava mais trabalhar, mas foi ametista que mesmo não sendo tão valorizada vai dar para pagar as contas e ainda sobrar um dinheirinho bom para comer um caviar", disse outro garimpeiro que também não quis se identificar.

UAUÁ: PREFEITO ENCAMINHA PROJETO DE LEI QUE CONCEDE REAJUSTE DO PISO SALARIAL DOS PROFESSORES

O prefeito de Uauá, Lindomar Dantas, encaminhou à Câmara Municipal de Vereadores o Projeto de Lei para o reajuste do piso salarial dos professores municipais em 6,81% já a partir deste mês de julho.  A medida cumpre com o compromisso firmado entre a administração municipal e a categoria dos professores no mês de fevereiro, quando  ficou acordado que o reajuste seria concedido com efeitos financeiros a partir do segundo semestre deste ano. O projeto foi enviado ao legislativo na última terça-feira (26).

A iniciativa, que obedece a Lei Federal do Piso Nacional do Magistério e a determinação do Ministério da Educação (MEC), também faz parte do conjunto de ações que a Prefeitura de Uauá, sob a gestão do prefeito Lindomar Dantas, tem desenvolvido dentro da área da educação municipal. Só em 2017, a nível de conhecimento, a atual administração, mesmo diante da forte crise financeira que tem afetado drasticamente os municípios,  assegurou o reajuste anterior de 7,64% do piso, manteve todos os salários sem atraso e concedeu a mudança de nível para 76 professores garantindo aos mesmos um adicional sobre o valor do salário base, sendo um acréscimo de 40 % para quem progrediu para o Nível I e 15% para o Nível II.

“Apesar das dificuldades, com responsabilidade e transparência, conseguimos manter um importante diálogo junto a categoria dos educadores para buscarmos as melhores soluções para que todos os direitos possam ser reconhecidos. Essa e outras diversas ações executadas em apenas 18 meses de governo, reafirmam          o nosso compromisso com uma política que busca fortalecer cada vez mais o potencial educacional dos nossos professores e assegurar uma rede de ensino organizada de forma séria e sustentável. Esse é mais um importante compromisso cumprido pela nossa gestão e seguiremos firmes trilhando esse caminho do diálogo, planejamento e participação popular nas decisões que envolvem o município”, afirmou o prefeito Lindomar Dantas.

Juazeiro: Agrovale vai doar 80 mil toneladas de palhada

Começa no início da próxima semana, a doação das primeiras mil toneladas de palhada (alimento animal volumoso decorrente da produção de cana-de-açúcar) de um total de 80 mil toneladas que a Agrovale vai doar aos pequenos produtores rurais de Juazeiro até dezembro de 2020.

A ação, fruto de uma parceria ambiental celebrada na manhã desta quarta-feira (4), entre a empresa e a Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano da prefeitura de Juazeiro, além de beneficiar os rebanhos bovinos, caprinos e ovinos do município vai promover uma adequada destinação para os resíduos da produção.

Segundo o secretário do Meio Ambiente e Ordenamento Urbano, Agenor Souza, o termo de compromisso chega em um momento bastante oportuno para a cadeia produtiva da zona rural, principalmente em função do período de estiagem. “A partir da semana que vem estaremos convocando os pequenos produtores já cadastrados e as associações da categoria para organizarmos a ordem da entrega das doações. Iremos providenciar os veículos para as coletas na empresa”, adiantou o secretário dizendo que aqueles produtores ainda não cadastrados podem se inscrever para receber o benefício na sede da secretaria.

De acordo com o diretor Financeiro e TI da Agrovale, Guilherme Colaço Filho, a parceria faz parte do projeto de responsabilidade social e ambiental da empresa. “Fizemos um investimento extra de R$ 1,5 milhão para aquisição de maquinário, mão de obra e estrutura necessária visando a concretização desta iniciativa de reduzir a queima da palha da cana. Com a doação do suporte alimentar estaremos contribuindo para o fomento da cadeia produtiva dos pequenos pecuaristas e o desenvolvimento com sustentabilidade ambiental”.

Os elevados índices produtivos e os altos teores de carboidratos fazem da cana-de-açúcar uma excelente fonte de alimento forrageiro. A palhada, como volumoso suplementar, é uma alternativa ecológica e barata com grandes resultados.

ENTREPOSTOS DE ABASTECIMENTO SERÃO TEMA DE SEMINÁRIO DURANTE A FENAGRI 2018

Modelos de gestão, infraestrutura logística e o futuro das Ceasas no Brasil serão alguns dos temas a serem discutidos durante o seminário 'Projetos de Infraestrutura – Entrepostos de Abastecimento', que a Feira Nacional da Agricultura Irrigada - Fenagri 2018 apresenta no próximo dia 13, no auditório do Juá Garden Shopping, em Juazeiro – BA.

O evento começa às 14h, com a palestra 'PPPs e Concessões – Propostas para ampliar a aplicação aos Estados e Municípios', que será ministrada pela mestre em Direito Público e professora do Programa Executivo de Empresas de Serviços Energéticos da Escuela de Organizacion Industrial (EOI) em Madri/Espanha, Flavia Accioly.

Depois, o engenheiro agrônomo, Mestre e Doutor em Economia, Altivo Roberto Andrade de Almeida Cunha, vai falar sobre 'Mercados de 4ª Geração'. Ele é autor de diversos estudos nacionais e internacionais, e responsável pela elaboração do Diagnóstico dos Mercados Atacadistas Hortigranjeiros brasileiros, da CONAB e Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas /PNUD e do Diagnóstico dos Mercados Atacadistas da América Latina e Caribe (FAO-Regional América Latina).

Na sequência, às 15h, está programada a apresentação da palestra 'Novo Entreposto de Alimentos com infraestrutura logística multimodal em Juazeiro e seu impacto no desenvolvimento regional', que será ministrada pelo assessor de Planejamento e Parcerias Estratégicas da Prefeitura de Juazeiro e um dos coordenadores da Fenagri 2018, Voldi Silva Alves.

Participam ainda da programação, o diretor presidente do Grupo JAP e diretor da Brazilfruit Transporte, Importação e Exportação, James Andrade, com o tema 'Nova Ceasa de Teresina – A concessão da Central de Abastecimento do Piauí e o modelo de Gestão Privada'. E para falar sobre o 'Futuro das Ceasas' foi convidado o presidente da BRASTECE – Confederação Brasileira das Associações e Sindicatos de Comerciantes em Entrepostos de Abastecimento, Waldir Lemos.

Para encerrar o seminário, o diretor executivo da AMA – Autarquia Municipal de Abastecimento de Juazeiro, Mitonho Vargas, vai mediar uma mesa redonda com os participantes.

A Fenagri é Realizada pela Prefeitura de Juazeiro e Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Juazeiro (ACIAJ), a 27ª Fenagri acontece de 11 a 14 de julho com exposição de produtos e serviços e feiras de negócios, no Juá Garden Shopping. A programação técnico-científica, com mais de 40 atrações, entre seminários, minicursos e palestras, também será realizada no Centro de Excelência em Fruticultura do SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e na UNEB. A programação completa e inscrições no site: fenagri.com.br/2018.

De 2013 a 2017, 88,5% das cidades baianas enfrentaram a seca

De 2013 a 2017, 88,5% dos municípios baianos relataram episódios de seca, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (5) pelo IBGE. O número é bem superior à média nacional, que, no mesmo período, é de 48,1%. Também fica acima da média nordestina, que é de 82,6%.

Este foi o desastre natural mais comum na Bahia, bem à frente dos demais. Os alagamentos aparecem em segundo lugar (20,6% dos municípios sofreram com esse problema no período), seguido por enxurradas ou inundações bruscas (18,9%) e processos erosivos acelerados (18,7%). O desastre natural menos comum nos municípios baiano foi o deslizamento de encosta, que aconteceu em menos de 1 a cada 10 – percentual de 9,8%.

A seca na Bahia teve como consequências perda ou redução da produção agrícola (em 351 cidades), perdas financeiras (343 cidades) e perdas de animais (em 320 municípios). Os dados foram informados pelos próprios municípios. Das cidades afetada, 98 reportaram mortes por conta da seca.

Apesar da gravidade do problema, só 62 cidades da Bahia informaram ter um plano de contingência em relação a seca. Esse percentual, de 14,9%, é próximo à média do Brasil, quando, em 2017, 14,7% das cidades infomaram ter um plano de prevenção contra a seca. No Nordeste como um todo, a média é um pouco maior, chegando a 15,7%.

A ação mais frequente para minimizar danos da seca é a distribuição regular de água através de carro-pipa em épocas de estiagem – 282 cidades fazem isso. A construção de poços foi relatada por 248 cidades e a construção de cisternas por 229.

Impacto ambiental

Em 2017, 9 em cada 10 cidades baianas registraram alguma consequência de impactos ambientais. Esse é o terceiro maior percentual entre os estados brasileiros. Aparecem à frente Espírito Santo, que teve 93,6% das cidades relatando problemas ambientais, e Ceará (92.9%). A média do Brasil foi de 68,2%.

Na Bahia, os impactos mais frequentes foram ligados a condições climáticas extremas (como a seca), atingindo 6 em cada 10 cidades do estado, índice de 61,2%. O segundo tipo de impacto mais comum foi o desmatamento, informado em 39,3% das cidades da Bahia. Já impactos relacionados à poluição do ar foram registrados em apenas 15 cidades.

Prefeito e vice tomam posse em Jeremoabo após eleição suplementar

Tomaram posse nesta terça-feira, 03/07/2018, o prefeito e vice, eleitos em eleição suplementar, realizada no mês de junho de 2018, para administrar os interesses da cidade de Jeremoabo (a 421 km de Salvador), pelos próximos dois anos e meio.

Derisvaldo José dos Santos, conhecido como Deri do Paloma (PP-BA),e o vice Luiz Carlos Bartilotti Lima (Lula de Dalvinho) venceram o pleito com 55,23% dos votos válidos, contra 44,77% do candidato Antônio Chaves (PSD). Dos mais de 26 mil eleitores, 21.461 (80,96%) compareceram às eleições e 5.048 (19,04%) se abstiveram. Do total de votos registrados, 542 (2,53%) foram votos nulos e outros 203 (0,95%) votos em branco.

Esta foi a primeira vez que o município baiano realizou uma eleição suplementar. Em 2016, a candidata mais votada, Anabel de Tista (PSD), não teve os votos computados pela Justiça Eleitoral em razão do indeferimento de seu registro de candidatura. 

A solenidade ocorreu na Câmara Municipal, com o plenário lotado. Além dos vereadores da base, estavam presentes o pre candidato a deputado Estadual Val Oliveira (PP), o Prefeito de Glória David Cavalcanti (PP) e o deputado Federal Mário Negromonte Júnior (PP).

A partir deste momento não sou o Prefeito apenas daqueles que votaram em nós, mas de todos os jeremoabenses. Minha principal função nesta gestão será ouvi-los. Do que adianta um governo que não busca interpretar os sentimentos de seu povo?,” enfatizou Deri.

“O nosso propósito maior é o bem comum de nossa gente, de nossa terra e do nosso povo. Isso é o que deve semear o coração dos políticos.”

Durante a cerimonia de posse  Derí  só errou num quesito: Deveria ter pedido  “um minuto de silêncio" pela falência da administração pública, protagonizada pelo vereador Chaves. Dois dos principais desafios que Derí vai encarar é a educação e a saúde.

"Faço questão de ressaltar esta trajetória primeira para agradecer e reconhecer a todos que me apoiaram nesta caminhada e contribuíram para que eu esteja aqui no dia de hoje.

“Um Prefeito não é o único agente de transformação, do desenvolvimento necessário e desejado. Ele é parte da grande mudança,” Derí.

  • Confira a relação dos novos secretários de governo :

-Administração: Álvaro Luiz

-Agricultura: Lucas Dantas

-Ação Social: Albertina Santos

-Chefe de Gabinete: Clécio Varjão

-Saúde José Luiz Sandes de Carvalho

-Educação: Altemiro Martins de Sá

-Finanças: Denilton Brandão

-Obras: Adauto Barbosa da Silva

-Infraestrutura: João Batista Andrade

-Meio Ambiente: Maria das Dores Serafim

Ao final da cerimônia, os presentes saudaram o Prefeito e vice-Prefeito com uma grande salva de palmas desejando-lhes uma profícua e excelente gestão nos próximos dois anos e meio

Chaves deixa a prefeitura com menos recursos e mais dividas

Ao assinar o termo de posse da Prefeitura de Jeremoabo, na Câmara Municipal, na terça-feira, 3, Deri do Paloma

herdará um município atolado em dívidas, veículos sucateados, escolas sem merenda  e a primeira parcela do décimo terceiro pendente. Deri assumiu a Prefeitura com menos recursos para gastar e mais dívidas a pagar. Chaves, portanto, precisa deixar dinheiro em caixa para o futuro prefeito cumprir os compromissos herdados.

Em junho, mes em que foi derrotado nas urnas, o  prefeito interino Antonio Chaves (PSD), teria que pagar a primeira parcela do décimo, mas não pagou.

Isso sem contar a soma astronômica de débitos com fornecedores – alguns destes  legítimos, outros fruto da engenharia arquitetada que se implantou dentro da prefeitura de Jeremoabo, com intuito de desviar recursos.

Em apenas 18 meses, não é difícil encontrar ex-funcionários que conseguiram amealhar um patrimônio invejável subtraído das tetas da viúva e do lombo dos contribuintes.

Chaves pode até não estar preocupado, mas corre serio risco de parar na cadeia e ficar inelegível por oito anos se for comprovada a violação da Lei de Responsabilidade Fiscal. Um gestor serio estaria em pânico com essa possibilidade.

 

Fonte: Ascom PMU/Ação Popular/Clas Comunicação/PA4/PA 24 hs/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!