12/07/2018

Canudos: Cidade vivenciará 4ª edição da EXPOCANUDOS

 

A cidade de Canudos irá vivenciará do dia 02 a 05 de agosto a quarta edição da Exposição Especializada de Caprinos e Ovinos e Feira da Agricultura Familiar - EXPOCANUDOS. O evento, que acontecerá no Campo do DNOCS, contará com apresentações culturais, palestras, exposições de animais e inovações tecnológicas, exposição do museu de anatomia veterinária de Univasf e serviços de financiamento através da Associação das Cooperativas de Apoio a Economia Familiar (ASCOOB) e do Banco do Nordeste.

A 4ª EXPOCANUDOS visa promover o desenvolvimento da caprinovinocultura local, bem como incentivar as ações de comércio e turismo regional, valorizando os produtores rurais e pequenos agricultores. Além das atividades citadas, a programação da feira conta também com comercialização de artesanatos e produtos da culinária local e 5 mil reais em premiação ranqueada pela Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (ACCOBA).

De acordo com o Prefeito de Canudos, Genário Rabelo (Geo), a feira é uma oportunidade para os produtores exporem seus animais e fazerem negócios que vão beneficiar a economia local. "A EXPOCANUDOS tem fortalecido a atividade agropecuária, de grande relevância econômica para a região, e fomentado o desenvolvimento rural, fortalecendo a agricultura familiar e estimulando negócios pecuários. A feira já se consolidou como um grande espaço para fazer bons negócios nesse setor", declarou.

Festival de Arte e Cultura da Uneb, em Paulo Afonso

O Festival de Arte e Cultura da UNEB, surgiu a partir da necessidade do público universitário em participar de eventos culturais proporcionados pela própria universidade. Também, da necessidade de estruturar um evento que envolvesse a cultura popular, a música, a literatura, teatro, artes plásticas, dança, como quaisquer outras expressões culturais realizadas pelos estudantes da UNEB ou por artistas da região de Paulo Afonso. Assim, essa proposta pretende atender a comunidade universitária e a população da Região.

O município de Paulo Afonso é carente de eventos de caráter sócio-culturais, especificamente no tocante a integração da Universidade com a comunidade. O Festival de Arte e Cultura, dentro de suas características, poderá fomentar uma maior socialização entre os sujeitos envolvidos.

Um dos papéis da Universidade é o compromisso com a realidade local, esbouçando referenciais para a investigação, a análise, reflexão e transformação. Nesse sentido, o Festival de Arte e Cultura pode articular diversos setores da sociedade no intuito de discutir as problemáticas locais, através da arte e da cultura, fortalecendo os ideais de transformação do modelo social que estamos inseridos. Assim, o tema norteador dessa edição será: A sociedade e a reinvenção da cultura.

  • Estão previstas as seguintes atividades:

1-   Realização de Varal das Artes (poesia);

2-   Mostra de Filmes durante o evento, bem como a produção existente junto a povos e comunidades tradicionais;

3-   Apresentações Culturais da Região, envolvendo grupos de dança, teatro, música;

4-   Realização de Feirinhas de artesanato e livros

5-   Debates e palestras com os diversos setores da sociedade sobre a arte e cultura local;

6-   Exposição de Artes Plásticas;

7-   Realização de oficinas temáticas;

8-   Mobilização de um “Arrastão Cultural” no centro da cidade.

  • PÚBLICO ALVO

• Discentes, docentes e funcionários da UNEB, Campus VIII – Paulo Afonso;

• Comunidade em geral da região de Paulo Afonso

Sobre o Festival de Arte e Cultura da UNEB, a Professora Jamile S. Silveira, Mestre em Historia Social

UNEB Campus VIII - Paulo Afonso, concederá entrevista nesta quarta-feira a partir das 9 horas, no studio da Rádio Betel FM 104,9.

Paulo Afonso sedia Semana de Popularização da Ciência do Semiárido

Com discussões que giram em torno do Semiárido Brasileiro, Paulo Afonso foi escolhido para sediar a Quarta Semana de Popularização da Ciência do Semiárido (IV POP). O encontro está sendo organizado pela Prefeitura, através da Secretaria de Educação.

O evento foi idealizado pelo Instituto Brasileiro do Semiárido (INSA) e conta com parceria de importantes universidades do Nordeste. As atividades vão ser realizadas entre os dias 16 a 18 de julho, na Escola Municipal João Bosco, com palestras, minicursos, carrossel de atividades e o lançamento da Escola Agroecólogica, no Povoado Várzea.

“Esta IV Semana de Popularização da Ciência vai trazer a oportunidade para os nossos alunos, professores e comunidade discutirem a importância da nossa região e as formas ideais de preservação. É um importante momento para a construção do processo educacional em nossa região”, afirma o secretário municipal de Educação, Severino Alves de Oliveira Lima.

2º Moto Fest de Euclides da Cunha acontecerá dia 29 de julho

Já está tudo pronto para a segunda edição do Moto Fest de Euclides da Cunha. O evento reúne motociclistas de várias partes do país, num ambiente de diversão recheado de atrações musicais e promocionais.

Esta segunda edição do Moto Fest será realizada no dia 29 de julho, no Clube do Rene, povoado de Pai Tomé, local distante a menos de 1 KM da BR 116 - Euclides da Cunha/BA.

O evento celebra 2 anos de Fundação da Equipe Pé na Estrada de Euclides da Cunha. A primeira edição do Moto Fest foi realizada no ano de 2017, com sucesso absoluto.

Na manhã do dia 29 de julho, uma passeata pela cidade marca as comemorações do encontro, com início às 9hs, com churrasco às 13hs, shows ao vivo, a partir das 15hs, com as bandas locais Vibrasom, Os Feras da Pimenta, Banda Cover Play e Banda 100% Forrozeiros - da Cidade de Canudos. Durante o dia haverá vários sorteios de prêmios e brindes.

Camisetas/acessos à venda na Destak Moto Peças, em frente à Igreja Universal e no Clube do Rene (Povoado Pai Tomé).

Realização: Equipe Pé na Estrada, SB Produções e Destak Moto Peças.

Riachão do Jacuípe: moradores protestam contra suspensão de atendimento do SUS em hospital da cidade

Moradores do município de Riachão do Jacuípe, no território da Bacia do Jacuípe, protestaram no Hospital Regional João Campos, na manhã desta quarta-feira (11), por conta da suspensão do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) na unidade, que é particular.

A direção do hospital informou que, pelo menos, 250 atendimentos e 120 cirurgias deixarão de ser feitas mensalmente, após notificação da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Por meio de nota, a Sesab informou que os atendimentos voltarão a ser feitos na unidade, mas com mudanças. O acesso às cirurgias eletivas, por exemplo, será regulado pelo sistema de lista única, que, conforme a Sesab, já acontece em outras unidades de saúde do município.

Pessoas contrárias ao fechamento do Hospital Regional João Campos, caminharam nas primeiras horas da manhã para protestarem. Eles saíram de frente do hospital até à Câmara de Vereadores, onde ficaram concentrados até o inicio da audiência.

Vereadores de Riachão do Jacuípe e de outras cidades circunvizinhas, além de lideranças políticas também participaram do ato em defesa ao Hospital.

Bancos de Jeremoabo devem disponibilizar banheiro para clientes

As agências bancárias instaladas em Jeremaobo, poderão ser obrigadas a disponibilizar bebedouros e instalações sanitárias separadas por sexo e adaptadas aos portadores de deficiência física. É o que os clientes dos banos do Brasil, Bradesco e Caixa Economica Federal (CEF), esperam a interferência da Câmara de Vereadores, após o recesso parlamentar.

As reclamações mais constantes de quem precisa dos atendimentos é a demora, mas a falta de estrutura em todas as tres agencias de Jereamoabo, dificulta essa espera. Os bancos já deveriam oferecer esses serviços há muito tempo porque o atendimento é demorado. Quandoa a gente quer usar, tem que ficar na vontade porque não tem a onde ir, diz Marcelo do Sindicato.  

"As pessoas enfrentam grandes filas nos bancos, onde permanecem por longo período aguardando atendimento", reitera o presidente do Sindicato dos Trabalhadores rurais de Jeremoabo, Marcelo Bonfim de Araújo.

"Nos dias atuais não cabe tal desconforto, até mesmo por uma questão de saúde e humanidade, sendo imprescindível a oferta de instalações sanitárias e de água nas referidas instituições." O projeto de Lei  de autoria conjunta dos vereadores deverá ser encaminhado ao exame das comissões técnicas.

Caso  seja convertido em lei, as agências bancárias terão 180 dias para se adaptar às novas normas, sob pena de suspensão da autorização de funcionamento.

ABASE PRETENDE QUE CADA MERCADO NA BAHIA RESERVE ESPAÇO PARA PRODUTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

A força da agricultura familiar, responsável por 44% de tudo que se produz na agropecuária baiana, ganha um novo impulso no Estado. Durante a realização da SuperBahia, maior feira do setor supermercadista do Norte-Nordeste do Brasil, será lançado o Selo Supermercado Amigo do Agricultor. O evento ocorre de 17 a 19 de julho, na Arena Fonte Nova, em Salvador.  Segundo Joel Feldmam, presidente da Associação Bahiana de Supermercados (Abase), promotora do evento, juntamente com o Sindicato dos Supermercados e Atacados de Auto Serviço do Estado da Bahia (SindSuper), a iniciativa pretende estimular que cada unidade de varejo de alimentos da Bahia, de pequeno a grande porte, tenha um espaço dedicado aos produtos da agricultura familiar.

“Este setor agrega mais de 700 mil famílias em todo o Estado, segundo o IBGE, gerando emprego e renda. Não podemos fechar os olhos para a pujança deste mercado e para o fato de que é necessário abrir oportunidades para estes agricultores”, diz Feldmam. O supermercadista que adotar a ideia, vai receber o selo como forma do consumidor identificar que se trata de uma empresa que colabora com a agricultura familiar.

Durante o evento, os agricultores terão um espaço para apresentar seus produtos e negociar diretamente com empresários do setor de todo o Nordeste. Na mesa de negociações, produtos como farinha de mandioca, massa de tapioca, banana chips, cafés especiais, frutas desidratadas, barra de cereal, iogurte, queijo de cabra, néctar de frutas, chocolates, mel, cachaça,  doces , geleias, flocão e mingau de milho, feijão, polpas de frutas, dentre outros. A feira terá a presença de 23 cooperativas de agricultura familiar e mais de 60 expositores, além de uma centena de marcas nacionais e internacionais. “É uma oportunidade única de se tratar diretamente com os supermercadistas”, destaca o presidente da Abase.

As grandes redes que atuam na Bahia, como Atacadão, Walmart e Pão de Açúcar já são clientes das cooperativas de agricultura familiar. O Walmart, por exemplo, possui o Clube dos Produtores, que reúne cerca de 6.500 pequenos produtores rurais em todo o Brasil que vendem diretamente para a empresa, abastecendo 15% do seu setor de hortifruti.

Segundo a pesquisa do IBGE, as famílias de agricultores e agricultoras do Estado são responsáveis pela produção de 77% dos alimentos que chegam à mesa dos baianos. “Queremos utilizar a força do nosso segmento para impulsionar este setor tão importante para nossa economia”, disse Feldmam. A iniciativa conta com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), do Governo do Estado, que apoia as organizações produtivas da agricultura familiar para que seus produtos possam ser posicionados em novos mercados, aumentar a comercialização e, consequentemente, a renda dos agricultores e agricultoras familiares.

Segundo Elisabete Costa, diretora de Agregação de Valor e Acesso a Mercado da Superintendência de Agricultura Familiar (SUAF), da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o potencial produtivo da agricultura familiar da Bahia está inserido no circuito de grandes redes atacadistas: “A Superbahia é mais um espaço para mostrar a qualidade dos produtos que vêm do rural baiano. Além disso, os representantes das cooperativas tem a oportunidade de fazer contatos e expandir mercado”, disse ela.

 

Fonte: Noticia do Vale/PA 24 hs/EuclidesdaCubha.com/Calila Noticias/Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!