07/07/2012

NACIONAL: Agencias programam greves

 

Os 12 órgãos reguladores federais devem entrar em greve no dia 16 de julho. As 11 agências e o Departamento de Produção Mineral orquestram juntos o movimento para que a paralisação seja realizada, de uma só vez, em todo país. A expectativa é de adesão de 3 mil servidores.

"Queremos parar tudo e não há previsão para voltarmos ao trabalho. Isso vai depender da proposta que receberemos do governo", disse o presidente do Sinagências (Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação), João Maria Medeiros de Oliveira.

O sindicato da categoria pretende pressionar o governo a acatar as reivindicações por aumento, equiparação dos salários entre os servidores antigos e os recém contratados, além de realizar a incorporação dos benefícios ao pagamento mensal para extinguir os atuais penduricalhos. Hoje, o salário mais baixo pago pelas agências é para o cargo de auxiliar em início de carreira, R$ 2.170. O mais alto é para os especialistas, já em final de carreira, que recebem R$ 18.400. As agências reguladoras federais são as seguintes:

 

  • ANA (Agência Nacional de Águas)
  • Anac (Agência Nacional de Aviação Civil)
  • Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações)
  • Ancine (Agência Nacional do Cinema)
  • Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica)
  • ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis)
  • ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar)
  • ANTAQ (Agência Nacional de Transportes Aquaviários)
  • ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres)
  • Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)
  • ANM (Agência Nacional de Mineração).

 

 

Fonte: Bahia economica

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!