09/07/2012

MONTE SANTO:Prestes a ganhar laticinio para cabra

 

Parceria entre o Governo da Bahia, através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), e o Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS), o Projeto Semeando Renda tem por objetivo promover a inclusão sócio produtiva de 8.000 (oito mil) agricultores familiares, em 31 municípios do semiárido baiano,entre eles Monte Santo, através da geração de renda a partir das cadeias produtivas da Caprinocultura Leiteira, Fruticultura e do Sisal.

No segmento da caprinocultura, a inclusão produtiva se dará a partir da implantação de sistemas de produção de leite através formação de 50 (cinquenta) Unidades de Produção de Leite - UPL, com a distribuição de 5.000 (cinco mil) matrizes e 200 (duzentos) reprodutores, além da implantação de bancos de Forragens, construção de apriscos e unidades de resfriamento. O leite produzido será escoado para 03 (três) laticínios que serão construídos nos municípios de Curaçá, Monte Santo, Jeremoabo, além destes, serão contemplados com as UPL’s os municípios Cansanção, Euclides da Cunha, Quinjingue, São Domingos, Santa Brígida, Sítio do Quinto e Uauá.


A fruticultura contará com a implantação ou recuperação 42 de mini-fábricas, nos municípios Uauá, Curaçá, Canudos, Itiúba, Queimadas, Cansanção, Monte Santo, Ribeira do Pombal, Ribeira do Amparo, Cipó e Nova Soure, que serão responsáveis pelo pré-processamento das frutas nativas e seu produto alimentará as 03 (três) agroindústrias centrais que estarão situadas nos municípios de Uauá, Itiúba e Ribeira do Pombal.


Na cadeia produtiva do sisal serão recuperados 3.640 ha em todos os municípios do Território do Sisal onde a cultura é explorada, além da implantação de 02 (dois) viveiros de mudas, 02 (duas) batedeiras de sisal, e 02 (duas) unidades didáticas de artesanato, compreendendo assim toda a cadeia produtiva do sisal.


Para desenvolver as ações do Projeto Semeando Renda, a SEDES realizou um credenciamento, no qual foram contratadas três entidades: IDESA, INTEGRO e Fundação APAEB.(Sedes)

FONTE: Municipios Baianos

Comentários:

Comentar | Comentários (0)

Nenhum comentário para esta notícia, seja o primeiro a postar!!